Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

segunda-feira, junho 30, 2008

QUEM AVISA MEU AMIGO É.

Quem avisa meu amigo é, já diz o dito popular. Estão tentando achincalhar o Exército Brasileiro

pelos últimos acontecimentos envolvendo elementos que fazem parte do mesmo, como se em outros segmentos da sociedade não houvesse pilantras e maus elementos travestidos de “gente boa” e “sangue bom”. Manda quem pode, obedece quem tem juízo. Tudo tem limites, até mesmo certas críticas tendenciosas contra uma das poucas instituições no Brasil que até agora não está envolvida com corrupções, que são as Forças Armadas Brasileira, por tanto, apta para a qualquer momento retomar o comando de um país cujas demais instituições estão atoladas no “lamaçal da corrupção” que está levando o país ao descrédito mundial neste item. O Presidente Lula através da Polícia Federal, único órgão ligado diretamente ao gabinete da presidência que está dando conta do recado, tem feito a sua parte da forma que nenhum presidente neste país fez, para expurgar dos setores públicos e privados os maus brasileiros que não passam de refugo humano do resto do mundo digno do repúdio e desprezo da maioria dos cidadãos de bens que é composta a nossa nação. Se o Presidente Lula não conseguir estancar essa “sangria da corrupção nacional” em todas as esferas da sociedade, REGIME MILITAR neles Brasil

QUAL OS REAIS MOTIVOS DA VIOLÊNCIA?

PUBLICADO PELO LORNAL "BOCA NO TROMBONE DO ESTADO DO PARÁ" NA SEGUNDA QUINZENA DE JULHO DE 2008.
Assistimos todos os dias nos telejornais, os efeitos da escalada da violência em todas as esferas da sociedade. Dos “delinqüentes mirins” aos maiores de idade de 18 aos cabelos grisalhos dos homens e mulheres, servidores de órgãos públicos a políticos sem escrúpulos e de índole criminosa. Roubar e desviar verbas públicas não deixa de ser uma forma de violência, tão grave quanto um adolescente ou um jovem roubar e matar suas vítimas indefesas, seja dentro de uma sala de aula, como também pais desequilibrados que violentam seus filhos, estupram, entregam seus filhos para os pedófilos, atiram seus filhos da janela de apartamentos, bandidos travestidos de policiais, enfim, pessoas dos diversos segmentos da sociedade e acima de qualquer suspeita estão cometendo toda a modalidade de crimes, independentemente de sua classe social. “Especialistas em comportamento humano” tentam explicar esse “fenômeno” que antes só era “visto” entre a classe dos três pés: pobre, preto e puta, e não conseguem convencer a ninguém com as mais esdrúxulas explicações. No meu livro “Máfia Religiosa” que foi lançado ainda no governo do Presidente Collor de Mello, na sua página 80, tem uma afirmação que continua atual, onde todos àqueles que tiverem a oportunidade de ler, constatarão o que vemos na mídia todos os dias, o que ali afirmo. “... Um só Chefe de Estado, paranóico, causa mais vítimas que 1000 delinqüentes comuns. Um único “colarinho branco” do setor público ou do setor privado, rouba mais em termos de quantidade, do que todos os gatunos reunidos”. A nossa competentíssima Polícia Federal que o diga.
Mas continua a pergunta. Qual o verdadeiro motivo da violência?
Quando morava em Maceió, na década de 90, atuando como psicanalista em meu consultório ali instalado recebeu um convite para fazer uma palestra para o “staff” da Segurança Pública daquele Estado, abordando o tema Segurança e Prevenção. Fiz questão de logo no início da minha fala fazer a seguinte afirmação: “A Lei existe como um atestado de falta de civilização do ser humano”. As autoridades presentes (Delegados da Polícia Federal, Polícia Civil, Comandante da Polícia Militar e mais de trezentos policiais), reagiram de forma discreta, até que expliquei aquela minha “provocação” dizendo que se os seres humanos fossem civilizados, não se precisaria de leis para disciplinar o comportamento dos seres humanos. E mesmo assim, existindo as leis que tem como o objetivo, estabelecer critérios de comportamentos e relacionamentos entre os “animais racionais” ditos civilizados, ainda assim o ser humano delinqüe. E por que os seres humanos delinqüem já que existem as leis que disciplinam e punem quem comete qualquer espécie de ilícito, mesmo sabendo que o “braço” da lei o apanhará? Já que ninguém naquele auditório não soube responder, respondi eu. “É porque a questão da criminalidade do ser humano é uma questão de fórum íntimo”. O desejo de delinqüir sai de dentro pra fora, e não, de fora para dentro. O primeiro homicídio no mundo foi praticado entre parentes. Caim matou seu irmão Abel. Gênesis capítulo 4, verso 8. E por que o matou? Por causa da inveja. A inveja é o extremo do sentimento egoísta que domina a mente ou o coração, daqueles que não desejam ver seu próximo progredir na vida de forma honesta e transparente, com o fruto do seu trabalho.
Será que a origem da violência em toda sua dimensão, não estará ligada a falta de estrutura familiar?
Será que não são os adultos que têm dado um péssimo exemplo de comportamento para as crianças, adolescentes e jovens? Vamos deixar de ser demagogos e hipócritas e raciocinar comigo. Quando um pai violento vive espancando sua companheira diante de seus filhos ainda criança, será que tal atitude não refletirá nos mesmos, tal comportamento para com seus coleguinhas de escola e vizinhança, levando consigo para sua fase adulta o estigma da violência? Sem contar que a psicologia aplicada à evolução humana (Psicologia do Comportamento), afirma que dentre os diversos motivos que contribui para o ser humano se tornar homossexual, um deles é exatamente a influência negativa que o mesmo recebe no ventre materno das agressões praticadas entre seus genitores se estendendo a idade da razão que varia entre os 6 e 7 anos, e no chamado complexo de Édipo(que é a fase que a criança definirá sua opção sexual, se menina, ela se definirá pelo sexo masculino, se menino, pelo sexo feminino), e se tais crianças vivem em um lar em que o pai é violento, a criança menina, ao conviver o dia a dia nesse clima, passa a ter uma imagem no seu inconsciente que todo homem age da forma de seu pai, e no momento de fazer sua opção sexual correta pelo sexo masculino, faz pela pessoa do mesmo sexo. Da mesma forma o menino, vendo que sua mãe trata asperamente seu pai e cultiva sempre um comportamento violento e agressivo para com o mesmo, na hora de fazer sua opção sexual por uma mulher, faz por um homem pelo fato de achar que todas as mulheres agem da mesma forma. Essa seria uma forma de violentar o seu próprio corpo como uma vingança ao sexo oposto. Ou será que toda a motivação para o agravamento da violência não será a ausência de Deus na vida de cada um de nós? Não estou falando de religião e nem de denominações religiosas, até porque as mesmas não tem tido a capacidade de conter esse comportamento bestial que domina a cada dia os seres humanos. Estou falando mesmo da ausência de Deus na nossa vida. Em II Crônicas, 7: 14, Deus nos diz: “Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se HUMILHAR, e ORAR, e me BUSCAR, e se CONVERTER dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra”.
Tudo que abordo aqui, remete a uma reflexão, é só ter coragem de parar para analisar.

DUPLA DE GAYS TENTA DESMORALIZAR EXÉRCITO BRASILEIRO.

EDITADO PELO JORNAL "BOCA NO TROMBONE DO ESTADO DO PARÁ" NA SEGUNDA QUINZENA DE JULHO DE 2008.

DIRETOR PRESIDENTE: VALTER DESIDERIO BARRETO.
Estamos acompanhando nesses últimos dias, através da imprensa falada e especialmente televisada, fatos desagradáveis envolvendo alguns indivíduos que compõem as fileiras do nosso glorioso Exército brasileiro. Primeiro foi o caso da dupla de sargentos gays que foram presos por segundo noticiários, seu relacionamento homossexual e o segundo caso, foi o assassinato de três jovens (que já tinham passagem pela polícia por envolvimento com drogas, segundo denúncias da polícia) no morro da Providência por traficantes rivais do morro da Mineira, depois dos mesmos terem desacatado os militares a serviço da ordem pública e serem detidos e ouvidos pelo comandante responsável pelos militares, e ato contínuo, serem liberados por àquela autoridade para retornarem aos seus respectivos endereços, foram entregues a traficantes rivais do morro ao qual os mesmos residiam.
Nenhum dos dois casos é suficiente para macularem a imagem de uma das três instituições (Exército, Marinha e Aeronáutica), que são referências da moral e disciplina do nosso país.
No primeiro caso, a questão dos militares homossexuais, com certeza absoluta, se os mesmos mantivessem suas discrições em seus relacionamentos íntimos, obviamente que jamais o Exército iria se envolver com suas opções de PEDERASTIA, era assim que a antiga psicologia definia até bem pouco tempo relacionamento sexual de homem com homem, hoje a psicologia para promover essa prática de relacionamento “contrária à natureza”, mudou de nome, para não “melindrar”, não “marginalizar” e nem causar “traumas” a quem aderiu essa prática de relacionamento sexual abominável por Deus. Com certeza o Exército entende que cada indivíduo tem o direito de fazer do seu corpo o que desejar e se relacionar com quem quiser, porém, que façam em suas privacidades, porque quem se submete a servir as forças armadas já sabem que lá é lugar para MACHO E FÊMEA, um “TERCEIRO SEXO” nunca foi cogitado a adentrar as fileiras militares não só das forças armadas, como nas demais instituições que compõem a segurança pública do nosso país. No segundo caso, com certeza não é prática normal do nosso respeitabilíssimo Exército Brasileiro, foi um incidente isolado, tanto que todos os envolvidos serão julgados e expulsos das fileiras do mesmo. Tanto um caso como o outro, estão sendo usado com a intenção de desmoralizar as Forças Armadas Brasileira através do Exército, por parte daqueles que não se conformam que é a única instituição no Brasil que até agora, diante dos escândalos envolvendo membros dos poderes legislativo, executivo e judicial, nenhum militar de suas fileiras, foram pegos com a “mão na botija” roubando os cofres públicos e desviando verbas públicas que são destinadas para implantação e manutenção das obras sociais que tanto carece o nosso país. Com certeza, diante da crise de moral e bons costumes que nossos políticos e demais membros dos diversos órgãos públicos existentes no Brasil não estão tendo a frente de seus cargos ou funções, torço para que ainda antes da minha morte, eu veja as forças armadas retomando o controle desse nosso país que a cada dia se deteriora nas mãos dos civis que por incompetência não conseguiram manter a ordem, a segurança e a disciplina implantada e mantida pelos militares sob o comando da nossa nação e destruídas pelos governos civis. O jornal Boca no Trombone do Estado do Pará, parabeniza não só o nosso Exército Brasileiro, como a Marinha, a Aeronáutica como as demais forças auxiliares, como Polícia Militar, Polícia Civil, Policial Rodoviária Federal e Estadual, Polícia Federal e Corpo de Bombeiros pelo o que bom representam para a nossa nação. Não são as instituições que são más, e sim, alguns de seus componentes.

domingo, junho 29, 2008

PECULATO ENVOLVE DEPUTADO FEDERAL JÁDER BARBALHO.


Edição de 29/06/2008
NO SUPREMOPlenário rejeita recurso contra o recebimento da denúncia.
BRASÍLIATHIAGO VILARINSDa Sucursal
Por decisão unânime, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso apresentado pelo deputado Jader Barbalho, presidente do PMDB no Pará, contra a denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República, em 2003. O parlamentar foi denunciado por crime de peculato (desvio de dinheiro ou bens públicos durante a sua administração), que teria sido praticado quando era ministro da Reforma e do Desenvolvimento Agrário (Mirad), no governo José Sarney. O inquérito policial foi instaurado contra o deputado por suposto desvio de dinheiro público mediante possível supervalorização de indenização em processo de desapropriação do imóvel rural Vila Amazônia, no Pará, em 1988, época em que Barbalho era ministro.
Além de Jader, também foi denunciado pela prática do mesmo crime o ex-secretário de Assuntos Fundiários do Mirad, Antônio César Pinho Brasil. Dos autos consta que Antônio Brasil, desconsiderou o trabalho de técnicos do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) ao ter encaminhado a Jader, então ministro, proposta de elevação para 313 milhões de cruzados (Cz$) - a moeda da época - da indenização no processo de desapropriação do imóvel rural denominado Vila Amazônia.
Diante disso, o deputado paraense baixou portaria homologando o acordo para o pagamento da indenização, no montante de Cz$ 400 milhões. Esse fato levou o Ministério Público Federal (MPF) a denunciar ambos como incursos no crime previsto no artigo 312 do Código Penal que dispõe sobre peculato.
Em nota, o STF informou que, no recurso, Jader Barbalho alegou omissão da decisão em dois pontos levantados em sua resposta e nas manifestações de sua defesa. No entanto, a Corte não aceitou os argumentos do parlamentar. O primeiro ponto levantado por Jader seria a falta de justa causa para a instauração da ação penal, por privilegiar indícios do alegado pagamento de indenização supervalorizada, sem a prova técnica consistente em laudo de exame contábil, do Instituto Nacional de Criminalística do Departamento de Polícia Federal.
Na outra contestação, defendeu que o processo deveria ser extinto pela prescrição, em razão da inaplicação do aumento da pena prevista no Código Penal para o crime de que é acusado. Segundo o dispositivo, a pena prevista de 20 anos será aumentada em um terço quando os autores dos crimes contra a Administração Pública forem ocupantes de cargo em comissão ou de função de direção ou assessoramento de órgão da administração direta, sociedade de economia mista, empresa pública ou fundação instituída pelo Poder Público.
DENÚNCIA
Em seu voto, na sessão de quinta-feira (26), o relator do inquérito, ministro Marco Aurélio Mello, disse que o STF, ao decidir pela aceitação da denúncia e sua transformação em ação penal, 'não estava em fase de julgamento, mas de simples recebimento da denúncia.' Ou seja, os fatos dos supostos crimes praticados por Jader e seu ex-assessor ainda não foram julgados; começarão a ser analisados pelo Supremo a partir do momento em que não caibam mais recursos contra a decisão dessa última sessão.
O caso começou a ser julgado pelo plenário em setembro de 2004. Na ocasião, o relator Marco Aurélio votou pelo recebimento da denúncia contra os dois primeiros acusados e declarou a prescrição com relação ao suposto proprietário da fazenda, Antonio Cabral Abreu. Nessa oportunidade, o ministro Eros Grau pediu vista do processo. Em março de 2006, quando o julgamento foi retomado, o ministro Eros Grau pronunciou voto acompanhando integralmente o do ministro Marco Aurélio. Dessa vez, o julgamento foi suspenso por um pedido de vista do ministro Ricardo Lewandowski. A votação terminou em novembro de 2006, quando, por unanimidade, a denúncia foi aceita.

sábado, junho 28, 2008

REVISTA DA GLOBO EVITA CAPA COM BEIJO ENTRE GAYS DO EXÉRCITO.


A revista semanal "Época", publicada pela editora Globo, cogitou colocar em sua capa a imagem de um beijo gay entre dois militares. Em sua última edição, a revista trouxe a história dos sargentos do Exército Laci Marinho de Araújo e Fernando de Alcântara de Figueiredo, que assumiram sua homossexualidade.
"Época" chegou a considerar a capa (à dir) com o beijo dos sargentos gays, mas optou por versão menos polêmica
A opção da capa da "Época" mostrava o beijo do casal, na boca. O sargento Araújo foi preso, na madrugada da quarta-feira (4), pelo Exército, acusado de deserção. Ele e o companheiro estavam na sede da Rede TV! em Barueri (Grande SP), onde participaram do programa "SuperPop", de Luciana Gimenez.
A direção da "Época" confirmou que a capa do beijo gay era uma das alternativas.
"A foto [do beijo gay] foi considerada. Normalmente trabalhamos com duas ou três alternativas de capa. Refletimos e optamos por dar a que foi publicada por julgá-la mais adequada", informou Paulo Nogueira, diretor editorial da editora Globo, por e-mail.
A capa escolhida pela revista mostra apenas Laci com a mão no ombro de Figueiredo. O blog da equipe de criação e design da revista postou as três opções de capa --a outra alternativa apenas retratava os rostos próximos dos militares, sugerindo a intenção do beijo.
A exemplo da revista "Época", a TV Globo também evita exibir beijo entre pessoas do mesmo sexo em suas produções. Foi o que aconteceu com "Duas Caras", que terminou no último sábado (31). Aguinaldo Silva, autor da novela das 21h, escreveu uma cena do beijo entre os personagens Bernardinho (Thiago Mendonça) e Carlão (Lugui Palhares), mas a emissora proibiu o beijo.

quinta-feira, junho 26, 2008

EVANGÉLICOS PROTESTAM NO CONGRESSO CONTRA CRIMINALIZAÇÃO DA "HOMOFOBIA".

Agência Brasil
Brasília - Um grupo de 80 líderes evangélicos entregou quarta feira (25) à Mesa do Senado um manifesto contra a aprovação do projeto de lei que criminaliza a homofobia.Os líderes representavam cerca de 500 evangélicos que fizeram um protesto em frente ao Senado contra a aprovação do projeto, e que foram impedidos de entrar no Congresso.O grupo foi recebido pelo senador Magno Malta (PR-ES), que também é contra a aprovação da proposta.Para Magno Malta, o projeto cria “um império homossexual no Brasil”, porque, segundo ele, qualquer um que criticar ou rejeitar alguém para emprego ou transação comercial em virtude da opção sexual poderá ser preso.O projeto propiciaria inclusive a impunidade da pedofilia e da necrofilia, na avaliação do senador. “O pedófilo vai dizer que a opção sexual dele é menino de 9 anos”, declarou Malta.O vice-presidente do Conselho Interdenominacional de Ministros Evangélicos do Brasil (Cimeb), pastor Silas Malafaia, considerou o projeto “uma afronta à democracia”, porque inibe a liberdade de expressão.“No estado democrático ninguém está imune à crítica”, afirmou.O pastor do Ministério da Fé Fadi Faraj, disse que o projeto compara a opção sexual às raças e etnias, o que ele considerou “um absurdo”.“Isso [homossexuais] não é uma minoria, isso é um comportamento sexual”, disse o pastor.O projeto de lei já foi aprovado na Câmara dos Deputados.

terça-feira, junho 24, 2008

Essa é a belíssima professora Gildete, natural de Parnambuco, moradora em Arco Verde, um dos belos municípios daquele Estado. O blog do Valter lhe presta essa singela homenagem.

ABRIL, RECORD E BAND FAZEM MANIFESTO CONTRA A GLOBO.

De acordo com informações de uma coluna do jornal Folha de S.Paulo, o grupo Abril, a Record e a Bandeirantes estão fazendo um manifesto conta "o monopólio" da Globo na TV paga, que supostamente controlaria o conteúdo nacional nas operadoras Net e Sky, que detêm 76% dos assinantes brasileiros.
Ainda segundo a coluna, o manifesto estava sendo elaborado na tarde da última segunda-feira (23), e deverá ser divulgado nesta semana. No documento, os grupos reclamam das barreiras que enfrentam para distribuírem seus canais, lembrando que, recentemente, a Sky tirou do ar o canal MTV Brasil em todo o país, exceto na região metropolitana de São Paulo, onde ele ainda é transmitido.
No manifesto também é citado o Projeto de Lei 29, ao qual os grupos declaram apoio no que diz respeito à proteção do conteúdo nacional, mas sugerem mudanças. Os representantes da Abril, da Record e da Band alegam que a atual redação do PL-29 privilegia a Globo ao obrigar que as operadoras distribuam dez canais nacionais no pacote mais básico, já que a Globo ocuparia sete dessas dez vagas. Eles defendem que cada grupo econômico fique com dois desses canais.
Alberto Pecegueiro, diretor-geral da Globosat, rebateu as acusações. "Não existe monopólio da Globo. A Globo enfrenta no mercado de TV por assinatura os maiores grupos do mundo, como Turner e Time-Warner. No discurso anti-Globo ninguém liga pra isso", disse.
De acordo com o executivo, a Globo não tem poder de veto no conteúdo da Sky e a proposta de dois canais por emissora é "absurda". "Estão pleiteando que o conteúdo deles seja distribuído por decreto e não por competência", finalizou.

RELATÓRIOS MOSTRAM AÇÃO POLICIAL DO EXÉRCITO EM MORRO DO RIO.

da Folha Online
Diferentemente do que sustenta o Exército, os militares faziam operações policiais no morro da Providência (centro do Rio). A atuação dos homens da Força Armada também tinha caráter "psicológico".
As condutas são do próprio Exército, descritas em nove relatórios assinados pelo general-de-brigada Williams José Soares, que comandava as tropas no morro, segundo informa nesta terça-feira o "Painel" da Folha, editado por Renata Lo Prete (a íntegra do "Painel" está disponível para assinantes do UOL e do jornal).
Segundo a coluna, os relatórios apontam a resistência dos moradores do local ante a presença das tropas. O texto faz ainda uma menção ao senador e candidato à Prefeitura do Rio, Marcelo Crivela (PRB-RJ), quanto ao objetivo do projeto: "blindar 782 casas com argamassa à prova de balas de fuzil".
Oficialmente o Exército está no morro para acompanhar as obras denominadas Cimento Social, que visa reformar residências de moradores do local. Entretanto, existe a suspeita --agora confirmada extra-oficialmente pelos relatórios da própria Força Armada revelados pela Folha-- de que os militares faziam operações policiais.
Onze integrantes do Exército são acusados de entregar três jovens do morro da Providência, controlado pela facção criminosa CV (Comando Vermelho) a traficantes do morro da Mineira, dominado pela ADA (Amigos dos Amigos), no dia (14).
Eles foram detidos e denunciados à Justiça. O processo contra esses 11 militares será julgado pela Justiça Federal, conforme decisão judicial desta segunda-feira.
O processo decorre do inquérito da Polícia Civil concluído na última quinta-feira (19), que pediu a prisão dos 11 militares e os indiciou por triplo homicídio com três agravantes --motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de defesa das vítimas. O inquérito foi entregue ao Ministério Público, que denunciou os suspeitos à Justiça Estadual mas pediu que o caso fosse julgado pela Justiça Federal.

segunda-feira, junho 23, 2008

QUESTÃO DE ÉTICA.

"Se non è vero, è ben trovato".
Se não é verdade, é bem bolada
*Castelo Branco x Lula*Ao ver o presidente Lula defendendo seu filho que recebeuR$ 15 milhões de reais da TELEMAR para tocar sua empresa,
dizendo que o garoto é esforçado, Élio Gáspari publicou
essa história buscada no fundo do baú:"Em 1966 o presidente Castello Branco leu nos jornais
que seu irmão, funcionário com cargo na Receita Federal,
ganhara um carro Aero-Willys, agradecimento dos colegas
funcionários pela ajuda que dera na lei que organizava a carreira.
O presidente telefonou mandando que ele devolvesse o carro.
O irmão argumentou que se devolvesse ficava desmoralizado
em seu cargo.
O presidente Castelo Branco interrompeu-o dizendo:
- Meu irmão, afastado do cargo você já está.Estou decidindo agora se você vai preso ou não".

domingo, junho 22, 2008

DEUS ABOMINA A PRÁTICA HOMOSSEXUAL, MAS AMA O HOMOSSEXUAL.

Publicado no Jornal Boca no Trombone do Estado do Pará, na Segunda quinzena maio de 2008.

Não é nenhuma implicação da minha parte está sempre abordando tal tema neste meu
quinzenário, estou apenas recorrendo ao meu direito sagrado (... Todos são iguais perante a Lei...) de manifestar-me contrário aos conceitos e práticas ostentados por pessoas que insistem em contrariarem o que Deus nos orienta, segundo a Bíblia Sagrada. Não sou “homófobo”, termo usado erradamente para designar quem não apóia essa prática sexual pecaminosa, porque “homo fobia” é a junção de duas palavras no grego que quer dizer: “homo” de homem e “fobia” de medo, como eu não tenho medo de homem nenhum aqui neste mundo, não sou “homófobo”. Como a maioria dos líderes religiosos que se dizem conhecerem a Palavra de Deus se omite a promover um movimento (Parada Gay) semelhante aos adeptos e simpatizantes do homossexualismo, mostrando a sociedade àqueles que abandonaram essa prática “SODOMITA” que levou Deus a destruir duas cidades conforme relato bíblico, para mostrar que quando o ser humano toma consciência de suas práticas abomináveis diante de Deus, as abandonam, basta querer. E como um desencargo de consciência e como uma obediência ao meu Senhor e Deus Todo Poderoso, me sinto na obrigação de fazer o que está escrito no Livro de Ezequiel, capítulo 3: versos 18 e 19. “Quando eu disser ao ímpio (pecador): Certamente, morrerás, e tu não o AVISARES e nada DISSERES para o ADVERTIR do seu mau CAMINHO, para SALVAR vida, esse ímpio MORRERÁ na sua INIQUIDADE (pecado), mas o seu SANGUE da tua mão o REQUEREREI. Mas, se AVISARES o ímpio, e ele não se CONVERTER da sua MALDADE e do seu CAMINHO PERVERSO, ele MORRERÁ na sua INIQUIDADE, mas tu SALVASTE a tua ALMA”. Eis aqui onde me baseio para não comungar e nem compartilhar com as práticas pecaminosas dos seres humanos aqui deste mundo, não quero ser cúmplice de tais pecados e depois viver eternamente atormentado no fogo do inferno preparado para o Satanás e seus anjos e todos àqueles que desobedeceram a Deus enquanto vivia neste mundo. Deus ama o pecador, porém odeia e abomina (detesta) o pecado. Em Gênesis, capítulo 1º, verso 27, está escrito: “Criou Deus, pois o HOMEM à sua imagem, a imagem de Deus o criou; HOMEM e MULHER os criou. E Deus os ABENÇOOU e lhes disse: SEDES FECUNDOS (férteis, gerando filhos), MULTIPLICAI-VOS, e ENCHEI a terra e sujeitai-a;..”. Essa é a única forma de união ABENÇOADA por Deus, outro tipo de união é amaldiçoado, mesmo que as autoridades da terra legalizem. Deus é tão perfeito e sábio, que criou tanto o homem como a mulher de uma forma tão especial e perfeita, que o homem não tem necessidade de fazer com um outro homem o que ele pode fazer com uma mulher e o mesmo que uma mulher faz com outra mulher, o homem pode fazer nela também e com uma opção a mais, o homem pode penetrar o pênis na mulher, o que a outra mulher tem que se valer de um “postiço”. Vejamos em 1º Coríntios, capítulo 7: versos a partir do verso 3 a 6. “ O marido conceda à esposa o que lhe é devido, e também, semelhantemente, a esposa, ao seu marido. A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim o marido; e também, semelhantemente, o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim a mulher. Não vos PRIVEIS (impeça) um ao outro, salvo talvez por mútuo consentimento (combinado), por algum tempo, para vos dedicardes à oração e, novamente, vos ajuntardes, para que Satanás não vos tente por causa da incontinência (falta de contato prolongado). Isto vos digo como concessão e não por mandamento”. Lamentavelmente muitos casais frustrados dentro dos templos religiosos no que se refere à plena realização sexual entre si, pelo fato de seus líderes religiosos com a “falsa moral” e o “falso puritanismo” que lhe são peculiares, que se acham no direito de interferirem até na relação sexual entre os casais que freqüentam seus templos, dizendo que “essa ou aquela prática sexual entre o casal é pecado”. Se assim fosse, o Apóstolo Paulo orientado pelo Espírito Santo, não diria que: “... A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim o marido”, se em uma relação sexual entre um casal fosse envolvido só uma parte do corpo de ambos, a orientação seria outra, como por exemplo: “A mulher não tem poder sobre seu órgão genital (vagina) e sim o marido”. Dentre todos os tratados que “especialistas” escrevem sobre relação sexual, nenhum deles superam o que temos no texto bíblico que transcrevemos aqui, em poucas palavras, o apóstolo define e dirime quaisquer dúvidas de como um casal deve ter a sua liberdade incondicional e intocável dentro das quatro paredes. Por isso que Deus abomina a prática do homossexualismo, porque não há necessidade do homem substituir o relacionamento sexual de uma mulher por um de homem e vice-versa, apesar das diversas “desculpas” esfarrapadas dos “entendidos” em comportamento humano que o que une duas pessoas do mesmo sexo para viverem como “marido e mulher” é o amor, não justificará nunca essa união de “casal gay”, (até o termo “casal” está errado, é só ler nos melhores dicionários do mundo, casal no sentido biológico só pode ser entre MACHO e FÊMEA) porque não existe motivação maior para duas pessoas se unirem maritalmente se não for para manter relação sexual. E em Romanos, capítulo 1º a partir dos versos 25 até o 32 a severa demonstração de repúdio de Deus sobre a prática homossexual. “...Pois eles mudaram a VERDADE de Deus em MENTIRA, adorando e servindo a CRIATURA (cedendo influências e gostos de homens ímpios) em lugar do Criador, o qual é bendito eternamente.Amém. Por causa disso, os entregou Deus a paixões INFAMES (que causa repulsa e desprezo); porque até as MULHERES mudaram o modo NATURAL (normal) de suas RELAÇÕES ÍNTIMAS (relações sexuais) por OUTRO (lesbianismo, sapatão), CONTRÁRIO a natureza; semelhantemente, os HOMENS também, deixando o CONTATO NATURAL (normal) da MULHER ( relação sexual com mulher, independente de estado civil ou de credos ou dogmas religiosos), se inflamaram mutuamente (excitar-se, pegar fogo) em sua SENSUALIDADE, cometendo TORPEZA (que causa repulsa e repugnância), HOMENS com HOMENS, (homossexuais, gay, travesti, transformistas, drag, bissexual, veado mesmo), e recebendo, em si mesmos, a MERECIDA punição do seu ERRO. E, por haverem DESPREZADO o conhecimento de Deus, o próprio Deus os ENTREGOU a uma disposição mental REPROVÁVEL, para PRATICAREM coisas INCONVENIENTES, cheios de toda INJUSTIÇA, MALÍCIA, AVAREZA, E MALDADE; possuídos de INVEJA, HOMICÍDIO, CONTENDA, DOLO E MALIGNIDADE; sendo DIFAMADORES, CALUNIADORES, ABORRECEDORES DE DEUS, INSOLENTES, SOBERBOS, PRESUNÇOSOS, INVENTORES DE MALES, DESOBEDIENTES AOS PAIS, INSENSATOS, PÉRFIDOS (enganador, traiçoeiro), sem afeição natural e sem MISERICÓRDIA. Ora, conhecendo eles a SENTENÇA de Deus, de que são PASSÍVEIS de MORTE os que tais COISAS praticam, não somente as FAZEM, mas também APROVAM os que assim PROCEDEM. É justamente que o meu jornal Boca no Trombone do Estado do Pará, não promove esses movimentos que vão de encontro aos princípios de Deus, horóscopos e toda espécie de jogatinas. Eu não falo em nome de nenhum grupo religioso, porque não faço parte de nenhum deles, até porque tomei aversão a todos existentes no mundo, falo em nome do meu Deus Todo Poderoso, porque me considero um ATALÁIA do Senhor e um PROFETA “AMÓS” do século XXI, mesmo com meus pecados, minhas imperfeições e meus defeitos. Ao Deus Trino, toda honra e toda glória.
Valter Desiderio Barreto - Diretor Presidente do Jornal Boca no Trombone do Estado do Pará.

ABUSO ESPIRITUAL - "NÃO TOQUEIS NOS MEUS UNGIDOS"


Dá ouvidos, ó pastor de Israel, tu que conduzes a José como um rebanho; tu que estás entronizado acima dos querubins, mostra o teu esplendor - Salmos 80:1.Não toqueis nos meus ungidos, nem maltrateis os meus profetas - Salmos 105:15Veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: Filho do homem, profetiza contra os pastores de Israel; profetiza e dize-lhes: Assim diz o SENHOR Deus: Ai dos pastores de Israel que se apascentam a si mesmos! Não apascentarão os pastores as ovelhas? Comeis a gordura, vestis-vos da lã e degolais o cevado; mas não apascentais as ovelhas. A fraca não fortalecestes, a doente não curastes, a quebrada não ligastes, a desgarrada não tornastes a trazer e a perdida não buscastes; mas dominais sobre elas com rigor e dureza. Assim, se espalharam, por não haver pastor, e se tornaram pasto para todas as feras do campo. As minhas ovelhas andam desgarradas por todos os montes e por todo elevado outeiro; as minhas ovelhas andam espalhadas por toda a terra, sem haver quem as procure ou quem as busque - Ezequiel 34:1 -6.Vendo ele - Jesus - as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam aflitas e exaustas como ovelhas que não têm pastor - Mateus 9:36Atenção: O material a seguir destina-se à leitura de pessoas maduras e pode ser profundamente perturbador à grande maioria dos leitores. O autor recomenda grande discrição no uso deste material e na exposição do mesmo."Não Toqueis nos Meus Ungidos"INTRODUÇÃOA vasta maioria dos membros das assim chamadas "igrejas evangélicas" de todos os matizes - sejam protestantes, evangélicas propriamente ditas, pentecostais, carismáticas e da terceira onda - já tiveram a oportunidade, em um ou outro momento, de presenciar um pastor, presbítero, missionário, evangelista, apóstolo, profeta ou algo que o valha, subir ao púlpito de uma comunidade qualquer e mandar ver um sermão acerca de "não toqueis nos meus ungidos". Junto com o sermão, bastante impróprio, diga-se de passagem, vem um besteirol que beira realmente às raias do ridículo.Estes sermões são todos motivados pelo conceito errado e realmente perverso de que aqueles que servem ao Senhor nas funções de pastor, presbítero, missionário, evangelista, apóstolo ou profeta etc, são realmente "servos especiais" que pertencem a uma categoria que é distinta de todos os outros crentes. Como "servos especiais", estas pessoas, pois existem homens e mulheres nesta categoria, imaginam que estão acima de qualquer tipo de crítica e que podem mandar e desmandar na Igreja do Senhor, porque, segundo eles mesmos, o Senhor lhes concedeu poder e autoridade "especiais". Por este motivo todo e qualquer criticismo, não importa a intenção, será confrontado vigorosamente através de vários mecanismos entre os quais se encontra o famigerado sermão acerca de "não toqueis nos meus ungidos". Mas existem mesmos pessoas especiais para Deus? Existem mesmo pessoas que recebem um batismo com o Espírito Santo que é mais poderoso do que o batismo com o Espírito Santo que veio sobre todos os outros cristãos? Existe realmente uma unção que é maior, melhor, mais poderosa do que a unção com que o próprio Deus ungiu a todos os crentes no Senhor Jesus Cristo?Outro dia o autor tomou conhecimento de que um falso mestre que atende pelo nome de Benny Hinn, declarou ter visitado os túmulos de duas mulheres fundadoras de igrejas cristãs do passado e que "coletou", para si mesmo, "a poderosa unção" que ainda se encontrava naqueles túmulos cheios de pessoas mortas. Não duvido que ele tenha realmente "coletado" alguma coisa, mas certamente o que ele coletou não tem nada a ver com o Espírito Santo de Deus. Este patético senhor e todos seus seguidores, e não são poucos, estão realmente fora de sintonia com o Deus da Bíblia e com a própria Bíblia como espero demonstrar neste artigo. Quando confrontado por tais práticas estranhas e realmente abusivas o senhor Benny Hinn reagiu com as seguintes palavras: "Se você falar mal de mim, ou contra a unção que está em mim e no meu ministério, seus filhos irão sofrer as conseqüências". Quão longe este tipo de atitude se encontra do verdadeiro ensino dos Evangelhos fica a critério do leitor decidir.Mas como conseguimos chegar neste nível de desarranjo espiritual onde um homem que alega ser pregador da palavra de Deus age como um verdadeiro seguidor do espiritismo kardecista e procura recolher pretensas unções em cemitérios? Tudo isto acontece por um simples, mas poderoso fato, que pode ser assim representado: existem algumas pessoas que se arvoram ares de super-crentes ao mesmo tempo em que existem também, milhares de outras pessoas que estão dispostas a acreditar e seguir os super-crentes a qualquer custo, achando que com isto estão seguindo no caminho de Deus. O autor deseja dizer aqui com todas as letras, apenas que: NÃO EXISTEM SUPER-CRENTES. Tudo o mais será dito no restante deste artigo.

Continua na próxima semana...

MENSAGEM ENVIADA POR LEITORA GAÚCHA.

Olá meu querido amigo articulista e jornalista
Valter Desiderio Barreto!
Boa noite.
Estou lhe enviando essa mensagem é para lhe parabenizar mais uma vez pelo seu jornal "Boca no Trombone do Estado do Pará", que acabei de receber, abordando como sempre, temas polêmicos que você domina muito bem e com muita sapiência e competência. Já lhe disse em mensagens anteriores, quando você enfrentou aqueles dois representantes do Vaticano no ano passado, que você é um sábio, e que o Estado do Pará e o Brasil estão de parabéns por terem uma pessoa do seu quilate.Vou repetir mais uma vez o que lhe falei exatamente em 16/08/2007. O SENHOR É UM VERDADEIRO SÁBIO, PORQUE TENS A SABEDORIA DE DEUS NA SUA VIDA. Não sabia que você era jornalista e administrava um jornal como este. Pensava que você era apenas um articulista do jornal O Regional para quem enviei duas mensagens e nem resposta recebi. Agora vejo porque, você com certeza faz a diferença entre os seus demais colegas de imprensa aí neste Estado e no resto do Brasil. Para abordar com coragem temas como você aborda, só alguém que tenha um extraordinário preparo como você tem. Confesso-lhe que nunca li em lugar algum, em nenhum tratado de comportamento humano, explicação irrefutável sobre o tema homossexualismo que você discorre com tamanha sabedoria nesta edição da 1ª quinzena deste mês de junho. Continue dessa forma amigo, esse deve ser também, o papel do jornalista sério e preparado: "formar opinião" sobre qualquer tema, de forma clara e responsável como você faz. Não tenho nada contra os homossexuais, porém, acho que eles estão querendo ir longe demais, querendo impôr a sociedade um suposto "direitos iguais" de formarem "casais" a exemplo dos eterossexuais, o que vai de encontro aos principios daquele que nos criou que foi Deus.
Tive a curiosidade também de acessar seu nome no Google, e encontrei várias referências a seu respeito lá. Confesso-lhe também que fiquei orgulhosa de saber que você é destaque na internet, privilégio para poucos.Também vi no seu jornal que você além de ser a pessoa preparada e intelectual que é, também é artista plástico, pois confecciona peças lindas de grãos de açaí e pretendes instalar uma fábrica para produzir várias peças em escala comercial e não estás tendo apoio aí na sua cidade. Quero lhe dizer que se você não encontrar apoio para levar adiante esse seu projeto maravilhoso até o final do ano, lhe convido para vir para o meu Estado do Rio Grande do Sul, que com certeza eu conseguirei alguns empresários interessados em fazer parceria com você nesse seu empreendimento. Pode contar com essa sua amiga, que mesmo não nos conhecendo pessoalmente, me sinto privilegiada em ter descoberto uma pessoa como você.
Vou ficando por aqui amigo, desejando-lhe muitas felicidades e sucesso em sua multifalcetada carreira de escritor, jornalista, teólogo e artista plástico. Você é um homem predestinado por Deus.
Um grande abraço.
Sua amiga virtual gaúcha,
Adriana Marques da Silva Schimidt-Doutoura em Ciências Humanas e PHD em Antropologia.
Porto Alegre, 22 de junho de 2008.

sábado, junho 21, 2008

TRIBUNAL ELEITORAL DO RIO VAI DIVULGAR FICHAS CRIMINAIS DE CANDIDATOS.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro, desembargador Roberto Wider, informou quinta feira (19) que o órgão vai abrir para consulta pública na internet uma lista com os nomes dos candidatos que respondem a processos na Justiça. Wider adiantou que o TRE/RJ vai rejeitar as candidaturas de pessoas que tenham fichas criminais comprometidas.De acordo com o desembargador, o candidato pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e conquistar o direito de participar da disputa nas urnas, mas neste caso, segundo ele, o eleitor já terá sido alertado sobre a situação do candidato e caberá a ele decidir.Para Wider a medida é fundamental para melhorar o padrão ético-político do país, e encontra respaldo no "clamor social"."Todos nós estamos cansados de verificar desvios de conduta praticados por quem foi indicado para dirigir a sociedade. Temos que ter bom senso e criatividade para resolver esse problema que está aí e a sociedade está clamando", afirmou.O desembargador disse confiar no bom senso dos juízes eleitorais para avaliar se o crime a que o candidato responde judicialmente é suficiente para comprometer sua vida pública, como o de pessoas que tenham se envolvido em acidentes de trânsito, sem impacto sobre a candidatura, e acusados de desvio de verba pública, furto e até homicídio, casos que justificariam a inelegibilidade.Wider reconheceu que não há lei específica que defina critérios objetivos para a impugnação. Ele no entanto defende que o Judiciário não pode se eximir dessa responsabilidade, e deve se basear no princípio da moralidade na administração pública, garantida pela Constituição Federal."Estamos lidando com valores diferentes. Todos aqueles que querem exercer uma atividade pública têm que demonstrar ter uma folha limpa, menos os senhores políticos? Até os ascensoristas do Congresso Nacional têm que comprovar uma ficha limpa para estar ali, mas todos aqueles queele transporta não precisam. Alguma coisa está errada e alguma coisa precisa ser feita", defendeu o presidente do TRE/RJ.O presidente do Colégio dos Presidentes dos TREs e do TRE do Rio Grande do Norte, Claudio Santos, concorda com a atuação do Judiciário para tornar candidatos inelegíveis. Ele porém disse que é contrário à divulgação pelos órgãos eleitorais dos processos que correm contra os candidatos.Segundo ele, esse papel cabe aos partidos e à sociedade civil, e se realizado pela Justiça Eleitoral, poderia configurar pré-julgamento."Ao examinar a vida pregressa do candidato já vamos previamente, se tal lista seja divulgada, impedindo que uma pessoa seja candidata a um cargo eletivo", defendeu.Os presidentes de tribunais eleitorais participam, no Rio de Janeiro, do 41º Encontro do Colégio de Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais.O evento, que vai até amanhã (20), discute a divulgação de listas com as fichas criminais dos candidatos para as eleições deste ano.Thaís LeitãoRepórter da Agência Brasil

PF FAZ BUSCAS EM GABINETES DE DEPUTADOS DURANTE OPERAÇÃO CONTRA DESVIOS DE VERBAS PÚBLICAS.

GABRIELA GUERREIROda Folha Online, em Brasília
A Polícia Federal realiza buscas na sexta-feira (20) nos gabinetes dos deputados federais João Magalhães (PMDB-MG) e Ademir Camilo (PDT-MG) durante a operação para combater o desvio de dinheiro público para casas populares e estações de tratamento de esgoto em vários municípios.
A operação, batizada de João de Barro, cumpre 231 mandados de busca e apreensão e 38 de prisão temporária em sete Estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Goiás, Tocantins e no Distrito Federal.
Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pelo STF (Supremo Tribunal Federal), e os de prisão pelo juiz Hermes Gomes, da 2ª Vara de Governador Valadares (MG).
Segundo a PF, uma auditoria do TCU (Tribunal de Contas da União) realizada em 29 municípios do leste de Minas Gerais revelou indícios de fraude na execução de obras.
O desfalque atingia as chamadas Transferências Voluntárias, que compreendem recursos financeiros repassados pela União aos Estados, Distrito Federal e municípios em decorrência da celebração de convênios ou empréstimos cedidos pela Caixa Econômica Federal e BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).
De acordo com a polícia, parte dessas transferências se destinam a custear obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).
A Polícia Federal informou que os projetos apresentados pelo esquema receberam o repasse de R$ 700 milhões, e a operação pode impedir que mais R$ 2 bilhões tenham o mesmo destino.
Cerca de 1.000 policiais federais participam da João de Barro.

quarta-feira, junho 18, 2008

AUTORIDADE X RESPONSABILIDADE

Quanto pesa a responsabilidade de um cargo?
Observa-se que muitos perseguem nomeações para cargos e disputam, com ardor, lugares que lhes conferirão autoridade sobre outros.
Contudo, quando assumem postos de comando esquecem-se dos objetivos reais para os quais foram ali colocados, passando a agir em seu próprio favor.
Tal posição nos recorda a história de um homem que foi nomeado mandarim, uma espécie de conselheiro na China.
Envaidecido com a nova posição, pensou em mandar confeccionar roupas novas.
Seria um grande homem, agora.
Importante.
Um amigo lhe recomendou que buscasse um velho sábio, um alfaiate especial que sabia dar a cada cliente o corte perfeito.
Depois de cuidadosamente anotar todas as medidas do novo mandarim, o alfaiate lhe perguntou há quanto tempo ele era mandarim. A informação era importante para que ele pudesse dar o talhe perfeito à roupa.
Ora, perguntou o cliente, o que isso tem a ver com a medida do meu manto?
Paciente, o alfaiate explicou: "a informação é preciosa.
É que um mandarim recém-nomeado fica tão deslumbrado com o cargo que anda com o nariz erguido, a cabeça levantada. Nesse caso, preciso fazer a parte da frente maior que a de trás.
Depois de alguns anos, está ocupado com seu trabalho e os transtornos advindos de sua experiência. Torna-se sensato e olha para diante para ver o que vem em sua direção e o que precisa ser feito em seguida. Para esse costuro um manto de modo que fiquem igualadas as partes da frente e a de trás.
Mais tarde, sob o peso dos anos, o corpo está curvado pela idade e pelos trabalhos exaustivos, sem falar na humildade que adquiriu pela vida de esforços. É o momento de eu fazer o manto com a parte de trás mais longa.
Portanto, preciso saber há quanto tempo o senhor está no cargo para que a roupa lhe assente perfeitamente."
O homem saiu da loja pensando muito mais nos motivos que levaram seu amigo a lhe indicar aquele sábio alfaiate, e menos no manto que viera encomendar.
Cargos e funções, são sempre responsabilidades que nos são oferecidas pela divindade para nosso progresso.
Não há motivo para vaidade, acreditando-se superior ou melhor que os outros.
Quando Pilatos assegurou a Jesus que tinha o poder de vida e morte, e que em suas mãos estava o destino de suas horas seguintes, o Mestre alertou-o dizendo: "Procurador, a autoridade de que desfrutas não é tua; foi-te concedida e poderá ser-te retirada."
De fato isso veio a acontecer.
Apenas poucos anos após a morte de Jesus, o poder de Roma retirou do procurador da Judéia, Pôncio Pilatos, toda a autoridade. Ele perdeu o cargo, o prestígio, e tudo que acreditava fosse eterno em suas mãos.
Toda autoridade deve se centralizar no amor e na vida exemplar, a fim de se fazer real.
A autoridade de que nos vejamos investidos deve ser exercida sem jamais ferir a justiça.
No desempenho dos nossos deveres, recordemos que só uma autoridade é soberana: aquela que procede de Deus, por ser a única legítima.

terça-feira, junho 17, 2008

NARCOTRÁFICO FAZ PRESSÃO INDIRETA PARA EXÉRCITO DEIXAR MORRO, DIZ ESPECIALISTA.

Em São Paulo
O coronel da reserva do Exército, Geraldo Cavagnari, pesquisador do NEE (Núcleo de Estudos Estratégicos), da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), condena a atitude dos militares no caso que resultou na morte de três jovens, no morro da Providência, região central do Rio de Janeiro, classificando a ação de "criminosa e indecorosa". Entretanto, ele defende a atuação do Exército no episódio e afirma que o trabalho social no morro deve continuar.

"A revolta [dos moradores] é justificada por causa do assassinato. Mas nós não podemos esquecer que quem comanda a cabeça do pessoal da área é o narcotráfico. Eles mandaram o pessoal realizar esta ação [pressionar para a saída do Exército] e eles [moradores] estão realizando. Até por provocação. O Exército não vai sair porque o narcotráfico manda sair de forma indireta", disse

Para o integrante do NEE, a imagem do Exército não fica abalada. "O que prejudica a imagem é quando você foge de uma decisão correta. E a decisão, neste caso, foi entregá-los [os soldados suspeitos] para a Justiça para serem julgados. É um pouco diferente do que acontece no Congresso, onde há parlamentares criminosos que não são entregues à Justiça. No caso [do Rio], eles serão julgados e, se condenados, serão expulsos das Forças Armadas. Isso mostra para a opinião pública que o Exército, em situações cruciais, age com força e determinação e nunca atropelando a lei", afirmou.

O especialista afirma que não há nada de mais na participação do Exército em obras sociais em morros do Rio, pois está previsto que o Exército deve trabalhar em ações do tipo, como acontece no Haiti.

Segundo ele, no caso da Providência, o Exército foi convidado, levou sua equipe de engenheiro e também sua própria segurança. "O Exército tem que ter sua segurança própria. Não pode confiar em qualquer tipo de seguranças que não seja a dele", disse.

Onze militares foram presos na manhã de segunda-feira pela Polícia Civil, depois de terem mandados de prisão expedidos pela Justiça. Os três jovens estavam desaparecidos desde sábado. Eles teriam sido entregues pelos militares a traficantes do morro da Mineira, comandado pela facção criminosa ADA (Amigos dos Amigos), rival do Comando Vermelho, que domina a Providência. Os corpos foram achados no domingo num aterro sanitário em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. David Wilson Florêncio da Silva, 24, Wellington Gonzaga Costa, 19, e Marcos Paulo da Silva, 17, voltavam de um baile funk no morro da Mangueira, na manhã de sábado, quando foram detidos pelos militares, acusados de desacato, e levados ao comandante para que prestassem depoimento. Depois disso, os três não haviam mais sido vistos.

segunda-feira, junho 16, 2008

SARGENTO HOMOSSEXUAL É PRESO EM BRASÍLIA POR DAR ENTREVISTAS "MAL VESTIDO".

O sargento Fernando de Alcântara Figueiredo, envolvido no primeiro caso assumido de um casal homossexual na história das Forças Armadas, foi preso na manhã desta sexta-feira (13), em Brasília.
De acordo com o Centro de Comunicação do Exército (CComSex) Fernando cumprirá pena de oito dias por se apresentar em público mal uniformizado e por ter se deslocado para São Paulo sem autorização.
Na semana passada, seu companheiro, o também sargento Laci Marinho de Araújo, foi preso enquanto dava entrevista para o programa "Superpop", da RedeTV! Em nota, o Exército explicou que "o militar apresentou suas razões de defesa, dentro do prazo previsto no regulamento, as quais não foram consideradas suficientes e justificadas por seu Comandante".
O Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Humana de São Paulo (Condepe) divulgou um comunicado repudiando a prisão "arbitrária" de Fernando. " As acusações formuladas pelo Exército Brasileiro não passam de pretextos para encobrir o preconceito, a discriminação e a homofobia por parte das Forças Armadas Brasileiras, em razão dele e de seu companheiro, o sargento Laci Marinho de Araújo, terem assumido publicamente suas orientações sexuais", diz a nota.
De acordo com o órgão, é inaceitável que pessoas sejam detidas sob suposta acusação de terem infringido o Regimento Disciplinar Militar porque teriam se apresentado mal vestido em entrevistas; ter se ausentado do serviço sem autorização de seus superiores e não ter comunicado o paradeiro do seu companheiro. No entanto, como o sargento Alcântara justificou em sua defesa, a roupa que usava na entrevista, apesar de ser parecida com a do Exército, não era o uniforme oficial, uma vez que pode ser comprada em várias lojas e bancas".
Para o Condepe, "as legislações e as práticas assumidas pelo Exército Brasileiro são frontalmente contrárias à Democracia vigente, demonstrando que esta Força Militar não superou o passado de intolerância e ditadura".

"PARADA GLBT".

A Bíblia refere-se a Deus como homem.Não se encontra nela variação de sexo do Senhor Deus. Deus é Homem.Na carta do apóstolo Paulo aos Romanos cap.1 a partir dos versículos 26 a 32 este assunto é tratado c/clareza.É abominação segundo a B´blia.Não nos imponha a assistir essa indecencia. Como em outro comentário tbem desligarei o me televisor.
Preceles - 19/05/2008 23:2
“NO INICIO DEUS CRIOU O HOMEM E A MULHER.”

tem que boicotar mesmo! não vejo nada que se possa aproveitar, querem fazer suas festas que façam, mas não nos obriguem a assistir, pois eu desligarei o meu televisor ou mudarei de canal.
dida - 19/05/2008 22:56

INFÂNCIA ESCRAVIZADA.

No Estado do Pará, 268,5 mil são pequenos trabalhadores
SANDRA ROCHA
Da Redação
Análise do Departamento Intersindical de Estudos Estatísticos e Socioeconômicos (Dieese) aponta a redução em 28% do trabalho infantil na Região Metropolitana de Belém. A queda foi de 36.770 casos em 2005 para 26.380 em 2006 e se repetiu, com percentuais diferentes, no Pará, nas regiões e no Brasil. Mas a situação ainda é grave e tem 62% dos pequenos trabalhadores sem nenhuma remuneração.
Essa realidade revela uma situação em que as crianças são escravizadas pela pobreza que as leva a enfrentarem desde cedo obrigações que normalmente são reservadas apenas a quem ingressa na fase adulta.
A análise parte de dados do próprio Dieese, conjugados com os da Pesquisa Nacional por Amostragem Domiciliar (PNAD/IBGE 2006) e Indicadores Sociais 2007. Ela aponta redução do número de pessoas que, apesar de estarem na faixa dos 5 aos 17 anos de idade, já trabalham.
O desempenho da RMB foi melhor que o do Brasil, que teve queda de apenas 5,7%. No Norte, a queda foi de 56% e no Pará chegou 14,61%. Mesmo assim, ainda se registram números reais elevados que apontam 5,1 milhões de pequenos trabalhadores no País, 539 mil deles no Norte e, desses, 268,5 mil no Pará, sendo 26,3 mil na Grande Belém.
As contas conferem ao Pará a liderança entre os Estados nortistas com maior número de casos, pois 49% deles estão em municípios paraenses. Pior: a maior porcentagem é de crianças de 5 a 9 anos de idade. Elas somam 14.773 (1.530 na RMB) e correspondem a 48,9% da mão-de-obra infantil nessa faixa encontrada no Norte. A divisão entre as demais faixas revela 152.832 entre 10 e 15 anos e 100.992 entre 16 e 17 anos no Pará. Na região metropolitana, são 12.583 e 12.267 nos respectivos grupos etários.
Segundo o Dieese, cerca de 62% das 167.605 crianças e adolescentes de até 15 anos que estão ocupadas no Pará não recebem nenhum centavo. São cerca de 104 mil. Aproximadamente 17 mil trabalham como domésticas, mas sem carteira assinada, e outras 7 mil trabalham por conta própria.
Dos 268.597 trabalhadores de 5 a 17 anos, 65% estão em serviços não agrícolas, sendo 59,5% homens e 40,5% mulheres. Os que exercem atividades agrícolas somam 92.098 - 23,4% deles são mulheres -, dando ao Pará o maior percentual de mão-de-obra infantil na roça, o correspondente a 38% do Norte.
Na Região Metropolitana de Belém, 96,16% dos 26.380 crianças e adolescentes ocupados trabalham em serviços não agrícolas. Cerca de 53,7% deles são homens. Os demais 1.012 (3,84%) estão empregados nas roças, sendo que apenas 16,8% são mulheres.
POBREZA
Um dos fatores que contribuem para a exploração da mão-de-obra infantil é a pobreza. No caso do Pará, há o agravante da renda familiar ser uma das menores do país. Cerca de 360 mil paraenses estão desempregados e 78% das famílias com filhos pequenos sobrevive com até R$ 415,00, o mínimo, segundo levantamento do Dieese.
O Brasil tem 28.915.662 famílias com crianças entre 0 a 14 anos. Cerca de 11,6 milhões delas (40%) têm ganho per capita mensal de até meio salário mínimo. Aproximadamente 8,2 milhões (28%) ganham entre meio e um salário mínimo e 4,6 milhões têm renda de um a dois salários mínimos. Somente 2,2% das famílias possuem rendimentos acima de cinco mínimos.
Na região Norte, o Pará é apontado como de maior número de famílias com crianças de 0 a 14 anos de idade. São 1.279.566 de famílias, sendo que 51% delas ganham até meio salário mínimo e 27,6% ganham entre meio e um mínimo. Setenta e oito por cento dessa população, então, viveM com até um salário mínimo.
Na Região Metropolitana de Belém, 72% das famílias com crianças ganham até um salário. Dessas, 157.302 (44,4%) vivem com até meio mínimo e 97.782 (27,6%) sobrevivem com meio a um salário. A análise faz uma conexão da renda familiar com o investimento na educação de crianças de 0 a 6 anos.

ANANINDEUA TEM CONTRACHEQUE "ELEITORAL".

URNAS À VISTA
Prefeito manda mensagens e faz convites todos os meses
O que deveria ser um comprovante de rendimento pelo salário pago a cada mês, na Prefeitura Municipal de Ananindeua o contracheque é instrumento de propaganda pessoal, institucional e já eleitoral.
Todos os meses, os servidores de Ananindeua são obrigados a ler, logo abaixo do valor atribuído como renda mensal, mensagens como 'O trabalho é aqui na minha cidade. Prefeito Helder Barbalho' ou, simplesmente, programações comemorativas assinadas com o nome do prefeito, como um convite pessoal.
O procurador eleitoral do Pará, Ubiratan Cazetta, informa que mesmo o slogan do município não pode mais ser utilizado neste período. Ele esclarece que a massificação dessas mensagens em contracheques acaba 'desvirtuando a propaganda institucional, que precisa ser objetiva, informativa e educativa em qualquer nível de governo'. 'Esse uso é equivocado. O que é para ser impessoal no Brasil acaba se tornando manifestação pessoal. Para mim, está claro que isso tem feição de quebra de impessoalidade e que também não se trata de propaganda institucional', destacou.
A preocupação, segundo Cazetta, agora é saber o teor e caráter eleitoral das mensagens contidas nos contracheques. Mas espera que o promotor eleitoral Ivanilson Raiol, da 43ª Zona Eleitoral, em Ananindeua, possa aapurar o assunto para encaminhá-lo ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). 'Esse tipo de ação começa nas zonas eleitorais', realçou.
O promotor de Justiça de Ananindeua, Ivanilson Paulo Corrêa Raiol, responsável pela fiscalização eleitoral da propaganda no município, não quis dar entrevista. Ele apenas informou, através da Assessoria de Comunicação do Ministério Público, sob a forma de nota, que até o momento não havia recebido nenhuma denúncia desse fato.
O promotor solicita às pessoas que formalizem a denúncia dessa irregularidade, encaminhando à promotoria contracheques que contenham mensagens de cunho eleitoral para que ele possa avaliar e entrar com representações.
Segundo ele, 'desde janeiro de 2008 vem protocolando na Justiça representações eleitorais, tendo inclusive conseguido retirar vários outdoors com propaganda extemporânea' das ruas. Muito embora as principais vias do município, como rodovia BR 316 e Avenida Três Corações, tenham recebido banners contendo propaganda de obras que estão em execução e que nem serão concluídas até as eleições. O promotor eleitoral de Ananindeua relatou ainda que fez nesta semana representações contra o prefeito Helder Barbalho.
TAPUME
O morador do conjunto Cidade Nova 3, Benedito Sá Lima Salgado, 31 anos, disse que nunca viu tapume de obra explicar tanto um serviço público, como na praça da Bíblia, em Ananindeua. 'Esse tapume deve ter sido caríssimo, porque é um grande outdoor falando que o prefeito vai fazer isso, aquilo, mas ele só começou a trabalhar e colocar as máquinas na rua pra impressionar o eleitor em maio desse ano. Ficou quase três anos e meio sem trabalhar', queixou-se.
Determinada a combater o crime eleitoral no município, a moradora da área de ocupação Jardim Nova Esperança, Maria das Graças Ribeiro da Silva, 43 anos, tomou um susto com uma obra que julga eleitoreira na avenida Arterial 18, com uma mudança inesperada de um canteiro central. 'Esse prefeito nem sabe o que é que o povo quer aqui na Cidade Nova. Ninguém quer calçadão, não. A gente quer que o posto de saúde do Conjunto Cidade Nova 8 tenha médico, tenha remédio, tenha de volta o laboratório, que foi desativado. Esse prefeito só gasta com propaganda', reclamou.
A Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Ananindeua foi procurada, mas não foi encontrada para falar do assunto.

SEGURANÇA PÚBLICA EXPÕE AS FERIDAS.

No Pará
Controlar a ação dos criminosos é uma tarefa cada vez mais difícil para o Estado
Segurança pública. O complexo sistema que cuida da integridade física do cidadão paraense mostra a sua cara nesta entrevista exclusiva à repórter Micheline Ferreira, de O LIBERAL, com o delegado geral de Polícia Civil, Justiniano Alves, e o secretário estadual da pasta, Geraldo Araújo. Eles revelam, entre outras coisas, que mais de 21 mil prisões foram efetuadas nos últimos doze meses. Veja a seguir os principais trechos da entrevista de Justiano Alves e Geraldo Araújo:
Todo mundo pensa que a Terra Firme é a terra sem lei e os dados apontam para Ananindeua...
G. A. - Hoje é Ananindeua, mas os dados são mutantes.
Com que velocidade isso muda? E onde há mais policiais agindo?
G. A. - Na periferia. E a velocidade muda de acordo com a capacidade de reação do Estado. É óbvio que se a Operação Tolerância Zero está concentrada nos bairros do Jurunas e Cremação, a tendência é diminuir a criminalidade lá e migrar para outros bairros. Por isso que a idéia é fazer um círculo, ter um Estado cada vez mais presente. E a Polícia Militar tem feito um trabalho mais ostensivo nos bairros mais violentos da periferia. .
Qual o número de homicídios em Ananindeua e Terra Firme para se ter o comparativo?
G. A. - Os números são mutantes e eu não gostaria de divulgar isso. As prisões efetuadas de 2007 até agora são 21.095 mil. Veja a quantidade de procedimentos instaurados: 61.700. De 2007 a 2008, foram apreendidas mais de três armas..
E a maioria dessas prisões se dá por que? Qual o crime de maior incidência?
G. A. - A maioria é furto, roubo. Mas outros dados podem contribuir para esses dados que estamos mostrando para você. Vamos aqui às quadrilhas presas. Em 2007, foram presas 54 quadrilhas e até hoje, em 2008, foram 26, quer dizer, estamos mantendo a média. E 80 quadrilhas presas em um ano e meio é muita coisa.
Criminoso do crime organizado, secretário?
G. A. - Se não organizado, criminoso violento. Bandido é cigano. Eles migram. Chegam no Pará, vão para o Maranhão, descem o Tocantins, passam pelo Piauí. E as polícias trocam muita informação sobre isso. E por isso mesmo estamos fortalecendo a Inteligência.
E qual será o novo modelo de segurança pública do Pará?
G. A. - Será um redesenho da segurança pública e muitas ações que são contempladas como um conjunto de políticas públicas. É o fortalecimento da inteligência, que eu não posso me antecipar, porque estaria quebrando a hierarquia e a governadora ainda não lançou oficialmente.
Nas estradas do interior do Estado vem acontecendo muito assalto a ônibus intermunicipal e interestadual. As empresas dizem que no interior as estradas estão muito mais descobertas de segurança pública. O que a Segup tem a dizer e a fazer?
G. A. - Em razão das limitações que o Estado tem, que vai procurar, dentro do prazo mais curto suprir, é a deficiência de efetivo. Nós temos um estado continental, todo entrecortado por estradas precárias. Nós temos doze mil policiais militares para uma população de sete milhões de habitantes. Nós teríamos que ter, hoje, por lei estadual, 19 mil policiais militares. Por recomendação da ONU, 28 mil policiais militares.
Então os bandidos sabem dessa defasagem?
G. A. - Olha, a gente jamais pode desprezar o serviço de inteligência deles. Ele é tão eficiente quanto o nosso e às vezes mais eficiente do que o nosso.
J. A. - Nessa questão da segurança pública no interior eu queria dizer que por isso tem entrado a parceria da Polícia Rodoviária Federal, da própria Polícia Federal e as Guardas Municipais em alguns momentos nos municípios em que elas existem.
Mas e nos municípios considerados terra sem lei, como Tailândia, por exemplo?
J. A. - Tailândia, hoje, é um dos municípios mais seguros do Pará. O índice de homicídio era de 98 em 2006, baixou para a metade em 2007 e hoje só há o registro de 15 homicídios. E esse esforço concentrado para buscar parcerias é fundamental, até que nós venhamos a conseguir um efetivo razoável. Por exemplo, a PM é só final do ano que começa a botar na rua 1.700 policiais. Quanto à PC, a lei está indo à AL agora, vai ter a fase de concurso e a previsão de aumentar o quadro é só em junho do ano que vem, com a perspectiva de entrada de 1.160 policiais civis.
Vai ser preciso também uma reposta melhor não só do Poder Judiciário, mas do próprio Sistema Penal...
J. A. - Algumas alterações na lei também são importantes. O presidente Lula já está implementando que acabando com o recurso acima de 20 anos de condenação. Mas algumas coisas precisam ser vistas com carinho, apesar do esforço do Estado do Pará, do Poder Judiciário, ainda temos um índice negativo.
Índice negativo em relação a quê?
J. A. - Em relação aos presos provisórios. Hoje, mais de 80% dos presos do Estado são provisórios, sendo que destes 80%, 60% há mais de ano não têm a primeira audiência. O que quer dizer isso: a média nacional é de 34%, mas o Pará sozinho altera a média. Se o índice do Pará não fosse tão alto, a média de presos provisórios no Brasil seria de 15%. Ou seja, esta é uma situação que nós temos que nos preocupar.
Como o senhor classifica Belém hoje na questão da violência?
G. A. - Classifico Belém hoje como qualquer cidade brasileira, que está influenciada pela droga.

SACERDOTES GAYS ANGLICANOS SE CASAM EM IGREJA EM LONDRES.

Dom, 15 Jun, 12h21

Londres, 15 jun (EFE).- Dois sacerdotes anglicanos homossexuais se casaram em cerimônia na Igreja de São Bartolomeu, em Londres, no primeiro "casamento gay" em uma paróquia anglicana, revelou hoje o dominical "The Sunday Telegraph".
A cerimônia, celebrada no mês passado pelo pároco desse templo, Martin Dudley, pode aprofundar a brecha entre liberais e tradicionalistas dentro da Igreja Anglicana em torno da ordenação de homossexuais e dos casais do mesmo sexo.
Antes, o casal formado pelos reverendos Peter Cowell e David Lord tinha registrado sua união civil.
Segundo o jornal, a cerimônia rompeu as diretrizes da Igreja da Anglicana e foi realizada em desafio ao bispo de Londres, Richard Chartres.
Embora alguns clérigos liberais tenham realizado cerimônias de bênção para casais homossexuais antes, esta é a primeira vez que um vigário realiza uma cerimônia de casamento, utilizando a liturgia tradicional, com leituras, hinos e eucaristia, o que gerou críticas.
O arcebispo de Uganda, Henry Orombi, disse que a cerimônia foi "blasfema" e pediu ao primaz dessa confissão, Rowan Williams, que tome medidas para que a Igreja Anglicana não se desintegre
A notícia do casamento vazou dias antes da conferência anglicana que será realizada em Canterbury, sede do primaz da Igreja Anglicana, na qual será difícil evitar um tema como o do homossexualismo, que divide bispos. EFE ep/an |Q:REL:pt-BR:12009001:Religiões e crenças:Cristianismo:Protestante SOC:pt-BR:14006003:Temas sociais:Família:Casamento|

domingo, junho 15, 2008

CHUCK BERRY NO BRASIL.

por Sarah Lee

Lenda viva do rock faz quatro apresentações por aqui
O músico em dois momentos
Um dos maiores nomes de todos os tempos do rock ‘n roll, Chuck Berry desembarca no Brasil para shows no Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre.
Considerado um dos fundadores do rock, o músico de 81 anos vai apresentar seus maiores sucessos como ”Roll Over Beethoven”, “Sweet Little Sixteen”, “Johnny B. Goode” e “Memphis”.
O último disco de inéditas de Chuck Berry foi lançado nos anos 80, mas ele constantemente entra em turnê. Ele esteve no Brasil em 1993, no extinto festival Free Jazz.

quarta-feira, junho 11, 2008

CORONEL CURIÓ SAIU DO ARMÁRIO?

Luiz Carlos Antero

"Queriam o território todo"
Outro ex-guia do Exército, Abel Honorato de Jesus, sustenta a versão de Curió: ''Trabalhei para o Osvaldão no Garimpo de Matrinchã. Ele vendia os cristais em Araguatins e eu ficava com a metade do valor'', contaria "com exclusividade" ao jornalista Vasconcelos Quadros. Em dois depoimentos (um ao Ministério Público Federal, em 2005, e o mais recente no último dia 25 de abril aos membros da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça, em São Domingos do Araguaia), "Abelinho" afirmou que ele e outros dois homens, um deles conhecido como Zé Alemão, trabalharam para Osvaldão por cerca de seis meses em 1970.

Abel seria preso dois anos depois, e, sofrendo maus tratos nas mãos dos militares, tornar-se-ia mateiro do Exército por conhecer a região e outros guerrilheiros: ''Os militares achavam que eu era compadre do Osvaldão''.

Ainda nesta versão, a preocupação da guerrilha com as riquezas minerais apareceria em outros documentos, entre eles um que conteria "o roteiro das propostas do partido para o Araguaia". O suposto documento falaria "em estimular a atividade garimpeira na região". Indicaria, nesse caso, uma referência ao Programa de 27 pontos da ULDP (União pela Liberdade e Direitos do Povo), que em seu 6º ponto pregava: "Assegurar aos garimpeiros o direito de trabalhar livremente e a regulamentação de sua atividade, impedindo que seja explorado na venda dos bens obtidos em seu trabalho". (Entre outros inúmeros endereços, a íntegra do Programa da ULDP pode ser encontrada em http://www.marxists.org/portugues/tematica/1972/misc/uldp.htm).

O coronel Curió anuncia que as informações relevantes acerca do plano de sustentação econômica da guerrilha deverão ser conhecidas no livro que publicará sua versão: ''Eles queriam o domínio do território todo'', uma área compreendida entre o Sul e Sudeste do Pará, nas bacias do Xingu, Araguaia e Tocantins — que corresponderia hoje ao imenso território que determinadas forças pretenderiam emancipar com o nome de Estado do Carajás, numa redivisão da Amazônia, em 2010. Entretanto, para quem se jacta de dispor de tantas informações, nenhuma palavra ainda foi pronunciada sobre o diário do comandante militar da guerrilha, o ex-deputado comunista Maurício Grabois, desaparecido desde a chacina ocorrida no natal de 1973.

Privataria e "segurança nacional"
O coronel Curió diz ainda que "a opção militar pela eliminação dos guerrilheiros impediu que a região do Bico do Papagaio se transformasse numa zona sob o controle da guerrilha, como fazem hoje as Forças Armadas da Colômbia (FARCS)". E, ao tratar dessa opção como assunto de segurança nacional, esse coronel conquistaria também "o papel de protagonista do processo de transferência de concessões de exploração dos recursos minerais de toda a região controlada pela Companhia Vale do Rio Doce", como ressalta também o jornalista Vasconcelos Quadros.

Ainda nesta versão, "a guerrilha estabeleceu seus destacamentos nas cercanias da Serra das Andorinhas, mas sabia do potencial mineral da região dos Carajás". Há menção a "um dos textos produzidos pelos dirigentes comunistas, apreendido com os guerrilheiros mortos", que descreveria as ''ricas jazidas da Serra Norte'' — a Serra dos Carajás — e criticava a concessão ''criminosa'' de um significativo pedaço de terra próximo a Marabá ao grupo americano Steel S/A — que, mais tarde, seria incorporado pela então estatal CVRD.

Antes do início dos combates, as concessões de lavra teriam passado por outras três empresas: a Empresa de Mineração Xingu Ltda.; a Meridional; e a Amazônia Mineração S/A (AMSA), incorporada pela CVRD (ainda estatal).

"Área pertencia a Osvaldão e Dina"
O coronel Curió e seus "bate-paus" de fato não inovam. Entre outros, o sítio http://blogdoespacoaberto.blogspot.com/2007/12/no-meio-da-guerrilha-o-tesouro.html reproduz, no dia 24/12/2007, uma matéria intitulada "No meio da guerrilha, o tesouro", veiculada pelo Jornal do Brasil, segundo a qual "líderes garimpeiros que disputam o controle do garimpo de Serra Pelada" estimulam uma nova versão acerca dos "direitos de propriedade" sobre a terra garimpada: "guerrilheiros seriam os controladores originais da área que pertence atualmente à Vale.

De acordo com a reportagem, essa revelação, "além de aumentar a lenda sobre a Guerrilha do Araguaia, joga luzes numa polêmica: militares e o comando da guerrilha sabiam que a região escondia jazidas de ferro, manganês, cristais, ouro e diamantes".

Num documento encaminhado em 2006 ao Ministério Público Federal, em Marabá, e Justiça Federal, em Brasília, visando questionar a concessão de lavra de uma área de 10 mil hectares que hoje pertence à Vale, o texto, assinado por quatro dirigentes da Cooperativa de Mineração dos Garimpeiros de Serra Pelada (Coomigasp), dá seu "tiro no pé": diria que "entre os antigos donos estão os dois mais famosos personagens que o PCdoB mandou para o Araguaia, Osvaldo Orlando da Costa, o Osvaldão, e Dinalva Conceição Teixeira, a Dina". (Continua)

PROMOTORIA APELA POR AUMENTO DE PENA CONTRA VALÉRIO.

Ter, 10 Jun, 07h06

A Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Econômica e Tributária do Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG) apelou ontem pelo aumento da pena à qual foi condenado o empresário Marcos Valério Fernandes de Souza por crime de falsidade ideológica, no dia 29. Na sentença em primeira instância do juiz Walter Luiz de Melo, da 4ª Vara Criminal de Belo Horizonte, Valério foi sentenciado a um ano de prisão em regime aberto, mas a condenação foi substituída por multa e prestação de serviço comunitário durante dois anos

Além do requerimento de acréscimo da punição, a promotora Najla Naira Farah pediu a suspensão dos direitos políticos dele. O recurso foi protocolado na 4ª Vara Criminal da capital mineira. A defesa de Valério, réu no processo do "mensalão", também entrou com um recurso contra a decisão. O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) divulgou uma nota hoje informando que a agência de publicidade SMP&B Comunicação foi acusada, formalmente, de comprar e não de emitir notas fiscais falsas da empresa Wlhad Prestação de Serviços, conforme havia informado anteriormente.

O TJMG ressaltou no comunicado que o empresário foi denunciado e condenado pelo crime de falsidade ideológica, acusado de ser um dos "mentores" da fraude, independentemente da empresa que emitiu as notas falsas. Valério exercia na época o cargo de diretor-administrativo e financeiro da SMP&B Comunicação.

Conforme denúncia do MPMG, ele e mais sete foram acusados por falsificação na emissão de notas fiscais pela empresa de Wlhad Prestação de Serviços, simulando trabalhos realizados para a SMP&B. A agência de publicidade pagava de 3% a 4% do valor da cada nota fiscal emitida. Dos oito denunciados formalmente, apenas Valério foi condenado. O juiz concluiu que o crime ficou comprovado por meio das cópias de documentos fiscais presentes no processo e também pelo depoimento de testemunhas que confirmam os pagamentos feitos à Wlhad. Em nota, a defesa do empresário afirmou que não era obrigação da agência "fiscalizar a regularidade fiscal de terceiros que, eventualmente, lhe prestavam serviços".

PENA SUPERIOR A 20 ANOS SEM NOVO JÚRI.

Edição de 10/06/2008
Código penal
Mudanças contidas em 3 projetos foram sancionadas pelo presidente Lula
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou ontem, em cerimônia no Palácio do Planalto, três projetos de lei aprovados pelo Congresso Nacional em 2007 que modificam o Código de Processo Penal, de 1941. A intenção é dar maior agilidade à apreciação de processos pela Justiça.
As novas regras vão entrar em vigor em 60 dias a partir da publicação no Diário Oficial da União (DOU). Um dos projetos promove várias mudanças nas regras de funcionamento do Tribunal do Júri, entre elas o fim do julgamento automático para condenados a mais de 20 anos de prisão.
Outras mudanças são o estabelecimento de uma audiência única para ouvir todas as partes – testemunhas de defesa, de acusação e o réu. Também foi definido que o Judiciário pode fixar indenização mínima para a vítima, sem necessidade de uma ação cível para obter a reparação de danos, e o fim das provas conseguidas de forma ilegal. Com esta medida, o juiz que tomar conhecimento de uma prova ilícita vai deixar o caso.
'Essa sanção imprime maior celeridade aos processos judiciais de natureza penal. Dá maior eficiência e maior segurança aos atos processuais', comentou o ministro da Justiça, Tarso Genro, em discurso durante a solenidade. Ele fez um elogio à oposição pela aprovação dos projetos no Congresso.
Segundo o advogado-geral da União, José Antonio Dias Toffoli, as medidas aprovadas devem ter efeito prático em um ano. 'Evidentemente que essas questões não repercutem da noite para o dia. Mas imagino que dentro de um ano já estará dando resultado esse pacote de segurança', disse, após o evento.
'Isso vai agilizar o processo penal brasileiro. Vai dar maior racionalidade e evitar muitas daquelas chicanas que se fazia processualmente e que a lei permitia para atrasar o julgamento. Esse pacote racionaliza o processo penal brasileiro e vai intimidar aqueles que não querem cumprir a lei', comentou Toffoli.

AMOR NA INTERNET

A Internet é o meio mais moderno de iniciar, desenvolver e manter relacionamentos amorosos. Desde a idade da pedra esta é a maior inovação neste setor. Através deste meio é possível flertar instantaneamente com pessoas de qualquer lugar do planeta. Este flerte pode transcorrer através da escrita, da voz, da imagem congelada e da imagem em movimento.

Vamos abordar neste artigo os usos da Internet com a finalidade de iniciar relacionamentos amorosos. No meu livro “O Mapa do Amor”, apresento outros caminhos para iniciar relacionamentos amorosos. Quanto mais caminhos são usados com esta finalidade, maiores são as chances de iniciar bons relacionamentos amorosos.

A internet pode ser usada para iniciar relacionamentos amorosos entre conhecidos ou desconhecidos

O início do relacionamento através da Internet pode acontecer entre pessoas desconhecidas ou entre pessoas conhecidas ou que, pelo menos, já conversaram anteriormente.
Início de relacionamentos entre desconhecidos. Na Internet existem vários tipos de sites que facilitam os primeiros contatos entre pessoas desconhecidas: sites de namoro, salas de bate-papo, sites pessoais que permitem visitas e troca de mensagens com estranhos. Cada um destes sites oferece várias ferramentas de contato.
Início de relacionamentos entre conhecidos. Nada melhor para iniciar um namoro entre conhecidos do que usar a conversa através da Internet para seduzir, cativar e criar oportunidades para marcar encontros face a face. A Internet tornou muito mais fácil a conversa entre as pessoas porque ela as colocam sempre ao alcance, independentemente das distâncias e tempos disponíveis. A história abaixo é verdadeira e mostra como alguém pode usar a rede com esta finalidade.

Conheci um rapaz que era especialista em usar o bate-papo na Internet para convidar conhecidas que o atraiam para jantar. Assim que ele conhecia uma pessoa deste tipo, achava uma maneira de trocar os endereços das suas ferramentas de bate-papo e logo encontrava a recém-conhecida lá. Ele desenvolveu a habilidade para criar contextos, através da conversa, que facilitavam a apresentação de convites. Ele conduzia a conversa para um tema relacionado com o convite que pretendia apresentar. Através desta conversa induzia o desejo para o programa e criava um contexto para formular um convite que parecesse leve e que pudesse ser aceito sem que isso significasse um compromisso amoroso explícito para ambas as partes. Por exemplo, após os cumprimentos iniciais, ele puxava a conversa para o frio que estava fazendo lá fora, mencionava que estava bom para comer um fondue e, se ela se mostrava animada com a idéia, logo a convidava. Raramente o seu convite era recusado. Ele só o apresentava se ela se mostrasse animada com a idéia. Já era uma pré-aceitação.

Quando a Internet é o melhor caminho para iniciar namoros

A Internet é um dos melhores caminhos para iniciar relacionamentos amorosos para as pessoas que estão nas seguintes situações:

• Têm poucas chances de encontrar parceiros compatíveis e disponíveis nos locais e situações que freqüentam.

• São tímidas.

• Não gostam ou se sentem desconfortáveis em outros caminhos que poderiam ser usados para iniciar relacionamentos amorosos, como as baladas e festas.

• Não atraem parceiros à primeira vista devido a suas aparências ou pouca desenvoltura.

• Já foram apresentadas para o parceiro e sabem usar a Internet para desenvolver um relacionamento amoroso neste tipo de situação.

• Gostam de paquerar na Internet. Algumas pessoas sentem prazer em namorar pela rede mesmo quando são bem-sucedidas através de outros caminhos.

Porque é mais fácil iniciar namoros na Internet do que face a face

As principais facilidades da Internet são as seguintes:

• Os sites de namoro e certas salas de bate-papo funcionam como um ponto de encontro para interessados em iniciar namoros. Um site de namoro na Internet é parecido com um bar de paquera: concentra pessoas semelhantes, que estão disponíveis e dispostas a iniciar um relacionamento amoroso, e oferece oportunidades e meios para conversar. Outra semelhança: quem entra em uma sala sente uma certa pressão para cumprimentar e conversar com aqueles que já estavam presentes. As diferenças com as paqueras face a face é que na Internet é mais fácil entrar em contato com os presentes na sala e, quando não existem trocas de imagens, a aparência não é o mais importante.

• Certos sites de namoro funcionam como um ponto de encontro para pessoas que precisam de parceiros especiais e/ou raros. Por exemplo, certas pessoas possuem características diferenciadas (por exemplo, são hiperqualificadas) ou estão em uma faixa etária na qual os possíveis parceiros são raros ou estão dispersos. Os programas de busca dos sites de namoro e as salas de bate-papo específicas facilitam encontrá-los.

• Na Internet existe menos inibição para expressar o interesse amoroso. A quantidade de intimidade que é experimentada em uma situação varia em função dos tipos de informações que estão sendo enviadas e recebidas através de cada uma das modalidades de comunicação não-verbal e da verbal. Quando a intimidade é baixa em uma destas modalidades, ela pode ser aumentada nos outras e, mesmo assim, manter a constante de intimidade. Isto explica porque as pessoas em geral são mais desinibidas na Internet do que nos encontros face a face. Na rede que só usa a escrita, muitos dos tipos de comunicações não-verbais que afetariam o grau de intimidade estão zeradas (por exemplo, não há percepção da distância física, não são enviados nem recebidos olhares, contato físico e odores). Assim sendo, o grau de intimidade do conteúdo verbal pode ser grande: podemos ficar mais falantes e ousados. Aqueles que temem a revelação de seus interesses amorosos, como os tímidos, são os mais beneficiados: conseguem conversar com mais desenvoltura na Internet.

• Certos sites oferecem ferramentas para ajudar a selecionar parceiros com as características desejadas e para manifestar interesse. Por exemplo, vários sites de namoro oferecem questionários que permitem especificar as características desejadas em um parceiro e efetuam tais buscas em seus bancos de dados. Tais parceiros podem ser informados do interesse por parte de quem fez a busca.

• Certos sites oferecem ferramentas para bate-papo online. Estes bate-papos permitem a continuação da seleção de parceiros, ajudam nos nascimentos do apego, do amor, na verificação do interesse mútuo e na criação de condições e situações que favoreçam encontros face a face.

Questionários, fotos e bate-papo: os principais recursos da seleção de parceiros nos sites de namoro

Questionários. Os sites de namoro geralmente pedem aos usuários que respondam a dois questionários. No primeiro destes questionários, o usuário informa suas próprias características que são relevantes para a formação de uma parceria amorosa. No segundo destes questionários, o usuário informa as características que espera, exige ou não quer em um parceiro para esta finalidade. Os programas de computador usam estas informações para selecionar, nos seus bancos de dados, aqueles parceiros que atendam às expectativas mútuas.

Fotografias. A grande vantagem da inclusão de fotografias é o aumento notável na quantidade de parceiros interessados que farão contato. Muita gente nem toma conhecimento de um candidato que não incluiu sua foto. Alguns sites possuem a opção de buscas “Só com fotos”. Quem não exibe fotos já fica excluído desta busca. Um dos maiores medos de quem coloca fotos é ser visto por pessoas que não gostaria que soubessem que ele está inscrito em um site deste tipo. Quando se trata de simples inibições, sem conseqüências objetivas, ajudo os meus pacientes a reduzi-las. As vantagens e desvantagens reais de divulgar fotos nestes sites, no entanto, devem ser consideradas.

Para aqueles que optaram em anexar fotos valem as seguintes sugestões: (1) vale a pena investir para que elas sejam bem produzidas. “Uma foto vale mais do que mil palavras”. Isto é verdade. (2) A foto deve ajudar a captar o interesse de parceiros para o tipo de relacionamento que você deseja. Se ela for sensual aparecerão parceiros interessados em sexo; se for esportiva aparecerão parceiros interessados em esporte, e assim por diante.

Bate-papo online

Para desenvolver um bom bate-papo é necessário funcionar como um bom “ouvinte” e como um bom “falante”. Saber adotar um nível razoável de intimidade é essencial. É sempre bom começar as conversas com temas leves e pouco pessoais e só ir aprofundando à medida que a confiança mútua vai crescendo. É imprescindível mostrar gentileza, consideração, interesse e iniciativa pelo parceiro. Quem quer desenvolver um relacionamento mais amplo e compromissado deve evitar, logo no início, conversas eróticas e, muito menos, praticar sexo online ou pelo telefone. Quando tais conversas acontecem precocemente, o relacionamento fica centrado neste tipo de interesse. Também fica muito difícil adiar a primeira transa quando começam os encontros face a face.

Além dessas dicas, vale ser além de tudo honesto e sincero. Seja quem você realmente é. Isso vai fazer grande diferença.

segunda-feira, junho 02, 2008

SECRETÁRIO DE SEGURANÇA CONFIRMA PARTICIPAÇÃO DE POLICIAIS NO CRIME CONTRA EQUIPE DE REPORTAGEM.

No Rio de Janeiro
O secretário de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, confirmou que os milicianos responsáveis pela tortura de uma repórter, um fotógrafo e o motorista do jornal carioca "O Dia" foram identificados e confirmou a participação de policiais militares no crime.

A equipe fazia uma matéria especial sobre a atuação da milícia na favela Batan, na zona oeste do Rio, quando foram descobertos e torturados por mais de sete horas no último dia 14.

Em entrevista coletiva neste domingo (1), na sede da secretaria, Beltrame se negou a dar mais detalhes para não interferir nas investigações.

"A polícia trabalha e não pode se precipitar a dizer qualquer coisa nesse sentido", afirmou o secretário.

Beltrame classificou o crime contra a equipe de reportagem como "absurdo" e disse que é difícil identificar provas.

"Ele [o policial da milícia] pode dizer que está passeando, de folga, que tem familiares na região", disse o secretário ao listar os 'motivos' que um policial pode alegar ao estar numa localidade dominada por milícias.

O secretário declarou que é preciso trabalhar para reunir provas.

"Nós temos que tirar essa expressão de prender as pessoas. Nós temos que formar provas e condenar", afirmou Beltrame garantindo que os policiais culpados serão expulsos da corporação.

Sobre as 78 favelas tomadas pela milícia, Beltrame declarou que a polícia tem "uma quantidade importante de informações" e que o miliciano é um "marginal ao quadrado".

"Ele [miliciano] usa da carteira, da farda, o emblema e mais, usa o salário dessa instituição", disse o secretário que confirmou que a atuação paramilitar já vinha sendo investigada na favela Batan.

Nota oficial do Estado
O governo do Estado do Rio de Janeiro divulgou nota oficial, no último sábado (31), na qual afirmou considerar "absolutamente intolerável o fato ocorrido com a reportagem de "O Dia" e diz que "mantém firmes as suas permanentes ações de combate a todo e qualquer tipo de criminalidade, seja do tráfico de drogas a milícias armadas".

Segundo o documento, o governador do Estado, Sérgio Cabral, que é jornalista e filho de jornalista, determinou que "as investigações sejam rigorosas e tragam respostas o mais rapidamente possível". A nota também afirma que "a liberdade de expressão deve ser assegurada".

PRESIDENTE LULA QUER SIDERÚRGICA DA VALE NO PARÁ.

Presidente Lula quer siderúrgica da Vale no Pará
"O Brasil não estava habituado, nos últimos 30 anos, a ter um governo que visita os estados para lançar projetos, dar ordens de serviço, assinar contratos com prefeitos de qualquer partido. Quero saber que essas pessoas foram eleitas, bem ou mal, para trabalhar para população", declarou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no encerramento da 1ª Reunião do Fórum de Governadores da Amazônia Legal, na tarde desta sexta-feira (30), no Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônia.

Belém foi a última grande capital brasileira visitada pelo presidente antes das eleições municipais. Ele prometeu voltar aos estados para inaugurar estradas, portos, aeroportos e obras de urbanização e saneamento, após o processo eleitoral, em outubro.

Aos paraenses, Lula garantiu que, nos dois anos e sete meses que ainda restam de governo, não sossegará enquanto a mineradora Vale não implantar uma siderúrgica no estado, para transformar o minério de ferro em aço. "Não é possível que não se desenvolva a indústria deste estado, uma indústria pesada de minério, para que o Pará entre no rol dos estados industrializados. Queremos que haja uma partilha dessa riqueza que estamos ajudando a construir", afirmou.

Ele se impressionou com a proposta do governo do Pará de estimular a recuperação de floresta com o programa "Um bilhão de árvores para Amazônia". "É um programa extenso para o prazo de cinco anos. Se o governo fizer sua parte, a população fizer a sua parte e os empresários contribuírem, teremos sucesso", ressaltou.

Meio ambiente - Quando retornar a Brasília (DF), o presidente deverá receber a proposta do governador do Mato Grosso, Blairo Maggi, frente à Resolução do Conselho Monetário Nacional, que exige dos produtores rurais da Amazônia, com a posse da terra regularizada, que 80% da propriedade estejam preservados para liberar empréstimos.

O prazo para os produtores se adequarem às exigências expira em 1º de julho. "Temos 30 dias para conversar. Cada proposta tem sua margem de negociação. A lei vale para o pequeno, o médio e o grande. Se cada um cumprir a lei, teremos crescimento e preservação do meio ambiente", disse.

Para ele, a preservação da floresta é vantajosa ao Brasil no mundo dos negócios. "Se não, daqui a pouco haverá um movimento mundial de não comprar produtos do nosso país. O Brasil tem 69% de suas florestas intactas, e isso serve de exemplo para os que não preservam e são responsáveis pelo efeito estufa. E esses não venham se meter no Brasil", avisou.

Inflação - O presidente lembrou que sua geração não viveu momento semelhante ao que o Brasil vive hoje, nem quando foi o mais importante dirigente sindical do país. Naquele período, segundo ele, o trabalhador não teve aumento real de salário, porque a inflação era de até 80%, e o Brasil havia perdido a capacidade de investimentos. "O momento atual é de sorte. Uma agência canadense avaliou o rating do Brasil (risco) e foi positiva. Outro motivo é que a Petrobrás encontrou mais uma reserva em São Paulo, na divisa com o Paraná. Se não tivéssemos trabalhado para controlar a inflação e feito o país crescer ...em 2003, o ajuste foi duro. Mas só gasto, aquilo que posso pagar. Em 50 anos no país, os políticos foram irresponsáveis", criticou Lula.

Ele destacou que durante 20 anos - de 1980 a 2000 - não houve discursos políticos sem referência à dívida externa. "Hoje não devemos nada ao FMI. Hoje, temos R$ 200 bilhões de reservas, não precisamos pedir dólares emprestados ao final do ano", reiterou.

Para ele, o retorno da inflação em nível internacional pode ser estimulado pela crise de alimentos no mundo, em países como Índia e China, ou pelo preço do petróleo e dos fertilizantes. "O Brasil não vê isso como problema, mas como desafio, porque temos que produzir mais alimentos e ter crédito com preço justo. Aqui tem clima, solo e gente que sabe plantar. Se depender deste país, ninguém vai sentir fome no mundo", garantiu.

Recentemente, ele apresentou proposta ao Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), voltada ao incentivo à produção de alimentos, em reunião com países da América Central. Para Lula, a crise de alimentos é uma possibilidade ao Brasil de dar um salto no setor de agricultura e disputar mercado com qualquer país.

O presidente disse estar preocupado com a divulgação das suas visitas aos estados. "Ao invés de a imprensa divulgar que viemos aqui informar que o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) destinará R$ 17 bilhões ao Pará até 2010, para obras necessárias neste estado; ou que o programa Territórios da Cidadania tem R$ 1 bilhão e que vai resolver um problema crônico de saneamento básico, a imprensa vai dizer que o pessoal do PT (Partido dos Trabalhadores) vaiou o prefeito, e o pessoal do prefeito vaiou a governadora", criticou.

Ele frisou que a sua visita ao Pará é um ato institucional do governo federal de repasse de recursos arrecadados, para estados e municípios.

DELEGADO DIZ QUE POLICIAIS CIVIS E FEDERAIS CORREM RISCO.

Responsável por denúncias de corrupção já sofreu atentado a bala.
'O chefe de polícia faz aquilo que o governador quer', disse ao Fantástico.
Do G1, no Rio, com informações do Fantástico

Responsável pelas denúncias de corrupção que abalaram a polícia no estado do Rio, o delegado Alexandre Neto, de 49 anos, que já escapou de um atentado a bala, afirmou em entrevista ao Fantástico, neste domingo (1°), que policiais civis e federais envolvidos na investigação também estão correndo risco de morte.

"Eu me preocupo não só comigo, mas com meus colegas que colaboraram com essas investigações, não só da Polícia Civil como da Polícia Federal. Não tenho raciocinar muito para chegar à conclusão de que os maiores interessados são os meus algozes, aqueles que sofreram e estão sofrendo prejuízo moral, ético e até disciplinar e criminal pelas denúncias que foram feitas", disse o delegado, que contou como saiu vivo do atentado.

"Agradeço muito a Deus por estar vivo. Eu estava dentro do carro. Tinha acabado de entrar. Quando ia enfiar a chave na ignição, vi um carro prata se aproximando. Ouvi o primeiro estampido. Eu me abaixei. Num ato reflexo, mantive a mão no volante. O tiro atravessou o volante. Perdi um dedo, na mão direita. Consegui me abrigar entre o volante e a porta. Isso fez com que eu me salvasse".
Na última semana, uma denúncia do Ministério Público Federal expôs o envolvimento de ex-integrantes da cúpula da polícia em crimes como lavagem de dinheiro, formação de quadrilha armada e contrabando. O ex-governador do Rio Anthony Garotinho e o deputado estadual Álvaro Lins estavam entre os 16 denunciad

Dinheiro vivo
Segundo o delegado, no esquema que denunciou, os delegados recebiam dinheiro vivo. Mas, segundo ele, não só de banda pobre é feita a polícia do Rio
“Temos excelentes colegas e temos os colegas que aceitaram participar dessa organização montada pelo doutor Álvaro Lins, com o total apoio do então governador Anthony Garotinho, ele é que era o principal responsável, até porque foi secretário de segurança. Assim, tem de ser responsabilizado por tudo aquilo que aconteceu”, afirmou.
“Não sou um denuncista. Eu me considero um delegado que quer ver uma polícia melhor, bem remunerada, com colegas ganhando bem, sem ter de precisar aderir a qualquer esquema de corrupção, que é montado de cima para baixo. Nunca é montado de baixo para cima. Ou seja: o chefe de polícia faz aquilo que o governador quer. Se o governador não quiser, não acontece”.

domingo, junho 01, 2008

DEUS ABOMINA A PRÁTICA HOMOSSEXUAL.

DEUS ABOMINA A PRÁTICA HOMOSSEXUAL, MAS AMA O HOMOSSEXUAL.

Publicado no Jornal Boca no Trombone do Estado do Pará, na Segunda quinzena de maio de 2008.

Não é nenhuma implicação da minha parte está sempre abordando tal tema neste meu quinzenário, estou apenas recorrendo ao meu direito sagrado (... Todos são iguais perante a Lei...) de manifestar-me contrário aos conceitos e práticas ostentados por pessoas que insistem em contrariarem o que Deus nos orienta, segundo a Bíblia Sagrada. Não sou “homófobo”, termo usado erradamente para designar quem não apóia essa prática sexual pecaminosa, porque “homo fobia” é a junção de duas palavras no grego que quer dizer: “homo” de homem e “fobia” de medo, como eu não tenho medo de homem nenhum aqui neste mundo, não sou “homófobo”. Como a maioria dos líderes religiosos que se dizem conhecerem a Palavra de Deus se omite a promover um movimento (Parada Gay) semelhante aos adeptos e simpatizantes do homossexualismo, mostrando a sociedade àqueles que abandonaram essa prática “SODOMITA” que levou Deus a destruir duas cidades conforme relato bíblico, para mostrar que quando o ser humano toma consciência de suas práticas abomináveis diante de Deus, as abandonam, basta querer. E como um desencargo de consciência e como uma obediência ao meu Senhor e Deus Todo Poderoso, me sinto na obrigação de fazer o que está escrito no Livro de Ezequiel, capítulo 3: versos 18 e 19. “Quando eu disser ao ímpio (pecador): Certamente, morrerás, e tu não o AVISARES e nada DISSERES para o ADVERTIR do seu mau CAMINHO, para SALVAR vida, esse ímpio MORRERÁ na sua INIQUIDADE (pecado), mas o seu SANGUE da tua mão o REQUEREREI. Mas, se AVISARES o ímpio, e ele não se CONVERTER da sua MALDADE e do seu CAMINHO PERVERSO, ele MORRERÁ na sua INIQUIDADE, mas tu SALVASTE a tua ALMA”. Eis aqui onde me baseio para não comungar e nem compartilhar com as práticas pecaminosas dos seres humanos aqui deste mundo, não quero ser cúmplice de tais pecados e depois viver eternamente atormentado no fogo do inferno preparado para o Satanás e seus anjos e todos àqueles que desobedeceram a Deus enquanto vivia neste mundo. Deus ama o pecador, porém odeia e abomina (detesta) o pecado. Em Gênesis, capítulo 1º, verso 27, está escrito: “Criou Deus, pois o HOMEM à sua imagem, a imagem de Deus o criou; HOMEM e MULHER os criou. E Deus os ABENÇOOU e lhes disse: SEDES FECUNDOS (férteis, gerando filhos), MULTIPLICAI-VOS, e ENCHEI a terra e sujeitai-a;..”. Essa é a única forma de união ABENÇOADA por Deus, outro tipo de união é amaldiçoado, mesmo que as autoridades da terra legalizem. Deus é tão perfeito e sábio, que criou tanto o homem como a mulher de uma forma tão especial e perfeita, que o homem não tem necessidade de fazer com um outro homem o que ele pode fazer com uma mulher e o mesmo que uma mulher faz com outra mulher, o homem pode fazer nela também e com uma opção a mais, o homem pode penetrar o pênis na mulher, o que a outra mulher tem que se valer de um “postiço”. Vejamos em 1º Coríntios, capítulo 7: versos a partir do verso 3 a 6. “ O marido conceda à esposa o que lhe é devido, e também, semelhantemente, a esposa, ao seu marido. A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim o marido; e também, semelhantemente, o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim a mulher. Não vos PRIVEIS (impeça) um ao outro, salvo talvez por mútuo consentimento (combinado), por algum tempo, para vos dedicardes à oração e, novamente, vos ajuntardes, para que Satanás não vos tente por causa da incontinência (falta de contato prolongado). Isto vos digo como concessão e não por mandamento”. Lamentavelmente muitos casais frustrados dentro dos templos religiosos no que se refere à plena realização sexual entre si, pelo fato de seus líderes religiosos com a “falsa moral” e o “falso puritanismo” que lhe são peculiares, que se acham no direito de interferirem até na relação sexual entre os casais que freqüentam seus templos, dizendo que “essa ou aquela prática sexual entre o casal é pecado”. Se assim fosse, o Apóstolo Paulo orientado pelo Espírito Santo, não diria que: “... A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim o marido”, se em uma relação sexual entre um casal fosse envolvido só uma parte do corpo de ambos, a orientação seria outra, como por exemplo: “A mulher não tem poder sobre seu órgão genital (vagina) e sim o marido”. Dentre todos os tratados que “especialistas” escrevem sobre relação sexual, nenhum deles superam o que temos no texto bíblico que transcrevemos aqui, em poucas palavras, o apóstolo define e dirime quaisquer dúvidas de como um casal deve ter a sua liberdade incondicional e intocável dentro das quatro paredes. Por isso que Deus abomina a prática do homossexualismo, porque não há necessidade do homem substituir o relacionamento sexual de uma mulher por um de homem e vice-versa, apesar das diversas “desculpas” esfarrapadas dos “entendidos” em comportamento humano que o que une duas pessoas do mesmo sexo para viverem como “marido e mulher” é o amor, não justificará nunca essa união de “casal gay”, (até o termo “casal” está errado, é só ler nos melhores dicionários do mundo, casal no sentido biológico só pode ser entre MACHO e FÊMEA) porque não existe motivação maior para duas pessoas se unirem maritalmente se não for para manter relação sexual. E em Romanos, capítulo 1º a partir dos versos 25 até o 32 a severa demonstração de repúdio de Deus sobre a prática homossexual. “...Pois eles mudaram a VERDADE de Deus em MENTIRA, adorando e servindo a CRIATURA (cedendo influências e gostos de homens ímpios) em lugar do Criador, o qual é bendito eternamente.Amém. Por causa disso, os entregou Deus a paixões INFAMES (que causa repulsa e desprezo); porque até as MULHERES mudaram o modo NATURAL (normal) de suas RELAÇÕES ÍNTIMAS (relações sexuais) por OUTRO (lesbianismo, sapatão), CONTRÁRIO a natureza; semelhantemente, os HOMENS também, deixando o CONTATO NATURAL (normal) da MULHER ( relação sexual com mulher, independente de estado civil ou de credos ou dogmas religiosos), se inflamaram mutuamente (excitar-se, pegar fogo) em sua SENSUALIDADE, cometendo TORPEZA (que causa repulsa e repugnância), HOMENS com HOMENS, (homossexuais, gay, travesti, transformistas, drag, bissexual, veado mesmo), e recebendo, em si mesmos, a MERECIDA punição do seu ERRO. E, por haverem DESPREZADO o conhecimento de Deus, o próprio Deus os ENTREGOU a uma disposição mental REPROVÁVEL, para PRATICAREM coisas INCONVENIENTES, cheios de toda INJUSTIÇA, MALÍCIA, AVAREZA, E MALDADE; possuídos de INVEJA, HOMICÍDIO, CONTENDA, DOLO E MALIGNIDADE; sendo DIFAMADORES, CALUNIADORES, ABORRECEDORES DE DEUS, INSOLENTES, SOBERBOS, PRESUNÇOSOS, INVENTORES DE MALES, DESOBEDIENTES AOS PAIS, INSENSATOS, PÉRFIDOS (enganador, traiçoeiro), sem afeição natural e sem MISERICÓRDIA. Ora, conhecendo eles a SENTENÇA de Deus, de que são PASSÍVEIS de MORTE os que tais COISAS praticam, não somente as FAZEM, mas também APROVAM os que assim PROCEDEM. É justamente que o meu jornal Boca no Trombone do Estado do Pará, não promove esses movimentos que vão de encontro aos princípios de Deus, horóscopos e toda espécie de jogatinas. Eu não falo em nome de nenhum grupo religioso, porque não faço parte de nenhum deles, até porque tomei aversão a todos existentes no mundo, falo em nome do meu Deus Todo Poderoso, porque me considero um ATALÁIA do Senhor e um PROFETA “AMÓS” do século XXI, mesmo com meus pecados, minhas imperfeições e meus defeitos. Ao Deus Trino, toda honra e toda glória.
Valter Desiderio Barreto - Diretor Presidente do Jornal Boca no Trombone do Estado do Pará.