Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

quinta-feira, abril 30, 2009

QUEM SOU EU

Marilene Lima

Marilene de Lima Silva, natural de Terezina - PI, Moro em Parauapebas a 20 anos, Estudante de Publicidade e Propaganda. Odeio falsidade, fingimento e hipocrisia. Sou evangélica, creio no único Deus Poderoso, não creio nas religiões criadas pelos homens, tenho prazer em dizer que sou serva, adoradora, ungida e marcada por Cristo.
COMENTÁRIO:
No mundo em que estamos vivendo hoje em que a maioria das pessoas gostam de ostentar suas habilidades profissionais e exibição de títulos, muitas vezes mentirosos, como é o caso daqueles que usam o título de DOUTOR sem pagarem o preço de ingressarem nos cursos de pós-graduações MESTRADO e depois DOUTORADO, quando me deparo com pessoas que tendo suas capacidades incontestáveis em determinados segmentos, que ao invés de se exibirem por tais habilidades, preferem se identificarem ao mundo como esta jovem corajosa piauiense, de Teresina, faz, me anima a continuar sendo o que sou. Porque tal atitude, é uma prova inconteste de alguém que tem uma convicção inabalável que o maior título que um ser humano pode ostentar neste mundo é o de ser um SERVO do SENHOR em toda sua dimensão. Já que os bandidos de "colarinho branco" e os demais sem colarinhos, não têm vergonha de todo dia aparecerem na televisão e nas páginas dos jornais sendo acusados de práticas delituosas de diversas espécies e modalidades, por que então vamos ter vergonha de nos manifestarmos ao mundo como DISCÍPULOS DE CRISTO? Porque SERVO do SENHOR, significa isso. DISCÍPULOS. Parabéns MARILENE DE LIMA SILVA pela tua coragem em dizer que não acreditas em nenhuma religião deste mundo criada pelos homens, porque é por causa das religiões que nosso mundo está cada vez mais se distanciando dos propósitos do nosso PAI ETERNO! Que Deus continue te abençoando e te dando mais ousadia para contrariares o que dizem e pregam os falsos profetas que a cada dia aumenta no mundo e principalmente no Brasil que com suas aparências de "anjinhos" e "ungidos" do Senhor, usam não só seus púlpitos como também a televisão para iludirem com suas "verdades" as pessoas incautas que não têm esse senso crítico que você tem!
Valter Desiderio Barreto - Diretor Presidente do Jornal Boca no Trombone do Estado do Pará. E-mail: valterbt@gmail.com

Tapará emociona e dá orgulho

Miriam Leitão

Esses brasileiros que vivem em Tapará prestam vários serviços ao Brasil. Primeiro, ajudam o país a ter os brasileiros em todos os pontos desse imenso país.
Segundo, prestam serviços ambientais ao país, ao viver em harmonia com nossas preciosidades que serão cada vez mais valorizadas no século 21: a floresta, a água.
Terceiro, crianças, pais, professores e Seu Raimundo Socó estão lutando diariamente a saga da educação. É pela educação que o Brasil vai realizar nossos sonhos. Educação é o nosso diamante. É com ela que cruzaremos os desafios do futuro.
Sandra Moreyra, que fez a reportagem, disse que os professores formados em universidades ensinam com garra, as crianças, estudam com garra.

Tapará emociona e dá orgulho ( Miriam Leitão).

Brasileiros enfrentam a natureza para ir à escola na Amazônia


Conheça uma escola que não aparece nas estatísticas.

Fica escondida, no meio da selva e é surpreendente.
Sandra Moreyra e Luiz Paulo Mesquita Rio Amazonas



A educação no Brasil. São muitos desafios. O governo anunciou números. O último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) trouxe dados preocupantes. As escolas públicas tiveram um desempenho muito ruim. Foram avaliadas mais de 20 mil em todo o país. Entre as mil com as piores notas, 965 são das redes estaduais. Veja fotos dos bastidores da série Vidas Alagadas


Visite o portal Globo Amazônia

Ainda é noite na várzea. Sob a luz fraca da lamparina, Dioneia prepara a tapioca. Raimundo confere os pescados na véspera, forra o estômago com a tapioca, toma um gole de café, se despede da mulher com um beijo, Entra na canoa do filho Janderley. Os dois embarcam no Diamante. Há nove anos, todas as manhãs, chova ou faça sol, o Diamante sobe o rio. Faz o transporte escolar na região do Tapará Grande. Em período de cheia, só dá para chegar à escola de barco. Nessa época, chove quase todo dia. O barquinho para de trapiche em trapiche. Raimundo recolhe e acolhe cada criança. Transporta professores, ajudantes, a diretora da escola municipal, parte da merenda, embrulhadinha em um plástico para não molhar. É água para todo lado. Uns alunos cruzam os igarapés com os pais de canoa, remam ao encontro do Diamante. Outros enfrentam o rio sozinhos, a caminho da escola. “Eu venho para escola de bote, com meu irmão, todo dia. Eu e ele remamos”, conta a estudante Luiziane.

saiba mais
Conheça o Brasil que vive sobre as águas
No tempo em que o barqueiro Raimundo Socó era criança era muito mais difícil, tanto que ele teve que deixar a escola na 3ª série. Hoje o barco de Raimundo contribui para tornar melhor o presente e o futuro das crianças de Tapará Grande. “Na época que a gente estudava não tinha essa facilidade que tem hoje. Quando eu comecei a estudar, não tinha colégio, estávamos embaixo de árvores e hoje temos escolas para nossos filhos”, compara Raimundo Socó. Aldali aproveita para estudar. É dia de prova. No Diamante não tem bagunça. Seu Raimundo mantém a disciplina. “Eu sempre falo: a partir do momento que vocês entram em um barco, estão entrando em uma sala de aula. Façam os deveres, participam do trabalho de seus colegas. Explico que o barco é meu, mas o transporte é de vocês. Em um dia de chuva, se não tivesse um barco, um transporte para eles vir, eles não vinham, os pais não iam deixar”, diz o barqueiro. Até a Escola São Jorge, o Diamante leva em torno de uma hora. Quando chegamos à escola, desce uma cortina d'água do céu. Assusta. Com a ponte estreita muito molhada, as crianças têm que esperar a chuva diminuir para desembarcar. “A gente venceu mais uma batalha. Por isso que a gente está aqui hoje. Eu me sinto feliz por isso. Nós temos que contribuir com a nossa comunidade. Ela precisa de nosso apoio”, comemora Raimundo Socó. Raimundo Socó virou exemplo na escola. “Vou ser marinheiro quando crescer”, planeja o estudante Jucicleisson. Onde o transporte não chega, mães e alunos chegam a remar por meia hora, 40 minutos para chegar às escolas da várzea. Nessa época, as mães só têm o tempo de deixar o filho e atravessar novamente o rio, quase sempre debaixo de muita chuva. O povo da várzea resiste, tira água da canoa e segue contra a correnteza. Essa é a vida por aqui. Para chegar e sair da escola, os alunos aprendem a proteger e ensacar livros, cadernos, óculos, roupas. A chuva não dá trégua, deixa tudo encharcado. Com todo temporal, quase ninguém falta às aulas. “É uma imensa alegria estar com vocês, proporcionando a integração entra as turmas. Apesar de todas as dificuldades , estamos aqui. Nós também estamos em busca da educação de nossa comunidade. Da educação de vocês”, diz a professora. Vai começar mais um dia de aula no Tapará.

Câmara dá exemplo ao cortar passagens

por Alexandre Garcia
A Câmara teve sabedoria em cortar os privilégios das passagens. Não foi esta legislatura que criou. Vem de décadas, desde a transferência da capital do litoral para o Brasil Central. Mas é esta geração de deputados que fica com o mérito de ter cortado desvios que já haviam se incorporado como cultura - a cultura do direito adquirido.
Foi sob pressões, sob críticas, mas foi. Até o chamado líder do baixo clero, o deputado pernambucano Sílvio Costa, passou o fim de semana no seu estado, sentiu o clamor da justa ira popular, e voltou mudado, submisso à voz das ruas. Vai ser uma economia, a Câmara estima, de quase R$ 18 milhões ao ano, só limitando as passagens a deputados e excepcionalmente a assessores. É um valor equivalente a umas 400 casas populares.
Não ficou completo, talvez tenha faltado limitar as viagens somente aos estados por que foram eleitos; talvez tenha faltado tirar as passagens para fora de sua unidade federativa para os oito que representam o Distrito Federal.
Um desses chegou a fazer jogo de palavra, dizendo que é deputado federal e não distrital. É a palavra “federal” que derruba. Ele não é deputado da União, é representante do povo de um das unidades da federação, assim como senadores são representantes dos estados.
A Câmara dá exemplo ao Senado e aos demais poderes. O Supremo teve um aumento de 320% nos gastos de passagens, nos últimos seis anos. Como o número de juízes da corte permanece imutável em 11, o Supremo alegou que são viagens de servidores que vão aos estados levando e explicando súmulas vinculantes.
Ficam esquecidos o correio, a internet e a própria TV Justiça, que pode esclarecer as dúvidas dos tribunais. O Legislativo é o mais transparente dos poderes. Se o Executivo tivesse a mesma transparência, teria que mostrar cada fase interna da discussão e redação das medidas provisórias. Também precisaria explicar as passagens de fins de semana para os estados de comissionados de alto escalão; de viagens ao exterior, como a da nutrida delegação de 30 representantes brasileiros na última conferência da ONU para o racismo, na Suíça.
Enfim, agora é uma nova fase: a Câmara instituiu uma comissão para investigar e sugerir como evitar desvios no uso da verba indenizatória de R$ 15 mil e na verba de gabinete de R$ 60 mil. Democracia também se pratica quando representantes ouvem o clamor dos representados.

Supremo julga Lei de Imprensa; maioria vota pela revogação



Atualizada às 16h02A maioria dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) apresentou voto nesta quinta-feira (30) pela revogação total da Lei de Imprensa, seguindo entendimento do relator do caso, considerando a legislação incompatível com a Constituição. Até o momento, são seis favoráveis à revogação e dois pela revogação parcial do texto, mas os ministros ainda podem mudar de posição antes do pronunciamento do resultado final.
Você é a favor da revogação da Lei de Imprensa?
Dê sua opinião"Por que considerar a Lei de Imprensa totalmente incompatível com a Constituição Federal? A liberdade de imprensa não se compraz com uma lei feita com a intenção de restringi-la", afirmou o ministro Menezes Direito, primeiro a votar hoje, seguindo o relator Carlos Ayres Britto. "Nenhuma lei estará livre de conflito com a Constituição se nascer a partir da vontade punitiva do legislador".

"Trata-se de texto legal totalmente supérfluo, pois se encontra contemplado na Constituição", disse o ministro Ricardo Lewandowski. Antes, a ministra Cármen Lúcia também se posicionou pela revogação total da lei. Cesar Peluzo também acompanhou o relator, mas fez uma ressalva, defendendo a necessidade de uma legislação atual sobre o tema. Segundo ele, enquanto isso não existe, cabe ao Judiciário julgar cada caso.
LEIA MAIS
Para Ayres Britto, temas "secundários" de imprensa podem ser alvo de leis específicas
Ministro do STF vota a favor da revogação total da Lei de Imprensa; sessão é adiada
STF decide sobre Lei de Imprensa e exigência de diploma para jornalistas
Inicialmente ausente, o ministro Joaquim Barbosa participa de sua primeira sessão após o bate-boca com o presidente da Corte, Gilmar Mendes. Barbosa e a ministra Ellen Gracie votaram pela revogação parcial, defendendo que alguns artigos sejam mantidos, entre eles trechos relacionados à proteção da honra, à proibição de propaganda de guerra e sobre preconceito.

EntendaO julgamento começou no dia 1º de abril, quando o relator, ministro Carlos Ayres Britto, votou pela total revogação da Lei de Imprensa (Lei 5.250). Em seu voto, o ministro argumentou que a lei, editada em 1967, durante o regime militar (1964-1985) é incompatível com a Constituição Federal de 1988. O ministro Eros Grau também votou, acompanhando o relator na defesa da revogação total da lei.

Para Ayres Britto, a lei "está toda contaminada em face à Constituição", mas que temas como o direito de resposta e prisão especial para profissionais da área vão exigir mais debate. Ao final da sessão realizada no dia 1º, o relator explicou que havia preparado outro voto para o caso de seus colegas quererem avaliar a lei ponto a ponto. Histórico do julgamento:

Na primeira análise do caso, em fevereiro do ano passado, o relator havia suspendido provisoriamente 20 dos 77 artigos da lei, decisão depois referendada pelo plenário. Entre os artigos suspensos estão dispositivos relacionados às punições previstas para os crimes de calúnia e difamação. No primeiro caso, a Lei de Imprensa estabelece pena de seis meses a três anos de detenção, enquanto no Código Penal o período máximo de detenção é de dois anos. Também foram alvo da decisão artigos relativos à responsabilidade civil do jornalista e da empresa que explora o meio de informação ou divulgação. Com a suspensão, os juízes de todo o país ficaram autorizados a utilizar, quando cabíveis, regras dos Códigos Penal e Civil para julgar processos relacionados aos dispositivos que foram suspensos.

O pedido de suspensão de toda a lei consta da ação ajuizada pelo PDT (Partido Democrático Trabalhista). No dia 1º, o deputado federal Miro Teixeira (PDT-RJ) afirmou em plenário que não defende a possibilidade de ser violentada a vida pessoal dos indivíduos, mas sim, o direito do povo à manifestação do pensamento e o direito à informação. "Não é uma luta em nome do repórter, ou do dono do jornal, mas em nome do povo.

"Entidades ligadas ao tema, como a Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas) e a ANJ (Associação Nacional dos Jornais) defendem a elaboração de uma nova Lei de Imprensa. DiplomaTambém está à espera de julgamento no STF um tema paralelo à Lei de Imprensa: a exigência de diploma para jornalistas. O recurso extraordinário a ser julgado tem como relator o presidente Gilmar Mendes. A ação foi apresentada pelo Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão no Estado de São Paulo e pelo Ministério Público Federal, contrários à exigência de formação superior.

Em novembro de 2006, o Supremo garantiu o exercício da atividade jornalística aos que já atuavam na profissão mesmo sem registro no Ministério do Trabalho ou diploma de curso superior na área.

FELIZ ANIVERSÁRIO ANA CLÉIA E ELLEN SATEFFANE!

MInha filha Ellen e seu bebê

Meus três tesouros: Aline,
Ellen e Micheline

Ana Cléia

Amiga Antônia e sua Filha
aniversariante Ana Cléia

Queremos neste dia prestar uma singela homenagem a duas mulheres maravilhosas, que por coincidência fazem aniversário hoje. Uma, é uma grande amiga que acompanhei seu desenvolvimento não só físico, como educacional desde sua adolescência até a sua fase de jovem menina, filha dos meus grandes amigos Batista e Antônia no município de Parauapebas, os quais souberam lhe dar uma boa criação doméstica. Hoje ela reside em Belo Horizonte com seu esposo, e prestes a concluir seu curso de Direito. Estou falando dessa bela criatura que podemos constatar em suas fotos, Ana Cléia. A outra, eu vi nascer, porque trata-se da minha primogênita, Ellen Steffane que já me presenteou com três netinhos lindos e maravilhosos, dois homens e uma mulher. As duas, nossos votos de felicidades neste dia especial e que as bênçãos do Senhor Deus possa sempre ser derramada em suas vidas extensivamente aos seus familiares, principalmente àqueles que serviram de instrumentos para trazê-las ao mundo pela vontade de Deus.
FELIZ ANIVERSÁRIO ANA CLÉIA E ELLEN STEFFANE!!! São nossos sinceros votos a voces duas.

quarta-feira, abril 29, 2009

O que acontece com o corpo da mulher durante a gravidez?


Veja no slideshow como o corpo se prepara para a chegada do bebê


O cabelo e a pele mudam, os pés incham, as estrias surgem, os seios crescem...

E as alterações no organismo feminino não param por aí!

Veja no slideshow como o corpo se prepara para a chegada do bebê
Os hormônios da gravidez Estrógeno —

Produzido nos ovários e na placenta, é o responsável pelas características femininas.

Progesterona — Produzida nos ovários e na placenta, prepara o útero para receber o embrião.

Gonodotrofina Coriônica (HCG) — Oriunda da placenta, estimula a progesterona e o estrógeno.

Melanotrófico — Aumenta a pigmentação de partes do corpo.

Prolactina — Estimula o leite.

Ocitocina — Contrai o útero para a expulsão do bebê na hora do parto e provoca a ejeção do leite na sequência.

FONTES:

Ana Beatriz de Freitas Castro Marques, endocrinologista do Hospital Samaritano, Edilson Ogeda, ginecologista e obstetra do Samaritano, Eduardo Cordili, obstetra do Hospital Albert Einstein, Leonardo Abruccio Neto, dermatologista do Hospital Santa Catarina.
Saiba mais
Especialistas esclarecem 60 dúvidas comuns sobre o parto

Saiba tudo sobre alimentação na gravidez

Acompanhe a gestação mês a mês

Estrias afetam cerca de 90% das gestantes; saiba como prevenir

Quiz: você está comendo os alimentos certos?

Pilates alivia os desconfortos da gestação

Nem sempre os sangramentos indicam que a vida do bebê está em risco

Seis razões para tentar o parto normal

Pré-natal: os exames que esclarecem suspeitas

Pintar ou não pintar os cabelos?

Receitas para grávidas

Faça um escalda-pés para aliviar cansaço e inchaço das pernas.

Economista é preso acusado de 2 assassinatos no DF

Economista assassino

Qua, 29 Abr.
Um funcionário concursado do Banco Central (BC) foi preso ontem acusado de matar dois moradores de rua, em Brasília, em janeiro deste ano. O economista José Cândido do Amaral Filho, de 48 anos, foi preso em sua casa após cumprimento de mandado de prisão temporária. Segundo a delegada Marta Vargas, o acusado confessou o crime no momento da prisão. "Entre as armas que vocês vão encontrar em casa não está a que vocês procuram. A arma do crime eu joguei no telhado de uma borracharia", teria revelado, segundo a delegada.

O crime aconteceu no dia 19 de janeiro, na Praça do Índio, na Asa Sul de Brasília. De acordo com a delegada, em depoimento o economista disse que ficou "insatisfeito ao passar no local à tarde e ver um dos moradores de rua beijar o peito do outro". No dia seguinte, o acusado teria ido à praça com uma motocicleta alugada e dado dois tiros na cabeça de um dos moradores e outro tiro também na cabeça do segundo enquanto ambos dormiam.
Para despistar a polícia, Amaral teria retirado a tinta da motocicleta e registrado um boletim de ocorrência sobre o roubo do veículo. As roupas usadas no crime e a arma foram jogadas no telhado de um comércio, há cerca de 15 quilômetros de distância, explica a delegada. Na casa do analista foram encontrados armas, munições e um diário de uma outra pessoa, cujo nome não foi divulgado pela polícia, relatando que Amaral cometeu outros dois crimes, um contra um menor e outro por uso de drogas.

Vereadora é presa suspeita de tentar mudar depoimento contra pedófilos

Segundo a polícia, primo da presa estaria envolvido no crime. Vereadora teria oferecido dinheiro a famílias de Muritinga do Sul, em SP.
saiba mais
Ministério Público denuncia dois que seriam da rede de pedofilia em Catanduva
Dois suspeitos de pedofilia são presos no interior de SP
Dez são presos no interior de SP suspeitos de pedofilia
Uma vereadora de Murutinga do Sul, a 615 km de São Paulo, foi presa na terça-feira (28) pela Polícia Civil da cidade por suspeita de ter tentado mudar os depoimentos de dois garotos vítimas de pedofilia. Um primo da vereadora estaria envolvido na rede de abuso de crianças e jovens na cidade, a segunda desbaratada pela polícia neste mês. Para livrar o parente da prisão, a vereadora, segundo um delegado, ofereceu vantagens financeiras a duas mães, para que elas convencessem os filhos a mudar os depoimentos na delegacia. Ela também teria emprestado um gravador a uma mulher, para que ela gravasse a fala de um menino, filho da vizinha. “Apreendemos o gravador e o enviamos para a perícia em Andradina. Ainda não ouvimos a gravação”, afirmou o delegado. O gravador pertence à prefeitura, segundo o policial. O inquérito está sob segredo de Justiça, “para preservar as vítimas”. Além da vereadora, transferida para a Cadeia Pública Feminina de Mirandópolis, a 594 km de São Paulo, outras quatro pessoas são suspeitas de tentar “comprar” testemunhas. Há mais pessoas sob investigação e que poderão ser detidas, segundo o delegado, sem citar nomes. Em abril, foram denunciadas 28 pessoas por pedofilia em Murutinga do Sul. Três pessoas são consideradas foragidas pela polícia.

terça-feira, abril 28, 2009

Novo vídeo mostra Susan Boyle cantando na TV em 1994

Susan Boyle

A cantora Susan Boyle, que virou sucesso na internet após sua apresentação do programa de

calouros britânico "Britain's Got Talent", agora pode ser vista cantando em um outro programa de TV, gravado em 1994.

Susan Boyle, fenômeno na internet, agora aparece em gravação de TV feita em 1994
Naquele ano, Susan participou do "My Kind of People", comandado por Michael Barrymore na TV britânica.
A gravação, que pode ser vista na internet, traz Susan visivelmente mais jovem, com os cabelos escuros e vestida com roupas da época: uma saia azul marinho acompanhada por um blazer rosa choque, além de trazer os cabelos presos por um laço nada discreto.
O vídeo mostra o apresentador fazendo piadas com a plateia durante a performance de Susan, que viraria um fenômeno somente 15 anos depois.
No final da canção, Barrymore agarra Susan e parece beijá-la.

Vale cortará capacidade de produção de minério de ferro em 25%


PEQUIM (Reuters) - A Vale vai cortar sua capacidade de produção de minério de ferro em 25% este ano. A empresa está parando a produção de minério de concentração mais baixa e fechando unidades de alto custo de produção, informou o presidente da companhia na China, Michael Zhu.

"Haverá um corte de 25% na capacidade de produção de minério de ferro em 2009", informou Zhu.
A Vale, maior produtora de minério de ferro do mundo, reduziu produção de minério de ferro em 10%, ou cerca de 30 milhões de toneladas, no final do ano passado. A empresa também paralisou seis usinas pelotizadoras responsáveis por 29,3% suas capacidade de produção do produto.

Zhu também comentou sobre as negociações anuais do preço do minério de ferro com a China, que tem o maior setor siderúrgico do mundo e é o principal cliente da mineradora brasileira.

Ele afirmou que a Vale apoiou fortemente o sistema atual de estabelecimento de preços de referência para a commodity com as concorrentes, BHP Billiton e Rio Tinto.

"Nossa questão é: qual é escolha das siderúrgicas chinesas? Se nós não continuarmos definindo preços de referência, quais são as outras opções?

"Zhu defendeu o sistema dizendo que desde 2003 o preço médio no mercado à vista tem sido US$ 26 por tonelada superior ao valor referencial da Vale.

"A Vale nunca pediu um preço maior (durante esse tempo). Nós sempre cumprimos nosso compromisso com o contrato", disse ele.

Na manhã desta terça-feira, Luo Bingsheng, vice-presidente da Associação de Ferro e Aço da China (CISA, na sigla em inglês), afirmou que mineradoras e as siderúrgicas chinesas decidiram reduzir os preços do minério de ferro a ser entregue sobre contrato de fornecimento de 2009, mas que ainda não houve consenso sobre o tamanho dos cortes.

segunda-feira, abril 27, 2009

Vale fecha parceria com DUBAL em projeto de alumina


A Vale informa que a Dubai Aluminium Company Limited (DUBAL), que opera um dos maiores sites de smelters de alumínio do mundo e um dos principais empreendimentos industriais de Dubai, se tornou parceira em sua subsidiária Companhia de Alumina do Pará (CAP). Em consequência, a Vale detém 61% do capital total da CAP, a Hydro Aluminium (Hydro) – um dos maiores produtores mundiais de alumínio e produtos derivados – 20% e a DUBAL, 19%. A CAP será responsável pela implantação e operação de uma refinaria de alumina, localizada em Barcarena, localizando-se a 5 km de distância da refinaria de nossa subsidiária Alunorte. A capacidade inicial de produção da refinaria será de 1,86 milhão de toneladas métricas anuais de alumina, através de duas linhas, cada uma de 930 mil toneladas métricas anuais. O início das operações da primeira fase está previsto para o final de 2012, de acordo com as condições de mercado. Rio de Janeiro, 27 de abril de 2009

Jurado coloca em dúvida vitória de Susan Boyle em programa

Jurado Simon Cowell (à dir.)

Simon Cowell, um dos jurados "Britain's Got Talent", disse que a cantora Susan Boyle, que virou celebridade após o sucesso de sua interpretação de "I Dreamed a Dream", pode não ganhar o programa de calouros.
Veja o vídeo de Susan Boyle.
Segundo informou o site "Access Hollywood", Cowell disse que a superexposição de Boyle pode prejudicá-la. "Tudo poderia dar errado porque há muitas outras distrações."

Jurado Simon Cowell (à dir.) colocou em dúvida a vitória Susan Boyle no "Britain's Got Talent"
O jurado, um dos criadores do formato do "American Idol", ainda afirmou que está cansado de ouvir histórias sobre a vida de Boyle com seu gato, Pebbles.
"Ela tem quatro semanas para se preparar para a maior noite da sua vida. Precisa cantar melhor do que antes", considerou.
Mas Cowell torce para a vitória da escocesa. Caso ela ganhe, Boyle se apresentará no "America's Got Talent", a versão americana do programa.
Para o jurado, a participação de Boyle aumentaria a audiência do reality show nos Estados Unidos.
Na semana passada, Boyle apareceu com um novo visual, com os cabelos tingidos de castanho e usando jaqueta de couro.
Leia mais
Hit da internet, Susan Boyle aparece com novo visual
Susan Boyle vai gravar disco, diz jurado de programa
Vida de Susan Boyle vai virar filme, diz jornal

Saúde em crise

Prefeito Duciomar

Saúde
O prefeito Duciomar Costa, antes de se tornar político, tentou ser médico sem se submeter à formação regular. Seus cinco anos no exercício da prefeitura de Belém estão marcados pelo desrespeito à saúde da população. Como se fosse um acerto de contas.
Antes de se tornar político, Duciomar Costa foi comerciante: vendia óculos em sua ótica. Um dia, decidiu conseguir um diploma de médico oftalmologista. Assim, podia aumentar seu faturamento. Além de vender óculos, os receitaria. A clientela, de baixo poder aquisitivo, não era exigente nem se preocupava muito com as formalidades legais e técnicas do ofício. O que queria eram óculos - e o mais barato que fosse possível. Essa possibilidade, o “oculista” Duciomar oferecia. Mas a fraude acabou sendo descoberta e comprovada. Duciomar respondeu a processo na justiça federal e foi condenado. Só não cumpriu a pena aplicada na sentença porque a instrução demorou tanto que a ação prescreveu. Mesmo culpado, continuou réu primário, graças à formalidade processual.
Duciomar levou para a política os seus métodos de comércio: para as necessidades agudas da população pobre de Belém, clientelismo, muita lábia e nenhuma atenção às formalidades - éticas, morais ou legais. Tornou-se popular colocando nas ruas um velho ônibus para fazer o transporte gratuito dos seus clientes. Sua votação cresceu, permitindo-lhe pular do cargo de vereador da capital para deputado estadual, o mais votado na reeleição, com 50 mil votos (o que dá uma idéia da pobreza na “metrópole da Amazônia” e no seu hinterland).
Ninguém pode negar as qualidades de inteligência, esperteza a audácia de Duciomar. Mas será que ele conseguiria um salto ainda maior, chegando a senador da república, com um milhão de votos, se não tivesse contado com a ajuda da máquina pública estadual, comandada pelo tucano Almir Gabriel?
O governador do PSDB (por oito anos ininterruptos, seguidos por mais quatro anos do economista Simão Jatene, que também apoiou Duciomar) é médico e tinha conhecimento do crime praticado por seu novo afilhado político. A trama foi revelada por outro médico, que fez a denúncia sobre o exercício ilegal da profissão ao Conselho Regional de Medicina e também ao Ministério Público Federal, que a formalizou perante a justiça federal, com base na vasta documentação juntada sobre o charlatanismo. O doutor Almir Gabriel não parece ter precisado superar a mais remota inibição ética ou moral quando assumiu o patrocínio da candidatura senatorial do falso médico.
O conceituado cirurgião estava isolado nessa atitude? Tudo indica que não, já que Duciomar foi condecorado pela categoria médica, por lhe ter proporcionado sua sede própria, e não se ouviu um contracanto suficientemente forte para, pelo menos, expressar dissonância com a homenagem, já que a decisão de realizá-la foi tomada pela maioria. Muitos médicos do Pará, no exercício da mais sensível das profissões para a vida humana, colocam de lado os compromissos do seu ofício, a causa nobre a que se supõe que irão se dedicar, por interesses mais fortes de comércio, de negócio, de política, de compadrio e de nepotismo. Esses médicos paraenses não se mostraram à altura da nobreza da sua profissão.
Esta é a conclusão quase cotidiana diante do caos em que se encontra a saúde pública, não só na capital, mas em todo interior do Estado. Não há família que já não tenha posto em dúvida os princípios éticos e morais da classe médica por algum incidente vivido. E já não são poucas as famílias que, da dúvida, evoluíram (ou involuíram, conforme a ótica) para o ceticismo e a revolta contra os esculápios, como se dizia antigamente na imprensa.
As causas para a deterioração do atendimento médico à população são várias e raramente as determinantes se originam dos profissionais. Elas atravessam gerações e são partilhadas por outras categorias técnicas. Mas causa perplexidade chegar a essa constatação quando os mecanismos legais criados, sobretudo os que se seguiram à constituição de 1988, deviam levar a um desdobramento exatamente contrário ao que existe.
A universalização dos serviços de saúde pelo SUS (Sistema Único de Saúde) e as vinculações dos orçamentos públicos, com percentuais compulsórios de aplicação, dentre outros fatores, fizeram crescer em substância as verbas de saúde. Há mais dinheiro para gastar no setor do que em qualquer outra fase da história nacional. Entretanto, ou as verbas não são aplicadas, ou são mal aplicadas, ou então são desviadas. As atividades-meio prevalecem sobre as atividades-fim. E o setor público se torna caudatário ou indutor do setor privado. As vocações e missões sofrem abalo suplementar pelos baixos salários pagos e pelo mercantilismo das rotinas dominantes.
O problema é grave e complexo - e persiste há administrações, não sendo monopólio de nenhuma delas. Deve ser constantemente debatido, apurado, investigado e submetido a intervenções. Em Belém, chegou a um momento agônico. Não deve ser por mera coincidência que a cidade está sob a gestão de um político que maculou sua biografia com o desejo de exercer ilicitamente a profissão de médico, indiferente ao risco dessa atitude para seus “pacientes”. E também não deve ser fortuita a circunstância de que cinco médicos, que são vereadores da capital (num colegiado de 31 membros), se recusaram a assinar um pedido de CPI para investigar o estado da saúde no município. Apenas dois são do mesmo partido do prefeito, o PTB. Os restantes são de três partidos diferentes, inclusive um que é da oposição, o PMDB.
Esses vereadores podem argumentar que a iniciativa tem inspiração política e é manobrada pela oposição ao prefeito, a quem dão apoio. Causou surpresa que o ex-secretário de saúde do Estado, Fernando Dourado, do DEM, o outro médico do parlamento municipal, tenha a votado a favor da CPI, o único médico a ter essa atitude. O fato se explica pela direção que o seu partido tomou a partir da eleição do ano passado, limpando o caminho pelo qual ainda deverá trafegar a ex-vice-governadora Valéria Pires Franco, em busca de um mandato na próxima eleição. A dissociação de Duciomar é um elemento forte dessa estratégia.
Ainda que possam recorrer a esses argumentos, os vereadores não podem negar que há fato determinado capaz de justificar - e muito - a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito sobre o estado da saúde em Belém. A não ser renegando suas condições de médicos, que em alguns é o traço mais relevante de suas vidas. Basta percorrer os dois pronto-socorros municipais (o segundo, construído por Edmilson Rodrigues, do PT, ainda mais medonho do que o primeiro, circunstância agravada por ser muito mais novo), as unidades de atendimento, os hospitais conveniados ou dar uma vista d’olhos pelos documentos oficiais.
Nenhum prefeito de Belém foi tão denunciado pelo Ministério Público Federal, todas as nove denúncias relacionadas justamente ao mau uso das verbas de saúde. Uma denúncia é por improbidade administrativa, na nebulosa tentativa da prefeitura de adquirir um hospital particular, o Sírio-Libanês, por nove milhões de reais. O resultado concreto é que o adiantamento de R$ 1,6 milhão, por conta da transação, permanece bloqueado pela justiça, sem possibilidade de uso. Outra ação resultou do uso de mais de R$ 1 milhão do SUS para a aquisição de 50 veículos para a Guarda Municipal, inclusive carros de luxo. A maior questão, que levou a justiça a bloquear R$ 18 milhões, deve-se ao não repasse de recursos do SUS para hospitais conveniados.
Diante de um contencioso tão amplo e grave, os vereadores-médicos colocam seu compromisso com o chefe do poder executivo (um chefe marcadamente ausente da sua jurisdição, recordista em viagens) acima da sua missão como representantes do povo e como profissionais que defendem a vida. O povo que marque seus nomes e os rejeite nessa dupla condição. De maus políticos e péssimos médicos. Colocam mal a política e degradam a profissão.

Arrozeiro destrói tudo antes de sair de reserva em RR

Fazendeiro Paulo César Quartiero,
perdeu a batalha para a justiça tendo
que desocupar a área de terra indígena
que o mesmo invadira no final dos anos 70.






O fazendeiro Paulo César Quartiero, maior produtor rural instalado no interior da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima, decidiu adotar a política da terra arrasada. Insatisfeito com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou a sua saída daquela área até quinta-feira, ele está disposto a não deixar nada em pé. Nenhuma casa, galpão, curral, rede de eletricidade, sistema de irrigação, nada que possa ser utilizado pelos índios, que, na sexta-feira, devem tomar posse das duas fazendas que ele possui naquela área.

Ontem à tarde, na Fazenda Depósito, que fica a cerca de 170 quilômetros da capital, Boa Vista, a movimentação era intensa. Carretas enormes e fechadas deixavam a fazenda levando o rebanho da raça canchim que Quartiero possui, com quase 5.000 cabeças. Em outra parte, grupos de peões retiravam telhas, portas, esquadrias, estruturas metálicas, enfim, todo o material que pode ser aproveitado em outra obra. Logo atrás deles, vinha uma enorme retroescavadeira, derrubando paredes e revolvendo pisos.

Quartiero é o maior produtor de arroz irrigado de Roraima, com índices de produtividade que se aproximam dos obtidos nos Estados do Sul. Ele também planta soja e cria gado. Mas não possui títulos legais das terras que começou a ocupar no final dos anos 70.

De acordo com as leis do país, ele não tem direito a indenização pelas terras nas quais investiu pesadamente, devendo receber apenas pelas benfeitorias. Mas, ele contestou o valor avaliado pelo governo e se recusou a receber a primeira parcela depositada. A decisão de destruir tudo cria um novo atrito com a Justiça e com o governo.

Técnicos da área ambiental que estiveram em sua fazenda o acusam de ter destruído matas ciliares, áreas de preservação permanente, além de ter poluído os rios. As multas chegam a R$ 36 milhões.

Comentando sua saída, Quartiero disse: "Perdemos. Mas vamos sair de cabeça erguida. Quem vai ficar aqui são os fundamentalistas da Igreja Católica (numa referência ao Conselho Indigenista Missionário), a serviço dos interesses internacionais.

Daniel Dantas é indiciado pela Polícia Federal e fica em silêncio em depoimento

Bandido Daniel Dantas

O banqueiro Daniel Dantas, sócio-fundador do Grupo Opportunity, foi formalmente indiciado por crimes financeiros nesta segunda-feira (27), na sede da Polícia Federal em São Paulo, onde prestaria depoimento sobre a operação Satiagraha, que prendeu, entre outros, o próprio banqueiro, o ex-prefeito Celso Pitta e o megainvestidor Naji Nahas, em julho de 2008.

Daniel Dantas ficou calado em depoimento à PF hoje, em SP
Procurador emite parecer contra pedido de afastamento de De Sanctis
Protógenes, Dantas e Lacerda se livram de pedido de indiciamento no novo relatório da CPI dos Grampos
Oposição vai apresentar relatório pedindo indiciamento de Dantas, Protógenes e LacerdaO banqueiro foi indiciado por formação de quadrilha, evasão de divisas, lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta e empréstimo vedado. A lavagem de dinheiro estaria configurada pela existência de crimes antecedentes, contra a administração pública, delitos de organização criminosa e crime contra o sistema financeiro nacional.
Segundo seu advogado Andrei Schmidt, Dantas foi informado de seu indiciamento logo após ter chegado à PF, por volta das 8h. Segundo o defensor, ele ficou em silêncio no depoimento. "Não há exercício da defesa com o indiciamento já pronto", disse o advogado. "Nos colocamos à disposição desde que sejam juntadas provas aos autos", completou.
O advogado refere-se a dados que, segundo ele, foram assegurados à defesa pelo STF (Supremo Tribunal Federal). "O Supremo nos assegurou acesso irrestrito às provas. Faz parte da defesa ter conhecimento integral da investigação", finalizou. Dantas deixou a sede da PF, por volta das 8h30.
Além de Daniel Dantas, foram ouvidos hoje pela PF mais cinco integrantes do Grupo Opportunity, entre eles a irmã do banqueiro, Verônica Dantas. Todos eles foram indiciados pelos mesmos crimes que o banqueiro, segundo a PF. Os indiciados também ficaram em silêncio, por orientação da defesa.
"Estamos dispostos a falar, mas faltam documentos. O interesse não é silenciar", afirmou o advogado de defesa. "Mas o que aconteceu hoje é mais um problema que acontece desde o início desta investigação, mais uma arbitrariedade. É um aparato muito forte para tentarmos derrubar", disse Schmidt.

O que faz a beleza fora dos padrões vencer a ditadura das aparências?

Susan Boyle

Uma reportagem especial mostra o que pensam os brasileiros sobre a beleza depois do fenômeno da internet Susan Boyle.

A beleza que se esconde atrás de uma forma física bem fora dos padrões. Foi isso que muita gente viu e ouviu quando a escocesa Susan Boyle soltou a voz em um programa de televisão britânico. O que é belo ou feio, afinal? Que importância têm essas características?

Ande nas ruas - de qualquer cidade do mundo - e o que você verá? Todo tipo de gente. Mas, dificilmente gente bonita como Juliana Paes, Gisele Bundchen, Angelina Jolie, Fábio Assunção ou até mesmo Kaká. Ou George Clooney e Brad Pitt. O mundo é dos belos e belas, diriam alguns. Ah, é? Então por que imagens da escocesa Susan Boyle já emocionaram mais de 100 milhões de pessoas na internet e na TV? Aqui no Brasil, lembra do sucesso da atriz Zezé Macedo? O próprio Chico Anysio está longe de ser bonito. Quer mais? Tião Macalé, se lembra? Um dos personagens favoritos de "A grande família" - um fenômeno de audiência - é o Beiçola. Não exatamente um galã. O sucesso de tanta gente chamada de feia, e o carinho que elas despertam em tantas pessoas, mostram que aquele ditado está errado: beleza não é fundamental. "A beleza física é aquela que você vê à distância, então, ela é muito valorizada porque é a primeira que é vista, mas não é a mais importante, porque quando se procura alguém para ser amigo, para se relacionar, até para casar, você não procura só beleza", comenta o psicanalista Luiz Alberto Py.
Vídeo na internet lança escocesa ao estrelato
Por que todos adoram Susan Boyle?
Aline concorda: “Beleza não é fundamental. O fundamental é simpatia e ser charmosa. Há muitas mulheres bonitas que não são charmosas”. O psicanalista vê algumas razões para o sucesso de Susan Boyle: “Ela tem uma voz linda, canta super bem. Então, vem uma beleza que estava escondida. Quando você se aproxima de uma pessoa, começa a conhecer a pessoa, se encontra humor, inteligência". Jean Cocteau mostrou essa transformação no clássico "A bela e a fera", que também virou desenho animado. Beiçola não é nenhum monstro, mas o ator que interpreta o papel já sonhou em ser galã. Hoje, Marcos Oliveira vê esse sonho de outra forma. "Beleza, acho que é uma coisa muito mais grandiosa, não existe só a estética, mas existe também o conteúdo. A gente é muito carente dessa situação da beleza humana, do ser belo. Não é só o estético, mas é uma luz, uma vontade de transmitir ao outro, estar com o outro", comenta o ator Marcos Oliveira. Luz como a de Susan, quando soltou a voz. E existe aquela beleza impalpável, indefinível. "Quando você ouve uma música, é aquele momento sagrado. Você está recebendo as bênçãos de Deus e isso é o belo”, completa o ator Marcos Oliveira.

domingo, abril 26, 2009

Série ‘Sexo sem dúvidas’ volta e explica: orgasmo não tem limite


Médicos respondem perguntas dos leitores sobre sexo

Especialistas explicam que prazer exige diálogo e paciência.

Em janeiro de 2009, o G1 estreou a série “Sexo sem dúvidas” para responder perguntas de adolescentes sobre saúde sexual. Muitos leitores aproveitaram a oportunidade para enviar novos questionamentos no espaço de comentários. Agora, retomamos a série -- mas, dessa vez, respondendo apenas a perguntas dos internautas.

Confira as respostas anteriores:

Primeira vez

Ejaculação

Masturbação

Menstruação

DSTs

Anticoncepcionais

Orgasmo

Neste domingo, as três perguntas selecionadas são sobre um assunto que todo mundo diz que domina, mas sempre quer saber mais um pouquinho: o orgasmo.
Se você tem uma dúvida, é só mandar no espaço de comentários. As respostas aparecem no G1 até o próximo sábado (2).

Vamos à primeira dúvida:

kelly01/03/2009 23h14:

Por que, em toda relação, o homem tem orgasmo e a mulher não?


Kelly, antes de tudo, vamos esclarecer uma coisinha: dizer que os homens têm orgasmo em toda relação é exagerar um pouquinho. Os rapazes, às vezes, também não chegam lá. E não tem nada de errado com isso. Agora, é verdade dizer, sim, que eles têm mais facilidade para atingir o orgasmo do que as mulheres. Isso acontece por que homens e mulheres são diferentes não só no corpo, mas na cabeça.

Olha só o que o ginecologista Roberto Hegg tem a dizer sobre isso: “Para a mulher, o fator psicológico é muito forte. Ela precisa estar muito mais relaxada e confortável para chegar ao orgasmo. O homem não precisa muito disso, basta estar com vontade”.

Por isso que, segundo o médico, é normal que os homens atinjam esse máximo de prazer com mais frequência. Mais normal ainda é uma mulher, em suas primeiras relações, demorar para ter o primeiro orgasmo. “É comum que leve algum tempo, por que a jovem ainda está conhecendo seu corpo e aprendendo como ele reage”, explica Hegg.

E, para não ficar chateada com a facilidade masculina, um recado: eles podem até conseguir chegar ao “auge” mais facilmente, mas, para compensar, as mulheres têm dois tipos de orgasmos diferentes: o vaginal e o clitoriano. Algumas mulheres conseguem obter prazer das duas maneiras, mas outras preferem uma ou outra. Você só vai saber que tipo você é com paciência e diálogo. Não tenha vergonha de contar para o seu parceiro do que você gosta – e, é claro, não esqueça de perguntar o que ele gosta também.

saiba mais
Série sobre sexo do G1 tira dúvidas sobre o orgasmo
Série sobre sexo ensina como escolher o seu anticoncepcional
Médicos ensinam como evitar o contágio por doenças sexualmente transmissíveis
Série ‘Sexo sem dúvidas’ responde perguntas sobre menstruação
Médicos esclarecem tabus sobre a masturbação
Série do G1 desvenda mitos sobre a ejaculação - masculina e 'feminina'
Médicos esclarecem mitos sobre a primeira relação sexual
Para ficar mais fácil, uma dica: tente controlar a ansiedade. Se você não está confortável ou preparada, pé no freio. Só siga em frente se estiver 100% a fim. “As primeiras relações sexuais geralmente são um pouco tensas e a menina fica nervosa. Quando mais tranquila ela estiver, mais relaxada vai ficar e mais fácil vai ser atingir o orgasmo”, diz o médico.

A segunda e a terceira pergunta serão respondidas juntas, por que têm muito a ver uma com a outra. Vamos lá!

illy29/01/2009 11h43:

Quero saber quanto tempo em média uma mulher leva para atingir o seu orgasmo? E os homens?

ZÉ NELSON28/01/2009 10h01:

Na mulher, há um número de orgasmos que ela consegue obter por dia?


Illy e Zé Nelson: orgasmo não tem limite nem tempo regulamentar. E como toda pessoa é única e diferente de outra, cada uma chega ao orgasmo em seu próprio tempo. Outra coisa: orgasmo não “gasta”. Você pode ter tantos quanto tiver vontade – e algumas pessoas se saciam antes ou depois de outras. Por isso, não existe um tempo “certo” para mulheres ou homens chegarem ao orgasmo, nem um número máximo de vezes.

Como a gente lembrou lá em cima, os homens, em geral, têm mais facilidade. Mas o médico Laudelino de Oliveira, que também dá aula na USP, acredita que isso é mais um demérito deles do que uma vantagem. “Não acredito que a mulher ‘demore mais’ para ter um orgasmo. Os homens é que são rápidos demais”, diz ele.

Isso acontece, segundo o médico, por uma questão de falta de diálogo entre muitos casais. “O que atrai o homem é o visual. O que atrai a mulher é a palavra”, diz Oliveira. Se os dois conversarem a respeito das coisas que os agradam, fica tudo muito mais fácil.

Por isso, em vez de se preocupar com a velocidade e a quantidade, mude seu foco para a qualidade da relação sexual. Aí é satisfação garantida.

DEPOIS DO FENÔMENO SUSAN BOYLE, A APARÊNCIA IMPORTA?

Susan Boyle depois

do sucesso

Há mais de uma semana, pessoas em ambos os lados do Atlântico têm usado a história de Susan Boyle - a solteirona escocesa desleixada que chegou à fama cantando no programa de TV "Britain's Got Talent" - como um exemplo de quão superficiais nos tornamos.
Não há muito o quevocê possa fazer a respeito; é o modo como pensam; é o modo como sãoSusan Boyle, comentando a rapidez com que a sociedade julga as aparências Antes de cantar, Boyle parecia uma mera voluntária de igreja desempregada e desmazelada de 47 anos que morava sozinha com seu gato, Pebbles, e que, segundo ela, nunca teria sido beijada (uma alegação que ela posteriormente retirou).

Agora, após o vídeo de sua apresentação ter se tornado viral, uma enxurrada de comentários se concentra em como estereotipamos as pessoas em categorias, como caímos vítima de preconceitos de idade e aparência, e como temos que aprender, de uma vez por todas, a não julgar os livros pela capa.

Mas muitos cientistas sociais e outros que estudam a ciência dos estereótipos dizem que há motivos para avaliarmos rapidamente as pessoas com base em sua aparência. Julgamentos rápidos a respeito das pessoas são cruciais para o modo como funcionamos, eles dizem - mesmo quando esses julgamentos são muito errados.

Eles até mesmo concordam com a própria Boyle, que disse após sua apresentação que apesar da sociedade ser rápida demais em julgar as pessoas pela aparência, "não há muito o que você possa fazer a respeito; é o modo como pensam; é o modo como são".

Em um nível muito básico, julgar as pessoas pela aparência significa colocá-las rapidamente em categorias impessoais, assim como decidir se um animal é um cachorro ou um gato. "Estereótipos são vistos como um mecanismo necessário para entendimento da informação", disse David Amodio, um professor assistente de psicologia da Universidade de Nova York. "Se olharmos para uma cadeira, nós podemos categorizá-la rapidamente, apesar de existirem muitos tipos diferentes de cadeiras.

"Eras atrás, esta capacidade era de uma importância de vida ou morte, e os seres humanos desenvolveram a capacidade de avaliar outras pessoas em segundos.

Susan Fiske, uma professora de psicologia e neurociência de Princeton, disse que tradicionalmente, a maioria dos estereótipos se divide em duas dimensões amplas: se a pessoa parece ter intenção maligna ou benigna e se a pessoa parece perigosa. "Em tempos ancestrais, era importante permanecer distante de pessoas que pareciam furiosas e dominadoras", ela disse.

As mulheres também são subdivididas em mulheres "tradicionalmente atraentes", que "não parecem dominadoras, têm traços de bebê", disse Fiske. "Elas não são ameaçadoras".

"De fato, a atração é uma coisa que reforça o estereótipo e faz com que se cumpra. Pessoas atraentes têm "crédito de serem socialmente hábeis", disse Fiske, e talvez sejam, porque "se uma pessoa é bonita ou simpática, as outras pessoas riem das piadas dela e interagem com ela de uma forma que facilita a interação social".

"Se uma pessoa não é atraente, é mais difícil conseguir todas estas coisas porque as outras pessoas não a procuram", ela disse.

A idade também tem um papel na criação de estereótipos, com as pessoas mais velhas tradicionalmente vistas como "inofensivas e inúteis", disse Fiske. Na verdade, ela disse, as pesquisas mostraram que os estereótipos raciais e étnicos são mais fáceis de mudar ao longo do tempo do que os estereótipos de gênero e idade, que são "particularmente aderentes".

Um motivo para nosso cérebro persistir em usar estereótipos, dizem os especialistas, é por frequentemente nos dar informação precisa de modo geral, mesmo que nem todos os detalhes de encaixem. A aparência de Boyle, por exemplo, telegrafou precisamente grande parte de sua biografia, incluindo seu nível socioeconômico e falta de experiência mundana.
"Britain's Got Talent"

Seu comportamento no palco reforçou uma imagem de pessoa de fora. David Berreby, autor de "Us and Them", sobre o motivo das pessoas categorizarem umas às outras, disse que os telespectadores também podem tê-la julgado severamente porque, nas provocações com os juízes antes de cantar, ela parecia estar, desajeitadamente, tentando se encaixar.

"Ela tentou ser divertida, e quando lhe perguntaram a sua idade, ela fez aquela dancinha", como se ela presumisse que nesses programas "você supostamente precisa ser meio sensual e elegante, mas se deu mal", disse Berreby. "Nada provoca mais nosso desprezo do que alguém tentar ser aceitável e então fracassar.

"Quando as pessoas não se encaixam em nossas noções pré-concebidas, nós tendemos a ignorar as contradições, até serem dramáticas demais para ignorar. Nestes casos, disse John F. Dovidio, um professor de psicologia de Yale, nós nos concentramos na contradição - a voz de Boyle, por exemplo. Apesar disso nos fazer vê-la mais como um indivíduo, nós também "encontramos uma forma do mundo fazer sentido de novo, mesmo que para isso digamos: 'Esta é uma situação excepcional'. É mais fácil para mim manter as mesmas categorias na mente do que chegar a uma explicação para as coisas que são discrepantes".

Mesmo diante de múltiplas exceções ao estereótipo, nós frequentemente mantemos a categoria geral e simplesmente criamos um subtipo, disse Dovidio.

Por exemplo, o presidente Barack Obama contrariou os estereótipos negativos a respeito dos negros, mas algumas pessoas podem ter criado um subtipo de negros - profissionais negros - em vez de contestar o estereótipo geral, disse Dovidio. "Esta é a solução mais simples e que economiza energia cognitivamente.

"Os cientistas estão descobrindo que os estereótipos não estão simplesmente armazenados no cérebro e são recuperados por ele, mas "estão associados com regiões gerais do cérebro envolvidas na memória e no planejamento de metas", disse Amodio, sugerindo que "as pessoas recrutam estereótipos para ajudá-las a planejar um mundo consistente com a meta que possam ter".

A pesquisa de Fiske sugere que as pessoas de status baixo são registradas de forma diferente no cérebro. "A parte do cérebro que normalmente é ativada quando você pensa em pessoas fica surpreendentemente silenciosa quando você olha para moradores de rua", ela disse. "É uma espécie de desumanização neural. Talvez não consigamos suportar a situação horrível em que se encontram, ou não queiramos nos envolver, ou talvez tenhamos medo de nos contaminar.

"Mas, ela disse, a resposta neural é restaurada quando é pedido para as pessoas se concentrarem em que sopa os moradores de rua possam querer comer, algo que as faz pensar na pessoa como alguém com desejos ou metas.

O fato de podermos mudar nossas reações em relação às pessoas - o status de Boyle passou instantaneamente de baixo para alto - também tem raízes em nossa psicologia, disseram os cientistas.

Dovidio disse que encontrar discrepâncias nos estereótipos provavelmente "cria um tipo de estímulo autonômico" em nosso sistema nervoso periférico, provocando picos de cortisol e outros indicadores de estresse. "O estímulo autonômico nós motivará a fazer algo naquela situação", ele disse, especialmente se a situação é perigosa.

Helen Fisher, uma professora de antropologia da Rutgers, teoriza que no caso de Boyle, os telespectadores também passaram por uma "onda de dopamina" com a surpresa agradável de ouvir a voz dela. "A novidade aumenta a dopamina no cérebro e faz você se sentir bem", ela disse.

Isto pode ajudar a explicar por que tantas pessoas foram atraídas pela história de Susan Boyle. Mas o fato de aceitarem a ela e outros azarões subestimados dificilmente mudará nosso gosto pelo estereótipo.

A sociedade moderna, com sua consciência dos preconceitos ao longo da história e sua capacidade sem precedente de apresentar tantos tipos diferentes de pessoas umas às outras, pode diluir ou mesmo neutralizar algumas noções pré-concebidas. Mas outras persistirão e novas surgirão, dizem os especialistas.

Este pode ser o motivo para, mesmo após ter expressado a esperança de que "talvez isso possa tê-los ensinado uma lição, ou dado um exemplo", Boyle ter começado a mudar sua aparência nos últimos dias, usando maquiagem, tingindo seu cabelo grisalho e vestindo roupas mais elegantes.

"A matéria-prima de dizer que você está comigo e ela não está é algo que está sempre presente", disse Berreby. "Não é algo que inventamos por causa da TV ou do carro. Também não é algo ligado à vida moderna. É algo inerente à mente.

Polícia investiga desaparecimento de universitária em Cuiabá

Universitária desaparecida

Jovem de 21 anos foi vista pela última vez na manhã de quinta-feira.

Ela saiu com o carro para ir à faculdade e sumiu.

A polícia investiga o desaparecimento de uma universitária em Cuiabá.
Adriane Fernandes, de 21 anos, foi vista pela última vez na manhã de quinta-feira (23), quando saiu de casa para ir à faculdade. A jovem, que estuda odontologia, estava com seu carro.

O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa. De acordo com o chefe do setor de desaparecidos, Gardel Lima, agentes da Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal que trabalham em viaturas receberam detalhes da descrição do veículo para facilitar as buscas.

Hospital Regional combate o tabagismo


A Comissão Estadual do Programa de Controle do Tabagismo e outros fatores de Risco de Câncer da SESPA reuniu com funcionários do Hospital Regional do Baixo Amazonas do Pará – Dr. Waldemar Penna para realizar um trabalho de conscientização do combate ao fumo entre os colaboradores da unidade. O encontro ocorreu no dia 02 de março, contou com a presença da coordenadora do Programa, Raquel Conceição dos Anjos, que falou dos malefícios causados pelo cigarro para fumantes e não fumantes. O Programa tem por objetivo reduzir o número de mortes causadas pelo tabagismo e atua com três estratégias: Prevenção da iniciação (crianças e jovens), Promoção de Tratamento (adultos) e Proteção ao não fumante.
“O cigarro faz bem ou mal?”, dentro dessa temática a palestrante apresentou alguns dados importantes como, por exemplo, o cigarro responde por 45% das mortes por infarto do miocárdio, 85% das mortes por DPOC (enfisema), 25% das mortes por doença cérebro vascular (derrames) e 30% das mortes por câncer, sendo que 90% dos casos são de câncer de pulmão. Além de desencadear e agravar as condições nos casos de hipertensão e diabetes, e aumentar o risco das pessoas desenvolverem e morrerem por tuberculose. Segundo o Banco Mundial, 90% dos fumantes começam a fumar antes dos 19 anos, tendo como idade média de iniciação aos 15 anos. No mundo, 100.000 jovens começam a fumar a cada dia, destes 80% vivem em países pobres. Em pesquisa realizada em 1998 pelo Instituto Nacional do Câncer – INCA, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, descobriu-se que as pessoas fumam por aceitação social, publicidade, fácil acesso ao produto, por modelos de comportamentos e por suscetibilidade individual (fragilidade genética)‏.
O Hospital Regional através do seu Centro de Oncologia entrou nesta luta contra o tabagismo, porque entende que com a conscientização novas vidas podem ser salvas, tendo reflexo na redução de custos no tratamento destas doenças. Proporcionando que os recursos economizados com a redução do tabagismo possam ser aplicados no tratamento de outras patologias.
Cigarro
Conhecer o conteúdo de um cigarro é impressionante, além da nicotina, alcatrão e monóxido de carbono, já foram encontrados acetonas (removedor de esmalte de unhas), terebintina (solvente de tinta), formol (conservante para cadáveres), amônia (desinfetantes para pisos e banheiros), naftalina (veneno para baratas) e fósforo P4/P6 (mata ratos).
Fumante Passivo
É a exposição involuntária à fumaça de tabaco, liberada em ambientes fechados. Estudos epidemiológicos fornecem evidências contundentes sobre os riscos do tabagismo passivo para adultos e crianças. Entre 1 a 4 cigarros dia, o risco de infarto é duas vezes maior; câncer de pulmão é seis vezes maior. A fumaça provoca em adultos o agravamento de asma, cardiopatia, isquemia e câncer de pulmão. Nas mulheres grávidas pode causar aborto e parto prematuro, além de estimular que os filhos nasçam com baixo peso e com a síndrome de morte súbita. Já nas crianças as consequênicas são a asma, agravamento da asma existente, diminuição da capacidade pulmonar, infecções respiratórias, otites agudas e crônicas.

sábado, abril 25, 2009

O Brasil estará sendo desinventado?

Arnaldo Jabor

Quem foi que inventou o Brasil? Foi Sr. Cabral, foi Sr. Cabral. No dia 21 de Abril, dois meses depois do carnaval. O Brasil estará sendo reinventado? Depois da ditadura, passamos a valorizar a liberdade, a democracia. Depois do caos do governo Collor, surgiu uma grande fome de república em nós.
Diante do sofrimento, contamos mudar. Agora o desejo de liberdade de ordem republicana está sumindo aos poucos. A vergonha foi se dissolvendo, com a certeza da impunidade e pela maracutaia das alianças políticas.
A democracia é confundida com permissividade. Sempre houve bandalheira, é claro, sempre. Mas antes ainda havia o mito de honradas excelências, a via retórica do grande parlamentar, os gestos indignados com a corrupção, ou ecos de Rui Barbosa, de Joaquim Nabuco. Hoje vemos que os líderes do nosso atraso, combatem a modernização do país, pela desarticulação das regras mínimas de decência política. Pelo vale tudo.
Existe até mesmo uma perversão sádica de gozar com a indignação da opinião pública. Nunca antes, desde Cabrel, vimos tanto cinismo deslavado. Antes havia mais respeito, eu não digo não pela verdade, mas ao menos pela mentira.

Preso agricultor suspeito de estuprar e engravidar a filha em SC

Adolescente de 15 anos está grávida de cinco meses.
Pai da jovem será submetido a exames psiquiátricos.

saiba mais
Preso suspeito de abusar de duas filhas em MG
Idoso é detido por suspeita de pedofilia em MG
Preso estrangeiro flagrado com duas menores em Fortaleza
Menina de 13 anos que ficou grávida do pai perde o bebê na Bahia
Um agricultor de 33 anos suspeito de estuprar e engravidar a filha foi preso, na sexta-feira (24), em Água Doce (SC). A adolescente de 15 anos está grávida de cinco meses.
Segundo o delegado Mauricio Pretto, a jovem sofria abusos há cerca de dois anos e era mantida em cárcere privado. Segundo o delegado, o pai não gostava que ela frequentasse a escola e ela passou muito tempo sem estudar.
O agricultor deve ficar detido na delegacia de Joaçaba (SC) até que as investigações sejam concluídas, o que deve ocorrer dentro de um mês. Ele também será submetido a exames psiquiátricos.
“Depois que o bebê nascer, vamos fazer DNA para atestar a paternidade. Mas é muitíssimo pouco provável que o filho não seja dele”, afirmou o delegado.
A jovem vivia com a mãe, o irmão de 18 anos, duas crianças e com o pai, suspeito de cometer o crime. A família, que também passará por acompanhamento se o abuso sexual for confirmado, deve prestar depoimento na próxima semana.
COMENTÁRIO:
VIROU MODA AGORA ESSES MONTROS QUE CARREGA O SUBLIME NOME DE "PAI" EXTUPRAREM SUAS FILHAS! COM TANTA MULHER ADULTA NO MUNDO DISPONÍVEL PARA A PRÁTICA SEXUAL IRRESPONSÁVEL, E ESSES CANALHAS, CRÁPULAS E DEGETOS DA SOCIEDADE, PREFEREM SE VIRAREM CONTRA SUAS PRÓPRIAS CRIATURAS E COMETEREM ESSE CRIME HEDIONDO! A JUSTIÇA DEVE ENCARCERÁ ESSES BANDIDOS E JOGAR A CHAVE DA CADEIA NO FUNDO DO MAR PARA QUE OS MESMOS APODREÇAM ATRÁS DAS GRADES.Valter Desiderio Barreto - Diretor Presidente do jornal Boca no Trombone do Estado do Pará.

sexta-feira, abril 24, 2009

Japoneses reúnem 500 pessoas para bater recorde de sexo grupal


Orgia contou com a participação de 250 homens e 250 mulheres.Sessão virou filme pornográfico vendido para o mercado oriental.

Quinhentos japoneses - 250 homens e 250 mulheres - divedem um recorde curioso. Eles participaram da filmagem do vídeo "Sexo com 500 pessoas", que, segundo os produtores, registra a maior sessão de sexo grupal de todos os tempos. O filme foi feito com casais amadores, que se deixaram gravar fazendo sexo em um galpão industrial alugado especialmente para o evento. O chão foi coberto de colchões para receber a orgia. O vídeo pornográfico, de 130 minutos, está sendo vendido no mercado japonês e deve chegar em breve aos Estados Unidos.

DEFINIÇÃO DA PALAVRA “BANDIDO”

Por Valter Desiderio Barreto

Resolvi abordar esse assunto aqui neste meu espaço virtual, por me senti tão incomodado e perturbado com tanto cinismo de indivíduos que estampam suas caras na televisão escondendo-se por trás de uma falsa moral como se fossem os verdadeiros paladinos da moral e dos bons costumes, que são os “nobres políticos” brasileiros.

Segundo a definição do termo “bandido”, no Dicionário Informal que encontramos na internet significa:
Criminoso.

Um criminoso é um indivíduo que viola uma ou mais leis ou regulamentos. 

Aos criminosos que são pegos, se aplica uma punição, geralmente proporcional ao crime cometido. 

A punição aplicada a um criminoso pode ser de caráter corretivo, com a intenção de reeducar o indivíduo para que não volte a cometer delito, ou de caráter exemplar, com a intenção de desincentivar outras pessoas a cometerem atos semelhantes.

No mesmo dicionário encontramos sua definição dentro do conceito gramatical que diz que “bandido” é um substantivo masculino singular e também um adjetivo masculino singular. 

Refere-se também a “bandida”, diz da mulher dada. 

Mulher gostosa que fica dando mole. 

Elemento do sexo feminino tida de antemão como promíscua. 

Mulher manhosa que fica com vários garotos. 

Sinônimos: manhosa, periguete, gostosa, traíra sem escrúpulos. 

Palavra relacionada: safada, cachorra e bandida. 

Bandida também pode ser aquela mulher que fica com outro homem na frente do atual.

Partindo do princípio que o adjetivo BANDIDO significa CRIMINOSO e criminoso é todo aquele ou aquela que VIOLA UMA OU MAIS LEIS OU REGULAMENTOS que disciplina os relacionamentos entre os seres humanos para uma boa convivência no meio da sociedade, chegamos a conclusão que BANDIDO não é só aquele CRIMINOSO que comete CRIME DE MORTE, o TRAFICANTE que trafica DROGAS sobrevivendo da miséria dos usuários, não é assaltante impiedoso que não conhece a lei do respeito pela vida humano, que mata para roubar, BANDIDOS não é o que estamos acostumados a ver na mídia todos os dias, quadrilhas especializadas em todo tipo de delito, inclusive tendo famílias inteiras como membros dessas quadrilhas. 

Após aprendermos sobre a definição de BANDIDO, podemos afirmar com toda exatidão, que BANDIDO também é todo aquele POLÍTICO que desvia o dinheiro público para atender a sua gana de enriquecer ilicitamente, é aquele político que usa o dinheiro público para esnobar com a família pagando viagem de avião em viagens turísticas ou para outros fins, é o político que “compra” a consciência do eleitor em época de campanha com algum benefício de qualquer ordem (esses são os BANDIDOS legalizados do nosso país, que se elegem exatamente para delinquírem sem que o braço da lei possa alcançá-los, porque os mesmos usufruem de um SALVO-CONDUTO denominado de IMUNIDADE (PARA) LAMENTAR que não permite que tais DELINQUENTES DE LUXO, como diz a ex-Senadora Heloísa Helena, sejam punidos), é BANDIDO também o ELEITOR que só VOTA no candidato se o mesmo lhe “pagar” pelo seu voto com qualquer tipo de vantagem mesmo sabendo que tal político já tem um currículo de vida pública que o desqualifica para continuar para continuar em tal atividade. 

É a autoridade policial que no uso do seu cargo comete todo tipo de abuso, inclusive se tornando íntimo dos delinquentes para tirar proveito do fruto de seus roubos, é o juiz que se achando acima do bem e do mal comete arbitrariedades diversas, inclusive vendendo SENTENÇAS aos "fora da lei". 

Bandido é aquele homem que maltrata sua esposa, namorada ou noiva, não só com agressões físicas, como verbais e psicológicas, é o pai e a mãe que maltratam seus filhos sob qualquer pretexto, é o marido que trai a sua mulher com outras na rua, é a mulher que trai seu marido independente das justificativas, é o filho que agride seus pais não só fisicamente como verbalmente. 

Bandido também é aquela pessoa que paga PROPINA a servidores públicos para facilitar algo de seu interesse. 

Bandido é aquele que maltrata o idoso que está sob seus cuidados, é o adulto que se aproveita de uma criança ou adolescente para exploração sexual, ou trabalho escravo. 

Bandido também é todo aquele que ostenta títulos indevidos sem a devida qualificação exigida por lei que a própria Lei diz que tal comportamento implica no crime de FALSIDADE IDEOLÓGICA. 

E o que mais vemos neste nosso país são AUTORIDADES ostentando título indevido, praticando o CRIME de FALSIDADE IDEÓLOGICA se achando no direito de punir quem comete outros tipos de crimes.

Então, como acabamos de ver, se alguém não quiser ser chamado de BANDIDO, é só evitar cometer qualquer tipo de ato lesivo ao seu semelhante, independentemente da gravidade de tal ato, porque segundo a definição de CRIMINOSO no começo do nosso texto, CRIMINOSO é todo aquele, ou aquela que VIOLA UMA OU MAIS LEIS OU REGULAMENTOS. 

Valter Desiderio Barreto – Diretor Presidente do jornal Boca no Trombone do Estado do Pará – e-mail: valterbt@gmail.com

quinta-feira, abril 23, 2009

Em quatro sentenças, 65 são condenados por crimes pela internet

Antônio Sérgio Langner de Moura, que consta
na lista abaixo condenado pela justiça federal
a 4 anos de reclusão por fazer parte da quadrilha
dos hackers de Parauapebas.




Estamos mais uma vez trazendo a público a lista dos condenados pela justiça federal por pratica de roubos em contas bancárias através da internet, que por benevolência da nossa justiça brasileira, os mesmos se encontram soltos em Parauapebas como se nada tivessem praticado. 

Muitos deles enriqueceram com dinheiro roubado, abriram comércio na cidade, compraram fazendas, apartamentos em vários lugares do Brasil. 

Um verdadeiro acinte ao nosso povo brasileiro que na sua maioria são pessoas sérias e honestas, e um tremendo deboche que os mesmo fazem da justiça que muitas vezes é a provocadora de alguns crimes praticados pelos ditos "justiceiros", que assumem o papel daquilo que é obrigação do judiciário brasileiro que é de punir a quem deve. 

O pior disso tudo, é que todo o trabalho que a polícia federal realiza para colocar esses bandidos cínicos atrás das grades, é jogado fora, e até se transformam em alvo de ameaças pelos tais após terem suas prisões relachadas pelas autoridades do nosso famigerado e caduco poder judiciário que só pune a quem ele tem interesse. 

Em protesto a essa omissão das autoridades judiciárias deste estado do Pará, estamos repetindo esta lista abaixo que contem os nomes desses "ladrões virtuais" que receberam suas sentenças pelo juiz federal de Marabá, Carlos Henrique Borlido Hadadd a mais de 2 anos e até agora os tais degetos da sociedade continuam libertos. 

Veja se você conhece alguns deles na lista abaixo e pergunte a ele se a justiça o inocentou, caso a pergunta seja respondida positivamente, peça-lhe o documento que comprovam tal atitude da justiça.

Estou repetindo mais uma vez a lista dos condenados por roubos ao sistema financeiro pela internet, muitos deles morando ainda em Parauapebas, cada um com suas penas definidas pelo juíz federal CARLOS HENRIQUE BORLIDO HADDAD, conforme consta na lista abaixo, que apesar da condenação dos mesmos, continuam soltos na cidade graças a incompetência das leis do nosso país, que permite que tais bandidos recorram de suas sentenças em liberdade, porém, o fato dos mesmos estarem sendo beneficiados pela "MAMÃE JUSTIÇA", não quer dizer que os mesmo tenham o direito de gozarem das regalias que os cidadãos e cidadãs de bem gozem não. 


Os mesmos devem se comportarem como condenados pela justiça na cidade sem procurar causar nenhum tipo de problema nem para a sociedade como um todo e muito menos para as autoridades que têm como dever, zelarem pela tranquilidade da população garantindo-lhes o direito de viverem uma vida dígna na comunidade onde moram. 

Mas parece que o condenado ANTÔNIO SERGÍO LANGNAER DE MOURA, proprietário da Churrascaria Gaúcha, se sente acima da lei e das autoridades do município de Parauapebas, quando ousa a desrespeitar a lei que impede proprietários de "biroscas" restaurante e churrascarias a encherem as calçadas de mesas e cadeiras com fins lucrativos, impedindo os transeuntes a locomoverem-se de forma segura tendo que disputar espaço com os carros em movimentos nas ruas. 

Esse cidadão é tão cínico e cheio de razão que ainda se acha no direito de promover manifestação contra as autoridades do município que determinam o cumprimento das leis para a manutenção da órdem. 

É ser muito cara de pau! 

O que você aprontou que resultou em sua condenação por quatro anos rapaz, era para você ter sumido da cidade a muito tempo! 

Mas dentre as características daqueles que passam para o lado da vida marginal, é ser cínico e arrogante, esse condenado não foge a regra.

Valter Desiderio Barreto-Diretor Presidente do Jornal Boca no Trombone do Estado do Pará.

Em quatro sentenças que somam 229 páginas, o juiz federal de Marabá, Carlos Henrique Borlido Haddad, condenou um total de 65 pessoas integrantes de duas quadrilhas que praticaram crimes de estelionato, fraude ideológica e documental e lavagem de dinheiro pela internet.


Os hackers agiam no município de Parauapebas, sudeste do Pará.

A íntegra das sentenças – referentes aos processos 2001.39.01.001193-1, 2002.39.01.000017-8, 2004.39.01.001065-2 e 2004.39.01.001260-8 – está disponível no site da Subseção Judiciária de Marabá.

Das decisões, cabem recursos ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região, com sede em Brasília (DF).

Segundo a denúncia do Ministérido Público Federal, os hackers associaram-se dolosamente para acessar de forma fraudulenta as contas-correntes e de poupança de terceiros, mantidas em instituições financeiras.
 
As quadrilhas, segundo o MPF, agiam orientadas por Fábio Florêncio e com os conhecimentos técnicos de Ataíde Evangelista, que se incluem entre os que foram punidos com as maiores penas, respectivamente de 19 anos e cinco meses e 17 anos e cinco meses de reclusão.
 
A vantagem financeira ilícita das quadrilhas ocorria em proveito dos diversos integrantes da organização criminosa e em prejuízo da Caixa Econômica Federal (CEF), Banco do Brasil, Banco Itaú e Banco do Estado de Goiás.

O juiz federal destaca que os réus “ocultaram e dissimularam a origem dos recursos provenientes de suas atividades criminosas através do ‘aluguel’ da conta-corrente e de cartões alheios e da prática de registrar bens em nome de terceiras pessoas”.

A pena maior foi imposta a Antônio Francisco Fernandes de Souza, condenado a 21 anos e 9 meses. 

Segundo o magistrado, o réu “apresentou elevadíssima culpabilidade porque foi, ao lado de Fábio Florêncio, o responsável por solicitar o desenvolvimento de programas de computador capazes de instrumentalizar as fraudes praticadas pela internet, bem como liderou os comparsas nas atividades ilícitas”.

O juiz federal considera impróprio o termo hackers para definir os acusados. 

“Diz-se impropriamente porque hackers seriam pessoas interessadas nas partes mais desconhecidas e profundas de qualquer sistema operativo e em linguagens de computador. 

Hackers são pessoas que procuram respostas, buscam incansavelmente conhecimento e, principalmente, nunca pretendem causar danos a alguém intencionalmente”, justifica Borlido.

Veja abaixo a relação dos condenados e a pena imposta a cada um nos quatro processos sentenciados pelo juiz federal Carlos Henrique Borlido Haddad: Processo nº 2001.39.01.001193-

Adalberto Monteiro Oliveira – 12 anos e 4 meses·
Adriano Duarte Cruz – 13 anos 4 meses·
Antônio Francisco Fernandes de Souza – 21 anos e 9 meses·
Antônio José da Silva Pereira – 13 anos 4 meses·
Antônio Wellington Fontes de França – 10 anos e 7 meses·
Daniel Xavier de Almeida – 12 anos e 2 meses·
Edmilson Fernandes de Souza – 11 anos e 6 meses·
Eurípedes Álvaro de Oliveira Filho – 15 anos·
Fábio Florêncio da Silva – 19 anos e 5 meses·
José Airton Ribeiro Soares – 11 anos e 6 meses·
José Augusto Leite Barros – 13 anos e 4 meses·
Josivaldo Leite Barros – 12 anos e 4 meses·
Orlando Eteovásio Pereira – 13 anos e 4 meses·
Valdir Flausino de Oliveira Júnior – 10 anos e 4 meses·
Valdir José Pereira de Vasconcelos – 9 anos e 10 meses.
Processo nº 2002.39.01.000017-8· Aldair Dalferth – 5 anos e 6 meses·
Antônio Carlos Coelho da Cruz – 7 anos e 4 meses·
Ataíde Evangelista de Araújo – 17 anos e 5 meses·
Cícero Geisel Magalhães Mesquita Pereira – 9 anos e 6 meses·
Domingas de Ramos Sales Silva – 12 anos e 4 meses·
Ébio José Neto – 13 anos e 4 meses·
Enilson Fernando Moreira Bezerra – 11 a nos e 4 meses·
José Helder Fontes de França – 9 anos e 8 meses·
José Lucivaldo Moraes de Oliveira – 8 anos e 6 meses·
Josenias Barbosa dos Santos – 12 anos e 10 meses·
Marciélia Fontes de França – 12 anos·
Marlon Sanches Pereira – 11 anos e 6 meses·
Maurício Gomes Pina – 12 anos e 4 meses·
Ramoncito Borges Tavares – 11 anos e 6 meses·
Waldemir de Matos Fernandes (Ex-vereador)– 6 anos e 6 meses.
Processo nº 2004.39.01.001065-2· Adalgenice Souza Silva – 2 anos·
Adilenhe de Matos Rodrigues – 2 anos· Alaor de Castro – 2 anos·
Alberoni de Sá Cruz - 5 anos·
Aline Cristina Sousa Morais – 3 anos·
Antônio José da Silva Pereira – 4 anos·
Antônio Sérgio Langner de Moura - 4 anos·
Cláudio Rezende de Moraes - 4 anos·
Dianelly de Cássia Lobato Pereira - 4 anos·
Diones Barbosa – 4 anos e 9 meses·
Dirceu de Souza Terrão - 4 anos·
Elveni Dalferth - 2 anos·
Fernando Ribeiro Soares – 4 anos e 3 meses·
Francinelma de Andrade Melo - 2 anos·
Francisco Correa Nobre Neto – 7 anos e 6 meses·
Francisco Elesbão Neto – 4 anos·
Hermelindo Menezes de Lana – 7 anos e 4·
Ione da Silva Oliveira – 3 anos e 6 meses·
Jefferson Maciel de Sousa - 8 anos·
Joana Elias dos Santos – 12 anos·
José Raimundo P. Ramalho - 4·
José Ribeiro Soares Filho – 4 anos e 3 meses·
Josué Souza Silva - 4 anos·
Marco Braga dos Santos – 13 anos·
Marcos Antônio Barcelos – 4 anos·
Maria José Duarte da Cruz - 3 anos·
Marta Nílvia Gomes Pina - 3 anos·
Rosimar de Sousa Machado - 2 anos·
Rosimar Teixeira Salgado - 4 anos·
Zilda das Chagas Silva Fernandes - 2 anos.
Processo nº 2004.39.01.001260-8· Abraunienes Faustino – 11 anos·
Enes Faustino - 2 anos e 6 meses·
Frank Ney Martins da Silva - 2 anos·
Jaqueline dos Reis dos Santos - 1 ano e 4 meses·
Valdemir Sousa Oliveira - 1 ano e 4 meses.

(Fonte: Justiça Federal - Seção Judiciária do Pará - Seção de Comunicação Social)