Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

segunda-feira, dezembro 29, 2008

PESQUISA MOSTRA QUE OS HOMENS BRASILEIROS ESTÃO MAIS INSEGUROS.

O macho brasileiro, sempre tão confiante e viril, está em crise. Dados da pesquisa Mosaico Brasil, divulgados em novembro, mostram um homem cada vez mais preocupado em agradar a mulher e com medo do fracasso. Dos 4.206 entrevistados, consultados em dez capitais, 60,9% disseram se preocupar com o desempenho sexual e 63,5% admitiram que uma vida sexual saudável depende da capacidade de não falhar. E mais: 65,3% têm medo de decepcionar a parceira na cama e - o maior terror dos homens - 48,7% assumiram que nem sempre conseguem manter a ereção.O que, afinal, aconteceu com eles? Para a psicoterapeuta e sexóloga da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) Mara Pusch, os homens estão vivendo uma fase de adaptação: depois de conquistar espaço no mercado de trabalho, as mulheres agora estão com salários similares aos dos homens, disputam em iguais condições as vagas e se equipararam também na postura afetiva e sexual. "Nunca homem e mulher foram tão iguais", diz ela. Diante dessa nova postura feminina, rapazes maduros, na faixa dos 30 anos, se intimidaram. "A mulher tomou a iniciativa e assustou o homem", completa. Acuados, muitos gostariam de voltar à confortável e conhecida situação em que faziam o que queriam com as mulheres, eram brutos, egoístas, pensavam só neles, impunham suas idéias e suas vontades. O empresário Felipe, de 39 anos, foi casado e garante ter "conhecido" várias mulheres. Mesmo experiente, confessa: quando se depara com uma mulher decidida, que sabe o que quer, treme na base. "O homem sincero admite que fica intimidado." O sentimento de intimidação diante das fêmeas autônomas acaba levando a muitos problemas sexuais. "Depois da falhar, a confiança cai ainda mais, piorando o quadro", afirma a sexóloga da Unifesp. O psicoterapeuta Oswaldo Rodrigues Junior, do Instituto Paulista de Sexualidade, diz que a mudança de comportamento de ambos os sexos deu características masculinas à mulher e femininas aos homens. Eles foram estimulados a demonstrar as emoções, o que os deixou mais sensíveis. Isso gerou cobranças nas mulheres e insegurança entre os homens. "Antes era chegar lá, fazer do jeito que quisesse e dizer a ela: "se não gostou, vai embora"", diz o psicoterapeuta. "Agora, ao ser cobrado, ele pode ficar ansioso e, se não souber administrar, vai ter mau desempenho."Segundo o psicanalista Luiz Cuschnir, uma mulher bem-sucedida não é fator de pressão - desde que ela não adote uma postura de saber mais do que o cara na cama. "Se a mulher demonstra conhecer mais da intimidade física que ele, ele perde a função de professor, que seria dele." Felipe confirma a tese. Ele diz que as mulheres exigem "super poderes" que o homem não tem. "Temos de ser criativos, fazer isso e aquilo. Sentimos que temos obrigações na cama, que é fazê-la atingir vários orgasmos."

Lacerda é exonerado da Abin, mas vira adido policial da embaixada do Brasil em Portugal

Afastado há três meses e meio da direção geral da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) desde o vazamento de dados da Operação Satiagraha, Paulo Fernando da Costa Lacerda, foi exonerado nesta segunda-feira do comando da agência. Mas, por ordem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Lacerda será o novo adido policial na embaixada do Brasil em Portugal.
O delegado Wilson Roberto Trezza substituirá interinamente Lacerda no cargo de diretor-geral da Abin. Em nota, de dois parágrafos, o GSI (Gabinete de Segurança Institucional) informou a saída de Lacerda, sua nomeação para a embaixada e a substituição interina por Trezza.
Lacerda foi afastado do cargo em 1º de setembro, depois de estar no foco das suspeitas sobre grampos telefônicos feitos para monitorar conversas de autoridades, entre elas o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes, e o senador Demóstenes Torres (DEM-GO).
Em novembro, o GSI autorizou a prorrogação por mais 60 dias do período de afastamento de Lacerda do comando da Abin.
O afastamento de Lacerda e da cúpula da Abin foi definido depois que Mendes cobrou providências ao presidente Lula a respeito de um eventual monitoramento de sua rotina de trabalho dentro da Suprema Corte.
Desde que foi afastado, Lacerda passou a assessorar o ministro Jorge Félix (Gabinete de Segurança Institucional). Com isso transitava livremente pelo Palácio do Planalto e demais dependências da Presidência da República.

CHICO ANYSIO PEDE A GLOBO QUE O LIBERE PARA PROGRAMA NA TV PAGA.

Chico Anysio implora que a Globo o libere para fazer um programa de monólogos na TV paga. "Os personagens falariam olhando para a lente", explica. "Fui coloca­do no freezer até 2012. Não queria esse fim de vida para mim", lamenta. Anysio so­nha com o retorno da "Esco­linha do Prof. Raimundo". "Se voltasse, alavancava o Ibope da novela das seis", alfineta. (Colaborou Ana Carolina Rodrigues)
À espera de Obama
O jornalista Celso Zucatelli (Re­cord) vai mergulhar no Révei­llon, em Paraty. Depois segue para os EUA, onde cobrirá a posse de Barack Obama.
Mudo
Alexandre Frota fica calado quando perguntam para ele detalhes do "Fazenda".
Inspiração
Uma coisa Frota adianta para a coluna: vai usar a experiên­cia que tem como participante e principal polêmica da "Casa dos Artistas" , sucesso no SBT. "Me chamaram por isso", diz.
Volta ao passado
Mara Maravilha conta que Sil­vio Santos disse que ela um dia foi sua menina Maisa.
Apresentadora
"Quero só apresentar", avisa Karina Bacchi , esnobando as novelas de seu currículo.
Cearense
Jorge Vercillo vai passar o Ré­veillon, festa de que mais gosta, em Fortaleza, onde fará show. Vai levar a família. Ver­cillo lança DVD em março.

sábado, dezembro 27, 2008

SBT REJEITA DANIELA SARAHYBA PARA PROGRAMA.


A modelo Daniela Sarahyba sonhava em fazer o programa "Esquadrão da Moda", mas foi rejeitada, porque não se saiu bem nos testes. A atração tem estréia prevista no SBT, em horário nobre, no mês de março. A vaga ficou com a também modelo Isabella Fiorentino, que estará ao lado do personal stylist Arlindo Grund. Isabella dava palestras e fala melhor em público.
De luto
Márcia Goldschmidt vai passar o Réveillon na Flórida. Mas não está feliz. "Os americanos são péssimos para festas", diz ela, que vestirá preto.
Auto-ajuda
Márcia quer lançar em 2009 o livro "O Problema é Você", que está finalizando.
Vira-casaca
Iran Malfitano, que antes dizia que nunca tinha visto ex-gay na vida, agora defende a mudança de seu personagem, Orlandinho, na novela "A Favorita" (Globo).
Regime
Os repórteres do "CQC" engordaram muito no primeiro ano de programa. Todos estão de dieta para a temporada 2009.
Defensora
Ellen Jabour diz que o clima no "Olha Você" está ótimo. "Reina a harmonia absoluta entre a gente", garante. Ela vai apresentar o especial de verão do SBT, no Guarujá. "Achei que ia para o Nordeste, mas é em São Paulo mesmo", diz. (Com Alberto Pereira Jr.)

domingo, dezembro 21, 2008

ONDE ESTÁ JADER BARBALHO?

Ex-presidente do Congresso faltou a 63% das sessões do plenário e a todas as reuniões da única comissão de que participa nesta legislatura
Eduardo Militão
Ex-presidente do Congresso, o deputado Jader Barbalho (PMDB-PA) não tem muito jeito para o plenário da Câmara e as comissões da Casa, onde exerce o mandato de deputado federal desde 2003. O índice de faltas do peemedebista na atual legislatura, iniciada no ano passado, chega a 43%.
O parlamentar, que retomou a vida política depois de ser ameaçado de cassação no início da década, teve um índice de presença de apenas 57% no plenário nos últimos dois anos. Na única comissão da qual é titular, a de Ciência e Tecnologia (CCT), ele não compareceu a nenhuma das 86 reuniões realizadas em 2007 e 2008.
JADER, O AUSENTE

Plenário
CCT
Sessões e reuniões
164
86
Presença
93
0
Percentual de faltas
43%
100%
VEJA TABELA COMPLETA
Neste ano, descontada uma licença médica tirada pelo deputado, Jader esteve no exercício do mandato durante 49 sessões. Em 2007, foram 115 sessões. Mas ele só pisou no plenário da Casa 93 vezes, o que significa que suas faltas representaram 43% do total de sessões plenárias deliberativas da Câmara.
Entretanto, Jader justificou 43 faltas, o que elevaria seu índice de presença para 83%. As justificativas para as faltas são uma constante na Câmara, já que, segundo a Constituição, se um parlamentar faltar a mais de um terço das sessões, seu mandato tem de ser cassado.
A regra não vale para as comissões. Por isso, na Comissão de Ciência e Tecnologia, na qual Jader é titular e da qual já foi presidente, ele foi ainda mais ausente. O deputado não participou de nenhuma das 63 reuniões de 2007 e das 23 reuniões deste ano. O deputado só justificou 14 faltas na CCT.
Sem propostas
Na legislatura passada, Jader apresentou apenas sete propostas, mas somente requerimentos. Nesta legislatura, ele não fez nenhum discurso e não apresentou nenhuma proposição sequer.
Só relatou duas matérias, o ato de concessão e renovação da rádio da Associação Comunitária de Comunicação e Cultura Alternativa, em Urubici (SC) e da rádio do Sistema Comercial de Comunicações Ltda, em Maranguape (CE). Seus pareceres favoráveis à renovação das concessões foram aprovados pela CCT em reuniões das quais Jader não participou.
Biografia
Vereador, deputado estadual e federal, Jader governou o Pará entre 1991 e 1995. Foi presidente do Incra e ministro da Reforma e Desenvolvimento Agrário e da Previdência Social, no governo de José Sarney. Presidiu o PMDB e foi líder do partido no Senado.
Depois de vencer a eleição para o Senado em 2001 numa dura batalha contra o então senador Antônio Carlos Magalhães (do extinto PFL), Jader teve de renunciar ao cargo em outubro daquele ano. Ele poderia ser processado pelo Conselho de Ética e, em caso de condenação, ter o mandato cassado.
Jader foi acusado por ACM de desviar recursos da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), onde mantinha diversos aliados políticos. Parte desses recursos teria sido desviada para o ranário da esposa do então senador.
Em fevereiro de 2002, a Polícia Federal chegou a prendeu Jader, sem mandato parlamentar à época, por conta do escândalo da Sudam.
Segundo o último levantamento do Congresso em Foco, o deputado responde a quatro ações penais e dois inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF):
Ação Penal 339 – Crime contra o sistema financeiro nacional. Evasão de divisas.Ação Penal 397 – Crime contra a fé pública, falsidade ideológica, corrupção, formação de quadrilha, estelionato e lavagem de dinheiro. Ação Penal 398 – Crime contra a administração pública. Peculato.Ação Penal 374 – Crime contra a administração pública. Inquérito 2051 – Crime contra a administração pública.Inquérito 2052 – Crime contra a administração pública. Peculato.
Não localizado
A reportagem procurou Jader na Câmara durante a semana passada e nos últimos quatro dias. Não o encontrou no gabinete e deixou recados com seus assessores em Brasília e em Belém. O site foi informado várias vezes de que o parlamentar estava no plenário, mas não o localizou.
Segundo funcionários de seu gabinete, Jader não participou da votação do orçamento da União, que, ontem, definiu as despesas para mais de R$ 1,6 trilhão do caixa do governo.

O NATAL EXISTE DESDE MUITO ANTES DE JESUS CRISTO TER NASCIDO.

No hemisfério norte o dia 25 de dezembro, tanto para o homem como para os animais que vivem nas florestas, é a entrada do rigor do inverno. Quem não fez a sua tóca, quem não guardou seus alimentos para comer junto de sua família, todos aquecidos uns perto dos outros, quem não se preparou, morre, porque o inverno é uma tristeza só.
Além disso, nozes, avelãs, e castanhas, são as comidas que os esquilos e outros animais guardam em suas tócas para sobreviverem ao inverno, não faz sentido consumir toneladas desses produtos aqui no Brasil um país tropical aonde no natal é verão e não precisamos dessas comidas que deveriam estar nas florestas salvando a vida dos animais mas por motivos comerciais vem aqui parar nas mesas dos brasileiros. Muitas outras coisas não fazem sentido no natal. No Brasil não cai neve no natal mas, eles forçam a barra e eu mesmo já vi chuva de farelo de isopor no shopping center imitando a neve. Nessa data 25 de dezembro, desde muito antes de Cristo, sempre foi o dia de dar graças à Deus; Dia de Ação de Graças. Os povos antigos acreditavam que Deus é o Sol e assim davam graças ao Sol que nos aquece justamente na hora que mais se precisa do calor do Sol ou seja no início do rigor do inverno.
O Deus Mitra dos romanos era comemorado com festa de fartura de pão e vinho todos os anos no dia 25 de dezembro desde muito antes do nascimento de Jesus Cristo.
Ano 391 - O Imperador Romano Constantino proclama o cristianismo como religião oficial do Império Romano, e assim ocorre o apocalipse de Jesus Cristo.
Apocalipse vem do Grego "apokálypsis", significa a ação de descobrir um novo Deus, a revelação de um novo Deus.
Apocalipse não tem nada há ver com o fim do mundo, tem há ver com a queda de um Deus e a revelação de um outro.
Com o fim do mitraísmo, queda do deus Mitra e, com o apocalipse do então novo Deus revelado Deus Jesus Cristo seu aniversário começou a ser comemorado neste mesmo dia 25/12 e, a eucaristia é feita com pão e vinho o ano todo nas missas justamente porque o Deus Mitra era assim comemorado também, com fartura de pão e vinho.
Portanto as tradições permaneceram as mesmas, apenas um Deus substituiu o outro e os cultos foram ajustados a essas mudanças.
Sabemos que Jesus nasceu 33 anos antes de ser crucificado porque se Jesus foi julgado aos 33 anos pelo Rei Herodes o Grande Rei dos Judeus certamente Herodes ainda estava vivo quando julgou Jesus e, de forma documentada, o Rei Herodes, faleceu no ano 4 a.C. ano este que é determinado pelas informações dadas por Flávio Josefo historiador do antigo império romano e, essa data foi determinada precisamente considerando os eclipses lunares ocorridos na Páscoa e aos acontecimentos astronômicos que acompanharam a morte do Rei Herodes, tal como foi calculado por Kepler também. As datas do nascimento e da crucificação de Jesus, se perderam na história. Se o Rei Herodes morreu dois anos depois de julgar Jesus, então o julgamento e a crucificação aconteceram no ano de 6 a.C. portanto calculando 6+ 33 + 2008= 2047 se o natal significa o aniversário de Jesus então nosso calendário está 39 anos atrasado!!!
Portanto meus amigos...
Tenham todos um feliz 2049.

VALUEV VENCE HOLYFIELD E MANTÉM TÍTULO>


O russo Nikolai Valuev manteve neste sábado o título mundial dos pesos pesados, versão Associação Mundial de Boxe (AMB). Ele venceu o americano Evander Holyfield numa decisão apertada, com apenas cinco pontos de diferença na decisão dos juízes, e impediu o rival, de 46 anos, de se tornar o mais velho campeão da categoria - o recorde segue com George Foreman, campeão aos 45 anos em 1994.
Cerca de 15 mil torcedores assistiram ao confronto, em Zurique, na Suíça. E viram um combate equilibrado, mais estudado. Com a evidente desvantagem corporal de peso (44 kg a menos) e altura, Holyfield apostou em sua agilidade - apesar da idade - para tentar surpreender Valuev e evitar a potência dos golpes do russo de 2,13 metros. Gingou bastante pelo tablado e quase não precisou usar a guarda para se defender.
Valuev, por outro lado, apostava na potência de seus golpes, com cruzados e diretos, em boa parte interrompidos pelo norte-americano. O russo teve paciência e não escondeu o incômodo nos intervalos entre os assaltos por não conseguir decidir a luta. Quando se aproximavam, invariavelmente havia um contato físico irregular - como uma cabeçada sem querer de Holyfield pela estatura menor - ou alguém amarrava o combate.
Na tentativa de conquistar mais pontos, o campeão mundial dos anos 90 atacava principalmente a cabeça de Valuev, no que pareceu ser mesmo seu ponto mais frágil, sempre com diretos de direita e esquerda, na tentativa de desestabilizá-lo. Mas a força física do russo falou mais alto e mesmo quando esboçava cansaço, ainda estava longe de perder o controle.
No 12.º e último assalto, o mais aberto, os dois pugilistas foram para o ataque. Valuev dominou e tentou como pôde acertar Holyfield. Foi o suficiente para garantir a vitória e a manutenção do título. Um dos árbitros, Guillermo Perez Pineda, apontou empate em 114 a 114, mas os outros dois deram vitória para o russo: Pierluigi Poppi anotou 116 a 112, e Mikael Hook, 115 a 114.

Fotos: Waldyr Silva:Darci recebe de Ferreirinha e Galvão camisa do ÁguiaFerreirinha, Darci e Galvão comemoram parceriaGalvão explica situação do Águia de MarabáO estádio Rosenão, em Parauapebas, será o campo de futebol oficial no Estado do Pará onde o Águia de Marabá vai disputar o Campeonato Paraense de Futebol 2009, que terá início no dia 18 de janeiro, e a Copa do Brasil, que inicia dia 4 de março próximo.Parceria neste sentido foi celebrada na última quinta-feira (18) no próprio estádio Rosenão, entre o prefeito Darci Lermen e o presidente do clube marabaense, Sebastião Ferreirinha, com a presença do diretor e técnico do Águia, João Galvão.Em declarações prestadas à imprensa local, o técnico do Águia explicou que a decisão em jogar em Parauapebas foi porque a Federação Paraense de Futebol exige que o estádio tenha capacidade mínima de suportar 5 mil torcedores, mas o estádio Zinho Oliveira, em Marabá, tem capacidade para apenas 2.300 pessoas.Segundo ainda João Galvão, o primeiro time que o Águia vai enfrentar na Copa do Brasil será o América Mineiro e o segundo o Fluminense do Rio de Janeiro.Para abrigar as partidas de futebol do Águia de Marabá no estádio Rosenão, o prefeito Darci Lermen garantiu à diretoria do time marabaense que até o início do Campeonato Paraense as adequações das instalações do estádio sugeridas há meses pelo Corpo de Bombeiros e Polícia Militar serão concluídas.

quarta-feira, dezembro 17, 2008

Bolsa Família Crediário


Bolsa Família Crediário

POLÍCIA PEDE PRISÃO DE DADO DOLABELLA POR SUSPEITA DE AGRESSÃO.


A Polícia Civil do Rio pediu nesta quarta-feira ao Ministério Público Estadual a prisão do ator Dado Dolabella por ele ter supostamente empurrado uma camareira durante uma briga com a atriz Luana Piovani, sua ex-noiva.
Dolabella foi indiciado por lesão grave e pode pegar de um a cinco anos de prisão, de acordo com a 15ª Delegacia de Polícia (Gávea), que conduziu o inquérito sobre o caso.
Dolabella vive rebelde em novela; ele foi indiciado por agressão a camareira de ex
O Ministério Público ainda não se pronunciou sobre o inquérito. Caberá ao Ministério Público a formalização da acusação à Justiça.
Os investigadores decidiram indiciar Dolabella após receberem o laudo do ICCE (Instituto de Criminalística Carlos Éboli), que concluiu que a camareira Esmeralda de Souza, 62, que trabalha com Piovani, teve que ficar afastada de suas funções por mais de 30 dias por causa da suposta agressão, segundo apontou um laudo do IML (Instituto Médico Legal).
Este tipo de delito, segundo o comissário da 15ª DP Alexandre Estelita, configura uma lesão grave.
A Folha Online ainda não conseguiu contato com o ator, mas, em depoimento à polícia, ele negou ter empurrado a camareira e disse que apenas pediu que ela se afastasse.
"Ele disse que não empurrou, mas as imagens são claras. Ela [camareira] e a Luana caíram. Se houve um tapa ou outra agressão, as imagens não mostram porque havia uma pilastra na frente, mas o laudo não deixou dúvidas", afirmou Estelita.
Outro lado
A reportagem da Folha Online tentou entrar em contato com o ator, sem sucesso. Assim que ele se manifestar, se é que o fará, sua versão sobre os fatos será incluída neste texto.

"ESTOU NA GELADEIRA E NÃO VÃO ME TIRAR DE LÁ", DIZ CHICO ANYSIO.


O ator e humorista Chico Anysio, afastado da TV, afirmou que nenhuma emissora ousa pagar sua multa de rescisão de contrato de R$ 5 milhões e por isso ele vai continuar na "geladeira" por mais tempo.
Questionado sobre quando voltaria à TV, na pré-estréia do filme "Se Eu Fosse Você 2", Anysio respondeu: "Acho que nunca, estou na geladeira e não vão me tirar de lá. Eu não sei porquê, devo ter feito alguma coisa terrível ou alguém falou que eu fiz e eles acreditaram, mas é uma ordem irreversível."
"Tenho contrato até 2012 com a Globo e até lá tenho que ficar quietinho", disse Chico Anysio
"Eu tenho contrato até 2012 com a Globo e até lá tenho que ficar quietinho no meu canto. Minha multa é R$ 5 milhões. Muita coisa para quem tem 77 anos. Eles não querem investir isso, eles acham que eu morro na semana que vem", afirmou ainda Anysio, que interpreta no filme Olavo de Albuquerque, o pai do jovem Olavinho.
O rapaz engravida a filha do casal que troca de corpo, vivido pelos atores Toni Ramos e Glória Pires.
Anysio ainda brincou com a possibilidade de morte. "Eu não vou morrer nunca, vou desaparecer como elefante. Um dia me procuram e não me acham mais", afirmou.
O ator não comentou a "Escolinha Muito Louca" que a Band passou a exibir. Rapidamente, já a caminho da sala de exibição, afirmou: "Eu ainda não vi".

terça-feira, dezembro 16, 2008

CCJ DA CÂMARA APROVA PARECER PARA FIM DE REELEIÇÃO.

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou hoje, em votação simbólica, parecer favorável às 62 propostas de emenda à Constituição (PECs) que tratam da reforma política. Está incluído nas PECs o fim da reeleição para os mandatos do Executivo (presidente da República, governadores e prefeitos). Os outros temas abordados dizem respeito a mudanças na escolha dos suplentes de senadores, mudança da data da posse dos chefes do Executivo (que hoje é no dia 1º de janeiro) e coincidência de mandatos do Executivo e Legislativo.
Durante a votação, o DEM conseguiu aprovar, com a ajuda do PMDB, destaque retirando três PECs que, na avaliação dos Democratas, abria brecha para que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tentasse um terceiro mandato. "Isso é uma bobagem", afirmou o relator das propostas, deputado João Paulo Cunha (PT-SP).
As emendas serão agora analisadas por uma comissão especial, que ainda será criada. O deputado Carlos Willian (PTC-MG) já avisou que, na comissão especial, apresentará proposta que permite a reeleição do presidente Lula. "Se o presidente Lula não quiser realmente o terceiro mandato, que ele não apresente sua candidatura", disse Willian.

ASSEMBLÉIA ELEGE O PRESIDENTE E O RELATOR DA CPI.

Os deputados Bira Barbosa (PSDB) e Arnaldo Jordy (PPS) foram eleitos, respectivamente, presidente e relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pedofilia, que vai estudar e investigar as denúncias de exploração sexual infan-juvenil, no estado do Pará, em especial na Ilha do Marajó.A CPI atende a um requerimento do deputado Carlos Bordalo, (PT). A eleição aconteceu nesta terça-feira 16, na sala VIP da Assembléia Legislativa do Pará (Alepa). Dois requerimentos do deputado Carlos Bordalos foram apresentados à CPI. Os documentos solicitam que o presidente Bira Barbosa convide para depor na CPI o bispo do Marajó, Dom Luiz Azcona e o deputado Luiz Seffer (DEM).Dom Luiz Azcona é o autor das denúncias de exploração sexual de meninos e meninas nos rios do Marajó e que levou a Alepa a criar a Comissão Parlamentar de Inquérito.O deputado Luiz Seffer está sendo acusado pelo Conselho Tutelar e Ministério Público de abusar sexualmente de uma menor.Apesar do recesso parlamentar começar no próximo dia 20 de dezembro, os relator Arnaldo Jordy garantiu que "a CPI vai funcionar mesmo no recesso".Dois Conselheiros Tutelares do bairro do Guamá entregaram um documento ao presidente Bira Barbosa colocando à disposição dos deputados 4 conselheiros "para que a gente possa contribuir com os trabalhos da Comissão", disseram Tatiane Nunes e Esdras Queiroz.Direitos humanos - A deputada Bernadete Ten Caten (PT) e o deputado Márcio Miranda (DEM) reuniram, na manhã desta segunda-feira 15, com o juiz José Maria Teixeira do Rosário, da Vara da Infância e Adolescência.Rosário é o responsável pelo processo, que corre em segredo de justiça, e que apura o envolvimento do deputado Luiz Seffer no abuso sexual da menor S, de 13 anos, que durante quatro anos conviveu na residência do deputado Luiz Seffer. O juiz José Maria Teixeira do Rosário é o mesmo que trabalhou no caso Paikã, quando o cacique caiapó foi condenado pelo estupro da jovem Silvia Letícia, em Redenção. Em pronunciamento na Assembléia, feito na última segunda-feira 15, Luiz Seffer admitiu que a menor foi acolhida por ele como forma de ajudá-la em função das dificuldades financeiras pelas quais sua família passava.Aos representantes da Comissão de Direitos Humanos o juiz disse que já foi realizado exame de conjunção carnal na menor e ficou confirmado a sua violação. Ainda segundo o juiz, a menor, em depoimento, acusou o deputado de tê-la violentado. S. já está sendo atendida pelo serviço de Proteção à Testemunha.A próxima reunião da CPI da Pedofilia acontece na segunda-feira 22, na sala VIP da Alepa.

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA NA AMAZÔNIA

No próximo dia 19 de dezembro, o município de Canaã dos Carajás, no Pará, receberá do governo federal, através do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), a posse definitiva de uma área de 59 mil quilômetros quadrados. De acordo com o deputado federal Zé Geraldo, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, assinou a Portaria 39, em 29 de outubro passado, autorizando o Instituto a doar as terras ao poder público municipal. “A decisão política abre um cenário positivo e sinaliza a vontade do governo do Presidente Lula em superar um dos grandes entraves do desenvolvimento da Amazônia Legal, que é a regularização fundiária”, destacou o deputado federal Zé Geraldo, em discurso realizado na Câmara dos Deputados, na última quinta-feira, 11 de dezembro, quando defendeu a mudança nos marcos regulatórios para dar celeridade à regularização fundiária na Amazônia Legal.
O parlamentar frisou que desde que assumiu o mandato desenvolve uma luta árdua junto ao Incra, ao Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA), à Casa Civil, ao Ministério das Cidades, à Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e à Secretaria de Patrimônio da União (SPU), entre outros órgãos públicos do Estado do Pará e dos municípios paraenses, para mostrar a necessidade de acelerar o trabalho da regularização das terras da Amazônia. “Para concluir a etapa em Canaã dos Carajás foram cinco anos de intensas negociações. Agora o município pode realizar o seu plano diretor e traçar o desenvolvimento regional”, destacou o parlamentar.
Zé Geraldo disse que a vitória de Canaã de Carajás o ensinou muito. “Sempre enfatizo o Pará, por ser o Estado de maior investimento do governo federal, que não era apenas a falta de recursos que inviabilizava a regularização. Mas sim a falta de uma compreensão para se definir o marco regulatório e enfrentarmos de forma decisiva a titulação das terras de pequenos, médios e grandes produtores. Prova disso é que o Incra só documentou áreas com até 100 hectares em projetos de assentamentos. Portanto, ninguém assumia a documentação das terras que não estavam neste contexto”, explicou.
Entre as dificuldades existentes para a efetivação da regularização fundiária, o atual marco legal é um dos principais gargalos. “É um processo oneroso e lento. Isso ocorre devido à necessidade de vistoria no imóvel a ser regularizado. Tem a necessidade de certificação da gleba e também dos remanescentes da qual o imóvel será destacado, além da obrigação de georreferenciamento com precisão de 50 cm da posse a ser regularizada. Por fim, o processo de administração para verificação dos requisitos da legitimação de posse. É um desafio que exige muita paciência e um compromisso com o desenvolvimento da Amazônia”.
O parlamentar elogiou a decisão do Presidente Lula de enfrentar este cenário complexo e que coloca os Estados do Pára, Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Rondônia, Roraima e Tocantins frente uma situação de ilegalidade territorial na Amazônia Legal. “Dos 769 municípios da região, 436 cidades estão organizaram em cima de áreas rurais e urbanas da União”, alertou no discurso.
Um levantamento feito pelo Governo Federa mostra que 172 dos 769 municípios da Amazônia Legal possuem construções em áreas urbanas e em terras da União. “Este cenário mostra claramente que o desafio é rural quanto urbano. Afinal, todos os anos sobram milhões e milhões nos cofres públicos ou nos bancos, por não poderem ser aplicados devido a falta de legalização das propriedades rurais ou urbanas, públicas ou privadas”, alertou.
Para Zé Geraldo, aos olhos da lei, estas áreas fazem parte de um processo de grilagem e de ocupações irregulares que agridem o princípio da Federação e que necessitam de mudanças. “Entre os municípios ilegais estão duas capitais - Boa Vista e Porto Velho - e uma boa parte das cidades de porte médio da Amazônia. Só no Pará, Estado que orgulho de ser representante, das 143 cidades, 86 municípios possuem glebas públicas federais. Daí o grande desafio da regularização fundiária e, ao mesmo tempo, o grande sabor de vitória com a regularização da área de Canaã dos Carajás”, enfatizou o deputado.
O exemplo de Canaã de Carajás é emblemático, pois viabiliza o acesso ao crédito para o setor produtivo, para o município e aos cidadãos, por exemplo, da agricultura familiar, uma vez que não estão mais em áreas irregulares e sim em terras legalizadas. “Com a regularização, fica aberta a possibilidade de acesso aos recursos do Programa Nacional da Agricultura Familiar (Pronaf) para a agricultura familiar. A Caixa Econômica Federal (CEF) pode liberar crédito para a para a habitação. Os recursos do Programa de Aceleração do Crescimento voltado para a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) podem ser aplicados para o abastecimento de água e saneamento”, comemora o deputado.
Ele destaca que o governo Lula precisa trabalhar uma ação emergencial, por meio da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos, para consensualizar uma proposta que tenha a participação do Incra, do Ministério de Desenvolvimento Agrário e dos Institutos de Terras dos Estados e Municípios para regularizar áreas de até 2.500 hectares e fazer o repasse destas propriedades urbanas ou rurais para os municípios de forma legal.
Ele alerta: “sem esta regularização as prefeituras não conseguem efetivar convênios com o governo federal, não fazem o plano diretor, deixam de fazer loteamentos, perdem uma fortuna em impostos e os títulos nunca chegam aos moradores criando uma situação de grande conflito agrário”.
O parlamentar informou que o Ministério do Desenvolvimento Agrário em conjunto com o Incra prepararam um Plano de Ação, chamado Terra Legal, para solucionar a questão. O presidente Lula deve editar em breve uma Medida Provisória definindo os critérios do processo de regularização para os nove Estados que compõem a Amazônia Legal. “O plano foi apresentado aos nove Governadores da Região no dia 14 de novembro passado e se encontra em análise na Casa Civil”, explicou.
Segundo o deputado, a proposta estratégica é mudar o marco legal e facilitar a titulação até quatro módulos fiscais. “A titulação até um módulo fiscal será gratuita e terá custo diferenciado até 4 módulos. Além disso, é fundamental consolidar parcerias com os Órgãos de Terra dos Estados e dos municípios no sentido de facilitar o cadastramento e o georreferenciamento das posses e organizar ações de equipes integradas com base estabelecida nos municípios”, destacou.
O parlamentar enfatizou a necessidade de ser feita também a subcontratação do georreferenciamento e estabelecer um rito expresso de 60 dias para a titulação até quatro módulos fiscais. “A constituição de um comitê de gerenciamento da regularização fundiária na Amazônia Legal é determinante e deve ter fóruns de gestão estadual e com reuniões trimestrais do Comitê para avaliação e prestação de contas do andamento dos trabalhos”, defendeu o parlamentar.
Zé Geraldo enfatizou a implementação da proposta para o início de 2009. “Em dois anos regularizaremos todas as posses de até quatro módulos fiscais, ou seja, até 400 hectares. O que significa titular cerca de 300 mil posseiros em 436 municípios com os primeiros títulos podendo ser distribuídos em apenas 60 dias. E no terceiro ano do trabalho, seriam regularizadas as posses entre 4 e 15 módulos fiscais, que somam mais de 13 mil áreas”, detalhou o parlamentar.
Neste contexto, o Programa Terra Legal, que será gerenciado pelo Incra, já tem direcionado em 2009 um volume de R$ 160 milhões para ser aplicado na regularização fundiária. “Deste total, R$ 130 milhões devem ser aplicados na Amazônia. Além desse montante, existe a disposição das Bancadas dos Estados que compõem a Amazônia Legal em garantir o direcionamento dos recursos do Orçamento Geral da União para alavancar a atividade”, antecipou o deputado.
A regularização fundiária deve acontecer em áreas rurais e urbanos, simultaneamente, mesmo que o Congresso Nacional tenha que formular um projeto de lei para tal. “Devemos fazer nos próximos quatro anos as regularizações das propriedades rurais e urbanas. Isso não foi feito nos últimos 40 anos na Região Norte”, destacou. Zé Geraldo afirma que “a regularização é uma grande janela de oportunidade para fortalecer a proteção do meio ambiente, acelerar o novo modelo de desenvolvimento em implantação no Pará, combater a grilagem, evitar mortes de lideranças de trabalhadores rurais, como foi o caso de repercussão internacional com o assassinato da Irmã Dorothy no município de Anapú, no Pará, além de atacar de frente o trabalho escravo feito pelo latifúndio na Amazônia Legal”, finaliza.

segunda-feira, dezembro 15, 2008

GOVERNO FEDERAL ESTUDA PLANO NACIONAL DE COMBATE À INTOLERÂNCIA RELIGIOSA.


Brasília - “O Brasil precisa respeitar e conviver com a diversidade religiosa. O preconceito e a intolerância religiosa existem e precisam ser combatidos com ações afirmativas e políticas públicas”.A afirmação é do subsecretário de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, Perly Cipriano, ao participar nesta terça-feira (9) do seminário "Centenário da umbanda: matriz religiosa brasileira", na Comissão de Direitos Humanos da Câmara, em Brasília.De acordo com o secretário, o governo Lula estuda a criação do Plano Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, que, entre outras ações, prevê que todas as escolas do país trabalhem o tema em sala de aula para educar os jovens brasileiros sobre o tema.Perly fez um balanço sobre os principais desafios em torno do assunto e disse que o Brasil já conseguiu avançar bastante no esclarecimento da população sobre a importância cultural de todas as religiões do país, especialmente da umbanda.O presidente do Conselho Nacional da Umbanda do Brasil, Sílvio Garcez, reclamou da discriminação que existe em torno das religiões afros, afirmando que não existem religiões ruins. “Todas são boas e alimentam a alma daqueles que as buscam”.Garcez pediu apoio do parlamento brasileiro em torno do tema e disse que é muito difícil lidar com o preconceito religioso. O debate foi presidido pelo deputado federal Luiz Couto (PT-PB).A deputada federal Janete Rocha Pietá (PT-SP) participou do seminário e ressaltou a importância de debates como este no âmbito do parlamento. "É importante que o Legislativo trabalhe no sentido de valorizar a pluralidade e o respeito para com todas as manifestações religiosas e culturais que integram o conjunto da nação".Ela lembrou ainda o ato ocorrido em Guarulhos, no dia 8/12, aniversário da cidade, quando foi inaugurada placa que registra o local onde existia a antiga igreja de Nossa Senhora dos Homens Pretos, que durante muito tempo congregou mulheres e homens negros para suas celebrações.
Postado por Waldyr Silva às 10:40 0 comentários Links para esta postagem

NOTA SOBRE O TEMA ACIMA:

Só espero que o Governo Federal não caia na asneira de proibir a pregação do Evangelho. Esse projeto nos cheira o cerceamento da pregação da Palavra de Deus aos povos, com certeza isso já é mais um sinal da volta de Cristo preconizada por Ele própria quando os mesmo nos alerta em sua palavra que nos finais dos tempos, autoridades proibiriam a pregação do Evangelho. E no Velho Testamento já nos alerta tembém que nos últimos dias haveria "sede e fome, mas não sede de água e nem fome de pão, mas de se ouvir a Palavra de Deus".

Valter Desiderio Barreto - Diretor Presidente do Jornal Boca no Trombone do Estado do Pará.


CRISE REFORÇA POPULARIDADE DE LULA, APONTAM PESQUISAS.


A crise financeira global não abalou a avaliação positiva do governo e a popularidade do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, apontaram nesta segunda-feira pesquisas encomendadas pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) e pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).
Ao contrário, a turbulência econômica reforçou a popularidade do governo, e a população mostrou que confia em Lula para enfrentar as dificuldades decorrentes da crise. As sondagens mostraram, no entanto, que a população está mais preocupada com os rumos da economia do país.
Segundo as pesquisas, apesar da piora na percepção do brasileiro em relação à renda, à inflação e ao desemprego, a maior parte dos entrevistados apóia as medidas do governo para combater a crise e disse acreditar que o Brasil sairá mais fortalecido dela.
"A crise aparece como um elemento que reforça a avaliação positiva do governo", declarou a jornalistas o diretor de Relações Institucionais da CNI, Marco Antonio Guarita. "Boa parte da população conhece a crise e entende que as medidas do governo contra a crise representam impactos positivos ao próprio governo", acrescentou.
"Existe um voto de crédito ainda", disse Ricardo Guedes, diretor do Instituto Sensus, que realizou a sondagem para a CNT, em outra entrevista coletiva. "As expectativas continuam positivas, mas a população está crescentemente apreensiva."
De acordo com a pesquisa encomendada pela CNI ao Ibope, o governo do presidente Lula atingiu recorde histórico de avaliação, com 73 por cento de aprovação. Na pesquisa anterior, em setembro, o governo Lula tinha 69 por cento de aprovação, considerando os que o avaliam como ótimo ou bom.
Já a aprovação do presidente Lula subiu de 80 por cento em setembro para 84 por cento em dezembro.
A pesquisa CNT/Sensus revelou cenário semelhante. A avaliação positiva do governo em dezembro atingiu novo recorde de 71,1 por cento ante 68,8 por cento em setembro. O desempenho pessoal do presidente Lula foi aprovado por 80,3 por cento dos entrevistados este mês frente aos 77,7 por cento na sondagem anterior.
EMPREGO E RENDA
Segundo a pesquisa CNI/Ibope, a percepção em relação ao emprego piorou. O percentual de pessoas que temem um aumento elevado do desemprego nos próximos seis meses subiu de 10 por cento em setembro para 17 por cento em dezembro. O desemprego vai aumentar para 46 por cento, ante os 30 por cento apurados na última edição da pesquisa.
Além disso, 12 por cento dos entrevistados disseram que a própria renda vai diminuir no próximo semestre. Em setembro, tal receio era citado por 9 por cento.
"A população está mais preocupada com o aumento do desemprego e o aumento da inflação", disse Guarita.
Diferentemente do que acontece no empresariado, porém, a maioria do povo ainda não sofre os impactos da crise. Entre os entrevistados, 46 por cento não alteraram, nem pretendem alterar, seus hábitos de consumo ou planejamento financeiro. Não alteraram ainda mas pretendem mudar 27 por cento, enquanto que 20 por cento já alteraram.
Só 29 por cento disseram que já sentem os efeitos da crise em seu dia-a-dia. Entre as pessoas desse grupo, 26 por cento afirmaram que têm dificuldades para pagar dívidas já contraídas. Outros 21 por cento disseram que estão pagando juros mais elevados na aquisição de eletrodomésticos, carros ou motocicletas, enquanto 16 por cento revelaram que perderam o emprego e 14 por cento estão com dificuldades na obtenção de financiamento para a compra de imóveis.
A pesquisa CNT/Sensus também demonstra que as expectativas da população em relação a emprego, renda, saúde, educação e segurança pública começam a diminuir. Entre os entrevistados que ouviram falar ou acompanham os desdobramentos da crise (83,5 por cento), 84,9 por cento acham que o Brasil já está sendo atingido ou será afetado.
Ainda nesse grupo, 34,4 por cento disseram que já foram pessoalmente prejudicados pela crise, enquanto 60,5 por cento afirmaram que ainda não sentiram seus efeitos. E para 40 por cento deste grupo, o Brasil não está preparado para enfrentar a crise, contra 37,9 por cento que vêem o país em boas condições para enfrentá-la.
ELEIÇÃO 2010
A pesquisa CNT/Sensus também voltou a aferir os sentimentos da população para a próxima eleição presidencial. O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), permanece à frente na disputa e aparece como o candidato mais forte da oposição. A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, que tem o apoio do presidente Lula para se candidatar, está em terceiro lugar.
Em uma simulação contra a ex-senadora Heloísa Helena (PSOL) e a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT), Serra ficou com 46,5 por cento das intenções de voto, ante os 45,7 por cento apurados em setembro. Dilma passou de 10,0 por cento para 10,4 por cento no período, ficando atrás da adversária, que se manteve estável com 12,5 por cento.
A ministra teria desempenho parecido se a disputa fosse contra o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB). O tucano receberia 25,3 por cento dos votos, uma alta contra o resultado de 22,4 por cento apurado em setembro. Neste cenário, Heloísa Helena passou de 21,2 por cento para 19,1 por cento, enquanto Dilma oscilou de 12,3 por cento para 12,9 por cento.
Em um eventual segundo turno, Serra e Aécio venceriam a eleição contra Dilma. O governador paulista receberia 53,7 por cento dos votos, contra 14,5 por cento de Dilma. A vitória de Aécio seria mais apertada: 32,3 por cento contra 20,2 por cento.
A pesquisa CNT/Sensus foi realizada entre os dias 8 e 12 de dezembro, com 2 mil entrevistas feitas em 136 municípios. A margem de erro é de três pontos percentuais.
Já a pesquisa CNI Ibope foi feita de 5 a 8 de dezembro em 141 municípios, com 2.002 entrevistas. Sua margem de erro é de dois pontos percentuais.

domingo, dezembro 14, 2008

EM BELÉM, PROTÓGENES, ASSUNTO: "ÉTICA E CORRUPÇÃO".


O delegado Protógenes Queiroz desembarcou nesta quinta-feira, 11. Comandante da mais estrondosa operação policial já realizada no Brasil, a Satiagraha, Protógenes veio ao Pará a convite do senador José Nery (PSOL/PA) para uma palestra na sede da OAB/PA. Tema "A atualidade da Luta pela Ética na Política e contra a Corrupção no Brasil".
Desde que mandou para a prisão o banqueiro Daniel Dantas, considerado um dos homens mais poderosos do País, envolvido em uma teia de corrupção que envolveria várias empresas, partidos e o alto escalação de governos, o delegado se tornou alvo de uma intensa pressão dentro da Polícia Federal e até por parte do Executivo e do Judiciário.
No dia 5 de novembro, a Polícia Federal realizou operações de busca e apreensão na casa de Protógenes. Ele teve suas residências invadidas pela própria Polícia Federal com mandados de busca e apreensão. Em Brasília, estavam em casa, a mulher e o filho dele, de 7 anos. No Rio de Janeiro, outro filho, de 21 anos, foi surpreendido pela Operação. Em São Paulo, o próprio Protógenes foi acordado por volta de 6h da manhã, pelos "colegas" que vasculharam a residência e apreenderam dois celulares do delegado."Para nós do PSOL, todos esses desdobramentos aconteceram, porque a Operação Satiagraha desnudou profundas relações criminosas envolvendo setores dos três poderes da República. Por isso, desde o dia da prisão de Daniel Dantas, há uma ação articulada pelos mesmos poderes no sentido de intimidar, desqualificar e desmoralizar essa Operação", diz Nery."Aquele que teve coragem de enfrentar bandidos poderosos está sendo perseguido em uma articulação de parte dos três poderes da República, que certamente temem pelos resultados da Operação Satiagraha. Cremos que a população brasileira não possa assistir passivamente a essa tentativa de desqualificação de um homem público com o histórico de Protógenes Queiroz, um brilhante servidor que tem prestado grande serviço à população brasileira", completou o senador.Além da Satiagraha, o delegado esteve a frente das mais importantes investigações da PF nos últimos anos, a exemplo da que levou à prisão o ex-deputado federal, Hildebrando Pascoal. Outros alvos de investigação comandada por Protógenes foram Law Kin Chong apontado como o maior contrabandista do Brasil e o e ex-governador de São Paulo, Paulo Maluf, além do chefe da máfia russa no Brasil, Boris Berezoviski.Na palestra da OAB, o delegado deve falar das sugestões que tem dado para melhorar a apuração de crimes de corrupção. Para ele, dados sobre corrupção, que tenham natureza pública e, principalmente, envolvam desvios de recursos públicos devem ser divulgados para a sociedade. "Como cidadão tenho o direito de saber. Mas deve sim ser preservada a integridade pessoal dos envolvidos. É necessária uma reformulação no arcabouço jurídico", justificou.O delegado nega que tenha pedido para sair das investigações envolvendo o grupo Opportunity e o banqueiro Daniel Dantas. Afirma que teria sido possível permanecer nas investigações e fazer o curso de especialização que já estava previsto, e ainda afirmou que nunca desistirá de lutar contra a corrupção. Um dos atos em solidariedade ao delegado foi realizado em frente à sede do Supremo Tribunal Federal em Brasília. A escolha não foi por acaso. O Supremo foi responsável pela soltura de Dantas. "Exigimos que o STF faça realmente a justiça e respeite o trabalho do delegado e do juiz. Não aceitamos essa inversão de valores em que os investigadores se tornam investigados", afirmou a líder do PSOL na Câmara, deputada Luciana Genro (RS). Para ela, os que merecem ser investigados e estarem na prisão são os que fraudaram, compraram políticos e juízes e remeteram dinheiro ao exterior.

Nota do Jornal Boca no Trombone do Estado do Pará, através do seu Diretor Presidente Valter Desiderio Barreto.

Esse delegado merece aplausos do Brasil inteiro pela sua coragem de enfrentar um bandido poderoso, que representa um dos iúmeros tentáculos do crime organizado que por décadas vem assaltando o nosso país. Eu como um cidadão brasileiro, me orgulho de ter nas fileiras da nossa brilhosa Polícia Federal, um delegado corajoso e destemido como o Protógenes. E como brasileiro, me envergonho de ter um desembargador que teve a coragem de afrontar toda a nação brasileira, colocando esse banqueiro bandido Daniel Dantas. Meu desabafo só posso fazê-lo dessa maneira: nota Mil para o Protógenes e ZERO para o desembargador.

terça-feira, dezembro 09, 2008

CARTA DO JUÍZ RUY COOPOLA AO PRESIDENTE LULA.

OLÁ Pessoal, bom dia!! Ainda há esperança! Enquanto tivermos pessoas como o Juíz que escreveu a carta abaixo - há esperança! Qual o nosso papel como cidadãos? Ler o documento, refletir e divulgá-lo! Pensem nisto! Vamos agir! Que cada um faça a sua parte!Saudações à todos - VIVA ESTE JUIZ !!! Sabemos que ainda existem juizes sérios... Para esses nossos parabéns!!!! Erro! O nome de arquivo não foi especificado. CARTA PUBLICADA NO ESTADÃO Carta-resposta de um Juiz ao Presidente Lula publicada no Estadão. Veja a carta que um juiz colocou no jornal : Carta do Juiz Ruy Coppola (2º TAC) . Mensagem ao presidente! Estimado presidente, assisti na televisão, anteontem, o trecho de seu discurso criticando o Poder Judiciário e dizendo que V. Exa. e seu amigo Márcio, ministro da Justiça, há muito tempo são favoráveis ao controle externo do Poder Judiciário, não para 'meter a mão na decisão do juiz', mas para abrir a 'caixa-preta' do Poder. Vi também V. Exa. falar sobre 'duas Justiças' e sobre a influência do dinheiro nas decisões da Justiça. Fiquei abismado, caro presidente, não com a falta de conhecimento de V.Exa., já que coisa diversa não poderia esperar (só pelo fato de que o nobre presidente é leigo), mas com o fato de que o nobre presidente ainda não se tenha dado conta de que não é mais candidato. Não precisa mais falar como se em palanque estivesse; não precisa mais fazer cara de inconformado, alterando o tom da voz para influir no ânimo da platéia. Afinal, não é sempre que se faz discurso na porta da Volks. Não precisa mais chorar. O eminente presidente precisa apenas mandar, o que não fez até agora. Não existem duas Justiças, como V. Exa. falou. Existe uma só. Que é cega, mas não é surda e costuma escutar as besteiras que muitos falam sobre ela. Basta ao presidente mandar seu amigo Márcio tomar medidas concretas e efetivas contra o crime organizado. Mandar seus demais ministros exercer os cargos para os quais foram nomeados. Mandar seus líderes partidários fazer menos conchavos e começar a legislar em favor da sociedade. Afinal, V. Exa. foi eleito para isso. Sr. presidente, no mesmo canal de televisão, assisti a uma reportagem dando conta de que, em Pernambuco (sua terra natal), crianças que haviam abandonado o lixão, por receberem R$ 25 do Bolsa-Escola, tinham voltado para aquela vida (??) insólita simplesmente porque desde janeiro seu governo não repassou o dinheiro destinado ao Bolsa-Escola. E a Benedita, sr. presidente? Disse ela que ficou sabendo dos fatos apenas no dia da reportagem. Como se pode ver, Sr. presidente, vou tentar lembrá-lo de algumas coisas simples. Nós, do Poder Judiciário, não temos caixa-preta. Temos leis inconsistentes e brandas (que seu amigo Márcio sempre utilizou para inocentar pessoas acusadas de crimes do colarinho-branco). Temos de conviver com a Fazenda Pública (e o Sr. presidente é responsável por ela, caso não saiba), sendo nossa maior cliente e litigante, na maioria dos casos, de má-fé. Temos os precatórios que não são pagos. Temos acidentados que não recebem benefícios em dia (o INSS é de sua responsabilidade, Sr. presidente). Não temos medo algum de qualquer controle externo, Sr. presidente. Temos medo, sim, de que pessoas menos avisadas, como V. Exa. mostrou ser, confundam controle externo com atividade jurisdicional (pergunte ao seu amigo Márcio, ele explica o que é). De qualquer forma, não é bom falar de corda em casa de enforcado. Evidente que V. Exa. usou da expressão 'caixa-preta' não no sentido pejorativo do termo. Juízes não tomam vinho de R$ 4 mil a garrafa. Juízes não são agradados com vinhos portugueses raros quando vão a restaurantes. Juízes, quando fazem churrasco, não mandam vir churrasqueiro de outro Estado. Mulheres de juízes não possuem condições financeiras para importar cabeleireiros de outras unidades da Federação, apenas para fazer uma 'escova'. Cachorros de juízes não andam de carro oficial. Caixa-preta por caixa-preta (no sentido meramente figurativo), sr. presidente, a do Poder Executivo é bem maior do que a nossa. Meus respeitos a V. Exa. e recomendações ao seu amigo Márcio. P.S.: Dê lembranças a 'Michelle'. (Michelle é cachorrinha do presidente que passeia em carro oficial) Ruy Coppola, juiz do 2.º Tribunal de Alçada Civil do Estado de São Paulo, São Paulo.

MÃE DE ANTIGAMENTE (lembra de alguém? eu lembro...)

Prezados Amigos:
Quando vejo na televisão namorado com idade de 22 anos, sequestrando e matando uma jovem de 15 anos, segurança de promotora tirando a vida de um jovem de 18 anos, jovens alcoolizados e drogados perdendo a vida em acidentes de trânsitos, assassinando índios e espancando violentamente trabalhadoras humildes. Sinto um pouco de saudade dos ensinamentos de MÃE DE ANTIGAMENTE: Coisas que nossas mães diziam e faziam do seu jeito e impondo limites.
Era uma forma, hoje condenada pelos educadores e psicólogos, mas funcionava. Forjou homens de têmpera, respeitadores, honestos e patriotas.
Minha mãe ensinou a VALORIZAR O SORRISO...'ME RESPONDE DE NOVO E EU TE ARREBENTO OS DENTES!'
Minha mãe me ensinou a RETIDÃO...'EU TE AJEITO NEM QUE SEJA NA PANCADA!'
Minha mãe me ensinou a DAR VALOR AO TRABALHO DOS OUTROS...'SE VOCÊ E SEU IRMÃO QUEREM SE MATAR, VÃO PRA FORA. ACABEI DE LIMPAR A CASA!'
Minha mãe me ensinou LÓGICA E HIERARQUIA...'PORQUE EU DIGO QUE É ASSIM, E PONTO FINAL! QUEM É QUE MANDA AQUI?'
Minha mãe me ensinou o que é MOTIVAÇÃO...'CONTINUA CHORANDO QUE EU VOU TE DAR UMA RAZÃO VERDADEIRA PARA VC CHORAR!'
Minha mãe me ensinou a CONTRADIÇÃO...'FECHA A BOCA E COME!'
Minha Mãe me ensinou sobre ANTECIPAÇÃO... 'ESPERA SÓ ATÉ SEU PAI CHEGAR EM CASA!'
Minha Mãe me ensinou sobre PACIÊNCIA...'CALMA!... QUANDO CHEGARMOS EM CASA VOCÊ VAI VER SÓ!'
Minha Mãe me ensinou a ENFRENTAR OS DESAFIOS...'OLHE PARA MIM! ME RESPONDA QUANDO EU TE FIZER UMA PERGUNTA!'
Minha Mãe me ensinou sobre RACIOCÍNIO LÓGICO...'SE VOCÊ CAIR DESSA ÁRVORE VAI QUEBRAR O PESCOÇO E EU VOU TE DAR UMA SURRA!'
Minha Mãe me ensinou MEDICINA...'PÁRA DE FICAR VESGO MENINO! PODE BATER UM VENTO E VOCÊ VAI FICAR ASSIM PARA SEMPRE!'
Minha Mãe me ensinou sobre o REINO ANIMAL...'SE VOCÊ NÃO COMER ESSAS VERDURAS, OS BICHOS DA SUA BARRIGA VÃO COMER VOCÊ!'
Minha Mãe me ensinou sobre SEXO...'E COMO VOCÊ ACHA QUE VOCÊ NASCEU?!'
Minha Mãe me ensinou sobre GENÉTICA...'VOCÊ É IGUALZINHO AO SEU PAI!'
Minha Mãe me ensinou sobre minhas RAÍZES... 'TÁ PENSANDO QUE NASCEU DE FAMÍLIA RICA É?'
Minha Mãe me ensinou sobre a SABEDORIA DE IDADE... 'QUANDO VOCÊ TIVER A MINHA IDADE, VOCÊ VAI ENTENDER!'
Minha Mãe me ensinou sobre JUSTIÇA...'UM DIA VOCÊ TERÁ SEUS FILHOS, E EU ESPERO ELES FAÇAM PRÁ VOCÊ O MESMO QUE VOCÊ FAZ PRA MIM! AÍ VOCÊ VAI VER O QUE É BOM!'
Minha mãe me ensinou RELIGIÃO...' É MELHOR REZAR PRA ESSA MANCHA SAIR DO TAPETE!'
Minha mãe me ensinou o BEIJO DE ESQUIMÓ...'SE RABISCAR DE NOVO, EU ESFREGO SEU NARIZ NA PAREDE!'
Minha mãe me ensinou CONTORCIONISMO...'OLHA SÓ ESSA ORELHA! QUE NOJO!'
Minha mãe me ensinou DETERMINAÇÃO...'VAI FICAR AÍ SENTADO ATÉ COMER TODA COMIDA!'
Minha mãe me ensinou habilidades como VENTRÍLOGO...'NÃO RESMUNGUE! CALA ESSA BOCA E ME DIGA POR QUE É QUE VOCÊ FEZ ISSO!'
Minha mãe me ensinou a SER OBJETIVO...'EU TE AJEITO NUMA PANCADA SÓ!'
Minha mãe me ensinou a ESCUTAR ....'SE VOCÊ NÃO ABAIXAR O VOLUME, EU VOU AÍ E ARREBENTO ESSE RÁDIO!'
Minha mãe me ensinou a TER GOSTO PELOS ESTUDOS..'SE EU FOR AÍ E VOCÊ NÃO TIVER TERMINADO ESSA LIÇÃO, VOCÊ JÁ SABE!'
Minha mãe me ajudou na COORDENAÇÃO MOTORA...'JUNTA AGORA ESSES BRINQUEDOS!! PEGA UM POR UM!'
Minha mãe me ensinou os NÚMEROS...'VOU CONTAR ATÉ DEZ. SE ESSE VASO NÃO APARECER VOCÊ LEVA UMA SURRA!'
Brigadão Mãe !!!