Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

sexta-feira, julho 31, 2009

R E P A S S A N D O, pela coragem da ilustre médica!


QUE DESABAFO!!!! !
Ainda assinou embaixo.
Bom dia, Luiz Inácio !

Não lhe chamo de Dr. porque isso você não o é, muito menos de presidente porque não tenho obrigação nenhuma de chamar de algum título um boa-vida,

cachaceiro, ignorante, amoral, ladrão e desmemoriado .

Sabe Luiz, tal como você, também sou de origem humilde. Minha mãe lavou muita roupa e fez muito crochê para me criar, depois minhas irmãs cresceram e foram ser tecelãs numa industria em Bauru...
Estudamos em escola pública, naquele tempo nem calçado tinha, ganhava roupas usadas e me sentia uma rainha.
Com muito custo estudamos, Luiz Inácio! Desde 5 anos eu já ajudava em casa para minhas irmãs trabalharem e minha mãe também. Com 12 anos comecei a trabalhar fora, doméstica, depois metalúrgica, até que terminei meu colégio e ingressei numa Universidade Pública.
Luiz Inácio, nunca fiz cursinho, nunca fui incentivada, levantava às 4 e ia dormir uma da manhã; tomava vários ônibus, caminhei muito, comia pouco,vivia para os estudos e, engraçado, nunca perdi um ano, nunca perdi uma aula e Graças a Deus, em 1983 me formei em Medicina. Me especializei, me casei e junto com meu marido luto para dar o melhor para as minhas filhas.
Hoje sou preceptora em uma Universidade , ganho tão pouco que é uma vergonha ser médico nesse país... depois que você quis brincar de presidente, as coisas pioraram ainda mais, mas o que se há de fazer.
Agora, vem cá: Você é pobre e não teve condição de estudar??? Não me engana com esse rosário... mas não mesmo...
Sua mãe era analfabeta? Empatamos; a minha também, eu ensinei a ela conforme ia me alfabetizando até aparecer o Mobral - desculpinha esfarrapada essa sua heim???

Eu engoli você esses 4 anos, com suas gafes, seus roubos, (e como sei de coisas...conheço o Palocci)... e sempre fiquei na minha, quieta porque é um direito seu....
Mas hoje, ao ligar a televisão e ver você, hipocritamente chamar a todos brasileiros de burros e incompetentes, lamento, mas foi a gota d'água! ...não julgue os outros por você... não me compare a sua laia ... Sou apolítica, mas sou brasileira e em momento algum o senhor fez por merecer todo carinho que essa gente lhe dá.

Luiz Inácio, falar que o POVO BRASILEIRO NÃO TEVE INTELIGÊNCIA SUFICIENTE PARA DECIDIR A ELEIÇÃO, creia, foi a pior frase que você poderia ter dito...Posso até concordar que 48% não teve inteligência porque vive na ignorância, na mesma que você julga que o povo brasileiro tem. Eu só esperoque essa sua frase, dita num sorriso de quem já tinha bebido todas... ecoe de Norte ao Sul do País e acorde esse povo que como eu lutou muito para chegar onde está... que como eu, não agüenta mais pagar impostos para o senhor e sua corja gastarem com sabe-se lá o que.
Foi mal Luiz Inácio... muito mal mesmo!
Uma brasileira.
DRA. MARISE VALÉRIA SANTOS (CRM 77.577)SP.

Brhadaranyakopanishadvivekachudamani batiza filho com mesmo nome

O mexicano "Brhada" Erreh Muñoz junto com sua família...

...e o filho "Brhada" Errehmuñoz, que herdou o nome de 36 letras do pai.

Um mexicano tem o nome mais comprido do país e provavelmente um dos mais exóticos do mundo: Brhadaranyakopanishadvivekachudamani Erreh Muñoz.

"Brhada", como o chamam os seus amigos, é veterinário no Estado de Coahuila, no norte do México. Ele diz que carrega seu nome de 36 letras com muito orgulho. Tanto que passou o nome para o seu filho, apenas com uma pequena variação. A mudança está no sobrenome, que foi fundido em uma palavra só: Errehmuñoz.

...e o filho "Brhada" Errehmuñoz, que herdou o nome de 36 letras do pai.

A família do mexicano tem um histórico de nomes estranhos. O pai de "Bhrada" chama-se José Refugio. O nome foi uma homenagem à Virgem do Refúgio, já que José foi o único sobrevivente entre cinco irmãos que morreram quando bebês.

Como José não gostava do sobrenome Refugio, passou a assinar apenas como José R. Assim surgiu o apelido "R", transformado posteriormente em "Erreh", que segundo José é também uma sigla para "esposo, refúgio, rosário, esposa, 'hijo' ('filho' em espanhol)".

"Meu nome é para sempre"Mas José não parou aí. Ele resolveu dar ao seu filho o nome de Brhadaranyakopanishadvivekachudamani, que nada mais é do que a combinação do nome de dois filósofos hindus.

José disse que não sabia qual dos nomes dos filósofos escolher, e acabou decidindo unir os dois.

"Bhrada" disse à BBC que o nome do primeiro filósofo significa "o homem que se converte no que faz". Já o segundo nome, aparentemente, não tem nenhum significado muito preciso.

Ele afirma que nunca teve grandes problemas com o nome. O maior incômodo foi a necessidade de um ofício especial, para permitir que o nome completo fosse colocado no título eleitoral e na carteira de motorista.

Muñoz conta ainda que sua família não tem nenhuma relação com a Índia ou com a religião hindu, e que ele decidiu dar o nome ao seu filho para seguir a tradição iniciada pelo pai.
O México tem um histórico de nomes estranhos. Há registros de pessoas chamadas "Zolia Vaca del Campo", "Hitler" e "Michael Jackson"

.Uma mulher nascida em 22 de abril de 1914 está registrada com mais de 30 sobrenomes. María Saldivar chama-se, oficialmente, María de la Asunción Luisa Conzaga Guadalupe Refugio Luz Loreto Salud Altagracia Cármen Matilde Josefa Ignacia Francisca Solano Vicenta Ferrer Antonia Ramona Agustina Carlota Inocencia Federica Gabriela de Dolores de los Sagrados Corazones de Jesús y de María Saldivar y Saldivar.

O Registro Oficial do Estado de Coahuila começou uma campanha chamada "Meu nome é para sempre", para que as pessoas não ponham nomes estranhos em seus filhos.

No entanto, as autoridades reconhecem que muitas pessoas com nomes estranhos são felizes assim. Hegel Cortés, diretor do Registro, disse à BBC que para que as pessoas possam mudar de nome após o nascimento, elas precisam provar que existe algum problema ou discriminação.

Entre os nomes considerados "normais", os mais comuns nos nascimentos recentes na capital mexicana são Fernanda e Valeria, para meninas, e Diego e Santiago, para meninos.

quinta-feira, julho 30, 2009

Ele fica....

É isso ai! Diante da certeza de que eles vencerão, que jamais pagarão por seus crimes, que continuarão ricos e corruptos, e até mesmo respeitáveis, resta-nos ridicularizar suas figuras toscas, seus figurinos grotescos, seus cabelos tingidos, suas caras botocadas. Para que suas esposas e amantes leiam, e seus filhos se envergonhem deles no colégio. Como nós nos envergonhamos todo dia. ( Nelson Motta




















segunda-feira, julho 27, 2009

Sarney é o senador que mais faltou neste ano, diz site

Raposa velha Sarney

Envolvido em uma série de suspeitas de irregularidades, que vão do tráfico de influência para nomear parentes ao uso de atos secretos e desvio de verbas públicas, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), foi o senador mais faltoso às sessões deliberativas do Senado no primeiro semestre. De acordo com levantamento feito pelo portal "Congresso em Foco", das 60 sessões, Sarney faltou a 17, quase um terço. O senador mais assíduo foi Epitácio Cafeteira (PTB-MA), que apesar dos 85 anos e de ter dificuldades de locomoção, apareceu em todas as votações.
Se tivesse faltado a mais três sessões apenas, Sarney poderia responder a processo de perda de mandato - penalidade prevista pelo artigo 55 da Constituição (item III), mas pouca acionada. De acordo com a norma constitucional, perderá o mandato o deputado ou o senador que faltar à terça parte das sessões ordinárias da Casa a que pertencer, salvo licença ou missão por esta autorizada. Até hoje, a punição foi aplicada em apenas dois casos. Em 1990, os então deputados Mário Bouchardet (PMDB-MG) e Felipe Cheidde (PMDB-SP) foram cassados por gazeta. Desde então, os parlamentares sempre justificam suas faltas e escapam dos processos.
O presidente do Senado, segundo assessores, tem muitas faltas em decorrência de compromissos fora do Congresso. Integrante da Academia Brasileira de Letras (ABL), Sarney costuma ir ao Rio de Janeiro às quintas-feiras para participar do tradicional chá das 15 horas. Agripino disse que estava surpreso por aparecer em terceiro lugar. Acha que pode ter havido algum erro na hora do registro da presença, pois se considera um dos mais assíduos.
COMENTÁRIO:
Está na hora desses velhos políticos com suas práticas arcaicas de fazer política na base do "toma lá, dá cá" como essa raposa velha da república José Sarney, ex-Presidente da República TAMPÃO, que graças a morte do Tancrêdo Neves, ele como seu Vice, tornou-se o titular e como o pior Presidente da República do nosso pais, quase leva a nossa nação a bancarrota por sua incompetência, permitindo que a inflação atingisse o seu mais alto patamar de toda a história brasileira que foi de 100% ao mês. Ele só sabe administrar os seus bens e de seus familiares que tem o Estado do Maranhão como se fosse propriedade privada sua e de seus familiares. O Sarney não deve só perder o cargo de Presidente do Senado Federal como deve perder o mandato por falta de decoro parlamentar e pelo grande mal que já causou ao nosso país.

Valter Desiderio Barreto. E-mail: valterbt@gmail.com

Vale inicia programa de formação de mão-de-obra em Moçambique


A Vale, em parceria com o SENAI, realiza nesta segunda-feira, dia 27 de julho, a aula inaugural do programa Formação Profissional em Moçambique. É a primeira vez que o programa é ofertado fora do Brasil. Composta por jovens saídos do ensino médio, a turma terá 26 alunos, que serão formados no curso de Operação de Mina. O objetivo do programa é capacitar profissionais para o Projeto Carvão Moatize, em Moçambique, na África.

A aula inaugural vai acontecer no Colégio Dom Bosco, localizado na província de Tete. Os alunos assistirão palestras do gerente-geral de implantação da Vale, Virgílio Reis, do Gerente-Geral de RH da Vale, João Menezes, e da gerente executiva do SENAI, Mônica Domênico. Esta é a primeira turma de formação de mão-de-obra em Moçambique. Ainda em 2009, está prevista uma segunda turma, também para o curso de Operação de Mina, que terá 25 participantes.

O programa de Formação Profissional é composto por duas fases. A primeira, teórica, tem duração de três a cinco meses. Nesta fase, os jovens fazem curso de qualificação e estudam em tempo integral. Na segunda fase, com duração de seis a 12 meses, será oferecida uma formação prática que acontecerá nas unidades da Vale e com o acompanhamento de um mentor com vasta experiência na atividade.

A versão internacional do programa seguirá o formato brasileiro que, em 2008, recebeu cerca de 1.700 jovens em diversos estados onde a Vale está presente. O programa é uma ação da Valer, Departamento de Educação da Vale, que tem como um dos principais objetivos qualificar mão-de-obra técnica e promover o desenvolvimento local a partir do acesso a educação, emprego e renda. Valer em Moçambique

Em 2010 ficará pronta a unidade da Valer de Moçambique, que já está em fase de construção. Esta unidade será um moderno centro de treinamento com salas de estudo, auditório, laboratório, sala de informática e oficinas. Para o treinamento dos profissionais de mineração haverá um simulador de equipamentos pesados, que, dependendo do software, funciona como um simulador de caminhão fora de estrada ou de retroescavadeira, entre outros.

O Projeto Carvão MoatizeEm março de 2009, a Vale lançou a pedra fundamental do Projeto Carvão Moatize, com investimento total acima de US$ 1,3 bilhão e capacidade nominal de produção de 11 milhões de toneladas por ano de produtos de carvão (metalúrgico e térmico). O início das operações está previsto para o segundo semestre de 2010. Presente em Moçambique desde novembro de 2004, a Vale detém a concessão de exploração de uma das maiores reservas carboníferas do mundo. O projeto é o maior investimento da Vale no negócio de carvão.

Já estão trabalhando no projeto e na implantação do empreendimento cerca de 3,5 mil pessoas, sendo 90% de Moçambique. No pico das obras de implantação, o número de trabalhadores deverá ultrapassar quatro mil e, para a fase de operação, prevê-se um efetivo de cerca de 1.500 empregados.

Além do compromisso com a geração de emprego, a Vale busca estimular e desenvolver fornecedores de serviços e produtos nas regiões onde atua. Para isso, a empresa está capacitando fornecedores locais e criando oportunidades de negócios e empregos na região de forma sustentável e permanente. Durante a fase de estudo de viabilidade, a Vale investiu cerca de US$ 7 milhões em projetos sociais nas áreas de saúde, agricultura, infraestrutura e educação.

sábado, julho 25, 2009

É TEMPO DE RECOMEÇAR

Maria Alice Zomenhan

Maria Alice Zomenhan da Silva, professora de língua portuguesa e dirigente de ensino estadual no município de Barretos, tendo sob sua jurisdição, os municípios de Guairá, Jaborandí, Colina, Colômbia, Guarací, Olímpia, Severínia e Altair, tem se destacado como uma servidora pública exemplar, prestando relevantes serviços aos barretenses no setor da educação, com sua simpatia, que é sua característica peculiar, procura não só desenvolver a política da valorização do ser humano através de programas educativos nos municípios que estão sob a sua responsabilidade, como também promove a paz e a união entre seus colegas de trabalho. Em reconhecimento ao que essa exemplar funcionária pública tem representado não só para o município de Barretos, mas como para o estado de São Paulo, prestamo-lhes esta modesta homenagem destacando-a no nosso blog postando o texto É TEMPO DE RECOMEÇAR, de sua autoria.
É tempo de recomeçar!
O recomeço implica em retomar aqueles dizeres, valores e ações previstas lá no início do ano, com os ajustes próprios do conhecimento advindo do compartilhamento e da convivência sob o mesmo teto. Implica em aceitar que, neste momento, cada parte envolvida no processo sabe um pouco mais sobre a outra, aumentando, pois, a responsabilidade da reconquista e do acolhimento.
E isso é tão singular quanto particularizantes cada unidade escolar, a partir de seu próprio contexto e, principalmente do seu cotidiano, tem uma realidade que precisa ser, sempre, o seu ponto de partida.
Ao considerar a continuidade da movimentação que caracteriza a Educação neste ano, com diferentes e eficazes propostas de apoio a alunos, professores e gestores, torna-se relevante acreditar que a escola pode _ e deve _ fazer a diferença no contexto histórico e identitário de si própria e de todos que por ali incursionam.
E recomeçamos o segundo semestre com novidades, por enquanto em Barretos, com o Programa de Formação Profissional ( parceria entre SEE e SENAC), oferecendo aos alunos do 2º ano do Ensino Regular e do EJA, as opções profissionalizantes de Informática, Contabilidade, Turismo e Gestão Empresarial, como complementação aos estudos, na expectativa de que a fusão dos dois certificados lhes oportunize maiores chances de adentrar o mercado de trabalho.
Acresça-se o acompanhamento à Recuperação para este recomeço e Suporte técnico-pedagógico previsto para todas as escolas, em especial, àquelas apontadas pelo IDESP, para as quais é imprescindível a continuidade dos trabalhos de intervenção _ainda que intencional _ solidária e constante por parte dos Professores Coordenadores da Oficina Pedagógica e dos Supervisores.
Nesse contexto redirecionado a “aprendizagens”, que redimensiona a educação no atual século, reafirma-se o papel do NRTE para potencializar a utilização das SAI, como ferramenta pedagógica (é notável a participação das U.Es. em blogs) ou como forma de lincar ou plugar-se ao mundo.
Além dessas aprendizagens, não podemos, enquanto escola, relegar a outrem a aprendizagem e o desenvolvimento de uma cultura inclusiva: contamos, agora com um PC, na Oficina, só para Educação Especial, que vai otimizar um programa educacional voltado não apenas para a inclusão, mas também para o despertar da aprendizagem da convivência.
Certos de que não estamos sós, prosseguimos a Diretoria de Ensino e todas as nossas escolas confiantes em poder contar com a voz e a vez de todos da equipe, da comunidade escolar e de todos os que se colocam como parceiros da Educação ou co-responsáveis pela efetivação de uma escola que se abre para oportunizar igualdades através de uma educação de qualidade.

Maria Alice.

Feliz daqueles que podem desfrutar da amizade dessa grande mulher!

sexta-feira, julho 24, 2009

Maratona contra a Pedofilia


No tempo de recesso do Senado Federal o Senador Magno Malta aproveita para intensificar a luta contra a pedofilia viajando pelo interior do estado do Espírito Santo com caminhadas, audiências publicas e reuniões levando os esclarecimentos necessários para o combate ao crime. No dia 20 de julho esteve nas cidades de Pedro Canário e Sooretama. No dia 22 de julho as audiência e reuniões aconteceram em Ponto Belo, Montanha, Pinheiros nas Câmaras Municipais e em Linhares o evento ocorreu na Igreja Evangélica Batista com a presença de várias das autoridades dos locais. A participação do público tem sido maciça; todos muito interessados em contribuir para que a causa seja coroada de sucesso.

Restrição para a compra de material pornográfico

Senador Magno Malta

A Comisão de Meio Ambiente (CMA) aprovou proposta proibindo a autorização, por operadoras de cartões de agamento, e operações de débito e crédito relacionadas com jogos de azar e pornografia infantil através da internet. A matéria segue para exame na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE).Pelo PLS 121/08, de autoria do senador Magno Malta (PR-ES), os cartões de pagamento não poderão autorizar operações relativas a jogos ilícitos e à aquisição ou aluguel de filmes, textos, fotografias e outros materiais pornográficos envolvendo a participação de menores de 18 anos.
Em seu parecer favorável, o senador César Borges (PR-BA) destacou que a melhor forma de proibir jogos de azar e pornografia pela internet é dificultar os pagamentos por meio de cartões de crédito.
Se as empresas de cartão de crédito são capazes de bloquear determinadas operações quando é de seu interesse, ponderou o rela tor, caberá a elas o ônus de fiscalizar operações proibidas. Caso não cumpram as proibições, disse, as empresas devem ser penalizadas pelas regras previstas no Código de Defesa do Consumidor.

Reforma do shopping deve começar na terça

De acordo com informações obtidas ontem pela reportagem do “JBR”, está prevista para a próxima terça-feira a chegada a Barretos de uma equipe de técnicos e engenheiros que vão coordenar os trabalhos de reforma do shopping. De acordo com as informações, o shopping vai passar dos atuais 60 pontos de lojas para 120 pontos. Para tanto, a área da entrada do supermercado será transformada em pontos de lojas. Na terça-feira, deverá ainda ser apresentado o “mix” das lojas que farão parte do shopping, bem como anunciados os nomes das lojas âncoras, que podem ser a C&A e Centauro, por exemplo.

Barretos, 24 de julho de 2009.

Festa tem pacotes para barretenses

Está a venda o segundo lote dos pacotes para os 11 dias da 54ª Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos, com preços especiais para os barretenses, pacotes para Área Vip, e também pacotes para quem prefere curtir a Festa do Peão na área das cadeiras numeradas. O pacote com valor especial, para os 11 dias de Festa, custa R$ 200. A venda está sendo feita na Loja Os Independentes Souvenir e seu pagamento integral deve ser feito até o dia 10 de agosto. Os pacotes para Área Vip e cadeiras numeradas em breve terão acréscimo em seus valores. Hoje, cada pacote para a Àrea Vip custa R$ 800 e o pacote das cadeiras numeradas custa R$ 1 mil. A venda está sendo realizada no Parque do Peão, com Íria.

Outras informações pelo fone (17) 3321-0000.

Barretos, 24 de julho de 2009.

Trilha dos Sentidos


O Parque Zoobotânico Vale realiza, neste domingo, dia 26, das 9h30 ao meio-dia, e das 13h às 15h30, uma atividade que vai ampliar a percepção dos visitantes em relação à natureza: a Trilha dos Sentidos. A proposta é que os participantes sigam de olhos vendados pela mata do Parque, acompanhados por um guia. Sem a visão, o olfato, paladar, audição e tato ficarão mais aguçados para sentir as surpresas que a flora e fauna do parque oferecem. Mantido pela mineradora Vale, o Parque Zoobotânico está localizado no município de Parauapebas, sudeste do Pará, e funciona de terça-feira a domingo, das 9h às 15h30. A entrada é gratuita.

Parauapebas, 24 de julho de 2009

quinta-feira, julho 23, 2009

Populares pedem solução para problemas da Feira do Produtor





Atualmente, o município de Parauapebas que é expressamente o que mais cresce em todo o Brasil, possui várias feiras que fornecem a população desde produtos alimentícios, até vestuário e entretenimento. No entanto, a Feira do Produtor que fica localizada nas proximidades da rua “15”, no bairro Cidade Nova, transformou-se em uma área de pirataria e, ainda mais agravante, uma ameaça à saúde pública. Não são raros os focos de proliferação do mosquito Aedes Aegypti – (transmissor da dengue e da febre amarela urbana) – ratos, baratas e completa insalubridade no tratamento de peixes, que segundo apurou nossa equipe de reportagem, é feito totalmente irregular perante as leis de vigilância sanitária, sendo feito a céu aberto e na comercialização de carnes, sendo que ainda há de se destacar o trabalho infantil, amplamente utilizado. Há ainda um total prejuízo no tráfego, uma vez que a rua “15” dá acesso a estrada Faruk Salmen, principal acesso ao município.
A Feira do Produtor é considerada um dos mais importantes pontos de venda do município, tendo em vista que por lá são vendidas roupas, acessórios, verduras, frutas, carnes, condimentos, além de salgados e comidas caseiras. Cerca de quinhentos produtores rurais vendem seus produtos na feira, que funciona das 06h00min às 14h00min de terça-feira, na quarta-feira e Sábado.
Em declarações prestadas à nossa equipe de reportagem, a dona-de-casa Maria da Conceição Oliveira destacou que “existe uma urgente necessidade em se deslocar a Feira do Produtor para um local apropriado e seguro que garanta o bem estar dos feirantes e da população que sofre com as doenças, o mau cheiro e a desorganização”.
Por sua vez, o aposentado Antonio Nascimento da Cruz, morador de Parauapebas há 14 anos, afirma que o que falta “são políticas públicas que possam amenizar o problema na Feira do Produtor que vem acontecendo desde os primeiros governos do município. Uma cidade como Parauapebas não pode continuar com problemas como este”, relata o aposentado.
Vigilância Sanitária – Visando fazer um jornalismo sério e imparcial, nossa equipe de reportagem tentou manter contato com o titular da Vigilância Sanitária, órgão ligado à Secretaria Municipal de Saúde de Parauapebas, porém não obtivemos sucesso para comentar sobre os problemas encontrados na Feira do Produtor Rural de Parauapebas.
Ações da Acip – Depois de receber várias denúncias de seus associados, a direção da Associação Comercial, Industrial e Serviços de Parauapebas, através do presidente José Rinaldo Alves de Carvalho, apurou as informações e estará enviando aos responsáveis pela Feira do Produtor, documentos com fotografias e depoimentos de comerciantes e usuários, para que soluções benéficas sejam tomadas o mais rápido possível.

José Rinaldo já esteve a alguns dias reunido com o prefeito de Parauapebas onde na oportunidade foram debatidos os problemas da Feira do Produtor. Em outra oportunidade, Francisco Xavier Falcão, presidente do Departamento Municipal de Trânsito e Transportes de Parauapebas, afirmou ao diretor da Acip que está com um projeto de liberação da rua “15” nos dias de feira, pois concorda que com o fechamento da avenida, os comerciantes locais são prejudicados. Com a implantação desse projeto, os peixeiros que ficam acomodados na via pública devem ser transferidos nos próximos dias para outro local. “Então é esperar para crer, vamos aguardar e cobrar”, lembra Manoel Chaves, Assessor Jurídico da Acip.

"Fecha a boca, Lula", diz senador após comentários do presidente


Senadores farão apelo para que Sarney renuncie e querem reunião de emergência do Conselho de Ética
Protesto contra Sarney é "a grande revolução do bigode brasileiro", diz jornal inglês
Senadores farão apelo para que Sarney renuncie e querem reunião de emergência do Conselho de Ética
PF grava diálogos que ligam Sarney, Agaciel e atos secretos, diz jornal
"Não se pode vender tudo como se fosse um crime de pena de morte", diz Lula sobre gravações envolvendo família Sarney
Novos diálogos revelam atuação de família Sarney no Judiciário
Em nova denúncia contra Sarney, advogado não vê ilícito
"É impossível" conselho não acatar denúncia contra Sarney, diz senador da oposição

Os senadores Cristovam Buarque (PDT-DF) e Pedro Simon (PMDB-RS) criticaram nesta quinta-feira (23) as novas declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a crise no Senado. Em entrevista à Rádio Globo de São Paulo, Lula voltou a defender o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Questionado a respeito das escutas telefônicas realizadas pela PF (Polícia Federal) que apontam atuação direta de Sarney na nomeação de parentes para cargos da Casa, Lula disse que "não se pode vender tudo como se fosse um crime de pena de morte", e que "uma coisa é você roubar, outra coisa é você pedir emprego". Pedro Simon foi categórico ao mandar um recado ao presidente: "Fecha a boca, Lula", disse o senador aos jornalistas. Para Cristovam Buarque, Lula "está cometendo um grande erro". "Quando se tem 80% (de aprovação), ninguém tem coragem de dizer que é um erro, porque há um endeusamento. Mas o presidente está cometendo um erro como chefe de Estado. O presidente é um educador; ao dizer essas coisas, ele corrompe a opinião dos jovens".

O senador voltou a dizer que Sarney permanece na presidência da Casa, em grande parte, pelo apoio recebido de Lula. E chamou a população para se manifestar sobre a crise, se o apelo dos parlamentares não surtir efeito. "Que a população mande cartas, e-mails, telefone para o seu senador. É preciso criar uma comoção política". O pedetista disse estar recebendo, ele mesmo, mensagens de eleitores insatisfeitos. "Eles dizem: 'se você é impotente para mudar, por que não renuncia?' Se fizer isso, parece que a gente saiu para dar lugar a alguém com um discurso diferente. A única saída é insistir.

quarta-feira, julho 22, 2009

Escola Lacy Bonilha em Barretos, forma primeira turma de suplência EJA 2009.

Professora Gina agradecendo a homenagem

Professor Luiz Antônio Pereira

Professora Gina Mikawa sendo homenageda pela
turma de formandos através da aluna Maria Luíza

Alunos

Professores homenageados

Formandos


Professora Gina e aluna Jesuína

Formandos atentos

Parte do corpo docente

Constância e Regina-Representantes
da Diretoria de Ensino Estadual

A Escola Lacy Bonilha de Souza, no distrito de Ibitú a 25 quilômetros da sede do município de Barretos, fechou com chave de ouro, a conclusão do curso do Ensino Médio conhecido como EJA - Ensino de Jovens e Adultos, diplomando no último dia 11 do mês em curso 22 dos 35 alunos que se matricularam em 2005. 

Graças ao desempenho da Diretoria de Ensino da Região Maria Alice Zomenhan da Silva e da diretora da Escola Sra. Jane Aparecida da Silva Martins e demais membros do corpo docente que não mediram esforços para abrirem novos horizontes para os 22 estudantes heróis na sua maioria adultos que não tiveram a oportunidades de freqüentarem uma escola. 

O Destaque principal da noite da cerimônia de entrega dos certificados de conclusão do ensino médio foi para a abnegada Professora Gina Miuki Mikawa, que dentre as homenagens recebidas pelos alunos concluintes, a mesma recebeu uma placa destacando-a como a incentivadora pelos mesmos terem conquistado mais uma etapa importante de suas vidas. 

“Obrigado querida professora Gina, pela sua persistência em nos incentivar a prosseguir nos nossos estudos, muitas vezes até nos buscando em nossas casas, quando nos sentíamos desanimados”. Finalizou um estudante em nome da turma. 

Por sua vez, a Professora Gina ao ser convidada para dirigir a palavra a platéia presente, agradeceu a homenagem recebida, como também fez questão de dividir àqueles méritos com os demais professores daquela instituição de ensino cujo lema é “abrir novos horizontes para àqueles que desejam.

PF grava diálogos que ligam Sarney, Agaciel e atos secretos

Agaciel Maia cúmplice de Sarney

Sarney o nepotista

O Conselho de Ética do Senado vai funcionar direito no caso das denúncias contra José Sarney?

gravados pela PF (Polícia Federal), sob autorização judicial, revelam atuação direta do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), na nomeação de parentes (nepotismo), além de evidenciar sua proximidade com o ex-diretor-geral da Casa Agaciel Maia na prestação de favores e na autorização de atos secretos. Reportagem desta quarta-feira do jornal "O Estado de S. Paulo" traz, como exemplo, uma conversa entre Fernando Sarney e sua filha, Maria Beatriz (neta de Sarney), sobre um cargo que estaria vago na área administrativa do Senado. O irmão de Beatriz, Bernardo Brandão Cavalcanti Gomes, havia pedido demissão e a neta de Sarney pede, então, a ajuda do pai e do avô para que a vaga fosse preenchida por seu namorado, Henrique Bernardes.
Ouça o conteúdo das gravações
Paulo Pontes mostra as gravações de familiares de Sarney negociando vagas de emprego no Senado
"É impossível" conselho não acatar denúncia contra Sarney, diz senador da oposição
Após diálogos gravados, tucano volta atrás e decide apresentar 4ª denúncia contra Sarney
Sem apoio legal, Congresso concede folga aos servidores
Gravações ligam José Sarney a Agaciel e atos secretos no Senado

Sarney, que também foi gravado pela PF, se compromete a falar com Agaciel Maia sobre o caso e, oito dias depois do diálogo, Bernardes foi nomeado por meio de ato secreto.

As gravações foram feitas durante a Operação Boi Barrica, que investigou o filho de Sarney após denúncias de fraudes financeiras no Maranhão, principalmente no setor energético. Foram quatro dias de troca de telefones, que começaram no dia 30 de março de 2008. Na época, o presidente da Casa era o senador Garibaldi Alves.

José Sarney deverá ser julgado pelo Conselho de Ética do Senado na volta do recesso parlamentar, em agosto. O PSOL e o líder do PSDB na Casa, Arthur Virgílio (AM), entraram com representações contra o senador devido aos atos secretos, que serviram para nomear, exonerar e "premiar" funcionários fora do trâmite administrativo do Congresso.

O presidente da Casa discursou em tom de desabafo no último dia 17 de julho, no início do recesso parlamentar, e acusou a imprensa de fazer campanha contra ele.

Procurada pelo UOL Notícias em Brasília, a assessoria de imprensa de José Sarney afirmou que o senador está fora da capital federal, mas que pode se pronunciar por meio de nota sobre as novas acusações ainda hoje.

segunda-feira, julho 20, 2009

Vale e Thyssenkrupp fecham preço de referência do minério de ferro e pelotas para 2009


A Vale S.A. (Vale) concluiu a negociação do reajuste do preço de referência do minério de ferro e pelotas para 2009 com a Thyssen Krupp Steel (ThyssenKrupp), a maior siderúrgica da Alemanha. Como resultado destas negociações, os preços de referência para o minério de ferro fino reduziram em 28,2% e do granulado 44,47% em relação ao de 2008. Os novos preços de referência para 2009, em tonelada métrica seca (dmt), são US$ 0,9651 por unidade de ferro para o minério de ferro fino do Sistema Sul e Sudeste (SSF) e US$ 1,0095 para o fino de Carajás (SFCJ), e US$1,0962 para o granulado do sistema sul.

O preço das pelotas reduziu 48,3% em relação a 2008 e o novo preço de referência para 2009 em tonelada métrica seca (dmt) é US$ 1,1384 por unidade de ferro para pelotas de alto forno de Tubarão.

Rio de Janeiro, 20 de julho de 2009.

Vale obtém licença para implantar Píer IV


A Vale recebeu, na última sexta-feira, a Licença de Instalação (LI) do Píer IV, no Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, em São Luís. Com isso, a previsão é que as obras de construção comecem já em outubro deste ano. O Píer IV faz parte do programa de capacitação do sistema logístico da Vale na região Norte do país, um investimento total de R$ 2 bilhões. O documento foi entregue na última sexta-feira ao diretor do Programa de Expansão Logística Norte da Vale, Sérgio Aranha, pelo secretário de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais, Washington Rio Branco.

Com o novo píer, a capacidade do Terminal Marítimo de Ponta da Madeira será ampliada em 100 milhões de toneladas/ano e vai gerar cerca de 2.500 empregos em seu pico de obra e outros 182 quando entrar em operação. "O píer IV é fundamental para garantir a produção e transporte dos minerais no médio e longo prazos", avaliou Sergio Aranha.

Só para a construção, a previsão de contratação é de 780 trabalhadores, em média, durante os 31 meses de execução dos serviços. A contratação da mão-de-obra na fase de implantação será preferencialmente de trabalhadores locais. A Vale irá oferecer cursos profissionalizantes gratuitos para atender à demanda por profissionais qualificados. Ao todo serão 800 vagas. Outra iniciativa que deve movimentar a economia local é a compra de insumos na própria região.

Do ponto de vista de desenvolvimento e vantagens competitivas que alcançam o mercado global, o projeto de construção do Píer IV comprova que o Maranhão é um estado nacionalmente reconhecido por sua localização geográfica privilegiada e vocação natural para a implantação de novas unidades portuárias. Considerado um dos maiores portos do mundo, é utilizado para embarcar minérios, ferro gusa e soja, com capacidade atual de 130 milhões de toneladas/ano.

Com profundidade mínima de 25 metros, o Píer IV terá dois berços de atracação e capacidade para receber navios de até 400 mil toneladas de porte bruto (TPB). Com uma ponte de acesso de 1.620 metros, terá capacidade de carregamento de dois navios simultaneamente num total de 53 navios por mês. O projeto inclui medidas de controle ambiental, como o fechamento das correias e sistema de reaproveitamento da água das chuvas, que visam evitar e/ou mitigar os impactos ambientais e sociais.

O projeto de construção do Píer IV comprova que o Maranhão é um estado nacionalmente reconhecido por sua localização geográfica privilegiada e vocação natural para a implantação de novas unidades portuárias. A estimativa de arrecadação de impostos para o Estado é de R$ 124 milhões. Na obras do píer III, 85% das empresas subcontratadas eram maranhenses.

Responsabilidade Socioambiental:

Os estudos e levantamentos socioambientais realizados para o projeto demonstraram que os impactos identificados para a implantação e operação são passíveis de monitoramento, mitigação e compensação. Entre as ações de controle ambiental, estão previstas o uso de correias transportadoras fechadas, para evitar que o minério entre em contato com o meio ambiente e o uso de sistemas de tratamento para efluentes gerados no local do novo píer.

A Vale vem atuando de forma ética e transparente e permitiu que a comunidade conhecesse o projeto previamente por meio de uma série de reuniões realizadas com diversos públicos, entre os quais, pescadores que praticam pesca artesanal no trecho da obra do Píer IV, na praia do Boqueirão; entidades governamentais, lideranças comunitárias e a classe empresarial.

O Terminal Marítimo de Ponta da Madeira

O Terminal Marítimo de Ponta da Madeira é o segundo maior em movimentação no país. Nele há três píeres com profundidades de 23m (píer I - o que o coloca entre os portos de maior profundidade do mundo), 18m (píer II) e 21m (píer III) e seis silos de estocagem de grãos com capacidade estática de 165 mil toneladas e recebe navios graneleiros de até 365 mil TPB, como o Berge Stahl, o maior graneleiro do mundo. Este navio só atraca e carrega com capacidade plena em São Luís, no Maranhão e em Roterdã, na Holanda.

Nele há três píeres com profundidades de 23m (píer I - o que o coloca entre os portos de maior profundidade do mundo), 18m (píer II) e 21m (píer III) e seis silos de estocagem de grãos com capacidade estática de 165 mil toneladas e recebe navios graneleiros de até 400 mil TPB, como o Berge Stahl, o maior do mundo atualmente. Este navio só atraca e carrega com capacidade plena em São Luís, no Maranhão e em Roterdã, na Holanda.

Dados do Píer IV:

Previsão de inicio das obras: Outubro de 2009

Previsão de início da operação:

Em 2012 um dos berços entra em operação.

Previsão de operar com capacidade plena em 2015.

Incremento na capacidade de embarque:

100 milhões de tonelada/ano;

Profundidade mínima: 25 metros;

Ponte de acesso: 1.620 metros;

Capacidade para carregar dois navios simultaneamente;

Carregadores de navios com capacidade para 16 mil ton/hora,

Capacidade para receber navios de 150 mil até a 400 mil toneladas para porte bruto;

Contratação de mão-de-obra durante implantação:

2.500 trabalhadores no pico das obras;

Prioridade de contratação de trabalhadores locais;

Capacitação dos trabalhadores, por meio de parcerias com o

governo do estado e SENAI.

Justiça determina bloqueio de conta da ex-BBB Ana Carolina e de seus irmãos

Ana Carolina Madeira

Pai da ex-BBB é acusado de explorar máquinas caça-níqueis.

Ana Carolina participou da nona edição do reality show.

A ex-BBB Ana Carolina Madeira. (Foto: Divulgação/TV Globo)
A Justiça catarinense determinou o bloqueio da conta bancária da ex-participante do reality show "Big Brother Brasil" Ana Carolina Madeira e de seus três irmãos por suspeita de que seriam usadas pelo pai, José Laércio Madeira, para ocultar dinheiro obtido com exploração de máquinas caça-níqueis. O suposto esquema foi alvo da Operação Arrastão II, do Ministério Público.

Ego: Ana Carolina nega que sua conta bancária esteja bloqueada

A decisão foi escrita nos seguintes termos no processo que corre em segredo de Justiça na cidade de Itapema: "Considerando que foram identificadas novas contas bancárias utilizadas por José Laércio Madeira, em nome de seus filhos, para depositar valores oriundos da contravenção penal relativa a jogos de azar, determino o sequestro — indisponibilidade — de todos os valores existentes nas contas bancárias indicadas". A medida foi tomada em 7 de julho. Ficou estabelecido que Ana Carolina e os irmãos não podem movimentar a quantia existente antes desta data. A Justiça permitiu que as contas permaneçam ativas, mas podem ser usadas somente para depósitos realizado após a decisão. A reportagem procurou a ex-BBB, mas o celular estava desligado. O pai informou que ela estava viajando para São Paulo e disse que o advogado fala em nome dele e dos filhos. O advogado Tiago Teixeira refutou as alegações e garantiu que Ana Carolina e os irmãos não têm nenhum envolvimento. Ele disse que a suspeita não passa de suposição.

domingo, julho 19, 2009

Decisão sigilosa efetivou 82 servidores do Senado sem concurso, diz jornal


Desde 1988, contratações de servidores exigem concurso público.

Entretanto, ex-estagiários foram secretamente nomeados em 1992.

saiba mais
Senado deve exonerar cerca de 200 servidores nomeados por atos secretos
Ministério Público vai investigar contas secretas do Senado
Senadores deram entrada a pedido de voto de censura a Lula, diz Cristovam
Senadores pedem requerimento de censura a declarações de Lula
Uma decisão guardada até hoje sob sigilo transformou 82 estagiários da gráfica do Senado em servidores públicos federais em 1992, quatro anos depois da promulgação da Constituição, que proíbe, desde 1988, nomeações sem concurso público, segundo reportagem publicada neste domingo (19) pelo jornal "O Estado de S. Paulo".

Na época, Agaciel Maia era o diretor-executivo do chamado Centro Gráfico. A manobra ocorreu três anos antes de ele assumir a diretoria-geral, cargo que deixou em março.

Dezessete anos depois, esses funcionários cresceram profissionalmente, muitos viraram chefes, outros foram trabalhar em gabinetes de senadores e alguns até já se aposentaram, segundo a relação de servidores obtida pelo jornal. Alguns aceitaram conversar, sob condição de anonimato, e confirmaram a efetivação em 1992.

Ofício sem número
A reportagem localizou ainda nos arquivos do Senado um ofício (sem número), assinado pelo então presidente e hoje deputado Mauro Benevides (PMDB-CE) no dia 1º de novembro de 1991, autorizando Agaciel a efetivar esses estagiários a partir de janeiro seguinte.

Benevides diz não se lembrar da medida. Na sexta à tarde, a reportagem procurou Agaciel Maia, mas ele não atendeu aos telefonemas. Um recado foi deixado, mas nenhuma resposta foi dada até o fechamento da edição.

Essa transformação de vaga de estágio em cargo efetivo permaneceu até hoje nas gavetas do Senado. Sua descoberta ocorreu na sexta-feira e causou espanto no primeiro escalão administrativo. A revelação é fruto de investigação interna aberta depois que o líder do PSDB, Arthur Virgílio (AM), levantou a suspeita da tribuna no dia 6.

"Há denúncias de nomeações ilegais que teriam sido praticadas pelo então diretor da gráfica", disse o tucano, que apresentou naquele dia um requerimento à Primeira Secretaria, pedindo explicações. A resposta será entregue ao primeiro-secretário, Heráclito Fortes (DEM-PI), até terça-feira (21) e confirmará que 82 estagiários foram transformados em servidores públicos em janeiro de 1992.

A importância da família no desenvolvimento da maturidade emocional dos filhos

Júlia Mascarenhas Freire

É fato que a estrutura familiar sofreu mudanças ao longo dos tempos. Aliás, estranho seria não ter sofrido, uma vez que esta acompanhada as mudanças da sociedade.
Para constituir-se emocionalmente maduro, a caminhada do individuo começa desde o inicio de sua vida, quando ainda bebê e sujeito a uma dependência quase absoluta, até a gradativamente evolução para a conquista da independência. Quando bebê, os cuidados ficam concentrados na figura da mãe, à medida que o bebê cresce, esse cuidado materno expande-se para ambos os pais, que, juntos, assumem a responsabilidade sobre o filho. Esse processo de “expansão” continua e incluem-se os irmãos, caso haja, até a entrada dos avós, tios, primos e outros indivíduos que, possua proximidade, são considerados parentes.
Os pais têm que ter a medida desses cuidados. Devemos pensar se não estamos sendo muitos rigorosos em algum ponto. Até porque, se a proteção for muito forte, a criança ou adolescente acaba sendo discriminado dentro do próprio grupo dele. A realidade e as situações variam de uma família para outra.

Criar filhos numa redoma certamente não é a melhor solução. Mais é muito importante que os pais estejam bem informados e saibam encarar a realidade como ela é. Porém, no outro extremo, pais neuróticos, que a todo instante alertam seus rebentos para os perigos da cidade, podem causar estragos em seu desenvolvimento psicológico “penso que existem duas palavras para minimizar a angustia dos pais frente aos perigos do cotidiano: bom senso.
Na hora de decidir, por exemplo, se deixa ou não seu filho adolescente voltar da escola sozinho, é preciso avaliar bem as condições dessa situação. “dizer sim fará bem ao jovem que está construindo sua autonomia, mais é bom verificar o trajeto que ele fará e se terá companhia de outros colegas”. Um diálogo claro e aberto com o jovem é essencial. “Em qualquer situação que envolva fazer coisas longe dos olhares dos pais, é fundamental uma boa conversa ponderando os riscos, os perigos. Mais e preciso ter cuidado porque deve ser uma conversa, e nunca um sermão!”. O canal de comunicação entre pais e filhos tem que ser uma via de Mão dupla. “Os pais devem ouvir muito antes de falar, e perguntar sempre a opinião de seus filhos sobre as suas próprias opiniões. Ser arbitrário não funciona. É preciso que comprem as idéias para exercê-las. Como o bom senso está na ordem do dia, é bom lembrar que, se a risco de fato, a palavra final é dos pais. Não é proibido dizer não, desde que explique as razões. E o não é não mesmo. Os filhos não precisam aceitar, apenas saber o porquê do não”.
De que adianta criar filhos que, apesar de seguros nunca se tornem aptos a enfrentar as dificuldades do mundo afora sozinhos? Não dá para cercear o tempo todo, assim como não dá parar negar os perigos da cidade. O cuidado deve ser com a segurança, sim, mais sem esquecer que hoje, mais do que nunca, as crianças precisam ser estimuladas em sua autonomia, porque é o que o mundo vai cobrar delas. O papel dos pais é de orientar sempre. Exemplo: a criança que passar o dia ou dormir na casa de um amiguinho. Nesse momento, quais as fantasias passam pela sua cabeça? Meu filho é muito pequeno, precisa de cuidados que só eu posso dar; mais ele só dorme se eu cantar para ele; será que vai comer direitinho? E se ele chorar sentindo minha falta? Esses são questionamentos que podem transforma-se em impedidores para permitir essa rica experiência para o filho. Podemos entender maturidade emocional como a capacidade do sujeito de conhecer suas próprias limitações e potencialidades e, assim, interagir com o meio e os outros de maneira saudável. Vale ressaltar que a maturidade emocional não é conquista só dos adultos. A cada fase, é necessário que o sujeito seja emocionalmente maduro para dar conta de seus desafios. Não é possível a maturidade emocional fora do contexto familiar.
A família é essencial na conquista da maturidade do filho, pois só ela pode proporcionar um caminho de transição entre os cuidados dos pais e da vida social. Sua função é oferecer o colo como espaço simbólico e regresso, bem como a contenção necessária para que este desenvolvimento aconteça de maneira saudável.
É importante perceber que a criança e o adolescente podem (e deve) encontrar soluções pessoais para suas eventuais dificuldades, longe do domínio dos pais.

Dra.

Júlia Mascarenhas Freire

Especialista em Psicologia Clínica.

sábado, julho 18, 2009

Vale prorroga inscrições e aumenta número de vagas no Programa de Formação Profissional no Pará


A Vale prorrogou até quarta-feira, dia 22 de julho, o prazo de inscrições no Programa de Formação Profissional 2009 da Vale no Pará e aumentou o número de vagas oferecidas. Serão selecionados 250 aprendizes com idade mínima de 18 anos, que tenham concluído o Ensino Médio entre 2003 e 2008, 50 vagas a mais que o limite anterior. Será dada prioridade para residentes no município de Paragominas. O novo prazo de inscrição encerra na quarta-feira, dia 22, nos locais relacionados no box no fim do texto.

Para se inscrever no Programa, que tem por objetivo formar mão-de-obra qualificada para atuar nas áreas operacionais da Vale, o candidato deve apresentar certificado de conclusão do Ensino Médio ou declaração da escola, além de cópias dos documentos de RG, CPF, comprovante de residência e carteira de habilitação, se o candidato possuir. Eles passarão por provas de conhecimentos gerais, dinâmica de grupo e, por fim, entrevista individual, avaliação psicológica e exame médico. O início das aulas está previsto para setembro. Até o momento há mais de 2 mil candidatos inscritos.

O Programa de Formação Profissional é composto por fase teórica - na qual os jovens farão curso de qualificação e estudarão em tempo integral e, por formação prática, que acontecerá nas áreas de Operação e Manutenção de Mina da Vale em Paragominas. Os participantes receberão bolsa-auxílio mensal no valor de R$ 465,00 durante a fase teórica e R$ 620,00 na fase prática. Eles também receberão alimentação, vale transporte e assistência médica.

Histórico do Programa de Formação:

Em 2008, o Programa Formação Profissional formou 1.500 alunos em diversos estados onde a Vale está presente. O programa é uma ação da Valer, Departamento de Educação da Vale, que tem como um dos principais objetivos qualificar mão-de-obra técnica e promover o desenvolvimento local, a partir do acesso a educação, emprego e renda.

Nos próximos meses, a mineradora fará o lançamento da primeira edição internacional do Formação Profissional que irá capacitar profissionais para o projeto de carvão em Moatize, em Moçambique, na África.

Em Paragominas, esta é a terceira edição do programa. Nas duas edições anteriores, o programa formou mais de 380 jovens, dos quais 97% foram efetivados nos quadros da Vale.

Ainda dá tempo de se inscrever: Veja abaixo a relação das escolas/bairros onde podem ser feitas as inscrições para o curso de Formação Profissional, sempre no horário de 8h00 às 12h00 e de 13h30 às 18h00.

Até18 de julho, sábado:

Escola Anésia da Costa Chaves -Avenida Antero Bonifácio Gomes, nº 398, Promissão IEscola Amilcar Batista Tocantins - Rodovia dos Pioneiros, S/N, Nova Conquista Escola Presidente Castelo Branco - Travessa Piauí, nº 20, Centro

De 20 a 22 (segunda a quarta) de julho: Escola Anésia da Costa Chaves - Avenida Antero Bonifácio Gomes, nº 398, Promissão IEscola Presidente Castelo Branco - Travessa Piauí, nº 20, Centro

Paragominas, 17 de julho de 2009.

sexta-feira, julho 17, 2009

Do Pará ao Maranhão, a diversão é garantida nos Parques da Vale


Longe da correria do dia-a-dia, quem procura um programa tranquilo durante as férias poderá encontrar nos Parques da Vale uma mistura de entretenimento com educação ambiental. Com essa proposta, o Parque Zoobotânico Vale, em Parauapebas (PA), o Parque Municipal Adhemar Monteiro, em Paragominas - construído em parceria com a mineradora e a Prefeitura Municipal, e o Parque Botânico Vale, em São Luís (MA), proporcionam aos visitantes um contato maior com a natureza para refrescar a mente e repor as energias.

Diversão e conhecimento nunca faltam nesses espaços e durante o mês de julho são preparadas atividades especiais de férias para crianças e adultos. Em Parauapebas, a programação começa no dia 17 e vai até o fim do mês, com minicursos de jardinagem, fotografia e observação de aves, além de passeios pelas trilhas do parque. Em Paragominas, o visitante pode desfrutar de espaços destinados à prática esportiva, como trilha e caminhada ecológicas, passeio no lago, além de apresentações culturais, como danças regionais e de grupos de capoeiras. Em São Luís, as atividades tiveram início no dia 4, e incluem shows com artistas regionais, exposição de artes, exibição de filmes com temática ambiental, curso de fundamentação teórica e prática em paleontologia e rodas de leituras sobre as lendas maranhenses.

Além da programação especial, os visitantes podem contemplar a natureza em passeios pelas trilhas, ouvir os sons dos pássaros, praticar exercícios físicos, ler um bom livro ou simplesmente bater um papo descontraído com os amigos. "As atividades promovidas nos parques da Vale vão além do entretenimento. Elas são fundamentais, pois possibilitam a educação e a conscientização ambiental das pessoas, mesmo no período de férias, contribuindo para a formação de uma sociedade que busca a sustentabilidade ambiental em sua existência", diz Paulo Bueno, gerente de meio ambiente da Vale.

Saiba mais sobre os Parques da Vale

Localizado dentro da Floresta Nacional de Carajás, em Parauapebas, o Parque Zoobotânico Vale dispõe de um plantel de 260 animais em exposição, em sua maioria primatas, felinos, répteis, aves, insetos e mamíferos, nativos da região amazônica. Também estão expostas espécies da flora regional, desde pequenas plantas até árvores de grande porte. Alguns exemplares do acervo do Parque são raros, como a arara azul, o gavião-real e o urubu-rei. Dos 30 hectares que ocupa, apenas 30% são utilizados para a construção de recintos e área de apoio. O restante é floresta amazônica nativa. O Parque também possui orquidário, coleção de sementes e insetos, sala de pesquisas e enfermaria.

No Parque botânico Vale, em São Luís, há uma ampla estrutura, com auditório e um anfiteatro, quatro salas de aula, uma sala de leitura, quatro trilhas, viveiro de mudas e três espaços que mostram imagens dos ecossistemas do Maranhão. Na área coletiva do Parque há duas exposições permanentes, "Espaço Vale" e "Ecossistemas do Maranhão". A primeira traz informações sobre a Vale no mundo, no Brasil e no Maranhão e seus programas de responsabilidade socioambiental, enquanto na segunda, há imagens e informações sobre a diversidade da flora e fauna maranhenses. Na área também há um viveiro de mudas, com produção anual de 120 mil mudas, especialmente de espécies dos distintos ecossistemas maranhenses.

Serviço

Parque Zoobotânico Vale (Parauapebas)

Horário de funcionamento:

terça-feira a domingo, das 9h às 15h30

Telefone: (94) 3327-5345

Parque de Paragominas

Horário de funcionamento:

terça a sexta-feira

(7h às 10h e de 15h às 18 (para visitação) e até as 21h para caminhada.

Aos finais de semana e feriados, abre das 7h às 18h.

Telefone de contato: (91) 3729-8052

Parque Botânico Vale (São Luís)

Horário de funcionamento:

terça-feira a domingo, das 9h às 17h.

Telefone de contato: (98) 3218-6245

Parauapebas-PA, 17 de julho de 2009.

Vale e Erdemir fecham preço de referência do minério de ferro e pelotas para 2009


A Vale concluiu a negociação do reajuste do preço de referência do minério de ferro e pelotas para 2009 com a Eregli Demir Celik (Erdemir), maior siderúrgica da Turquia. Como resultado destas negociações, o preço de referência para o minério de ferro fino reduziu em 28,2% e o granulado em 44,47%, em relação a 2008. Os novos preços de referência para 2009, em tonelada métrica seca (dmt), são US$ 0,9651 por unidade de ferro para o minério de ferro fino do Sistema Sul e Sudeste (SSF), US$ 1,0095 para o fino de Carajás (SFCJ) e US$ 1,0962 para o granulado do Sistema Sul. O preço das pelotas reduziu 48,3% em relação a 2008 e o novo preço de referência para 2009 em tonelada métrica seca (dmt) é de US$ 1,1685 por unidade de ferro para pelotas de alto forno do Sistema Norte.

Rio de Janeiro, 17 de julho de 2009.

quinta-feira, julho 16, 2009

Famílias vítimas de acidente se reúnem com gabinete e secretários e recebem ajuda da prefeitura


Na última quarta-feira (15), na Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), reuniram-se o representante do gabinete da prefeitura, Orlando Meneses, e os secretários Francisco Falcão (DMTT), Altamiro Borba (Semas) e Evaldo Benevides (Semsa) com as famílias vítimas do acidente ocorrido no dia 12 de abril, envolvendo uma viatura do DMTT e um táxi.
O táxi, que conduzia cinco pessoas, colidiu com uma viatura do Departamento de Trânsito. Os passageiros são Raimunda da Conceição, Raquel da Conceição, Salmiane Alencar e mais duas adolescentes com as iniciais S.A e A.T.S. Todas elas se feriram no acidente, mas as que tiveram lesões mais graves foram as irmãs Raimunda e Raquel.
A reunião para falar sobre o assunto iniciou às 17h30 e finalizou por volta das 20h30.
Na conversa, as três secretarias se comprometeram de ajudar ainda mais as vítimas, dando total assistência que for preciso.
Responsabilidade de cada secretaria
A Secretaria Municipal de Assistência Social fica responsável de fornecer cerca de 180 fraldas para a vítima Raquel da Conceição, duas cestas básicas todo mês para as famílias, psicólogo, entre outras ajudas de complemento.
O Departamento Municipal de Trânsito e Transporte disponibilizará 80 vales-transportes todos os meses para cada família.
A Secretaria Municipal de Saúde fica responsável de marcar as consultas com ortopedista, neurologista e disponibilizará uma enfermeira semanalmente para que acompanhe as vítimas.
No final da reunião foi assinado um documento de tudo que foi acertado com os familiares e firmado o acordo para que todas as vítimas recebam assistência necessária.
No dia seguinte (16), as famílias procuraram as secretarias para receber assistência do acordo firmado. O secretário de Assistência Social, Altamiro Borba, recebeu as famílias e imediatamente colocou uma assistente social que ficará acompanhando de perto o caso e providenciou também um psicólogo, além de óculos para as duas adolescentes.

Depois, as famílias procuraram as outras secretarias para receber o auxílio prometido pela prefeitura. (Deicharles Damascena)

Parauapebas, 16 de julho de 2009.

Parauapebas: Homenagem aos meus amigos que lá deixei...

Eu e meu amigo Prefeito Darci Lermen

Meu grande amigo Alexandre

Meu amigo especial Orlando

Meu colega Waldir Silva e esposa

Pastor Domires: O íntegro

Depois de mais de duas décadas vivendo naquela cidade que podemos denominá-la “Capital Mundial do Minério”, Parauapebas, no sudeste do Pará como um dos pioneiros quando a mesma não passava de uma mera corruptela de Marabá, sendo o primeiro professor de nível superior na área humanística do Colégio de 1º e 2º Graus General Euclides Figueiredo, ministrando sete disciplinas, como Psicologia, Filosofia, Sociologia, História, Geografia... para turmas do antigo 2º grau, hoje nível médio, decidi recomeçar a minha vida em outra cidade, desta vez, no pujante estado de São Paulo. Nesta oportunidade quero prestar uma singela homenagem a alguns amigos dentre tantos que ali deixei, neste meu espaço virtual, como prova de gratidão por tudo que os mesmos representaram para mim enquanto dediquei parte da minha vida àquela cidade promissora hoje com mais de 160 mil habitantes. Dentre os amigos que nas horas mais difíceis da minha vida que sempre estiveram ao meu lado, destacarei alguns que fazem parte da administração pública municipal atual. Prefeito Darci Lermen, que sempre me respeitou como cidadão e me deu oportunidades na cidade que seus antecessores nunca me deram, sem contar que o mesmo na hora que eu mais precisei da ajuda de amigos para fazer uma cirurgia do meu olho atingido por estilhaços de vidros provocados por disparos de armas de fogo por bandidos no perímetro urbano do município de Breu Branco no Pará, contra um ônibus intermunicipal em que eu estava como passageiro no dia 06 de abril de 2007, ele, Darci, não mediu esforços para me ajudar financeiramente; meu amigo José Orlando Menezes Andrade, atual assessor do gabinete do prefeito Darci, que com seu estilo refinado no tratamento das pessoas que lhes procuram para tratar de alguns assuntos de competência do seu setor, além de ser um amigo sincero, honesto e transparente, nunca faz acepções de pessoas, tratando-as todas por igual. Ele merece nosso respeito como uma referência de servidor público que todos devem se espelharem em seu comportamento; Alexandre, assessor de comunicação da ASCOM, tem se destacado naquele departamento de comunicação da administração pública municipal, não só como um competente profissional como um grande amigo que está sempre atento às necessidades de seus colegas de trabalho, independente de ser seus subordinados ou não. Só tenho a agradecer todo o seu apoio a minha pessoa nas horas e momentos difíceis pelos quais passei enquanto parceiro da administração do “Governo Cidadão” através do meu quinzenário “Boca no Trombone do Estado do Pará”; Pastor Domires, atual secretário de meio ambiente, não posso deixar de incluí-lo nesta minha homenagem. Ele é um dos raros líderes religiosos evangélicos em Parauapebas que podemos dizer que é a grande referência de um verdadeiro UNGIDO do Senhor que com seu exemplo de vida e testemunho como homem público enaltece os que buscam com sinceridade servir a Deus de todo coração. Finalizando, meu colega e amigo jornalista Waldir Silva, lotado na ASCOM, que além de ser um grande e sincero amigo, é o melhor e mais preparado jornalista de Parauapebas e região, tanto que o mesmo se tornou o revisor oficial da maioria dos jornalecos que se criam na cidade por um monte de semi-analfabetos com o único objetivo de sobreviverem de contratos com a prefeitura municipal e com a Vale. Aproveito esta oportunidade para manifestar meu repúdio à atitude de um motorista truculento de nome João que tem seu veículo locado para a Prefeitura Municipal de Parauapebas, lotado na ASCOM, que segundo comentários na cidade, o mesmo se utiliza de combustível da administração municipal para “curtir” final de semana em seus passeios e até mesmo viagem para fora do município, o que demonstra um grande abuso com o dinheiro público. Este elemento que não deveria mais fazer parte dos quadros da administração pública municipal pela sua atitude violenta contra a pessoa do nosso colega Waldir Silva, que recebeu um tapa no seu rosto por este indivíduo que se fosse em qualquer cidade do Brasil o mesmo teria sido demitido na hora. Com certeza o nosso querido amigo Prefeito Darci Lermen, não tomou conhecimento desse fato, ou este elemento deve ser uma espécie de “arquivo vivo” tendo algum trunfo na “cartola” que o garante no seu cargo de motorista daquele departamento de comunicação. Manifesto aqui meu protesto pela agressão sofrida pelo nosso colega de imprensa Waldir Silva, inclusive Presidente da entidade que representa todos profissionais da área em Parauapebas que é a AICOP, e até hoje o truculento agressor não sofreu nenhuma punição.
Editado pelo Jornalista Valter Desiderio Barreto