Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

domingo, agosto 31, 2008

CUIDADO!...EU MATO MESMO!...

Sou claro como a Água ou Vermelho como o Sangue. Gosto muito de ser parecido com Água e com o Sangue, porque assim os Homens e Mulheres me julgam tão bom quanto eles e me convidam para todas as cerimônias. Nos grandes Banquetes, nas Festas de Casamento e Batizado, lá estou presente como se fosse o maior Amigo de todos que ali participam. Mas se eles soubessem quem eu sou, todos fugiriam de mim! Sou o maior Ladrão da Felicidade, da Saúde, da Paz e da Economia. Enquanto a Água é cristalina, boa e saudável, procura dar Vida, Saúde e Alegria aos Homens e Mulheres, eu desejo introduzir-lhes no Sangue o Verme da MORTE. Sou o portador da Doença, da Pobreza da Loucura e do Crime. Sou o maior Inimigo de todos os Homens e Mulheres. O meu prazer em vê-los nos Hospitais, gemendo sob as mais cruciantes Dores ou poder contemplá-los nas Grades de um Hospício ou Cadeia. Também sou o causador de todos os Desastres Automobilísticos, dos Desquites e dos Divórcios, dos Roubos de Automóveis, dos Assaltos a Mão-Armada. Obrigo o Filho a Furtar até dentro do seu próprio Lar a Filha a se Prostituir para me Sustentar. Levo-os à Dependência de outras DROGAS ou Tóxicos, como sejam: Cigarro, Maconha, Cocaína, Basuco, Crack, LSD, Ópio etc... Se você não sabia, fique sabendo a partir de agora! – Eu sou o ÁLCOOL. – Batizado com diversos Nomes. Chamam-me Vinho, Cerveja, Whisky, Licor, Champanhe, Pinga, mas sou sempre o ÁLCOOL, o grande Inimigo dos Seres Humanos. Quando penetro num Indivídúo procuro fazer destruição. Ataco o Sistema Nervoso, o Coração, os Pulmões, o Estomago, os Intestinos, o Fígado, os Rins, enveneno o Sangue, Eu vou Matando o Homem ou a Mulher aos poucos para que eles não percebam que sou Eu, o seu Assassino. Os Homens e Mulheres prudentes e ajuizados têm medo de mim e afastam-se para Longe, pois sabem que sou mais Perigoso que a Fome, a Peste e Miséria, que causo maiores males e Mato, mais Gente do que Guerra! Você que é Jovem, se quiser entrar na minha, é só sentar em um Bar e me pedir... Mas vou Destruí-lo, vou sim... Você que ainda se diz Responsável, Eu lhe torno Irresponsável e lhe Arranco do Seio da Sociedade, lhe deixo sem Família e mais, Desempregado, a Pedir Esmola para Beber e Comendo resto de Comida dos Bares e, sem Abrigo, dormindo Embaixo das Marquises ou dos Viadutos. – Pronto aí Você chegou aos Caos da Vida. Se Você ainda continuar Bebendo, eu vou lhe Apodrecer Vivo e depois o MATO.
Fim.
LEMBRETE: O ÁLCOOL e O TABAGISMO São as Portas de Entrada de Todas as DROGAS... E Ainda Temos o Nosso Inimigo Diário... SATANAZ...
CORTESIA: valmirpoeta@hotmail.com/ valmir12cordelista@gmail.com

"EU ME SINTO JOVEM AOS 50 ANOS", DIZ MICHAEL JACKSON.


Cantor pop fez aniversário na última sexta-feira (29) Em São Paulo Michael Jackson declarou ao programa "Good Morning America" que está muito bem ao completar 50 anos. O cantor fez aniversário na última sexta-feira (29) e diz sentir-se "sábio" e "jovem". "Estou me divertindo muito. Apenas relaxando", contou o astro do pop. O músico não quis grandes celebrações no aniversário. Ele comemorou os 50 anos ao lado de seus três filhos: Prince Michael, de 11 anos, Paris, de dez, e Prince Michael II, de seis.

LEITOR DO CEARÁ PRESTA HOMENAGEM AO JORNAL BOCA NO TROMBONE DO ESTADO DO PARÁ.

O MELHOR JORNAL....
valmir pereira dos santos
para antoniete, Aristedes, brendamatos, claudinha.cedro, fazenda, gideao.soares, felinto, jeanclima, joaquim, JOSE, Luciana, Lucieide, lya, Maze, mbnunes49, RAQUEL, Relacionamento, Sindicato,
Bom dia pessoal! Eu quero mais uma vez transmitir para vocês a minha grande alegria por esse magnifico jornal "Boca no Trombone do Estado do Pará, com a sua séde própria na cidade de Parauapebas. É como já disse em alguns dos meus recados para vocês, que nesse Jornal, você anuncia e o seu retorno é garantido, eu aconselho que uma empresa que realmente tem pensamento de empreendedorismo, investe neste Jornal, ele está sendo a grande sensação do momento em todo Brasil, pela sua coragem e determinação nas suas reportagens, e também comercial, experimente e me diga depois. Um grande abraço desse Amigo que torce muito pelo dono desse maravilhoso Jornal. Valmir Pereira dos Santos.

sábado, agosto 30, 2008

SOMOS 189,6 MILHÕES DE BRASILEIROS.

ESTIMATIVA IBGE mapeia a população residente nos 5.565 municípios
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou ontem as estimativas populacionais dos municípios brasileiros. A estimativa mapeia a população residente nos 5.565 municípios brasileiros em 1º de julho de 2008. A estimativa é feita todos os anos obedecendo à Lei Complementar nº 59, de 22 de dezembro de 1988, bem como ao artigo 102 da Lei 8443, de 16 de julho de 1992. De acordo com a estimativa, o Brasil tem hoje 189,6 milhões de habitantes. São Paulo é o município mais populoso, com 10,9 milhões de habitantes, seguido do Rio de Janeiro, com 6,1 milhões. O último censo brasileiro realizado pelo IBGE foi em 2.000.
No Pará, a população é estimada pelo Instituto em 7.321.493 habitantes, o que coloca o Estado como o mais populoso da região Norte, que tem uma população de 15.142.684. O segundo Estado mais populoso da região é o Amazonas que aparece com população de 3.341.096.
Na pesquisa detalhada dos municípios paraenses, Belém continua sendo a cidade mais populosa com 1.424.124 habitantes, seguida de Ananindeua, com 495.480 habitantes. O município paraense menos populoso é Banach, no sudeste paraense, que tem população de 3.935 habitantes, seguido de São João da Ponta com 4.949 habitantes. Santarém continua sendo a terceira maior população do Estado com 275.571 habitantes.
O município brasileiro menos populoso é Borá, que fica no Estado de São Paulo e aumentou a população em 30 habitantes em relação ao ano de 2007. Com relação ao último censo de 2000, Borá aumentou a sua população em 39 habitantes. Passou de 795 para 834 habitantes.
No quadro geral brasileiro, Salvador aparece como o terceiro município mais populoso, com 2,9 milhões. Belo Horizonte, que estava em quarto lugar em 2000 e caiu para sexto em 2008, foi ultrapassado pelo Distrito Federal, que chegou em 2008 com uma população de 2,5 milhões de habitantes. Belo Horizonte tinha população de 2,2 milhões em 2000, subiu este ano para 2,4 milhões. Já Fortaleza manteve sua posição no quinto lugar, com 2,47 milhões.
As estimativas populacionais são utilizadas para efeito de cálculo de indicadores econômicos e sócio demográficos nos períodos intercensitários, servem também como parâmetro para distribuição das quotas partes do Fundo de Participação de Estados e Municípios. A lei prevê que até 20 dias após a publicação das estimativas, os municípios que se sentirem prejudicados nos cálculos poderão contestar as informações do censo. Até 31 de outubro o IBGE encaminha as estimativas ao Tribunal de Contas da União.
População vai chegar a 220 milhões e deixará de crescer em 30 anos
A população brasileira deixará de crescer ao final dos próximos 30 anos, quando o País deverá ter em torno de 220 milhões de pessoas. A estimativa foi feita ontem pelo coordenador de População e Indicadores Sociais do IBGE, Luiz Antônio Pinto de Oliveira. De acordo com ele, isso deve acontecer porque a taxa atual de crescimento da população está em torno de 1,2% e 1,3%, mas a taxa de fecundidade tem recuado expressivamente.
'Ao final de 30 anos, a população brasileira deixará de crescer. Essa é uma expectativa que o IBGE tem para os próximos anos. A taxa de crescimento vai ficar cada vez menor, aproximando-se de um índice de estabilidade parecida com a dos anos 40 desse século', afirmou Oliveira.
O diretor afirmou que quando o País alcançar 220 milhões de habitantes a taxa de filhos por mulher vai ser por volta de 1,5, sendo que atualmente essa relação é de 2 filhos por mulher. 'A experiência internacional é que é muito difícil haver um crescimento após isso. Acomoda os valores culturais, econômicos e a população pára efetivamente de crescer. Mas no Brasil isso vai demorar ainda mais de 30 anos', afirmou Oliveira.
De acordo com ele, a população de metrópoles como São Paulo e Rio pode até diminuir em até 20 anos, pois já tem taxas de fecundidade baixas e população mais idosa. Em contrapartida, Brasília deverá crescer. 'Brasília vai continuar crescendo, tem espaço para crescer e ela vai chegar daqui a 10, 15 anos a ser terceira cidade do País em termos demográficos', afirmou Oliveira.

A revolta de Lula
Fotos Lula Marques/Folha Imagem e Fabio Rodrigues Pozzebom/ABR
Cenas horrorosas Malta diz que Lula esmurrou a parede ao ver as fotos
O senador Magno Malta, que preside a CPI da Pedofilia, carrega de um lado para o outro o seu notebook com fotos de pedófilos abusando de crianças. O objetivo é chocar os interlocutores e provocá-los para a necessidade de uma legislação severa contra os criminosos. Um desses interlocutores foi justamente Lula. O senador contou na semana passada no Senado que o presidente se revoltou ao ver as imagens. Segundo Malta, Lula levantou-se da cadeira onde estava, esmurrou a parede e deu um aviso: "Se essas fotos forem mostradas, o povo pedirá a pena de morte".

O SONHO BRASILEIRO.

O brasileiro está esperançoso em relação ao futuro próximo – mais do que qualquer outro povo do mundo. É o que se conclui de uma pesquisa mundial coordenada pelo economista Marcelo Neri, da FGV, que será lançada na terça-feira. Nela, o Instituto Gallup foi a 132 países e descobriu que o brasileiro é aquele que apresenta a maior expectativa de felicidade para os próximos cinco anos. Numa escala de 0 a 10, a nota média para a satisfação com a vida em 2012 no Brasil (a pesquisa foi feita em 2007) é de 8,4. Superou, assim, a Dinamarca, líder mundial de felicidade presente, mas terceira colocada no índice de "felicidade futura".
Dinheiro traz felicidadeA nova pesquisa também faz uma relação entre dinheiro no bolso e felicidade hoje. A cada vez que a renda das pessoas dobra, a satisfação com a própria vida sobe 15%.

sexta-feira, agosto 29, 2008

DENUNCIADO DEPUTADO DO PT SUSPEITO DE INTEGRAR MILÍCIA.



O Ministério Público do Estado (MPE) do Rio de Janeiro denunciou ontem à Justiça o deputado estadual Jorge Luiz
Hauat, o Jorge Babu (PT), e outras dez pessoas, incluindo o tenente-coronel da Polícia Militar (PM) Carlos Jorge Cunha, sob as acusações de formação de quadrilha ou bando armado e extorsão. De acordo com a investigação, a maioria dos crimes está relacionada ao serviço de "proteção", formando uma quadrilha armada que atuava como milícia em bairros da zona oeste da capital fluminense.
O MPE pede a prisão preventiva de todos os acusados, com exceção do deputado que, por possuir imunidade parlamentar, só pode ser detido em flagrante por crime inafiançável. Segundo apurou o MPE, os denunciados se "associaram para a prática de diversos crimes, com destaque para o delito de extorsão".
"Utilizando-se de violência e grave ameaça, exercida com o emprego de armas de fogo, inclusive fuzis, os acusados cobram dos moradores e comerciantes contribuições semanais, em dinheiro, que variam de R$ 10 a R$ 300, sob o pretexto de oferecer segurança", acusa o MPE na denúncia.
A quadrilha impõe nas comunidades sob seu domínio, segundo a investigação, a exclusividade na aquisição de botijão de gás, que só pode ser comprado em empresas por ela autorizadas. Além disso, o bando também controla a distribuição do sinal de TV a cabo. Por terem sido identificados como os "chefes da quadrilha", segundo o MPE, Babu e o tenente-coronel poderão ter suas penas agravadas, caso sejam condenados.
Policial civil licenciado, Babu nega as acusações de liderar uma milícia na zona oeste da capital fluminense. "Não tenho p. nenhuma a ver com isso. Até promotor já falou essa m. e não conseguiu provar. É palhaçada. Vocês vão ficar abanando essa p.?", disse ele, ontem. Procurado hoje, o parlamentar não foi localizado. A Polícia Militar informou hoje que não comentaria a acusação, e o tentente-coronel não foi localizado.
Expulsão
A denúncia contra Babu "deixou o partido numa situação complicada", disse hoje o presidente regional do PT, Alberto Cantalice. Segundo ele, a direção da Executiva no Rio vai analisar apenas na segunda-feira a situação do deputado, que pode ser expulso da legenda. "A militância está indignada. Vamos decidir na segunda, com a cabeça fria. Como está, não vai ficar", disse. "É claro que ele (Babu) tem direito de defesa, mas as denúncias são graves. As punições previstas vão de censura a expulsão."
Eleito deputado estadual em 2006, Babu havia sido vereador pelo PT por duas vezes, em 2000 e 2004. Ele foi preso em flagrante pela Polícia Federal (PF) em uma rinha de galo, em outubro de 2004, junto ao publicitário Duda Mendonça, na zona oeste. Não ocasião, foi ameaçado de expulsão do partido, mas manteve-se no PT.

A CRIAÇÃO DA XOXOTA.

Sete bons homens de fino saber criaram a xoxota, como pode se ver:Chegando na frente, veio um açougueiro, com faca afiada deu talho certeiro;Um bom marceneiro, com dedicação, fez furo no centro com malho e formão;Em terceiro o alfaiate, capaz e moderno, forrou com veludo o lado interno;Um bom caçador, chegando na hora, forrou com raposa, a parte de fora;Em quinto chegou, o sagaz pescador, esfregando um peixe, deu-lhe o odor;Em sexto, o bom padre da igreja daqui, benzeu-a dizendo: 'É só pra xixi!'.Por fim o marujo, zarolho e perneta, chupou-a, fodeu-a e chamou-a... Buceta!!!
(Mario Quintana) SE O PESCADOR MALDITO NÃO ESFREGASSE O PEIXE...

'Putaria também é cultura'.

NA POSSE DE JUCA, LULA ELOGIA GIL E IRONIZA FILIAÇÃO PARTIDÁRIA DO EX-MINISTRO.

LÍSIA GUSMÃO: colaboração para a Folha Online, em Brasília
O novo ministro da Cultura, Juca Ferreira, foi empossado no cargo nesta quinta-feira pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em cerimônia no Palácio do Planalto. Sociólogo, Juca Ferreira foi secretário-executivo da pasta na gestão de Gilberto Gil, que deixou o cargo em julho.
Bem humorado, o presidente abusou da informalidade e já iniciou a solenidade quebrando o protocolo do Palácio do Planalto, que não permite discursos de ministros --antecessores ou sucessores-- nas cerimônias de posse. Lula, no entanto, cedeu a palavra ao ex-ministro Gilberto Gil.
No discurso improvisado, o presidente afirmou que considera "gratificante" a parceria com Gilberto Gil no governo e reconheceu que fez o convite em uma tentativa de atrair o PV para a base aliada.
"Qual não foi minha surpresa quando descobri que o Gil não era militante do PV coisa nenhuma. É um grande artista e um grande ambientalista. Mas o Gil não precisa representar partido nenhum", afirmou Lula.
Em seguida, acrescentou: "Imagina se eu exigisse que o Chico Buarque entrasse no meu partido? Certamente, ficaria mais chato. Imagina se o Caetano entrasse para o PSDB? Certamente, ficaria mais chato", brincou o presidente, arrancando risos dos convidados.
Lula disse ainda que o ex-ministro conseguiu implementar uma política cultural de Estado, "rompendo privilégios" no acesso aos recursos. E ao novo ministro, aconselhou que aprenda rapidamente o caminho para engordar a verba destinada ao Ministério da Cultura, não restringindo a "briga" por recursos do Orçamento ao ministro do Planejamento, Paulo Bernardo.
"É importante que você de vez em quando chore para a Dilma (chefe da Casa Civil) também", disse Lula.
Mas foi a Gilberto Gil que o presidente rendeu grande homenagem. "Não sei quanto tempo o Brasil vai levar para ter um ministro da qualidade do Gil na Cultura", afirmou o presidente.
Gilberto Gil, por sua vez, afirmou que seu grande trabalho foi fazer com que o Ministério da Cultura tivesse sua importância reconhecida pelo governo e pela sociedade, e referiu-se a seu sucessor como uma "figura exponencial" na sua equipe.

SENADORES DA OPOSIÇÃO CRITICAM APROVAÇÃO DE "TREM DA ALEGRIA" DO JUDICIÁRIO.

GABRIELA GUERREIRO, da Folha Online, em Brasília
Senadores da oposição criticaram nesta quinta-feira a aprovação do que chamaram de "trem da alegria" do Judiciário --uma série de projetos votados durante a madrugada de hoje que criam 1.138 cargos em tribunais.
No momento da votação, apenas 12 dos 81 senadores estavam presentes no plenário da Casa. Apesar das críticas, a oposição reconhece que não se mobilizou para derrubar os projetos.
Poucos parlamentares da oposição acompanharam a votação no plenário, mas entre eles estava o líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM). O tucano defendeu a criação dos cargos ao afirmar que seria uma "injustiça" limitar a atuação dos tribunais porque há necessidade de "reforços" no quadro dos servidores.
Diante do baixo quórum de senadores, a votação foi apenas simbólica (sem o registro nominal de cada senador).
"É um trem da alegria de luxo, o governo está criando cargos exageradamente. Mas não há como não responsabilizar a oposição, não por aprovar, ela é minoritária e não teria número para rejeitar. Mas ela poderia resistir mais para dificultar a aprovação pelo governo", disse o vice-líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias (PR).
O senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) explicou que, no início da sessão, a oposição tentou paralisar as votações em protesto ao excesso de medidas provisórias editadas pelo Poder Executivo. Como o presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), se comprometeu em nos próximos 45 dias não ler as MPs que chegarem à Casa para que a pauta de votações fique destrancada, a oposição decidiu votar as matérias em pauta --especialmente porque havia projetos com a liberação de empréstimos para uma série de Estados.
Ao final da votação dos empréstimos, Garibaldi colocou em pauta os projetos com a criação dos cargos nos tribunais.
"O governo usa o seu poder nefasto para fazer acordos. Se estamos aqui para defender interesses dos Estados, não podemos obstruir a sessão porque deixaríamos de levar benefícios para os diversos Estados", justificou Flexa Ribeiro.
O senador disse ainda que, diante do "horário avançado" das votações, a oposição acabou desmobilizada. "O governo usa desse artifício de esforço concentrado para levar a sessão até uma hora, duas da manhã. Quando a oposição é vencida, passa o rolo compressor do governo."
O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) admitiu que diante do "cansaço", os parlamentares acabam não refletindo profundamente sobre as matérias em pauta. "Os senadores começam a chegar no limite do seu estado físico. A sessão terminou no dia de hoje. Sempre que há situações como essa, acontece de não se examinar as matérias com profundidade", afirmou.
O líder do PMDB no Senado, Valdir Raupp (RO), criticou a criação de cargos em ano eleitoral. "Eu achava que nesse momento de eleição não poderia se aprovar nada envolvendo funcionalismo. O Judiciário não disputa eleição, mas em outras áreas é até proibido. No município, no momento de eleição para aquela entidade da federação, é proibido se criar cargos ou dar aumento salarial", afirmou.

BAND VOLTA ATRÁS E TIRA CICARELLI DO AR.



Apresentadora fica na geladeira e tem seu programa adiado KARLA ROMERO Em São Paulo Um dia depois de anunciar que o programa de Daniella Cicarelli, “Quem Pode Mais?”, seria transmitido aos sábados, às 22h, e não mais aos
domingos, a Band comunica que irá tirar a atração da apresentadora do ar. A notícia foi publicada no "Jornal Agora S. Paulo" e confirmada, ao site Famosidades, pela assessoria de imprensa do canal. “A princípio pensamos em transferir para os sábados, mas percebemos que o programa tem um perfil específico para o dia, sendo assim, o ideal seria reformularmos ele todo”, afirmou a assessoria. No ar desde março deste ano, o programa que já passou por troca de diretores, atualmente é comandado por Rogério Gallo. A audiência do programa também não ia nada bem. A média geral registrada é de dois pontos. Segundo a assessoria, Daniela Cicarelli voltará ao ar em outubro. “O programa será totalmente reformulado, com novo cenário e novo nome, ainda a serem definidos”. A modelo ainda comanda o “Quem Pode Mais” por mais dois domingos, no horário atual, a partir das 14h. Cicarelli tem um contrato de dois anos com a emissora. Enquanto na vida profissional as coisas não andam muito bem, no amor Cicarelli está rindo à toa. A modelo assumiu romance com Dinho Diniz, durante show do Rei Roberto Carlos e Caetano Veloso, em São Paulo, na última segunda-feira (25). Ele é primo de João Paulo Diniz, que também já teve um relacionamento com a apresentadora.

DISFUNÇÃO ERÉTIL ATINGE 50% DA POPULAÇÃO MASCULINA ENTRE 40 E 70 ANOS.

Apenas 30% dos homens brasileiros procuram atendimento médico contra falta de ereção
Uma pesquisa realizada pelo Projeto de Sexualidade (ProSex), da USP, conduzida pela professora Carmita Najjar Abdo, ouviu 10 mil homens em 19 cidades do estado de São Paulo. O resultado mostra que o homem brasileiro possui quatro grandes temores: a falta de ereção, a perda de libido, adoecer e a queda de poder aquisitivo. O resultado mostra a importância de uma vida sexual saudável e o peso da impotência no imaginário masculino . Afirma o médico Evandro Cunha do Hospital Urológico de Brasília. O grande problema é que os números mostram que o medo pode tornar-se realidade em uma proporção maior do que se pensa. A disfunção erétil atinge, em algum nível, cerca de 50% da população masculina entre 40 e 70 anos. Isso significa que eles experimentam dificuldades para obter ou manter a ereção para uma atividade sexual satisfatória , explica o urologista. Já a disfunção completa, na qual não se obtém ereção alguma, atinge 100 em cada mil homens. A questão que já delicada pode tornar-se ainda mais complexa, por que apenas 30% desses pacientes procuram ajuda medica O preconceito é um erro grave, pois a doença, quando diagnosticada precocemente, é mais fácil de ser tratada , destaca Dr. Evandro. Há sinais que merecem atenção, como é o caso de dificuldades para alcançar a ereção, além de alterações na duração e na freqüência. Ao experimentar qualquer desconforto, o homem deve procurar imediatamente um urologista , alerta. As causas são inúmeras e podem ser até mesmo de aspectos fisiológicos e psicossomáticos, como ansiedade e insegurança, mas existe um amplo leque de tratamentos e para a indicação correta é preciso analisar o fator que causa a problema. O suporte psicológico e o apoio da parceira pesam positivamente na etapa terapêutica.

quinta-feira, agosto 28, 2008

STJ NEGA RECURSO E MANTÉM PENA DE EDMUNDO POR MORTE.


foi condenado a quatro anos e meio de prisão por acidente ocorrido em 1995, no Rio de Janeiro
Edmundo somente poderá ser preso após a decisão final transitar em julgado (quando não há mais possibilidade de recursos)
O Superior Tribunal de Justiça (STJ) divulgou nesta quinta-feira que manteve a condenação do atacante do Vasco, Edmundo, a quatro anos e meio de prisão devido à morte de três pessoas em acidente de trânsito ocorrido no Rio de Janeiro no mês de dezembro de 1995.
Na ocasião, morreram Joana Maria Martins Couto - que estava no carro do jogador no momento do acidente -, Alessandra Cristini Paricier Perrota e Carlos Frederico Brites Tinoco Pontes, que estavam no outro veículo envolvido.
A sentença saiu em 1999 e Edmundo também foi condenado pelas lesões corporais provocadas em Roberta Rodrigues de Barros, Débora Ferreira da Silva e Natasha Marinho Ketzer.
O ministro do STJ Arnaldo Esteves Lima negou o oitavo recurso impetrado pela defesa do atleta. A intenção dos defensores era reduzir a pena do jogador para um ano e quatro meses.
Esta redução abriria a possibilidade da suspensão condicional da pena, com a aplicação do chamado "sursis" (benefício garantido pela lei aos condenados pela prática de crime à pena mínima de um ano).
Por outro lado, era também pedida pelos defensores a substituição da pena privativa de liberdade por penas restritivas de direito.
Edmundo somente poderá ser preso após a decisão final transitar em julgado (quando não há mais possibilidade de recursos).
O atacante, atualmente com 37 anos, está suspenso da partida contra o Grêmio no próximo domingo, pelo Campeonato Brasileiro, devido ao terceiro cartão amarelo.

FOI ASSASSINADO POR VOLTA DAS 11 HORAS DESTA QUINTA FEIRA(28) O PRESIDENTE DO SINDICATO DOS SECURITÁRIOS DO RIO DE JANEIRO JÚLIO MENANDRO DE CARVALHO.

Assassinado o presidente do sindicato dos securitários do RJ
Júlio Menandro de Carvalho foi morto na sede do Sindicato dos Securitários.A polícia está no local para averiguar o crime.
Do G1, no Rio
O crime foi no prédio da entidade, na Rua Álvaro Alvim, nº 21, na Cinelândia, Centro do Rio.
De acordo com o 13º BPM (Praça Tiradentes), o autor dos disparos conseguiu fugir e ainda não foi identificado. Testemunhas afirmaram ser alguém conhecido do sindicato.
O batalhão também informou que, no momento, a delegada da 5ª DP (Centro) está no local para averiguar o crime, juntamente com uma guarnição da PM.

quarta-feira, agosto 27, 2008

CANDIDATOS A VEREADOR INAPTOS.

Em Parauapebas, dos 166 candidatos que pleiteiam vaga no Legislativo local, dezoito tiveram, até agora, os pedidos de registro indeferidos pela Justiça Eleitoral.Os candidatos do PSC que estão inaptos são Antonia de Paiva Sousa, Maria dos Santos Ribeiro e Paulo Duarte Campos; do PTN, Francisco Rogério Alves Santos, Luciane Zague e Sandro Roberto de Matos Silva; do PMDB, Alcione José Fernandes e Hilda Matilde de Carvalho; PRP, Jenilvaldo de Jesus Santos e Maria de Fátima Dias dos Anjos.Já os candidatos inaptos do PTdoB são José Cláudio Araújo Medeiros e Valter Xavier da Silva; PTB, Dagma Rodrigues Trevisan; PR, Israel de Oliveira Almeida; PP, José Wilson da Silva; Psol, João Lúcio de Vasconcelos Júnior; PHS, José Ribamar Pacheco da Silva; e do PRTB, Waldemir de Matos Fernandes (Fernando da Ótica).

AGENTES PENITENCIÁRIOS PROTESTAM CONTRA NOVELA DA GLOBO.

Agentes penitenciários paulistas estão revoltados com a personagem Zezé, interpretada pela atriz Docimar Moreyra na novela "A Favorita", da Rede Globo. Subornada por Flora, personagem da atriz Patrícia Pillar, para prejudicar a presa Donatela, interpretada por Cláudia Raia, a carcereira passa uma imagem negativa da categoria, segundo os agentes. A indignação é maior porque Zezé veste o uniforme dos agentes com o brasão e a bandeira do Estado de São Paulo.
Além de protestar com e-mails encaminhados à emissora, eles também enviaram mensagens aos deputados federais e aos senadores. Também solicitaram ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva que interceda junto à Globo, sugerindo mudanças no roteiro da trama. "Mesmo sendo personagem de ficção, a Zezé é um lixo para nós. Está explícito que é um achincalhe direto à categoria. Mandei ofício ao Lula, para ele interceder. A Globo precisa reavaliar a obra, pois ela está sendo muito prejudicial para nós", reagiu o presidente do Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária do Estado de São Paulo (Sindasp), Cícero Sarnei dos Santos.
Com sede em Presidente Prudente (SP), a entidade representa 23 mil profissionais. "Parte da sociedade pode achar que todo agente age como a Zezé. A novela passa uma imagem distorcida. O autor (João Emanuel Carneiro) se baseou em agentes mineiros, na novela usam nosso uniforme com o brasão e a bandeira. Isso não é ficção. Se é ficção, que usem outra logomarca nem que seja de Marte", ironizou. Segundo o sindicalista, a Rede Globo justificou que é uma obra de ficção e que o autor tem liberdade para criar. "A obra é ficção, mas o uniforme não é ficção", completou, acrescentando que a categoria não protestaria se o uniforme fosse outro.

terça-feira, agosto 26, 2008

GARIBALDI: SENADOR QUE MANTIVER PARENTE SERÁ PROCESSADO.

Na tentativa de se adequar à súmula do Supremo Tribunal Federal (STF) que proíbe o nepotismo nos três Poderes, o presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), informou hoje que os senadores e servidores que se negarem a informar o nome de parentes contratados na Casa serão alvo de um processo administrativo. "Eu acho que a pessoa vai querer evitar esse constrangimento", disse. Ele lembrou que, em atendimento ao Supremo, os parentes terão de ser demitidos. "Acho que os parlamentares vão cumprir a lei e possibilitar todas as informações sobre o nome das pessoas que devem ser desligadas do Senado."
O senador foi enfático ao rebater a hipótese de os colegas tentarem modificar a decisão do STF, como defendeu o senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), e aprovarem uma "legislação mais flexível" para manter os parentes empregados. "Não, acho que a Casa, se tiver que mudar essa norma é para aperfeiçoar, não tem por que numa hora dessa afrontar o Poder Judiciário", afirmou. "Eu não vejo como e vou fazer um apelo, se for necessário, para que isso (súmula) não seja modificado", disse. "O ideal é que cada senador tome as providências de acordo com a decisão do STF."
Referindo-se apenas ao Senado, Garibaldi voltou a culpar o Legislativo pelo fato de o STF ter invadido atribuições do Poder e legislado sobre o nepotismo no serviço público. "A Casa é responsável, por isso devemos tomar consciência disso, não apenas eu, mas todos os senadores, para que possamos ficar mais atentos, tomar providências, ver realmente o que está acontecendo", criticou.
"Está acontecendo alguma coisa que, certamente, não é culpa nossa, nós não temos toda a culpa pelo excesso de medidas provisórias, de estarmos aqui e acolá, vendo o Judiciário legislar. Mas temos de reconhecer que a culpa maior é nossa, às vezes é nossa, plenamente nossa, sobretudo pela omissão", disse o presidente do Senado.
Nepotismo cruzado
Sobre a prática do nepotismo cruzado, quando um parlamentar contrata o parente de outro e vice-versa, o senador acredita que seus colegas não vão se valer do que ele chama de "subterfúgio". "Afinal de contas, somos todos senadores da República e temos consciência do que significa uma decisão do STF que precisa ser cumprida", afirmou. Ele disse acreditar que não terá de adotar nenhuma outra providência - além de pedir a cooperação dos colegas - para se adequar às determinações do Supremo.
Quanto às vagas que serão abertas com a demissão dos parentes, Garibaldi lembrou que todas elas são de cargo de confiança e que cabe aos próprios senadores preenchê-las. Daí porque não podem ser incluídas entre as que serão ocupadas por servidores que passarem nos concursos públicos que o Senado fará nos próximos meses. "São vagas que pertencem aos gabinetes, não podem ser destinadas à administração da Casa", explicou.

segunda-feira, agosto 25, 2008

JADER, O GAZETEIRO INFIEL .



SER OU NÃO SERUm dos mais ausentes, deputado só é governo em 12,3% das votações
BRASÍLIA : THIAGO VILARINS/Da Sucursal
A capacidade do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de atrair aliados fez com que ele montasse a maior base de apoio já vista por um governante brasileiro. No entanto, se na teoria a adesão de mais de 70% dos deputados federais representa garantia para a aprovação com folga dos projetos do governo na Câmara dos Deputados, na prática o que se viu, no primeiro semestre deste ano, foi uma base desunida e infiel. Nas 65 votações desse ano, os projetos de interesse do Palácio do Planalto foram aprovados com a margem apertada de 50%.
Pesquisa da empresa de consultoria política Arko Advice, uma das mais influentes no mercado financeiro, revela que, dos 367 deputados que integram a base do governo, somente 260 são considerados de apoio consistente. Esse número é insuficiente para garantir aprovação de projetos que requerem maioria qualificada, como as propostas de emenda à Constituição, por exemplo, que necessitam de 308 votos. Devido a esse déficit, o governo se mobilizou em todas as votações para renovar a aliança com os políticos da base considerados de apoio condicionado e os dissidentes, oferecendo cargos e verbas.
No topo da pesquisa, entre os políticos mais infiéis - muito embora com apadrinhados nomeados para vários cargos federais - está o deputado federal Jader Barbalho, do PMDB do Pará. Das 65 votações de interesse do governo, o parlamentar, que presidente do partido no Estado, só votou de acordo com as indicações do Palácio do Planalto em 12,3% delas. O baixo percentual de votos favoráveis é justificado pelo número de ausências. Ao longo de todo o primeiro semestre, Jader esteve ausente em 86,15% das sessões. No cruzamento das análises dos índices de assiduidade com os votos favoráveis, o paraense aparece em terceiro lugar. Só foi superado por Aberto Silva (PMDB-PI) - o mais idoso dos parlamentares da Casa, com 90 anos - e Enio Bacci (PDT-RS), que registraram 100% e 86,15% de faltas, respectivamente. As assessorias dos dois parlamentares atribuíram as ausências a problemas de saúde.
O gabinete do deputado Jader Barbalho não soube informar o motivo de tantas faltas às sessões da Câmara, em Brasília.

domingo, agosto 24, 2008

BT RECEBE CONVITE PARA RECEBER PRESIDENTE LULA EM BARCARENA.


Foi com muita honra que o diretor presidente deste modesto quinzenário, recebeu o convite da Vale, para se fazer presente a visita do Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, no último dia 14, nas instalações da Alunorte em Barcarena. O convite foi consolidado após a liberação de credencial exclusiva expedida pela Secretaria de Imprensa da Presidência da República.
Mais uma vez agradecemos a esta empresa que representa uma das maiores economias do nosso país, que não tem medido esforços na grande contribuição para o crescimento sustentável e investimentos arrojados e audaciosos que brevemente colocará o Brasil no cenário mundial como o celeiro da humanidade no que se refere às oportunidades iguais para todos, começando pelo povo brasileiro. Como brasileiro me sinto orgulhoso em saber que a segunda maior empresa mineradora do mundo, está instalada aqui no meu país.
Como deixar de apoiar uma empresa como a Vale que tem nos mostrado seu grande interesse em fazer da nossa nação uma nação de oportunidades para todos? Não seria um imbecil de aliar-me àqueles que por interesse escusos ao bem estar do nosso país, desejam que a mesma retorne ao comando do governo federal, coisa que o próprio Presidente Lula demonstrou descartada tal possibilidade, nessa sua visita as instalações da Alunorte, um dos gigantes projetos da Vale em Barcarena, em seu discurso diante de todos ali presente.
O anúncio dos investimentos previstos pelo presidente da mesma, Roger Agnelli, para os próximos dez a 12 anos no Brasil e em especial no Pará, deixou-nos todos felizes por sabermos que tal iniciativa só trará garantia de emprego e renda para milhares de pessoas, como também aprimoramento em conhecimentos acadêmicos.
Particularmente tivemos a honra de fazer uma pergunta ao Presidente da Vale, após a coletiva que o mesmo concedera a imprensa presente representada por veículos de comunicação de variar regiões do Pará, do Brasil e até internacional, quando Parauapebas teria sua siderúrgica, tendo como resposta que após a inauguração da siderúrgica em Marabá que será concluída em 2012, nosso município seria contemplado com uma também.
Como cidadão brasileiro e parauapebense por opção, me considero um aliado da Vale para dentro das minhas limitações que são muitas, sempre que possível, divulgar seus projetos e ações que a mesma tem desenvolvido quer no campo social, cultural, profissional e educacional neste meu modesto e simples quinzenário que para a “agonia” dos meus concorrentes, fomos considerados pela Secretaria de Imprensa da Presidência da República, um veículo de comunicação com o mesmo valor e a importância dos demais existentes no país. Mas com certeza, esse privilégio conquistado foi através da Vale que sempre nos honra com seu convite para representar nosso município em diversos eventos e acontecimentos não só na capital do Estado, como em outras cidades.

sábado, agosto 23, 2008

FACÍNORA ASSASSINA MAIS UM CHEFE DE FAMÍLIA: O POLICIAL EXEMPLAR JUCELINO.

Publicado no Jornal Boca no Trombone do Estado do Pará, nesta 2ª quinzena de agosto de 2008.



Estava escrevendo um artigo sobre a legalização da pena de morte no Brasil, quando fui pego de surpresa com mais um assassinato covarde daquele que em vida, honrou sua profissão como a maioria que integram as nossas heroínas polícias tanto militares como civis que num verdadeiro ato de bravura, enfrentam de forma precária, os facínoras que a cada dia ficam mais audaciosos e muito mais bem armados do que àqueles que têm como a missão mais sublime do mundo que é a de ser verdadeiros GUARDIÃOS DA VIDA HUMANA. Quantos Juscelinos terão que tombar diante dos bandidos que tomaram conta da nossa nação para que a nossa justiça e os políticos deste país que vivem dormindo em berços esplêndidos, criem leis mais severas para coibir esse genocídio generalizado contra cidadãos de bem? O Juscelino que tombou no último dia 14 na curva do “S” conforme noticiado nos diversos veículos de comunicação, no dever de sua missão, mesmo estando de folga, era mais um pai de família honesto e trabalhador que estava voltando para sua casa depois de passar um mês longe de sua esposa e seus dois filhos na capital do Estado, para matar a saudade daquela que era a grande motivação que justificava sua ausência por tão longos dias, que era sua família, o bem maior que o ser humano pode possuir aqui neste mundo, e com certeza ele tinha essa concepção a tal ponto que aceitou o sacrifício de transferir-se para uma outra cidade, para garantir o sustento da mesma. Juscelino não era só mais um policial que aumentou as estatísticas de seus colegas que tombam a cada dia em todo território nacional em um confronto desigual com esses malfeitores contumazes irrecuperáveis cuja solução para os mesmos só a morte, mas matá-los é crime sentencia a nossa famigerada lei que é benevolente com os bandidos e severa com os cidadãos e cidadãs de bem. Só eles podem matar. O Juscelino era um pai de família como tantos outros trabalhadores, honesto, como tantos outros, que se sentia orgulhoso em ganhar seu dinheirinho suado, arriscando sua vida para proteger outras vidas. Ele poderia ter evitado tal tragédia contra si, comenta alguns críticos de plantão, mas o seu grande senso de responsabilidade em proteger a vida do seu próximo e da sociedade, foi superior ao estado de comodismo agindo como um verdadeiro policial abdicando de seu direito sagrado de um final de semana de uma merecida folga.
Só entende a dor de quem perde um ente-querido de forma tão trágica para bandidos, quem já tiveram parentes ou amigos próximos vitimados pelos tais, só entende àqueles que defendem leis mais severas para esses marginais, quem já foi vítima de assaltos e seqüestros por essas “escórias” do mundo, assim como já fui duas vezes, uma delas quase tive a minha vida ceifada em 06 de abril de 2007, tendo um dos meus olhos atingidos por estilhaços de vidros do ônibus em que viajava por disparo de armas de fogo de diversos calibres pelos “senhores do mal”, e que por milagre do Deus todo poderoso, escapei com vida.
Finalizando essa minha homenagem póstuma em forma de desabafo, a mais um policial que jaz a sepultura vitimado no pleno exercício do seu dever, quero sugerir aos nossos políticos que aprovem a lei da pena de morte no Brasil e deixem de argumentos hipócritas e demagogos, porque a mesma já existe, é só assistirem os noticiários todo dia que não tem argumento maior para se convencer ao mais rude indivíduo que a pena de morte já é uma realidade no nosso país a muito tempo. Bastando agora legalizá-la e permitindo que todo mundo tenha direito a usar uma arma para a sua própria defesa e conforme o caso, de alguém que esteja sendo molestado por um “fora da lei”. Eu afirmo com grande convicção, a partir do momento que o bandido souber que cada cidadão pode ter uma arma de fogo consigo, ele irá pensar mil vezes antes de praticar um delito para não ser surpreendido por alguém ao seu lado até mesmo com um tiro fatal. Seria a única solução para essa situação de “encurralamento marginal” por que passa a sociedade brasileira pela falta de competência do Estado em dar segurança a quem é responsável pela manutenção de sua máquina administrativa, que é o POVO.

quinta-feira, agosto 21, 2008


Parauapebas: Darci Lermen lidera com vantagem disputa pela reeleição
Pesquisa do Ibope Inteligência sobre a disputa pela Prefeitura de Parauapebas aponta que o prefeito Darci Lermen (PT) tem a preferência de um pouco mais da metade dos eleitores nesse momento, registrando 55% das intenções de voto. A segunda colocação é de Bel Mesquita (PMDB), com 28%.Em um patamar bastante inferior, aparecem os demais candidatos: Cláudio Almeida (PR) tem 2%, enquanto Alessandro Spinelli (PTdoB) e Marden Henriques (Psol) atingem 1% das intenções, cada um. Outros 2% dizem votar em branco ou nulo e 11% não sabem ou não preferem responder sobre sua intenção de voto. As entrevistas em Parauapebas foram realizadas entre os dias 4 e 6 de agosto.Na pergunta espontânea, Darci é lembrado por exatamente metade dos entrevistados, com 50% das menções. Neste cenário, Bel Mesquita atinge 22% e os outros candidatos não alcançam 1% das intenções de voto, apesar de serem citados. Sem o disco com os nomes dos candidatos, 22% dos eleitores afirmam não saber em quem votar, e 3% declaram intenção de votar em branco ou nulo.Avaliação da administraçãoA administração do prefeito Darci Lermen é considerada ótima ou boa por 64% dos eleitores, regular por 24% e ruim ou péssima por 11%. A forma como Darci vem administrando Parauapebas é aprovada por 75% dos entrevistados, enquanto 19% desaprovam.Problemas do municípioOs eleitores foram estimulados a apontar as três áreas mais problemáticas do município. Saúde e segurança pública são as mais citadas, respectivamente por 56% e 45% dos entrevistados. Em terceiro lugar, o abastecimento de água é mencionado por 37%.Ficha técnicaPeríodo de campo: a pesquisa foi realizada entre os dias 4 e 6 de agosto de 2008.Tamanho da amostra: foram entrevistados 406 eleitores.Margem de erro: cinco pontos percentuais, considerando um grau de confiança de 95%.Solicitante: Sacramento e Cia. Ltda.Registro: pesquisa registrada sob o protocolo 1.170/2008, na 75ª Zona Eleitoral de Parauapebas. (Fonte: Ibope)

quarta-feira, agosto 20, 2008

STF PROÍBE NEPOTISMO NOS PODERES EXECUTIVO E LEGISLATIVO.

Ministros já haviam vetado a contratação de parentes no Judiciário. Extensão aos demais poderes se dará por uma súmula vinculante.
STF confirma resolução que proíbe o nepotismo no Poder Judiciário
Comissão do Senado aprova fim do nepotismo nos Três Poderes
Denúncias de nepotismo levam a afastamento de 20 funcionários
TJ exonera mulher de ex-presidente
CNJ exonera mulher de ex-presidente do TJ por nepotismo
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu estender aos poderes Executivo e Legislativo a resolução que proíbe o nepotismo no Poder Judiciário.
A decisão foi tomada nesta quarta-feira (20), por unanimidade, e estabelece que órgãos públicos diretos e indiretos da União, Estados, Distrito Federal e municípios fiquem proibidos de contratar familiares em até 3º grau de chefes, diretores e servidores dos próprios órgãos.
Entretanto, a medida só será oficializada na quinta-feira (21), quando os ministros votarão o texto de uma súmula vinculante que irá regulamentar a questão. Nesta quarta, o Supremo já havia declarado constitucional a Resolução 7/2005 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que impede os órgãos judiciários de contratarem parentes de juizes, de chefes e servidores em cargos de direção
A extensão da proibição ao nepotismo aos demais poderes da República foi adotada após os ministros do STF julgarem um recurso extraordinário em que o Ministério Público do Rio Grande do Norte contestava decisão do Tribunal de Justiça do mesmo estado, que havia vetado a aplicação da resolução nos poderes Legislativo e Executivo do município de Água Nova (RN). A Justiça estadual interpretou, na ocasião, que a resolução do CNJ deveria ser aplicada apenas no poder Judiciário. O relator da matéria, ministro Ricardo Lewandowski, considerou em seu voto que o nepotismo seria aplicado apenas a uma das partes citadas no julgamento. Ele votou de forma contrária à contratação por parte do município de um motorista, que é irmão do vice-prefeito. Já no caso do secretário municipal de Saúde de Água Nova, apontado como irmão de um vereador, o relator Lewandowski foi convencido pelos colegas que não se configurava o nepotismo. O entendimento dos ministros é de que nomeações de natureza política são permitidas, desde que não haja as chamadas contratações cruzadas. Já na esfera administrativa, qualquer contratação de familiar é apontada como nepotismo. Todos os ministros concordaram com o entendimento. Por iniciativa de Lewandowski, entretanto, se propôs à votação da súmula vinculante, que estabelece a proibição da contratação de familiares de até terceiro grau por parte dos órgãos dos três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário).

JUSTIÇA CONCEDE LIBERDADE CONDICIONAL A VILMA MARTINS.


Justiça concede liberdade condicional a Vilma Martins
O juiz Éder Jorge, da 4ª Vara Criminal de Goiânia, concedeu hoje liberdade condicional a Vilma Martins, segundo informações do Tribunal de Justiça. A ex-empresária foi condenada por seqüestrar duas crianças em maternidades de Brasília e Goiânia. A decisão será comunicada oficialmente a Vilma Martins Costa em uma audiência prevista para a tarde de hoje, no Fórum de Goiânia, onde ela também vai tomar conhecimento das normas que terá que seguir durante a condicional.
Vilma Martins foi condenada a 15 anos e 9 meses pelo rapto de Pedro Rosalino Braule Pinto e Aparecida Fernanda Ribeiro da Silva, quando eles eram bebês, e por falso registro. Em junho ela obteve progressão de regime, passando do semi-aberto para o aberto e, em audiência, comprometeu-se a respeitar uma séria de condições impostas para gozar do benefício, entre elas a de pernoitar na Casa do Albergado.

terça-feira, agosto 19, 2008

POLÍCIA FEDERAL FECHA RÁDIOS PIRATAS EM PARAUAPEBAS E CANAÃ DOS CARAJÁS.

A Polícia Federal (PF) fechou na última quinta-feira (14) quatorze rádios piratas no sudeste do Pará. A denúncia partiu da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Durante três meses, os agentes federais investigaram e levantaram os nomes dos donos das emissoras que estavam no ar de maneira irregular.
Na operação “Fora do ar” foram envolvidos 20 agentes da PF e oito agentes da Anatel. Das 14 emissoras lacradas, nove estavam em operação no município de Parauapebas e outras cinco em Canaã dos Carajás.
Os donos das rádios vão responder a dois processos, um de ordem administrativa, aberto pela Anatel, e outro de natureza criminal, aberto pela Polícia Federal. Nenhum dono ou funcionário das emissoras foi preso.
Em todas as rádios a PF confiscou equipamentos de transmissão, que devem ficar à disposição da Justiça Federal. Os mandados de buscas e apreensão foram emitidos pelo juiz federal Carlos Borlido Hadad, da subseção judiciária federal de Marabá.
Em âmbito da Polícia Federal, a operação foi coordenada pelo delegado Antonio Carlos Beaubrun Júnior, de Marabá, com a ajuda de agentes de Redenção, enquanto que por parte da Anatel a coordenação ficou a cargo do gerente de fiscalização do Pará, Carnot Braun.
Este, por sua vez, contou que as emissoras interferiam nas comunicações aeroportuárias na região de Carajás, além de faturar sem pagar nenhum tipo de imposto à União. “Quem insistir na ilegalidade deve sofrer esse tipo de fiscalização”, alertou.
O delegado Beaubrun Júnior disse que as operações da PF devem continuar em nível de estado do Pará. Além de Parauapebas e Canaã, já foram cumpridos mandados nos municípios de Novo Repartimento, Altamira, Redenção e em Belém.
Outro forte argumento usado pelas duas instituições diz respeito ao mau uso dessas emissoras. “Por se tratar de período eleitoral, as emissoras estavam sendo usadas para massa de manobra”, conta Beaubrun Júnior, informando ainda que uma emissora de Parauapebas estava sendo usada indevidamente para instigar pessoas ligadas aos movimentos sociais.
A emissora teria ligação com políticos de Parauapebas, cujos nomes o delegado preferiu não citar, assim como não mencionou os nomes e os respectivos endereços das emissoras lacradas.
Em Parauapebas, apenas a rádio “Arara Azul” ficou no ar, por deter licenciamento de funcionamento e sem licença de rádio freqüência, ao passo que em Canaã nenhuma emissora está em funcionamento.

segunda-feira, agosto 18, 2008

PRESIDENTE LULA E GOVERNADORA PARTICIPAM DO ANÚNCIO DE EXPANSÃO DA VALE.

Barcarena - Na solenidade do anúncio da expansão dos negócios da companhia Vale, no Pará, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a governadora Ana Júlia Carepa mostraram um discurso afinado. Para eles, o esforço conjunto dos governos federal e estadual, somados aos investimentos da Vale, resultarão em desenvolvimento econômico e social para o Estado e ajudarão a reduzir as desigualdades regionais que ainda existem no País.De acordo com o presidente, os investimentos anunciados pela Vale, no Pará - que vai aplicar US$ 20 bilhões no Estado até 2010 - vão reduzir as diferenças históricas entre as regiões brasileiras. Para Lula, é necessário "pensar o País em sua totalidade". Ele disse que o modelo de negócios até há pouco tempo predominante no Brasil privilegiava os locais onde havia infra-estrutura, formação acadêmica suficiente para atender o mercado e demais facilidades. "Pensando assim, o Brasil foi ficando meio torto, inchado de um lado, um amontoado de riqueza cercado de pobres por todos os lados", comparou, acrescentando as regiões Nordeste e Norte foram "esquecidas". Ana Júlia Carepa concordou. Ela destacou que a siderúrgica anunciada pela Vale é a concretização do sonho paraense de verticalizar a produção minerária, agregando valor ao produto. "Assim, vamos transformar o minério de ferro em trabalho, geração de emprego e qualidade de vida. São empreendimentos que gerarão riquezas, emprego e renda nas suas regiões de abrangência e em todo o Pará", comemorou.O presidente Lula defendeu mudança de comportamento e mais consciência política, a fim de que o País torne-se "muito mais justo se tornarmos o crescimento do país mais equânime". Ana Júlia Carepa lembrou que o governo do Pará assumiu o desafio de implantar um novo modelo de desenvolvimento social no Estado e que isto passa necessariamente pela ampliação do PIB paraense em 25% em quatro anos. "É um esforço grande de modernização que conjuga crescimento econômico com enraizamento social do desenvolvimento", disse. A expectativa é que o PIB estadual chegue a R$ 55,2 bilhões em 2010. Segundo a governadora, pelo menos R$ 13,2 bilhões devem ser investidos em obras de infra-estrutura que vão ajudar o Estado a alcançar a meta de se desenvolver "a passos largos e com sustentabilidade". Ela citou que integram a lista de obras que iniciaram no ano passado e que têm previsão de conclusão até 2010: a construção das eclusas e do canal de navegação de Tucuruí; a hidrovia do rio Tocantins; a construção do píer 400 e das rampas do porto de Vila do Conde; a pavimentação da Transamazônica entre Marabá e Rurópolis; a manutenção da BR-316, da Belém-Brasília e outras rodovias importantes; a interligação com a linha de transmissão Tucuruí-Manaus-Macapá; projetos sócio-ambientais de preparação para a construção da hidrelétrica de Belo Monte; obras de saneamento básico e habitação vinculadas, principalmente, ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O presidente disse que o Brasil vive um "momento excepcional" por haver entrado em um "ciclo duradouro de crescimento". Para ele, os jovens brasileiros farão parte de uma geração que verá o país crescer por, pelo menos, 15 anos consecutivos. Pré-Sal - O presidente defendeu que parte do lucro da venda do petróleo da camada pré-sal na Bacia de Santos seja aplicada em educação. "Achamos petróleo no pré-sal. Alguns acham que o petróleo é da Petrobras. O petróleo é da União, a Petrobras é da União embora tenha acionistas menores. Vamos fazer o quê com esse petróleo? Vender simplesmente? Não, Deus não nos deu isso para que a gente continue a fazer burrice. Deus mandou um sinal. Mais uma chance para o Brasil", disse o presidente. Para Lula, é preciso aproveitar o momento e discutir como o País vai utilizar o petróleo e quem vai explorá-lo. O presidente acredita que investir os dividendos do petróleo na área de educação é fazer uma "reparação histórica".De acordo com Lula, os jovens brasileiros fazem parte de uma geração que verá o Brasil crescer por pelo menos 15 anos consecutivos. Mas também criticou a desigualdade histórica de investimentos nas regiões brasileiras. "Aí o Brasil vai ficando inchado de um lado, aquele amontoado de riqueza cercado de pobres por todos os lados", disse.

COMÍCIO DO PT CONCENTROU MAIS DE 5 MIL PESSOAS.


Bariloche Silva -O primeiro grande comício do Partido dos Trabalhadores (PT), que tem como candidato à reeleição o prefeito Darci José Lermen, reuniu cerca de 5 mil militantes na rua 14, bairro União, na noite deste sábado (16), conforme avaliação de entendidos em público.Militantes e simpatizantes do PT, que lidera a coligação “Parauapebas no rumo certo”, ficaram atentos às palavras dos candidatos a vereador e de Darci Lermen, o último a discursar.Ao usar a palavra, Darci Lermen comemorou a vitória que teve em Belém em relação ao indeferimento de sua candidatura, que havia acontecido em Parauapebas e foi a julgamento em Belém, além de anunciar várias propostas de campanha.

sábado, agosto 16, 2008

VALE ANUNCIA INVESTIMENTOS DE MAIS DE US$ 5 BILHÕES NO PARÁ.


Carlos Pereira de Souza, representante dos empregados da Alunorte; governadora Ana Júlia e presidente Lula; Ricardo Carvalho, presidente da Alunorte; Eivind Reiten, presidente da Norsk Hydro; e Roger Agnelli, diretor da Vale, acionam a sirene que deu início às operações da expansão 3 da AlunorteBarcarena - A Vale acaba de anunciar ações para o Pará que, somadas aos investimentos já em curso no estado e aos que serão realizados pela empresa até 2012, representam forte incentivo ao desenvolvimento sustentável da região. As medidas vão permitir a criação do pólo metal-mecânico do Pará e de uma base de produção industrial.A série de iniciativas que a Vale anunciou nesta quinta-feira (14), em Barcarena, será desenvolvida em parceria com os governos federal e do Estado do Pará.Aços Laminados do Pará SACom capacidade inicial de produção de 2,5 milhões de toneladas/ano, a Aços Laminados do Pará, a ser construída em Marabá, sudeste do estado, prevê a produção de bobinas laminadas a quente, chapas grossas e tarugos. O investimento será de aproximadamente US$ 3,3 bilhões na primeira fase. O projeto prevê expansão futura da usina para até 5 milhões de toneladas anuais.Na implantação da primeira fase do projeto, serão criados 16 mil empregos no estado. Na fase de operação, serão gerados cerca de 3.500 empregos diretos e outros 14 mil indiretos.A siderúrgica terá forte impacto positivo na economia do estado e na cadeia produtiva local, agregando valor ao minério e estimulando a criação de empresas na região para fornecerem insumos e produtos acabados. Esse investimento está em linha com a estratégia da Vale de fomentar o desenvolvimento do setor siderúrgico nacional, por meio de participações minoritárias em projetos como CSA (RJ), CSV (ES) e CSP (CE).Usina Termelétrica de BarcarenaCom investimento total de US$ 898 milhões e geração de 5 mil empregos na fase de construção, a Usina Termelétrica a carvão mineral que a Vale promete construir em Barcarena terá potência instalada de 600 MW. A Vale não terá como objetivo vender ao mercado e, sim, gerar energia para os seus projetos. Porém, com energia disponível, outras atividades produtivas poderão se instalar na região, propiciando um ciclo virtuoso de geração de empregos e renda. O desenvolvimento regional depende de grandes investimentos na área de energia.Vale FlorestarConcebido para proteger e recuperar as florestas nativas do sudeste do Pará, combinando o plantio de espécies da região com árvores de uso industrial, o Vale Florestar é o maior projeto de recuperação ambiental já implantado na Amazônia. Iniciado em 2007, o programa receberá investimentos de US$ 300 milhões até 2015, dos quais US$ 60 milhões até o fim de 2008. A área total a ser beneficiada pelo programa é de 300 mil hectares.Segundo a mineradora, o Vale Florestar já plantou mais de 11 milhões de mudas e recuperou 40 mil hectares, sendo 15 mil plantados com eucalipto e 25 mil destinados à revegetação de mata nativa da região. Entre próprios e terceirizados, 1.250 empregados estão trabalhando no programa.Centro de Tecnologia de Bauxita e AluminaPioneiro nas Américas, o Centro receberá investimento de US$ 10 milhões e tem como objetivo aprofundar o conhecimento dos recursos e reservas de bauxita da Vale, além de desenvolver novas tecnologias para o processamento de minérios. Os investimentos previstos para toda a cadeia de alumínio da Vale no Pará são de US$ 755 milhões apenas este ano.Programa de Cooperação Vale-CefetCom o objetivo de promover a educação técnica no Pará, a Vale e o Governo Federal fecharam uma parceria para modernização e expansão da unidade do Centro Federal de Educação Tecnológica de Marabá. O valor do convênio é de R$ 2,2 milhões (US$ 1,4 milhão). Serão implantados cursos profissionalizantes de mecânica, eletro-mecânica e química. O Cefet irá disponibilizar profissionais especializados para ministrar os cursos, salas de aula e laboratórios para as atividades práticas.Programa de Fomento à Educação SuperiorO maior programa de qualificação profissional de nível superior já implantado no Pará prevê a concessão de 400 bolsas de estudo, de mestrado e doutorado, até 2010. A concessão das bolsas se dará por meio do Programa de Fomento à Educação Superior do Pará, que busca qualificar e fixar docentes e pesquisadores no estado.Serão lançados três editais (2008, 2009 e 2010), em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia do Pará (Sedect) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Pará (Fapespa). O edital deste ano, cuja publicação acontecerá até outubro, contemplará 85 pesquisadores, com 25 bolsas de doutorado e 60 de mestrado. O investimento da Vale neste projeto será de R$ 10 milhões (US$ 6,2 milhões).Pará é foco para a ValeAté 2012, a Vale investirá US$ 59 bilhões em todo o mundo, sendo que 77% desse valor serão destinados a projetos no Brasil e 23% no exterior. O Pará receberá investimentos de US$ 20 bilhões, cerca de 34% do valor anunciado para investimento em todo o mundo. Dos 62 mil empregos que a Vale irá criar em todos os países em que atua até 2012, 35 mil (mais de 56%) estarão no Pará.Em 2007, a Vale investiu US$ 4 bilhões no Pará. Em projetos ambientais, a empresa investiu US$ 110,2 milhões, valor 834% superior aos US$ 11,8 milhões investidos em 2006. E os investimentos irão crescer. Para 2008 a 2012, a empresa já anunciou um planejamento de investir US$ 2,8 bilhões em meio ambiente, em todos os países onde atua. Deste total, US$ 692,5 milhões serão destinados somente ao estado do Pará.Em projetos sociais, a Vale planeja investir US$ 1,4 bilhão nos próximos cinco anos, em todos os países onde está presente. Somente em 2008, a Vale irá investir US$ 98 milhões em ações de responsabilidade social no Pará.A solenidade para anúncio do empreendimento no Pará contou com as presenças do presidente da Vale, Roger Agnelli; presidente Lula, ministra Dilma Roussef. das Casa Civil; ministro Pedro Brito, da Secretaria Especial de Portos; governadora Ana Júlia Carepa, entre outros.A cerimônia com o presidente Lula já terminou, mas dentro de poucos instantes Roger Agnelli vai conceder coletiva à imprensa. Mais informações nas próximas horas.
Postado por Waldyr Silva às 15:47 0 comentários Links para esta postagem

LULA: "VENDER PETRÓLEO SEM DISCUTIR APLICAÇÃO DE LUCRO É BURRICE".


Presidente Lula e Roger AgnelliBarcarena - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva classificou de "burrice" leiloar a camada pré-sal na Bacia de Santos sem discutir onde será aplicado o lucro da venda do petróleo.Lula se encontra em Barcarena, Pará, onde participou de anúncio de investimentos da Vale, juntamente com o presidente da mineradora, Roger Agnelli."Achamos petróleo no pré-sal. Alguns acham que o petróleo é da Petrobras. O petróleo é da União, a Petrobras é da União, embora tenha acionistas menores. Vamos fazer o quê, vender, simplesmente? Não, Deus não nos deu isso para que continuemos fazendo burrice. Deus deu mais uma chance pro Brasil", disse o presidente.Lula sugeriu que parte do lucro seja destinada à educação. "É preciso aproveitar o momento e discutir como vamos utilizar esse petróleo, quem vai explorar o petróleo. Se o lucro vai ficar com uma empresa ou uma parte vai para reparação histórica que tem de ser feita na área da educação".
Postado por Waldyr Silva às 16:26 0 comentários Links para esta postagem

PROGRAMA DA VALE FOMENTA EDUCAÇÃO SUPERIOR.


Belém – Durante cerimônia de expansão da fábrica de alumínio da Alunorte nesta quinta-feira (14) em Barcarena e o anúncio da instalação de uma siderúrgica em Marabá, o presidente da Vale, Roger Agnelli (foto), revelou que a mineradora vai lançar o maior programa de qualificação profissional de nível superior já implantado no Estado do Pará. Trata-se do Programa de Fomento à Educação Superior do Pará, que busca qualificar e fixar docentes e pesquisadores no estado.Até 2010, o programa prevê a concessão de 400 bolsas de estudo de mestrado e doutorado. Serão lançados três editais (2008, 2009 e 2010), em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia do Pará (Sedect) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Pará (Fapespa).O edital deste ano, cuja publicação acontecerá até o mês de outubro, contemplará 85 pesquisadores com 25 bolsas de doutorado e 60 de mestrado. O investimento da Vale neste projeto será de R$ 10 milhões (US$ 6,2 milhões).Áreas a serem contempladas com bolsas de mestradoEngenharia – Elétrica, química, mecânica, civil, de minas, de materiais, metalúrgica, de recursos naturais da Amazônia.Ciências exatas e naturais – Geologia e geoquímica, geofísica e química.Multidisciplinar – Desenvolvimento sustentável do trópico úmido.Áreas a serem contempladas com bolsas de doutoradoEngenharia – Elétrica, química, mecânica, civil, de minas, de materiais e metalúrgica.Ciências exatas e naturais – Geologia e geoquímica, geofísica, química, física, matemática e estatística, ciência da computação.Multidisciplinar – Desenvolvimento sustentável do trópico úmido, ciências ambientais, gestão de recursos naturais e desenvolvimento local na Amazônia.
Postado por Waldyr Silva às 17:30 0 comentários Links para esta postagem

quinta-feira, agosto 14, 2008

Lula Chega ao Pará.



EM BARCARENA, PRESIDENTE ANUNCIA SIDERÚRGICA E INVESTIMENTOS
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chega hoje, às 10 horas, à Base Aérea de Belém, para cumprir uma agenda apertada no Pará, na qual ele e a governadora Ana Júlia Carepa participam, em Barcarena, da inauguração da terceira fase de expansão da refinaria de alumina da Vale, a Alunorte, e do anúncio oficial da implantação de uma siderúrgica em Marabá, na região sudeste do Estado.
Lula também acompanha a coletiva do presidente da Vale, Roger Agnelli, ao meio-dia, e retorna para Brasília às 15 horas. A primeira cerimônia com a participação de Lula, de Ana Júlia Carepa e da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) está marcada para as 11 horas, na sede da empresa coligada da mineradora, no distrito de Murucupi, que fica na rodovia PA-481.
Logo após a inauguração, o presidente e a governadora seguirão para o ginásio poliesportivo do município para anunciar investimentos do governo federal e do governo do Estado em Barcarena. Entre os investimentos previstos estão a ampliação do porto de Vila do Conde e a revitalização do Distrito Industrial, que terá 52 lotes e área de convivência para os trabalhadores das empresas ali instaladas. O custo do centro será de R$ 7 milhões. A publicação do edital de licitação está prevista para novembro deste ano.
Em seguida, o presidente da Vale, Roger Agnelli, faz o anúncio da implantação da siderúrgica da Vale, reivindicação antiga da classe empresarial paraense e que se consolida como um passo importante para a verticalização da produção mineral no Estado.
Os módulos seis e sete da Alunorte, que serão inaugurados esta semana, representaram um investimento de US$ 846 milhões e vão elevar a capacidade de produção da refinaria para 6,26 milhões de toneladas de alumina anuais. Recentemente, a mineradora divulgou o balanço do segundo trimestre de 2008. O lucro líquido da Vale atingiu o recorde de US$ 5,009 bilhões, segundo os padrões contábeis norte-americanos, o que corresponde a um crescimento de 22,3% sobre o resultado obtido no mesmo período do ano passado.
Presidente da vale apresentará projetos
O presidente da Vale, Roger Agnelli, vai apresentar hoje, às 11 horas, ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e à governadora do Pará, Ana Júlia Carepa, três dos mais de dez projetos estratégicos que serão implantados até o final deste ano para expansão da empresa. Segundo a direção da Vale, os projetos vão adicionar mais US$ 5 bilhões aos U$$ 20 bilhões de investimentos já anunciados para expansão entre 2008 e 2012.
A Vale vai anunciar oficialmente a implantação da Usina Siderúrgica do Pará, que será construída em Marabá, sudeste do Estado. A usina é considerada um dos mais importantes projetos da empresa na Amazônia, que pela primeira vez vai verticalizar a produção de aço no Pará, e terá capacidade para produzir anualmente 2,5 milhões de toneladas de aço laminado a quente.
O segundo empreendimento de peso é uma usina termoelétrica à base de carvão mineral, com capacidade para produzir 600 megawatts de energia, suficiente para o funcionamento da nova siderúrgica, para outras atividades já implantadas e também para novos projetos.
Meta é recuperação de 300 mil hectares
O terceiro projeto da mineradora a ser apresentado hoje é o Vale Florestar, um ambicioso projeto ambiental que tem como foco a recuperação de 300 mil hectares de terra devastadas, principalmente por fazendeiros e madeireiros, na região nordeste do Pará, ao longo da BR-010, a rodovia Belém-Brasília.
A região é considerada pela Vale a mais devastada do Estado. Além dessa agenda de projetos econômicos e socioambientais, a Vale também vai apresentar ao presidente Lula e à governadora do Pará, Ana Júlia Carepa, investimentos em programas especiais de educação, ciência e tecnologia, que serão desenvolvidos em parceria com os governos estadual e federal.
Segundo James Pessoa, diretor do Departamento de Siderurgia da Vale, a Usina Siderúrgica do Pará, em Marabá, é um investimento muito importante para a corporação e para o Estado. Ele ressalta que a produção de aço laminado a quente, como boninas, chapas grossas e tarugos, vai induzir e atrair a instalação de indústrias no Pará, como fábricas de vagões, de dormentes metálicos, de tubos soldados para sistemas de abastecimento de água, de estacas, de caçambas e de implementos agrícolas, porque vai agregar valor ao minério de ferro.
Investimento de impacto na região
Na primeira fase, a Usina Siderúrgica do Pará vai produzir 2,5 milhões de toneladas de produtos semi-acabados de aço. Os investimentos são de US$ 3,3 bilhões. A concepção de engenharia da usina é modular, para permitir expansão da produção da usina no futuro, conforme as necessidades do mercado, para até 5 milhões de toneladas/ano. É um investimento de alto impacto na região.
Na fase de construção e implantação da usina serão criados 16 mil empregos diretos na obra. Quando estiver em operação a usina vai empregar 3.500 pessoas. 'Para cada emprego em uma siderúrgica são gerados outros quatro na cadeia produtiva, então serão exatamente 17.500 empregos quando a usina estiver operando, um número expressivo de empregos para a região', explicou o diretor.
Com essa iniciativa a empresa pretende atrair e trazer valor para a economia do Estado. Mas na segunda fase da usina o objetivo é fazer parceria. Outro aspecto que a empresa destaca é que o projeto está atrelado à rodovia Araguaia-Tocantins, como a principal via de escoamento para a parte da produção que não for utilizada no Estado.

É preciso impor limites.



Pai moderno participa da educação dos filhos de forma responsável e equilibrada
Em homenagem ao dia dos pais, iremos falar sobre os principais aspectos fundamentais ao pai moderno, já que mesmo muito atuantes, carinhosos e participativos, vários deles ainda não sabem a verdadeira importância para seus filhos. Verifique logo abaixo e enriqueça a sua relação com seus filhos.
Até certos anos atrás, muitos achavam, injustamente, que a relação mãe-filho era a única existente, onde não era reconhecida a importância do pai no desenvolvimento dos seus filhos. Mas, hoje, a sua presença e o seu carinho são fundamentais desde o início. Podemos constatar que a convivência de afeto com os pimpolhos, além de produtiva para ambos, pode ser bastante divertida. Porém, para tanto, pai tem de ser pai, e entender melhor seus direitos e deveres abaixo relacionados:
1. Aprender a exercer a paternidade com responsabilidade
Esse papel precisa ter início desde a infância, quando os meninos necessitam ser ensinados a ter cuidados com o próprio corpo e, quando adolescentes, a cuidar também da saúde sexual, não passando essa responsabilidade apenas para a mãe. O garoto ainda necessita ser ensinado a cuidar do planejamento da família de maneira que quando se casar ou se unir, a paternidade seja feita com responsabilidade e consciência.
Determinadas famílias também enfatizam que são as garotas que precisam se prevenir da gravidez, sem pensar em passar esse valor também aos garotos que, geram filhos e podem ter eles precocemente. Mesmo quando adultos, vários pais pensam ainda que cuidar da anticoncepção é uma tarefa da mulher. Esse pai moderno necessita educar seus filhos logo cedo para fazer que eles já cresçam pensando diferente sobre isso.
2. Dividir com a mulher os papéis de cuidador e provedor
Embora vários trabalhos domésticos sejam feitos pelos pais, ainda é comum que a divisão com a mulher não seja tão igual. Existe a idéia de que 'a casa quem cuida é a mulher'. E isso atinge a educação das crianças. O que ocorre muito dentro de casa, é vermos as filhas ajudando, não acontecendo a mesma coisa com os filhos: lavar a louça e arrumado o quarto, por exemplo. Os filhos vão gostar muito ter um pai para brincar e se divertir e que compartilhe interesses comuns. 'Eu amo brincar com meu filho, antes e depois do trabalho. A gente se entende muito bem. De noite, assumo o meu filho: brinco com ele, troco a fralda, dou a mamada e coloco-o para dormir. É uma forma de eu ajudar minha mulher e de dar amor e educação para o meu filho', diz o arquiteto Paulo Monteiro, 34, pai de Roberto, 3, e casado há quatro anos com a arquiteta Cilene Monteiro, 30.
3. Criar situações para participar da vida dos filhos
Mesmo o pai não tendo tempo, é necessário ter prioridades e criar situações de proximidade. Por exemplo: ele pode deixar combinado de levar o filho à escola, e aproveitar esse caminho de casa ao colégio para conversar, participar do cotidiano dele. Se os pais forem divorciados, também é bastante comum que o filho fique enquadrado no sistema de visitas por semana ou de 15 em 15 dias, um sofrimento que não é necessário para as crianças e também aos pais. A guarda compartilhada, onde ambos se tornam responsáveis na divisão de tarefas, proporcionam ao filho o direito de seguir convivendo tanto com o pai como a mãe, mesmo estando separados. O casamento pode deixar de existir, porém a paternidade não. E esse relacionamento entre pai e filho necessita ser alimentada com carinho, cuidado e presença.
4. Pai moderno necessita por limites na educação dos filhos
A omissão de certos pais na colocação de limites é coisa séria. É função de o pai dar estímulos aos filhos de conviverem bem com as outras pessoas, mostrando que ser homem não é sinônimo de ser grosseiro. E ser espontâneo não significa falta de educação. É importante passar as crianças que ser gentil e ter respeito, é essencial para ter um bom convívio. Esses comportamentos errados não podem ser aceitos. Existem pais que não se incomodam quando os filhos ofendem a mãe, sendo totalmente omissos. Uma das atribuições do pai é não permitir falta de respeito. O pai precisa ensinar a criança dizer de forma não agressiva o que não a agrada.
5. Assumir as responsabilidades de pais
Pais que tiveram mais de um casamento pensam muito desta forma: 'Existe a mãe para cuidar'. Ficam acomodados deixando essa função para a mãe. Com isso, o pai passa ser ausente, imaginando que a mãe que é importante e ele é uma posição secundária. Quando o pai se separa da mãe, continua pensando da mesma maneira: 'os meus filhos estão vivendo com a mãe, eu assumo as contas, já estou fazendo minha função'. Se o pai limita as funções de sua paternidade, ele restringe seu desenvolvimento como indivíduo, além de também restringir as possibilidades de ser, além de um ótimo pai, grande amigo do filho.
Mulher deixou de ser a única cuidadora
O biólogo Márcio Figueiredo orgulha-se de ter sido um pai que fez e ainda faz as honras de mãe para os filhos. 'A mãe deles era um pouco impaciente. Então, quem brincava, ensinava e ia à escola era eu. Agora, eles estão adultos e com filhos, e sobrou para mim virar avó', brinca Márcio.
Para Maria Tereza Maldonado, autora do livro 'Comunicação entre pais e filhos', da Editora Saraiva, alguns fatores colaboraram para essa transformação do pai em uma mãe. 'A mulher, hoje, está mais inserida no mercado de trabalho, deixou de ser a única cuidadora para ser também provedora junto com o pai', diz
'Por isso, tornou-se necessário que homens e mulheres partilhem funções', comenta a psicóloga, afirmando ainda que a mudança da maneira do homem pensar foi fundamental para que tudo isso acontecesse. 'O homem teve que se atualizar até mesmo para não ficar sem função dentro da família. Se a mulher sustenta a casa, cuida dos filhos e arca com as próprias atitudes, porque o marido não participa?', indaga Vera Risi.
'Eu ficava impressionada com o cuidado do Fernando com as crianças. Achava tão bonitinho elas saindo de mochila para a escola e o Fernando de pasta para trabalhar, perguntando se tinham guardado o lanche. E o bom disso é que ele se tornou superpreparado como pai do meu filho, fica quantas horas for com o Gabriel no colo tentando fazê-lo dormir de madrugada', revela Ana Paula, mulher de Fernando.
Maria Tereza Maldonado acredita que a mudança do conceito familiar também contribuiu bastante para que os pais assumissem outra postura com a criação dos filhos. 'O pai separado ou viúvo precisa desenvolver aspectos de cuidador, como conferir se o filho lavou a orelha direito e se a casa está funcionando em ordem. Por mais que ele tenha quem o auxilie nessas tarefas, o comando é dele', diz ela.
E para quem ainda tem preconceito quanto a um homem na cozinha, de avental sujo de ovo, com a filharada em volta, aí vai uma informação: a Legislação Brasileira já deu o direito de qualquer um que tenha condições, mesmo um homem solteiro, adotar uma criança. No mais, a regra é clara: toda criança merece carinho, cuidado e atenção.
Função paterna é fundamental
Para o bebê, a mãe é figura central. É ela que o carrega durante nove meses, o amamenta, acalenta e cria com ele uma relação praticamente simbiótica. Se meter nessa intensa ligação, é tarefa somente para o pai - que não só pode como deve fazer parte dessa troca de sentimentos e experiências. A falta desse contato pode prejudicar o desenvolvimento e o amadurecimento da criança, com reflexos na vida adulta.
Uma pessoa narcisista, sem a noção de limite, com reduzida capacidade de aceitar frustrações e de negociar. Assim pode ser uma criança que cresceu sem desgrudar da mãe. Psicólogos e psicanalistas lidam diariamente com gente grande e pequena com esse tipo de comportamento. Muitas vezes, fazem uma pergunta simples, mas de contornos complexos: cadê a figura paterna nessa história?
Quase sempre, os profissionais se deparam com a realidade de um pai ausente ou que não soube exercer seu papel. Para a psicanálise, o exercício da função paterna é crucial na trajetória de vida das pessoas. Biológico ou adotivo, o pai é aquela pessoa encarregada de introduzir o sujeito no mundo, segundo o psicanalista Jubel Barreto.
Em troca, o pai estará dando à criança o direito a entrar no jogo das relações do mundo. 'Ela vai abrir mão dessa ilusão narcísica para entrar no regime de negociação, de pacto', afirma o psicanalista, ressaltando que o exercício paterno bem-sucedido depende também de um esforço da mãe. Nessa fase, a criança começa a se ver como uma unidade e não como extensão da mãe. Esse momento é o que precede à socialização. Isso acontece entre os seus quatro e seis anos de idade.
Maioria dos eleitores não acredita em eleições limpas
A maioria dos eleitores considera que os políticos não cumprem as promessas que fazem, usam a política em benefício próprio e também afirmam que as eleições no Brasil não são feitas de maneira limpa. Esse é o resultado de uma pesquisa feita pelo instituto Vox Populi a pedido da AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros).Para 82% dos eleitores, a maioria dos políticos eleitos não cumpre promessas feitas durante a campanha. Além disso, 85% consideram a política como uma atividade que só beneficia os próprios políticos, e não o povo.Ainda segundo a pesquisa, 52% dizem que os resultados das eleições não são alcançados de "maneira limpa, sem fraudes" e com resultados confiáveis. Apenas 30% avaliam que as eleições são limpas e outros 18% não manifestaram opinião.Apesar desse descrédito, 51% disseram que iriam votar e 11% afirmaram que provavelmente votariam mesmo que o voto não fosse obrigatório. Outros 30% afirmavam que não votariam se não fossem obrigados.O presidente da AMB, Mozart Valadares Pires, disse acreditar que a questão das fraudes está relacionada a casos de uso da máquina administrativa para beneficiar candidatos e não a fraudes na votação, embora esse entendimento não esteja explicitado na pesquisa, feita por meio de questionários.

SIDERÚRGICA VIRA REALIDADE.


O presidente Luis Inácio Lula da Silva chega hoje às 10 horas na Base Aérea de Belém para cumprir uma agenda apertada no Pará, em que ele e a governadora Ana Júlia Carepa participam, em Barcarena, da inauguração da terceira fase de expansão da refinaria de alumina da Vale, a Alunorte, e do anúncio oficial da implantação de uma siderúrgica em Marabá, na região sudeste do Estado. Lula participa de almoço, acompanha a coletiva do diretor-presidente da Vale, Roger Agnelli ao meio-dia na empresa e retorna para Brasília às 15 horas. A primeira cerimônia com a participação de Lula, Ana Júlia e da ministra Dilma Rousseff está marcada para às 11 horas, na sede da empresa coligada da mineradora, no distrito de Murucupi, que fica na rodovia PA-481, no município. Será restrita a 500 convidados.
Logo após a inauguração, o presidente e a governadora seguirão para o ginásio poliesportivo do município para anunciar investimentos do governo federal e do governo do Estado em Barcarena. Entre os investimentos previstos estão a ampliação do porto de Vila do Conde e a revitalização do Distrito Industrial, que terá 52 lotes e área de convivência para os trabalhadores das empresas ali instaladas. O custo do centro de convivência será R$ 7 milhões, e a previsão de publicação do edital de licitação é novembro deste ano.
Em seguida, o presidente da Vale, Roger Agneli, faz o anúncio da implantação da tão esperada siderúrgica da Vale, que vai representar um investimento de cerca de R$ 5 bilhões, reivindicação antiga da classe empresarial paraense e que se consolida como um passo importante para a verticalização da produção mineral no Estado, ainda muito restrita no segmento de mineração.
Os módulos seis e sete da Alunorte, que serão inaugurados esta semana, representaram um investimento de US$ 846 milhões e vão elevar a capacidade de produção da refinaria para 6,26 milhões de toneladas de alumina anuais. Recentemente, a mineradora divulgou o balanço do segundo trimestre de 2008. O lucro líquido da Vale atingiu o recorde de US$ 5,009 bilhões, segundo os padrões contábeis norte-americanos, o que corresponde a um crescimento de 22,3% sobre o resultado obtido no mesmo período do ano passado, quando o lucro líquido foi US$ 4,095 bilhões. No primeiro semestre deste ano, o lucro líquido atingiu US$ 7,030 bilhões ante US$ 6,312 bilhões registrados no primeiro semestre de 2007. Na divulgação dos resultados, a Vale também destacou a entrada em operação de dois projetos de classe mundial, ambos localizados no Pará: o Paragominas II, de produção de bauxita, e Alunorte 6 e 7, da refinaria de alumina, em Barcarena.

terça-feira, agosto 12, 2008

CONSTRUÇÃO DE PONTE SOBRE O RIO ITACAIÚNAS BASTANTE ADIANTADA.



Uma parceria entre a Prefeitura de Parauapebas e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) vai melhorar o acesso às comunidades mais distantes do centro urbano da cidade, uma vez que se encontra em fase de conclusão uma ponte sobre o rio Itacaiúnas.A ponte trata-se de uma obra bem orçada e planejada. Ela deve melhorar a vida da comunidade camponesa, haja vista que para realizar travessia moradores têm que desembolsar a quantia de R$ 5,00.A obra deve ser concluída no final do mês de outubro. Cerca de um milhão e duzentos mil reais foram destinados à construção da ponte.
Postado por Waldyr Silva às 14:09 0 comentários Links para esta postagem

TSE TORNA APTAS CANDIDATURAS DE DARCI, ALESSANDRO, MARDEN E RUI.

Na última atualização dos sites do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA), às 19h08 do último domingo (10), a justiça eleitoral tornou aptas as candidaturas de Darci José Lermen (PT), Alessandro Soares Spinelli (PTdoB), Marden Henriques de Lima (Psol) e Rui Hildebrando Alves Santos (PTN), à Prefeitura de Parauapebas, e manteve impugnada a candidatura de Bel Mesquita de Oliveira (PMDB).Por outro lado, a candidatura de Claudiomar Dias de Almeida (Cláudio Almeida), do PR, continua aguardando julgamento.Candidatos a vereador cadastradosConstam ainda no site, aguardando julgamento do TSE, as seguintes candidaturas a vereador de Parauapebas:Alberto Machado Santos (Paquinha) – PSDBAlcione José Fernandes (Irmão Alcione) – PMDBAntonia de Paiva Sousa – PSCAntonio Ernesto de Souza Azevedo (Casão do PT) – PTAntonio Ferreira Silva (Tonico) – PDTDomingos da Paz Rodrigues Ramos – PCdoBErnani Souza França (Ernani di Paula) – PREsmeralda Maria Ribeiro (Esmeralda da Casa Veterinária) – PRTBFaisal Faris Mahmoud Salmem Hussain – PSDBFrancisangela Vicente Ferreira de Resende – PMDBFrancisco Ferreira Aguiar (Mundico) – PTFrancisco Nogueira Torres (Bigode) – PRTBFrancisco Rogério Alves Santos – PTNGeneci de Oliveira (Alemão do Açougue) – PTIsrael de Oliveira Almeida – PRIvaneide Lima Dias Fernandes Grijó – PRPJenivaldo de Jesus Santos (Baiano) – PRPJoão Batista Ferreira da Costa – PRTBJosé Arimatéia de Sousa (Louro) – PRTBJosé Cláudio Araújo Medeiros – PTdoBJosé Francisco Amaral Pavão (Pavão) – PPJoseane Maria da Silva (Dra. Joseane) – PMDBJosineto Feitosa de Oliveira (Prof. Josineto) – PRPLuciane Zague – PTNManoel Batista Pinto (Chimarrão) – PTCMaria de Fátima Dias dos Anjos (Irmã Fátima) – PRPMaridé Gomes da Silva – PSCMelquisedeque Quintanilha (Dr. Melk) – PSBOdilio Rosa da Hora – PTPercília Rosa Martins – PRTBRaimunda Patrícia Mendes – PHSRaimundo Antonio da Silva (Irmão Raimundinho) – PSCRaimundo Ferreira Barros da Silva (R.Silva) – PRRaimundo Matias Mota (Prof. Matias) – PTRosalva Almeida Dias (Rosa) – PRSinaira Divina de Oliveira Feitoza – PMNUbiraci Pereira de Oliveira (Cabo Ubiraci) – DEMValdemir Nogueira da Silva (Negão) – PSDCWashington Dias Primo (Washington Produções) – PPWolner Wagner de Sousa – PSDCCandidaturas inaptasNo mesmo site, o TSE indefere os pedidos de candidaturas a vereador dos candidatos abaixo relacionados:Hilda Matilde de Carvalho (Hilda do INSS) – PMDBJoão Lúcio de Vasconcelos Júnior – PsolJosé Ribamar Pacheco da Silva – PHSMaria dos Santos Ribeiro (Irmã Nena) – PSCPaulo Duarte Campos – PSCSamuel dos Anjos Nazaré (Transporte Pesado) – PTNSandro Roberto de Matos Silva – PTNvalter Xavier da Silva – PTdoBWaldemir de Matos Fernandes (Fernando da Ótica) – PRTB_______________________________Atualizada às 23 horasNa atualização do TSE desta segunda-feira (11), às 19h08, a candidatura de Bel Mesquita sai da condição de "impugnada" para "cadastrada", aguardando julgamento.
Postado por Waldyr Silva às 22:20 0 comentários Links para esta postagem