Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

sábado, outubro 31, 2009

O Mercosul já é uma droga

por Arnaldo Jabor
Vamos combinar que o Mercosul já é uma droga. Até hoje só atrapalhou negociações comerciais do Brasil com o mundo ou serviu de palco para provocações do pós-peronismo argentino.

Agora estamos no pior cenário: nosso governo que se intitula de “esquerda”, manto bonito para vestir o lulo-sindicalismo, une-se a mais reacionária direita enquisitada no PMDB, para realizar sonhos de alguns comunistas do executivo.

Ou seja: a direita que comanda o atraso legitima um pré-ditador fascista que ser finge ser de “esquerda”. É demais. Este Senado que foi xingado pelo Chávez como “papagaios dos americanos” aprovou a Venezuela e vai arrasar sim de vez o Mercosul.

Chávez é vitorioso! Só resta uma remota esperança de que o plenário não aprove este erro gravíssimo. Chávez vai usar o Mercosul para iranizar, talibanizar, escrachar a América Latina e o alvo principal será quem? Adivinhem: é nóis, o Brasil.
Por que ver o Romero Jucá e seu partido defendendo o Chávez, para obedecer os internacionalistas do Lula, não merece comentário, como dizia Nelson Rodrigues. Só nós resta sentar no meio fio e chorar lágrimas de esguicho.

Políticos deram para chamar uns aos outros de gays

por Arnaldo Jabor
Por que será que agora os políticos deram para chamar uns aos outros de gays, em vez de denunciar corruptos, mentirosos e chefes de oligarquias?

Nem um palavra de escândalo contra o machismo assassino dos que matam as namoradas, nada sobre roubalheiras impunes gravadas em telefonemas? Nada.

Aquele cara do Irã, o Ahmajinejad já disse que no Irã não tem gay. Lá onde apedrejam mulheres até a morte. Outro dia o Governador do Mato Grosso do Sul disse que ia estuprar um Ministro em praça pública.

O Severino, lembram, aquele machão chamou um deputado de “biba” e agora o Requião, que horror, o que os move? Por que esta súbita homofobia?
Será que só querem que haja dois partidos? Macho e fêmea? Dois é bom, três é demais?

Logo no país do troca troca partidário com este Congresso onde crimes se ocultam em nome da amizade, das alianças. Aqueles abraços longos no plenário, tapinhas na barriga, todo mundo amiguinho. Logo no Brasil?

Eu acho que o que incomoda políticos é a não-caretice dos gays, sua liberdade corajosa. Será que é semelhante à raiva contra a imprensa livre? O Requião, um homem com lindos olhos verdes, não precisava dar uma dessas. Só falta agora dizerem que não há gays no Paraná.

quinta-feira, outubro 29, 2009

Fome de amor

Sexta-feira, Março 28, 2008
Por Arnaldo Jabor
Estamos com fome de amor...Baladas recheadas de garotas lindas, com roupas cada vez mais micros e transparentes, danças e poses em closes ginecológicos, chegam sozinhas e saem sozinhas. Empresários, advogados, engenheiros que estudaram, trabalharam, alcançaram sucesso profissional e, sozinhos. Tem mulher contratando homem para dançar com elas em bailes, os novíssimos 'personal dance', incrível. E não é só sexo não, se fosse, era resolvido fácil, alguém duvida?

Estamos é com carência de passear de mãos dadas, dar e receber carinho sem necessariamente ter que depois mostrar performances dignas de um atleta olímpico, fazer um jantar pra quem você gosta e depois saber que vão 'apenas' dormir abraçados, sabe essas coisas simples que perdemos nessa marcha de uma evolução cega. Pode fazer tudo, desde que não interrompa a carreira, a produção. Tornamos-nos máquinas e agora estamos desesperados por não saber como voltar a 'sentir', só isso, algo tão simples que a cada dia fica tão distante de nós.

Quem duvida do que estou dizendo, dá uma olhada no site de relacionamentos ORKUT, o número de comunidades como: 'Quero um amor pra vida toda!', 'Eu sou pra casar!' até a desesperançada 'Nasci pra ser sozinho!' Unindo milhares ou melhor milhões de solitários em meio a uma multidão de rostos cada vez mais estranhos, plásticos, quase etéreos e inacessíveis.

Vivemos cada vez mais tempo, retardamos o envelhecimento e estamos a cada dia mais belos e mais sozinhos. Sei que estou parecendo o solteirão infeliz, mas pelo contrário, pra chegar a escrever essas bobagens (mais que verdadeiras) é preciso encarar os fantasmas de frente e aceitar essa verdade de cara limpa.

Todo mundo quer ter alguém ao seu lado, mas hoje em dia é feio, démodé, brega. Alô gente! Felicidade, amor, todas essas emoções nos fazem parecer ridículos, abobalhados, e daí? Seja ridículo, não seja frustrado, 'pague mico', saia gritando e falando bobagens, você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta mais (estou muito brega!), aquela pessoa que passou hoje por você na rua, talvez nunca mais volte a vê-la, quem sabe ali estivesse a oportunidade de um sorriso à dois. Quem disse que ser adulto é ser ranzinza, um ditado tibetano diz que se um problema é grande demais, não pense nele e se ele é pequeno demais, pra quê pensar nele.

Dá pra ser um homem de negócios e tomar iogurte com o dedo ou uma advogada de sucesso que adora rir de si mesma por ser estabanada; o que realmente não dá é continuarmos achando que viver é out, que o vento não pode desmanchar o nosso cabelo ou que eu não posso me aventurar a dizer pra alguém: 'vamos ter bons e maus momentos e uma hora ou outra, um dos dois ou quem sabe os dois, vão querer pular fora, mas se eu não pedir que fique comigo tenho certeza de que vou me arrepender pelo resto da vida'.

Antes idiota que infeliz!

COMENTÁRIO:

Estou repetindo essa crônica do comentarista da Globo Arnaldo Jabor, porque exatamente na data da postagem do mesmo, eu fazia parte da estatística mencionada na crônica. Hoje, graças a Deus, não faço mais parte desta triste e dolorosa realidade. Encontrei àquela que hoje faz parte da minha vida 24 horas por dia, que é a minha esposa. Vale a pena perseguir o direito de ser feliz ao lado de alguém que nos ama de verdade e que nós também amamos. Só tenho a agradecer a Deus pela preciosa dádiva que é a minha esposa Gina Mikawa, mulher da minha vida.

Valter Desiderio Barreto.

quarta-feira, outubro 28, 2009

Deus continua chamando obreiros para a Sua seara

"Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara”. Mateus 9:38.

Começo esse texto com um dos versículos da Bíblia que mais se identifica com a dedicação de Jesus Cristo no seu ministério desenvolvido aqui na terra, culminando com sua morte na cruz do calvário, para enaltecer a atitude de um Artista Plástico e Músico, que abdicou das oportunidades surgidas em sua vida de tornar-se famoso como intérprete e compositor de músicas mundanas que promovem a promiscuidade, o mundanismo, a prostituição e o adultério, além de motivar e incentivar o consumo de bebidas alcoólicas e o uso de toda espécie de drogas, com o pretexto de "movimento artístico", tocando e cantando em algumas bandas famosas, a exemplo de tantos espalhados por este mundo que jaz no maligno, para dedicar seu talento a serviço da causa do Mestre Jesus Cristo. Preferindo usar sua voz e seu instrumento musical para louvar e exaltar o nome do Senhor conforme o salmista Davi fazia segundo o que encontramos no Salmo 146. “Louvarei ao Senhor durante a minha vida; cantarei louvores ao meu Deus, enquanto eu viver”. Com certeza, essa é a característica dos verdadeiros servos e discípulos do Senhor Jesus, quando tem o dom da música, é se tornar um autêntico Levita como era conhecido os cantores do Senhor, que viviam exclusivamente dessa arte nobre e milenar, que empregavam seus talentos musicais a serviço do Rei. Estou falando do servo do Senhor CIRO REGO DESIDERIO, que depois de passar vários anos de sua vida dedicada ao “Ministério da Música” na “Casa do Senhor”, agora acumula o ministério da pregação da Palavra de Deus, como Pastor recentemente ordenado Ministro do Evangelho. Fico muito feliz não só por ele ter sido aprovado para esse mister, como também por ser mais um membro da família Desiderio a atender o chamado do nosso Deus e Pai para exercer o mais alto cargo que um ser humano pode exercer neste mundo que o de ser um Sacerdote do Senhor. O irmão Ciro é um dos filhos do meu tio Cirilo, irmão da minha genitora Estelita Desidério Barreto, octogenária, ambos residem na Bahia. Parabéns primo Ciro pela nova missão que você agora tem pela frente que é de pastorear o rebanho do Senhor! Com certeza, a sua humildade e simplicidade, aliada a sua dedicação ao Senhor ao longo desses anos, lhes credenciarão a ser um obreiro “aprovado para a boa obra” que Deus lhe confiou. Meus sinceros votos de um ministério abençoado e profícuo no nome Santo do Senhor! O mundo está precisando disso, homens comprometidos com a causa de Deus, para esmagar a cabeça de Satanás que tem se utilizado de suas astúcias e manobras para levar muita gente ao fogo eterno que está preparado para o Diabo e seus anjos e todos àqueles que persistem em ignorar o plano de salvação do nosso Deus.

VALTER DESIDERIO BARRETO
Pr. Ciro Rego Desiderio louvando ao Senhor no templo.

Conjunto de jovens servos do Senhor louvando a Deus

Pr. Ciro Rego Desiderio, em cerimônia de batismo.

Vale entrega ao Governo do Pará Estudo de Impacto Ambiental da Aços Laminados do Pará


O projeto da siderúrgica de Marabá, investimento de cerca de R$ 5,2 bilhões, promoverá o crescimento da economia no estado com verticalização da cadeia produtiva do minério de ferro de Carajás, gerando cerca de 18 mil empregos durante as obras
A Vale entrega hoje, 28 de outubro, ao Governo do Estado do Pará o Estudo de Impacto Ambiental e o Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) da Aços Laminados do Pará (ALPA), a siderúrgica de Marabá. O documento será entregue durante cerimônia no Palácio dos Despachos. Os estudos, que serão encaminhados à Secretaria de Meio Ambiente do Pará (SEMA), são os mais importantes documentos para o início do projeto. O EIA/RIMA é o primeiro passo para a obtenção da Licença Prévia do empreendimento.
O EIA/RIMA foi elaborado ao longo dos últimos 12 meses com base na engenharia conceitual desenvolvida pela TKS Consulting, empresa do grupo ThyssenKrupp. Trata-se de um minucioso diagnóstico socioambiental da área onde será instalado o projeto. O estudo considera especificamente o terreno proposto para a construção da siderúrgica, com todas as características ambientais da área. A localização do projeto depende das facilidades logísticas da hidrovia do Rio Tocantins e do Porto de Vila do Conde.
A ALPA é um projeto que está sendo desenvolvido integralmente pela Vale e faz parte da estratégia da empresa para fomentar a indústria siderúrgica no Brasil. Desde 2002, a Vale vem estimulando novos projetos siderúrgicos no Brasil, com o objetivo de ampliar a capacidade de produção de aço e fortalecer a siderurgia no país, gerando riqueza, desenvolvimento e criando demanda adicional para o minério de ferro brasileiro. Há vários anos a Vale contribui para o crescimento da indústria siderúrgica brasileira, fomentando iniciativas, apoiando a expansão de usinas e atraindo parceiros para novos empreendimentos.
Com previsão de capacidade anual de produção de 2 milhões de toneladas métricas de aços semi-acabados (placas) e 500 mil toneladas de aços laminados (bobinas a quente e chapas grossas), a Aços Laminados do Pará será instalada no município de Marabá, no sudeste do estado, a 485 quilômetros de Belém. A expectativa é de que os serviços de terraplenagem iniciem em junho de 2010 e, as demais etapas das obras, em outubro. A entrada em operação da usina (alto forno, aciaria e laminação) tem previsão para novembro de 2013.
A nova siderúrgica trará vantagens competitivas para o estado, uma vez que agregará valor ao minério de ferro extraído das minas de Carajás. O produto laminado estimulará a criação de um pólo metal-mecânico nas regiões de Marabá e Barcarena.
A implantação da siderúrgica em Marabá conta com as facilidades de logística da região que é servida pela Estrada de Ferro Carajás (EFC), operada pela Vale, por rodovias federais e por uma hidrovia que será construída no rio Tocantins pelo Governo do Estado, em parceria com o Governo Federal. Os insumos e os produtos siderúrgicos da ALPA sairão de Marabá pela hidrovia e seguirão até o Terminal Portuário de Vila do Conde, em Barcarena. Além de atender à produção da siderúrgica, a futura hidrovia poderá servir a outras atividades socioeconômicas da região.
Com investimento total estimado em R$ 5,2 bilhões, o empreendimento compreende a instalação de um sistema totalmente integrado: uma usina siderúrgica, para produzir aços laminados e placas; a construção de um acesso ferroviário, para receber o minério de ferro de Carajás; e a construção de um terminal fluvial no rio Tocantins, para receber o carvão mineral e fazer o escoamento da produção siderúrgica. O investimento está sujeito à aprovação do Conselho de Administração da Vale.
O local onde será instalada a siderúrgica fica no Distrito Industrial de Marabá, que ocupará uma área total de 1.035 hectares. As obras de construção terão duração de aproximadamente três anos, a partir da concessão da Licença de Instalação (LI) pela Secretaria de Meio Ambiente do Estado.
Contratação local
Para a capacitação da mão-de-obra para o empreendimento, a Vale e os Governos Federal, do Estado do Pará e do município de Marabá desenvolverão programas de qualificação e formação profissional voltados para a comunidade local. O objetivo é aproveitar ao máximo profissionais que moram no Estado e na região. Para isso, serão feitas parcerias com instituições, como SENAI, SINE, Universidade Federal do Pará, CEFET e Estações Conhecimento da Fundação Vale. A previsão é que sejam criados 18 mil postos de trabalho no período de implantação da siderúrgica e outros três mil empregos diretos e mais 12 mil indiretos na fase de operação.
Além disso, com o apoio do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (PDF), do Governo do Pará, e do Programa Inove, coordenado pela Vale, a empresa continuará estimulando os fornecedores locais a buscarem alternativas competitivas para atender às futuras demandas da Vale por produtos e serviços.
Desenvolvimento da siderurgia no Brasil
Atualmente, a Vale está diretamente envolvida na viabilização de três grandes projetos siderúrgicos além da ALPA. No ano passado, a indústria siderúrgica brasileira produziu 34 milhões de toneladas de aço bruto. Os quatro projetos em desenvolvimento podem agregar 18,5 milhões de toneladas de aço à capacidade do setor, ou seja, ampliação de mais de 50% da capacidade de produção nacional atual.
A expectativa é de que cada um desses projetos siderúrgicos contribua para a criação de cerca de 10 mil a 25 mil empregos durante a construção, dependendo da fase de implementação. Na fase de operação, cada projeto pode gerar em torno de 3 mil empregos diretos e outros 15 mil indiretos.
CSU (Companhia Siderúrgica Ubu) - O projeto, com capacidade de produção de 5 milhões de toneladas de placas anuais, deverá ser instalado no Estado do Espírito Santo. A expectativa é de que a planta entre em operação em 2014.
ThyssenKrupp CSA - Em construção em Santa Cruz, no Rio de Janeiro, é o maior investimento na área siderúrgica em andamento no Brasil. A nova usina terá capacidade de produção anual de 5 milhões de toneladas métricas de placas de aço. O projeto engloba ainda porto, coqueria e térmica. O início das operações da planta está previsto para o primeiro semestre de 2010. Em julho deste ano, a Vale assinou memorando de entendimento com a ThyssenKrupp para aumentar sua participação dos atuais 10% para 26,87% na joint venture, através de investimento adicional de 1 bilhão de Euros por parte da Vale.
CSP (Companhia Siderúrgica do Pecém) - A usina, em parceria com a coreana Dongkuk, terá capacidade de produção anual de 2,5 milhões a 6 milhões de toneladas de placas de aço para exportação. O projeto, no Estado do Ceará, deverá entrar em operação em 2013. O EIA/RIMA já foi protocolado no órgão ambiental do Estado do Ceará, visando a dar inicio às obras de terraplanagem em dezembro deste ano

Rio de Janeiro, 28 de outubro de 2009.

A vitória é nossa - sermão de Billy Graham

Pastor Billy Graham

"La Victoria es Nuestra"

Nosso maior inimigo é a morte. A morte implica em certo temor. A Bíblia diz que: "O aguilhão da morte é o pecado," e a partir do momento em que o primeiro casal sepultou seu filho em uma cova, as pessoas vêm temendo a morte. É o grande monstro misterioso cujos grandes dedos gelados fazem muitos se estremecerem aterrorizados.

O testemunho unânime da história é que a morte é inevitável. Gerações vêm e vão, e cada uma tem deitado seus mortos na tumba.



A Bíblia sempre relaciona a morte com o pecado. Ela diz que: "Como o pecado entrou no mundo por um homem, e pelo pecado a morte, assim a morte infectou a todos os homens porquanto todos pecaram.



"Estamos procurando prolongar a vida mediante fórmulas químicas nos laboratórios científicos de todo o mundo. Mas até que a ciência não pode encontrar uma solução para o problema da morte. Ainda assim, os cientistas descobriram um segredo que prolonga a vida terrena, ao mesmo tempo só conseguiriam êxito em estender nossos dias de tristeza e aflição.



Centenas de filósofos de todas as épocas têm procurado esquadrinhar mais e além do véu da morte. Suas especulações enchem volumes com respeito às possibilidades de vida além da sepultura.



A morte ronda entre ricos e pobres, eruditos e ignorantes. A morte não faz distinção de raça, cor nem credo. Suas sombras nos acercam dia e noite. Nunca sabemos quando chegará o momento temido.



Procuramos dissimular o desastre custeando um seguro de vida, e temos inventado outros mecanismos para tornar mais confortáveis nossos últimos dias; todavia sempre está presente a dura realidade da morte.



Muitos se perguntam: Há alguma esperança? Existe alguma porta de escape? Há uma possibilidade de imortalidade?



Não vou levá-los a um laboratório científico, nem à aula de um filósofo, nem ao consultório de um psicólogo. Em seu lugar, vou levá-lo à tumba vazia de José de Arimateia. Maria, Maria Madalena e Salomé tinham ido à tumba para ungir o corpo do Cristo crucificado. Elas ficaram surpresas ao ver a tumba vazia. Um anjo se colocou ao lado do sepulcro e lhes disse: "Buscais a Jesus nazareno? E logo adiantou: Ele ressuscitou, não está mais aqui.



"Esta foi a maior notícia que o mundo jamais tinha ouvido. Jesus Cristo havia ressuscitado dentre os mortos, como havia prometido.



A ressurreição de Jesus Cristo é a verdade primordial da fé cristã. Ela descansa na mesma raiz do Evangelho. Sem uma fé na ressurreição não pode haver salvação pessoal. A Bíblia diz: "Se confessares com tua boca que Jesus é o Senhor, e creres em teu coração que Deus o levantou dos mortos, serás salvo.



" Temos que crer nisto ou nunca poderemos ser salvos.



Para muitas pessoas a ressurreição tem chegado a ser pouco mais que um símbolo consolador da imortalidade da alma. Porém, a ressurreição abarca muito mais que a perpetuidade da vida. Crer na imortalidade por si mesma poderia ser algo trágico e horrível. A Bíblia ensina que a fé deve ser acompanhada de uma segura convicção de que Deus uma existência eterna em sua presença gloriosa, através do conhecimento pessoal de seu Filho.



Começamos com o fato de que ao terceiro dia, Jesus Cristo havia ressuscitado dos mortos, saiu do sepulcro e apareceu aos desanimados e assombrados discípulos que haviam perdido toda a esperança de revê-lo. Sem nossa aceitação da realidade da ressurreição, essa celebração não é mais que uma ilusão. Como escreveu o apóstolo Paulo há muito tempo: "E se Cristo não ressuscitou, então é vã nossa pregação e vã também será a nossa fé



"Quando se contempla a ressurreição de Cristo como um feito histórico, o Domingo da Ressurreição se converte no dia dos dias e se deve reconhecer e celebrar como a maior vitória de todos os tempos.



A ressurreição foi, em um sentido, uma vitória suprema para a raça humana. Foi uma vitória sobre a morte: "Mas agora Cristo tem ressuscitado dos mortos; e foi feito as primícias dos que dormem.



" Sua ressurreição dos mortos é a garantia que também para nós a sepultura será aberta e que seremos também ressuscitados: Porque assim como em Adão todos morreram, também em Cristo todos serão vivificados.



"A Ressurreição foi também uma vitória sobre o pecado: "O salário do pecado é a morte." O pecado de Adão no jardim do Éden teve como resultado a culpa, a condenação e a separação da presença de Deus. De fato, ali também se deu a gloriosa promessa de que apareceria a semente da mulher, e que Deus poria inimizade entre sua semente (Cristo) e a serpente (Satanás).



No conflito resultante, a semente da mulher seria ferida no calcanhar, porém a troca feriria a cabeça da serpente, infligindo-lhe uma chaga mortal. Isto se cumpriu e manifestado abertamente na ressurreição de Cristo.



A ressurreição também nos dá vitória sobre as dúvidas. Parece que há milhares de cristãos escravos das dúvidas. Não quero dizer que tais pessoas duvidam da existência de Deus ou das verdades bíblicas. Podemos aceitar tudo isso enquanto seguimos duvidando em nossa relação pessoa com o Deus em quem professamos crer. Algumas pessoas têm dúvidas quanto ao perdão de seus pecados, outras duvidam que sua esperança de ir ao céu, e ainda outras desconfiam de sua própria experiência interior.



Durante seu ministério terreno, Jesus fez uma série de assombrosas afirmações e promessas a seus discípulos, que podem ter lhes parecido inacreditáveis enquanto ele estava no sepulcro. Jesus lhes havia dito: "Eu vim para que tenham vida... todo aquele que vive e crê em mim, não morrerá eternamente.



" Porém agora ele que havia feito essas promessas estava morto, e o sepulcro estava fechado sobre aquele que havia prometido vida eterna a todos os que creram nele. SE ele não tivesse ressuscitado, teríamos motivos suficientes para duvidar da validade de suas promessas.



Mas quando ele saiu do sepulcro, todas suas promessas e suas palavras saíram com ele e hoje vivem em gloriosa vitalidade, poder e autoridade.



A ressurreição é também uma garantia da vitória sobre nossos temores. Os temores são íntimos aliados das dúvidas. O presidente da faculdade de história de uma de nossas grandes universidades uma vez me confidenciou esta opinião: "Nós temos nos convertido em uma nação de covardes.



" Não aceitei sua declaração, porém ele arguiu que muitas pessoas têm se mostrado resistentes a seguir um curso não se trata de algo popular. Inclusive se estamos convencidos de que algo é correto, procuramos não nos comprometer porque ficamos com temor. Se as probabilidades nos favorecem, nos colocamos a seu favor, porém se implica em algum risco em defender o que é correto, procuramos nos colocar a salvo.



Você que tem medo da morte, medo de perder a saúde ou de perder os amigos, examine as palavras de Paulo: "Porque Deus não nos tem dado um espírito de covardia, mas de poder, e de amor, e de domínio próprio.



" Deus nos tem dado uma viva esperança mediante a ressurreição de Jesus Cristo de entre os mortos. Este e outras passagens similares assinalam o fato de que nenhum cristão tem razão alguma perante os olhos da vontade de Deus; "Se Deus é por nós, quem será contra nós.



O poder do Espírito Santo levantou o corpo de Cristo dentre os mortos. Esse mesmo Espírito Santo, agora operando em nós, pode nos livrar dos poderes da ansiedade e do temor, e fazer com que nos regozijemos na segura e gloriosa esperança que ele tem preparado para nós.



A ressurreição nos garante a vitória em nosso dia a dia. A vitória que Cristo conquistou para nós quando ressuscitou do sepulcro pode ser vista em nossa vida diária. Pode ser manifesta em nós e por meio de nós em todo lugar, e em toda circunstância pelo seu poder ressuscitador para a glória de Deus.



Podemos estar conscientes cada dia de seu poder vitorioso operando em nós, por nós e por meio de nós para sua glória. Podemos exclamar como o apóstolo Paulo: "Mas graças sejam dadas a Deus, que nos dá a vitória por meio de nosso Senhor Jesus Cristo".

terça-feira, outubro 27, 2009

Pessoas qualificadas também têm dificuldades para conseguir emprego

Nas duas maiores cidades do Brasil, pessoas com especialização fazem filas para sair do desemprego.

Pessoas com curso superior têm tido dificuldades para conseguir um emprego. No Rio de Janeiro, um concurso de gari atraiu candidatos com mestrado e até doutorado. Em São Paulo, um concurso que contrata dentistas, enfermeiros e fonoaudiólogos atraiu tanta gente que houve fila na porta do hospital. No Rio de Janeiro, um concurso para contratar garis com salários de R$ 486 surpreendeu. Para 1400 vagas, apareceram 124 mil pessoas. A exigência é ensino fundamental 1, antigo primário. Quase 1200 têm ensino superior completo, 86 têm pós graduação, 24 mestrado e 50, doutorado. Em São Paulo a prefeitura ainda não fez as contas, mas a fila foi grande. São 211 vagas de emergência por um ano para enfermeiro, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, piscólogo, terapueta, nutricionista, dentista e assistente social entre outras. Os salários vão de R$ 605 a R$ 1859. “Eles estão tirando pelos títulos que tem, experiência, mas vamos tentar”, diz a enfermeira Mariana de Paula Torres. O que chama a atenção nas filas das duas maiores cidades do Brasil é o nível dos candidatos. Por que tem tanta gente com especialização sem emprego? “De um lado, falta de empregos. Isso, por sua vez, está atrelado ao baixo crescimento econômico. Para o Brasil produzir empregos com a fartura que é preciso, precisaríamos crescer 5 ou 6 % ao ano”, diz José Pastores, professor de relações do trabalho, na USP. Para os especialistas em relações de trabalho são pelo menos dois fatores: má formação escolar: o candidato tem o diploma, mas não consegue desempenhar bem a função; falta de cursos complementares: o trabalhador para de estudar e não se atualiza mais. “O mercado quer pessoas com capacidade de dar respostas. Pessoas que tenham bom senso, lógica de raciocínio, que saibam trabalhar em grupo, que sejam versáteis, falem mais de uma língua e que, também, conheçam bem sua profissão. Não basta apenas ter o canudo, é preciso ter competência”.

Primeiro passo contra as drogas é acabar com hipocrisia

por Alexandre Garcia
O pai de Bruno, que matou Bárbara, é o retrato de milhares de pais e mães que neste país veem seus filhos sofrerem com a droga cada vez mais jovem.Luiz Fernando Proa, pai de Bruno, diz que ele começou com álcool, muito cedo. Assim como começa cedo com filhos e filhas de milhares de pais e mães. Depois, dependendo do meio em que vivem, vem o crack ou o êxtase, a maconha, a cocaína, as anfetaminas, que matam a vontade dos jovens, antes de matar suas vidas. Vidas sem vontade são presa fácil dos riscos no trânsito, nas brigas de festas, nos assassinatos por descontrole, como acontece com tantos Brunos neste país.
Esse é um problema que afeta muitos pais e mães. Todos sentem o que ele escreveu. Pais e mães identificam o que acontece com seus filhos, mas não conseguem arrancar os filhos dos companheiros que usam álcool e depois vão usar maconha, cocaína. Esse é um drama do país inteiro.
Parece uma praga que atinge jovens cada vez em idade mais tenra. Começa em festas, na saída da escola, no exibicionismo mútuo e vão se afundando. Lá pelas tantas, não se controlam mais.
O pai de Bruno, que matou Bárbara, escreveu que seu filho destruiu duas famílias. Infelizmente os Brunos, usuários de drogas, destroem mais famílias do que imaginam. Eles são vítimas e cúmplices que sustentam o tráfico, que compra armas e mata.
As batalhas da guerra do tráfico são pelo controle de pontos de venda. Ou seja, pelo controle de compradores, de usuários, vítimas e cúmplices. Infelizmente não são apenas eles, os usuários, os cúmplices. São também cúmplices políticos que ajudam e protegem os contrabandistas e traficantes; são cúmplices os que não agem, que se omitem, e até os que falam em paz, quando estão sendo derrotados.
Como escreveu o pai de Bruno, está na hora de acabar com a hipocrisia. Inclusive a hipocrisia da lei, no país das leis boazinhas, fingidas de democráticas. Leis que punem o traficante e se omitem no consumo da droga.
Descriminalizar para acabar com o tráfico não acaba com a tragédia das famílias dos que usam a droga, que é o falso consolo da vida vazia. O senhor Proa, pai de Bruno, aponta o primeiro passo no rumo para enfrentar o problema: acabar com a hipocrisia.

segunda-feira, outubro 26, 2009

"Fantástico" tem pior desempenho desde 1973


Com certeza a noite do último domingo (25) vai entrar para história do "Fantástico". Mas não de uma forma positiva. A revista eletrônica da Globo registrou sua pior audiência desde sua estreia, em 1973.
A atração alcançou apenas 16 pontos, segundo dados prévios do Ibope na Grande São Paulo. De acordo com o colunista Lauro Jardim, da revista "Veja", a média é a mesma do "Programa do Gugu", que teve seu melhor desempenho desde que Gugu Liberato estreou na Record, em agosto.
O SBT registrou 10 pontos com o "Programa Silvio Santos"

sábado, outubro 24, 2009

Coisas que a vida ensina depois dos 40

Artur da Távola

Amor não se implora, não se pede não se espera...Amor se vive ou não.

Ciúmes é um sentimento inútil. Não torna ninguém fiel a você.

Animais são anjos disfarçados, mandados à terra por Deus paramostrar ao homem o que é fidelidade.

Crianças aprendem com aquilo que você faz, não com o que você diz.

As pessoas que falam dos outros pra você, vão falar de você para os outros.

Perdoar e esquecer nos torna mais jovens.

Água é um santo remédio.

Deus inventou o choro para o homem não explodir.

Ausência de regras é uma regra que depende do bom senso.

Não existe comida ruim, existe comida mal temperada.

A criatividade caminha junto com a falta de grana.

Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.

Amigos de verdade nunca te abandonam.

O carinho é a melhor arma contra o ódio.

As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.

Há poesia em toda a criação divina.

Deus é o maior poeta de todos os tempos.

A música é a sobremesa da vida.

Acreditar, não faz de ninguém um tolo. Tolo é quem mente.

Filhos são presentes raros.

De tudo, o que fica é o seu nome e as lembranças a cerca de suas ações.

Obrigada, desculpa, por favor, são palavras mágicas, chaves que abrem portas para uma vida melhor

O amor... Ah, o amor...O amor quebra barreiras, une facções,destrói preconceitos,cura doenças...Não há vida decente sem amor!

E é certo, quem ama, é muito amado.

E vive a vida mais alegremente...

sexta-feira, outubro 23, 2009

ROSE CLEMENTINO RECEBE TÍTULO DE CIDADÃ CEDRENSE

Ela é pedagoga, professora da cadeira de Matemática, Pós-doutorado, Cedrense de nascimento, levando muito a sério sua profissão. Amiga sincera e transparente, meiga, sensível aos problemas sociais, e acima de tudo, tem um caráter acima de qualquer suspeita, digna de uma verdadeira representante da grande maioria desta linda cidade encravada no sertão do Ceará, carinhosamente conhecida por “Cedrinho de Açúcar”.
Estou falando da querida amiga ROSE CLEMENTINO, que no último dia 22 do mês em curso, em plena comemoração de mais um aniversário de emancipação política desta altaneira cidade, a Câmara de Vereadores da mesma, lhe presta uma merecida homenagem, outorgando-lhe o título de CIDADÃ CEDRENSE. Com certeza esse título, é a materialização do reconhecimento pelos Edis Cedrenses, de sua contribuição relevante para o bem estar de sua cidade como uma educadora que enaltece sua profissão como a mais importante e mais antiga do mundo. Lendo seu depoimento a seguir, conheceremos um pouco do seu perfil e de sua personalidade.

“Alguém forte o suficiente para enfrentar os obstáculos; paciente para saber esperar o resultado!Alguém capaz de reconhecer, no final de tudo, seu esforço e ver que ele não foi em vão, sendo consciente que Deus está presente em cada vitória e ou derrota enfrentada.
Alguém que no final de cada jornada olha pra trás e enxerga uma vida maravilhosa, cheia de alegrias, viagens, sorrisos, amores, paixões, beijos, abraços, amigos, desejos e conquistas.
Alguém que tem inúmeros bons momentos dos quais relembrar; tem também momentos difíceis.
Tem noites de insônia, daquelas que acabam virando momentos refletores, por causa de algo às vezes tão insignificante.
Alguém que ao olhar pra trás ver que cometeu loucuras em certos momentos, mas que também agiu com consciência em outros.
Alguém que chora quando é preciso desabafar aquela agonia e ou aquela saudade incontrolável do se pai e, sobretudo, que não perde a fé por constatar o óbvio: tudo é provisório, inclusive nós.
Enfim, sou alguém que no fim da noite pensa:

APESAR DE TODOS OS DESAFIOS VALE A
PENA VIVER!”.

Par perfeito:
"Aquele que me cativa, me respeita, me incentiva, me escuta..., E, sobretudo, aquele que cabe em meu coração assim como eu caibo no dele.
O que mais chama atenção em mim:
A calma
O que me atrai:
Convicção, inteligência, aventura
O que não suporto:
A falsidade e a pouca criatividade dos homens ao expressar uma mentira.
Com os relacionamentos anteriores aprendi:
Que a felicidade da mulher depende do amor que ela aceita, pois além de muito carinho, sinceridade e atenção uma relação deve ser permeada de diálogos constantes, seja sobre expectativas, sonhos, ambições, medos, alegrias, decepções... Se não há, a melhor opção é procurar outro pretendente. Afinal, a fila anda e ninguém é insubstituível.
Cinco coisas sem as quais não consigo viver:
Carinho da minha família, em especial da minha mãe; aconchego do meu lar; palavra de Deus; recordações do meu pai e os meus sonhos / ideais".
Eis a Cidadã Cedrense que este blog tem a honra de prestar-lhe esta singela homenagem. Parabéns Cedro, por mais um aniversário de emancipação política e administrativa!
Parabéns Rose, pelo merecedor título que honra a todos seus conterrâneos!
Desiderio Barreto.

Rose, recebendo das mãos do seu tio Bindá seu honroso "Troféu".

Rose Clementino exibido seu "Troféu"

Rose apontando sua foto de formatura


Rose ladeada pelos seus tios Otacílio e Espedita.

Rose e sua digníssima Gentora.

Rose e sua prima Elayne.

Rose e sua Vovó.


quinta-feira, outubro 22, 2009

Quem são os Fariseus do Brasil?

por Arnaldo Jabor
Até que Lula poderia negociar com Judas. Foi barato, ele traiu Jesus por apenas 30 dinheiros. Micharia, mas o Judas foi apenas um pau mandado feito aquele cara com os dólares na cueca. 30 dinheiros na cueca.

Aqui o problema maior são os Fariseus. Esses sim custam milhões, eles se vendem a empresas, eles dominam cidades, vivem impunes sob votos secretos e ai cabe a questão: quem são os Fariseus?

Jesus pode nos responder. Em Mateus capítulo 23, versículo 25-28 ele disse: “ai de vós, Fariseus, sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora parecem limpos e formosos, mas por dentro estão cheios de ossos e imundices. Vós, Fariseus, exteriormente pareceis justos aos homens, mas por dentro estais cheios de hipocrisia e de iniquidade”.

Quem falou não foi o Lula, foi Jesus. Lula só tem de responder: quem são os Judas e os Fariseus brasileiros? De que partido eles são? Há Fariseu de esquerda e Fariseu de direita? Lula não vai dizer, porque não pode trair alianças. Só Deus sabe.

'Cristo não fez aliança com fariseus', diz CNBB sobre declaração de Lula


A jornal, presidente disse que Cristo teria de se aliar a Judas no Brasil.

Dom Dimas comentou frase e defendeu aprovação do projeto da ficha suja.

O secretário-geral da CNBB, dom Dimas Lara Barbosa
Ao comentar as declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta quinta-feira (22), de que "Cristo teria de se aliar a Judas para governar o Brasil", o secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Dimas Lara Barbosa, lembrou que "Cristo não fez alianças com fariseus".

Para dom Dimas, fariseus são "pessoas que parecem uma coisa por fora, mas por dentro são outra". "Sem dúvida, Judas foi um dos discípulos de Cristo. Mas quero lembrar que Cristo não fez aliança com fariseus e saduceus", disse dom Dimas.

Antes de responder, no entanto, Dimas brincou ao saber do comentário de Lula: "Nossa, a coisa está tão ruim assim?"


Sem dúvida, Judas foi um dos discípulos de Cristo. Mas quero lembrar que Cristo não fez aliança com fariseus e saduceus"
Em entrevista publicada na edição desta quarta-feira (22) do jornal "Folha de S. Paulo", Lula utilizou a religião em uma metáfora política ao comentar acordos eleitorais. "Se Jesus Cristo viesse para cá (Brasil), e Judas tivesse a votação num partido qualquer, Jesus teria de chamar Judas para fazer coalizão", disse o presidente.

O secretário-geral da CNBB preferiu não entrar diretamente no mérito da frase, mas
lembrou a classe pobre do país, que muitas vezes permanece à margem da sociedade. Dom Dimas também lembrou do projeto que está em discussão no Congresso que pretende proibir a candidatura de brasileiros que tenham pendências com a Justiça.

"Quero aproveitar a ocasião para lembrar que a Igreja continua com a sua luta a favor do projeto das fichas limpas na política. A coisa pública exige o mínimo de ética de quem a pratica", argumentou.
Questionado se os fariseus utilizados em sua metáfora seriam os políticos com ficha suja ou o principal partido da base governista, o PMDB, dom Dimas respondeu: "Quando falei em fariseus, não estava me referindo a partidos políticos. Mas Deus conhece o coração das pessoas.

" Dom Dimas concedeu entrevista nesta quarta, depois do lançamento da campanha que pretende estimular os fiéis da Igreja Católica a realizar o teste de HIV e de sífilis em seis capitais do país. Ao comentar a parceria com o Ministério da Saúde, o secretário-geral da CNBB afirmou que a posição contrária da Igreja ao uso de preservativos está mantida: "Quanto mais a sociedade estiver unida em torno dessa questão da Aids, quem vai ganhar é a população. Mas as coisas (o teste de HIV e o uso de preservativos) não se misturam. A Igreja continua defendendo o valor da família, da fidelidade e do amor."

segunda-feira, outubro 19, 2009

Vale anuncia investimentos de R$ 24,5 bi para 2010

Investimento no Brasil será recorde
O foco no crescimento orgânico A Vale deverá investir em 2010 na manutenção de suas operações, pesquisa e desenvolvimento (P&D) e na implementação de projetos o valor de R$ 24,5 bilhões. O programa de investimentos continua a refletir o foco no crescimento orgânico como prioridade da estratégia de expansão das atividades da Vale: 76,6% do orçamento de 2010 será direcionado para o financiamento de P&D e projetos, contra o percentual médio de 71,1% nos últimos cinco anos. Os investimentos em responsabilidade social corporativa Em linha com nossas prioridades estratégicas, os investimentos em responsabilidade social corporativa para 2010 estão previstos em R$ 1,9 bilhão. A Vale investirá R$ 1,575 bilhão na proteção e conservação do meio ambiente, enquanto que R$ 325 milhões serão aplicados em projetos sociais. Ao lado dos dispêndios diretos na área ambiental, estamos fazendo investimento de R$ 580 milhões na produção de biodiesel no estado do Pará para consumo próprio. A partir de 2014 esperamos estar empregando o combustível B20 (80% óleo diesel, 20% biodiesel) em nossas locomotivas, antecipando-nos à regulamentação que estabeleceu como meta o ano de 2020.

Anônimo disse...


  • ola fui pastor da igreja universal do reino de deus durante 10 anos e fui mandando embora com uma mao na frente outra atraz teria como alguem me judar ?
  • email: je@rock.com

sexta-feira, outubro 16, 2009

Corregedor abrirá investigação sobre "cueca de Suplicy"

Senador Eduardo Suplicy

Suplicy usou cueca vermelha a pedido de programa humorístico.
Investigação vai apurar se houve quebra de decoro.

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) desfilou de cueca vermelha pelo Senado a pedido de programa humorístico, na quinta-feira (15)
O corregedor do Senado, Romeu Tuma (PTB-SP), anunciou nesta sexta-feira (16) que abrirá uma investigação preliminar sobre o fato de o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) ter andado com uma cueca sobre a roupa na Casa a pedido de um programa humorístico. Para Tuma, a ação pode configurar quebra de decoro parlamentar. Uma das penas para a quebra de decoro é a cassação de mandato.
“Em princípio, em tese, sim, poderia ser quebra de decoro, mas ainda não conheço bem as circunstâncias e os objetivos disso”, disse Tuma ao G1. Ele pediu a sua assessoria que reúna todo o material publicado sobre o fato e manifestou desconforto com a atitude do colega. “Fiquei profundamente chocado e amargurado.

Numa fase de tentativa de recuperação da imagem do parlamento ele toma essa atitude indesejável só para agradar programa de televisão. Isto fere a dignidade e o respeito de cada um de nós”. Após a investigação, Tuma decidirá se encaminha o caso para a Mesa Diretora, que poderá repassar o tema para o Conselho de Ética.

Questionado se as acusações contra o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), não eram mais graves do que a ação de Suplicy, o corregedor afirmou que este caso não passou pelas suas mãos. “Aquilo nao estava na competência da Corregedoria porque não tinha a materialidade dentro da Casa. Foi encaminhado tudo direto ao Conselho. Na minha opinião, o Conselho teria que ter pedido uma investigação preliminar da Corregedoria, mas não aconteceu. Houve uma decisão por considerações pessoais e não houve investigação para comprovar as denúncias. São casos diferentes”, disse Tuma. O líder do PSDB, Arthur Virgílio (AM), também censurou, por meio de nota, a atitude do petista. Para o tucano, Suplicy merece uma advertência e deveria fazer uma retratação pública. Virgílio, no entanto, não deseja ver o caso no Conselho de Ética. Para ele, após a absolvição de Sarney o colegiado “não tem condições de abrir processo contra o senador Suplicy”. Virgílio também foi absolvido pelo Conselho da acusação de ter permitido o pagamento a um funcionário que morava no exterior.
'Cueca'
O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) desfilou na quinta-feira (15) de cueca vermelha pelo Salão Azul do Congresso Nacional, atendendo a um pedido de um programa humorístico. Conhecido por sua irreverência, o senador já protagonizou a distribuição de cartão vermelho ao presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), no auge da crise política enfrentada pela Casa, e até cantou um rap do Racionais MC em uma das comissões do Senado, em 2007.

COMENTÁRIO:
O Congresso Nacional não é mais uma instituição que merece respeito do povo brasileiro. Veja a que ponto chega àquele que diz ser o representante do povo. Desfilar de cueca sobre sua indumentária no interior do Congresso Nacional, apenas para demonstrar que é um político popular. Com certeza, tal atitude já é visando sua reeileição no próximo ano. O Senador Eduardo Suplicy no mínimo tinha que pedir desculpas a nação brasileira por essa sua falta de respeito para com àqueles que pagam seus altos salários. Se ele deseja se exibir dessa forma indecorosa que não condiz com sua posição, que procure uma casa de prostituição e se exiba da forma que desejar. Ninguém espera de um cidadão que tem a importância que um Senador da República tem, em qualquer país do mundo, e com a idade do Eduardo Suplicy, tenha atitudes tão irresponsável como essa que ele teve. Com certeza se fosse um cidadão comum, que tentasse fazer alguma manifestação contra as bandalheiras que têm acontecido naquela instituição denominada "Casa do Povo" no estilo do Senador Suplicy, uma hora dessa, já estaria atrás das grades por "desrespeito a uma instituição que congrega os representates do povo". Te retrata Suplicy, porque essa tua atitude deporá contra ti até depois da tua morte!

Valter Desiderio Barreto.

O CENÁRIO DO MUNDO ESTÁ SE PREPARANDO PARA A VOLTA DO SENHOR JESUS CRISTO CONFORME EVIDÊNCIAS DESCRITAS NA BÍBLIA SAGRADA.

No monte das Oliveiras, achava-se Jesus assentado, quando se aproximaram dele os discípulos, em particular, e lhe pediram: Dize-nos quando sucederão estas coisas e que sinal haverá da tua vinda e da consumação do século. E ele lhes respondeu: "Vede que ninguém vos engane. Porque virão muitos em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo, e enganarão a muitos. E, certamente, ouvireis falar de guerras e rumores de guerras; vede, não vos assusteis, porque é necessário assim acontecer, mas ainda não é o fim. Porquanto se levantarão nação contra nação, reino contra reino, e haverá fomes e terremotos em vários lugares; porém tudo isso é o princípio das dores. Então, sereis atribulados, e vos matarão. Sereis odiados de todas as nações, por causa do meu nome. Nesse tempo, muitos hão de se escandalizar, trair e odiar uns aos outros; levantar-se-ão muitos falsos profetas e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade(pecado), o amor se esfriará de quase todos. Aquele, porém, que perseverar até o fim, esse será salvo. E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então, virá o fim. Quando, pois, virdes o abominável da desolação de que falou o profeta Daniel, no lugar santo (quem lê entenda), então, os que estiverem na Judéia fujam para os montes; quem estiver sobre o eirado não desça a tirar de casa alguma coisa; e quem estiver no campo não volte atrás para buscar a sua capa. Ai das que estiverem grávidas e das que amamentarem naqueles dias! Orai para que a vossa fuga não se dê no inverno, nem no sábado; porque nesse tempo haverá, como desde o princípio do mundo até agora não tem havido, nem haverá jamais. Não tivessem aqueles dias sido abreviados, ninguém seria salvo; mas, por causa dos escolhidos, tais dias serão abreviados. Então, se alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! Ou: Ei-lo ali! Não acrediteis; porque surgirão falsos cristos e falsos profetas operando grandes sinais e prodígios para enganar, se possível, os próprios eleitos. Vede que vo-lo tenho predito. Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto!, não saiais. Ou: Ei-lo no interior da casa!, não acrediteis. Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até no ocidente, assim há de ser a vinda do Filho do homem. Onde estiver o cadáver, aí se ajuntará os abutres. Logo em seguida à tribulação daqueles dias, o sol escurecerá, a lua não dará a sua claridade, as estrelas cairão do firmamento, e os poderes do céu serão abalados. Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; todos os povos da terra se lamentarão e verão o Filho do homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e muita glória. E ele enviará os seus anjos, com grande clangor de trombetas, os quais reunirão os seus escolhidos, dos quatro ventos, de uma a outra extremidade dos céus. Aprendei, pois, a parábola da figueira: quando já os seus ramos se renovam e as folhas brotam, sabeis que está próximo o verão. Assim também vós: quando virdes todas estas coisas, sabei que está próximo, às portas. Em verdade vos digo que nao passará esta geração sem que tudo isto aconteça. Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão. Mas a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão o Pai. Pois assim como foi nos dias de Noé, também será a vinda do Filho do homem. Porquanto, assim como nos dias anteriores ao dilúvio comiam e bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, senão quando veio o dilúvio e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem. Então, dois estarão no campo, um será tomado, e deixado outro; duas estarão trabalhando num moinho, uma será tomada, e deixada a outra. Portanto, vigiai, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor. Mas considerai isto: se o pai de família soubesse a que hora viria o ladrão, vigiaria e não deixaria que fosse arrombada a sua casa. Por isso, ficai também vós apercebidos; porque, à hora em que não cuidais, o Filho do homem virá". Mateus, capítulo 24: versos 3 ao 44.

COMENTÁRIO:
Tudo o que está acontecendo atualmente no mundo, é o prenúncio da volta de Jesus Cristo. O que nos resta é somente nos convertermos ao Senhor Jesus Cristo, transformando-nos em uma Nova Criatura, através do "Novo Nascimento" e passarmos a ter uma vida dígna de verdadeiros discípulos de Jesus Cristo através do nosso testemunho pessoal, arrependendo-nos de todos os nossos pecados procurando evitá-los na nossa vida para que quando o Filho do homem voltar, não nos pegar de surpresa. A ordem do Mestre Jesus Cristo é pregarmos a sua Palavra e fazermos discípulos de todas as nações. Eu estou fazendo a minha parte, e você ? Valter Desiderio Barreto.

Caiapós preparam novo protesto contra barragens no Xingu




Povo é conhecido por sua oposição às hidrelétricas na região.

Usina de 11 mil MW no Xingu será leiloada em dezembro.
Iberê Thenório Do Globo Amazônia, em São Paulo

Índios caiapó de pelo menos quatro reservas estão se dirigindo para o norte de Mato Grosso para protestar contra a construção da usina de Belo Monte, planejada para ser erguida no Rio Xingu, no Pará. Segundo o líder indígena Megaron Txucarramae, que também administra o posto da Funai em Colíder (MT), pelo menos 150 pessoas estarão reunidas a partir do dia 28 no cruzamento entre a rodovia MT 322 e o Xingu, na aldeia Piaraçu, na terra indígena Kapot/Jarinã.

Os indígenas pretendem exigir a presença de representantes do Ibama, Funai e Ministério de Minas e Energia. “Se até o governo não atender a gente até o dia quatro, vamos paralisar a balsa, e ninguém vai atravessar”, diz Txucarramae.

saiba mais
Especialistas questionam projeto de hidrelétrica no Rio Xingu
Crianças tikunas brincam de 'gavião', 'melancia' e 'festa do sapo'
Novo mapa detalha localização de mais de 700 reservas na Amazônia Legal
Movimentos sociais do Xingu reagem à declaração de Edison Lobão
Segundo o líder indígena, os caiapós estão especialmente aborrecidos com as declarações do ministro Edison Lobão. O chefe da pasta de Minas e Energia disse, no final de setembro, que via "forças demoníacas" impedindo a realização de usinas hidrelétricas de grande porte no país. “Essa palavra é muito feia. Foi uma ofensa para nós e para quem defende a natureza”, comenta o líder indígena.
História de guerra
Os caiapós – que somam cerca de 6 mil pessoas, espalhadas entre o Pará e o Maranhão – são conhecidos por sua forte oposição a construção de barragens. Em maio de 2008, durante uma reunião sobre a construção de Belo Monte, eles feriram com um facão o engenheiro da Eletrobrás Paulo Fernando Rezende. O episódio foi muito parecido com uma reunião de 1989 – quando já se discutia a construção de Belo Monte –, em que a índia caiapó Tuíra encostou um facão no rosto do então diretor da Eletronorte, José Antonio Muniz Lopes, hoje presidente da Eletrobrás.
PAC
Os primeiros estudos para a construção de uma hidrelétrica no Rio Xingu são de 1980. Na última concepção do projeto, foi planejada uma barragem e canais que desviam parte leito do rio e levam a água para uma casa de força. Por conta disso, um pedaço do curso d’água de cerca de 100 km ficará mais seco.


Para gerar energia será represada a maior parte do Rio Xingu em um trecho conhecido como Volta Grande, no Pará. Canais levarão a água até uma casa de máquinas, enquanto uma porção do rio ficará com o fluxo de água reduzido. (Foto: EIA-Rima/Montagem Globo Amazônia)
A obra prevê a capacidade de geração de 4.719 MW no período seco e 11.181 MW com a usina operando em plena capacidade. Para se ter uma ideia, a usina de Itaipu – a maior do Brasil – tem capacidade para gerar 14 mil MW. Os reservatórios, incluindo os canais, ocuparão uma área de 516 km², o equivalente a um terço do município de São Paulo. O projeto, cujo leilão está previsto para dezembro, é o maior empreendimento de produção de energia elétrica do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), e tem sofrido críticas de ambientalistas. Na última terça-feira (13), um grupo de 40 cientistas publicou um documento questionando a viabilidade da obra.

O Globo Amazônia entrou em contato com o Ministério de Minas e Energia para que a pasta se posicionasse sobre a necessidade da construção da hidrelétrica, mas não obteve retorno até o fechamento da reportagem.

Se você vive ou viajou para a Amazônia e tem denúncias ou ideias para melhorar a proteção da floresta, entre em contato com o Globo Amazônia pelo e-mail mailto:globoamazonia@globo.com. Não se esqueça de colocar seu nome, e-mail, telefone e, se possível fotos ou vídeos.

Cybercafés e lan houses serão obrigados a cadastrar usuários

Portal do Consumidor
SÃO PAULO - Os estabelecimentos com serviços de locação de computadores para o acesso à internet, como cybercafés e lan houses, deverão ter um cadastro de seus usuários, com a identificação do terminal usado, além da data e hora do início e do término do uso.

Essas determinações estão no projeto de lei 296/008, do senador Gerson Camata (PMDB-ES), aprovado na última quarta-feira (14) pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado.

Prevenindo crimes

Ao justificar o projeto, Camata lembrou que a internet tem sido usada na prática de diversos crimes, sendo que, em muitos casos, são usados terminais de acesso disponíveis ao público. "A grande maioria desses estabelecimentos não exige identificação de seus usuários, o que permite a atuação virtualmente anônima dos malfeitores", afirmou.

Segundo a Agência Senado, a proposta também determina que os dados dos usuários sejam mantidos por no mínimo três anos. Porém, para proteger a privacidade daqueles que fazem o uso correto do serviço, o cadastro deve ser mantido em sigilo, a ser quebrado apenas com ordem judicial.

O estabelecimento que facilitar ou promover a quebra de sigilo poderá ser multado entre R$ 10 mil e R$ 100 mil, de acordo com a gravidade da conduta. Em caso de reincidência, o local poderá ter o alvará de funcionamento cassado.

Agora, a proposta segue para votação na Câmara dos Deputados, e se for aprovada sem alterações, irá para a sanção presidencial.

Brasileira que forjou ataque neonazista é indiciada na Suíça

"Paula Oliveira"

Procuradores suíços acusaram formalmente a brasileira Paula Oliveira de tentar enganar a Justiça, ao prestar depoimento à polícia afirmando ter sido atacada por neonazistas, em fevereiro.
O Ministério Público da Suíça, entretanto, não pediu que a brasileira seja condenada a prisão. Em vez disso, os promotores pedem que ela seja liberada sob fiança e arque com os custos do processo.
A data do julgamento ainda não está marcada.
O caso Paula Oliveira criou uma tensão diplomática entre o Brasil e a Suíça porque a advogada de 26 anos, que vivia legalmente na Suíça, disse à polícia de Zurique que foi vítima de um ataque xenófobo perpetrado por um grupo de neonazistas.
A brasileira disse que estava grávida e que havia perdido gêmeos quando os agressores marcaram, à faca, as iniciais de um partido de extrema direita suíço na barriga dela.
O caso, entretanto, mudou de direção quando se descobriu que a brasileira havia mentido em seu depoimento. Paula confessou a auto-mutilação.
Ao longo do caso, o governo brasileiro enviou ao governo suíço mensagens duras pedindo todo o rigor possível na investigação.
À época, os advogados de defesa da brasileira estudavam tentar atenuar a pena da brasileira alegando problemas psicológicos.
BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

quarta-feira, outubro 14, 2009

Máfia Religiosa


Caro Pastor, Gostaria de agradecer seu amor e atenção a minha pessoa no seu site. Bem sei que este amor não foi diretamente para mim, mas sinto como se fosse. Com sua licença, venho pedir mais uma palavra sua, por pequena que seja, para que eu tenha uma direção de como agir.

Fui católica por muitos anos, do batismo à crisma, fiz tudo de acordo com a doutrina católica. Perdi meus pais em um acidente e me afastei na igreja católica. Fiquei muito deprimida, perdi semestre na faculdade, até que uma amiga me levou a uma denominação evangélica.

Lá encontrei palavras doces, carinho, atenção. Comecei a ler a Bíblia e também comecei a questionar certas coisas que eram ensinadas na igreja... Contudo guardava isso em meu coração. Quem era eu para contestar o pastor?

Depois de um ano, conheci um seminarista da mesma denominação, mas de outra congregação... Ele falou comigo para namorar... Fui sincera e disse que só sentia amizade por ele. Passados alguns meses, durante os quais minha amiga e o pastor da igreja sempre me aconselharam a aceitar o namoro... porque ele seria um excelente rapaz..., cedi.

Iniciamos um namoro. Tudo era normal.

Certo dia, um amigo da faculdade conversando comigo sobre religião me prometeu um DVD que abriria meus olhos sobre o assunto.

No dia seguinte ele trouxe...O DVD era seu... Falava do império das trevas.

Chocada, paralisada, abismada, assisti com atenção, e entre muitas lágrimas ouvi tudo o que o senhor falava.

Algumas dúvidas que guardava em meu coração quando iniciei a ler a Palavra, foram esclarecidas e o senhor foi muito mais além! Aquelas palavras mudaram por completo minha vida e me fizeram não querer mais ir à denominação, mas viver o evangelho da graça. Fui falar com meu namorado e aí começaram os problemas. Com amor e cautela expus a verdade a ele. Pedi que assistisse o DVD comigo... Infelizmente ele tem verdadeiro ódio a sua pessoa. Depois de uma briga, terminei o namoro. O pastor e minha amiga da denominação me ligaram muito para que eu voltasse atrás. Falaram barbaridades sobre sua pessoa. Eu mantive minha decisão. No mês passado meu ex-namorado me telefonou pedindo para conversarmos. Marcamos o encontro. Novamente ele tentava me convencer a voltar à denominação e esquecer tudo que vi e ouvi no DVD, dizendo ser doutrina maligna.

Começou outra briga que terminou em um estupro...Ele me bateu e me estuprou...Foi embora e me deixou ferida em todos os sentidos...Pensei que ia morrer tamanha dor e vergonha.

Fui socorrida por uma amiga...Fiquei um tempo na casa dela...Depois que fui tratada e conseguia sair de casa, fui ao pastor dele contar o que aconteceu. Ele me mandou perdoar e esquecer. Disse que um cristão não denuncia outro cristão e que se eu resolvesse denunciar, eu estaria me arriscando. Chocada eu me calei e resolvi ficar quieta.

Agora descobri que estou grávida... E já não sei o que fazer!

Não tenho a menor condição financeira de ter esse filho além de não ter condições psicológicas para ser mãe. Não durmo quase nada. Não consigo me alimentar. Tenho pesadelos com ele.

Amado, que devo fazer?

Minha amiga que me levou a denominação me disse que ele quer voltar a namorar comigo e esquecer tudo...; e até casar. Como posso casar com ele?

Devo casar só para ter condições de criar meu filho?

Desculpe se para o senhor minhas duvidas forem tolas, mas já não sei o que pensar. Como um homem que diz ter chamado para ser pastor pode fazer algo assim? Como ele pode pregar a Cristo depois de ter feito o que fez comigo? Às vezes tenho vontade de denunciá-lo a Policia. Outras vezes penso em tudo que vou passar com essa denuncia e prefiro me calar... Caro pastor, me ajude... Já estou quase a desesperar da vida. Não tenho ido à faculdade... Estou isolada em casa. Sinto-me só e perdida!

Obrigada mesmo que não venha a responder esta carta. Que Jesus sempre seja com seu espírito.

Fique na Graça e na PAZ Com Carinho e gratidão,

Resposta:

Minha querida filha: Graça e Paz!Primeiramente devo dizer que sempre que ouço uma história assim... a vontade que me dá é a de “pagar uma visita” ao estuprador e empalá-lo...Sim, numa estaca!...Uma estaca para o seminarista estuprador na porta do Seminário, ou, no caso, do Sêmenario...A religião é assim... O DVD está provado... Sim, eles provam que o que digo é verdade...E mais:...O que você acha que pode ser mais Império das Trevas do que isso?...Sim, não é a mesma treva do Senédrio, dos sacerdotes que em nome de Deus e contra a heresia assassinavam e estupravam em nome da Ortodoxia?...Eu sou diabo porque prego o Evangelho... A mim eles denunciam como herege... A mim eles proíbem você de ouvir... Sobre mim vale dizer tudo, até matar com palavras... Mas, enquanto isto..., o seminarista que odeia..., que vive de raiva..., que faz violência..., que é covarde e frouxo como uma dondoca..., estupra você em nome do ódio que sente por mim e em nome do direito diabólico que ele sente que tem sobre mulheres fracas no corpo, embora milhões de vezes melhor de cabeça do que ele...O que fazer?...Primeiro acho que você deve de fato procurar um advogado e contar a história... Você tem testemunhas... Você pode provar... Você tem o DNA dele em você... Sim, ele tem que ser tratado conforme a Lei. Ele não pode estuprar pessoas e pedir que o pastor peça que não se dê queixa...Um cristão não estupra outro cristão!...E nem precisa ser cristão, é claro. Basta ser gente. Gente não estupra gente. Quem faz não é...Além disso, no próprio processo, demande logo o reconhecimento do seu filho, não para convívio com o “pai/estuprador”, mas para que o estuprador assuma mais essa responsabilidade; que é dele!...Tenha seu filho...Não jogue o filho fora por causa de um pai que não é pai..., embora você seja mãe, e ainda venha a aprender muito sobre a benção de ser mãe.

Casar com ele?... Para ter comida?... Não! Jamais!

Sei que você está apavorada e sozinha...Por isto peço que me diga onde mora, pois, quero enviar gente de Deus para estar com você...E mais: quero ajudar você a ter seu filho!

Portanto, me diga onde você mora...O que você deve fazer contra o Seminarista não é vingança, é justiça da vida...; e mais: é precaução já..., posto que esse bandidinho tenha que aprender com quantos paus se faz uma cangalha...Deixa-lo sem disciplina legal é estimular o monstro nele...Mas não tema...Creia: você não ficará só...Apenas nos diga onde mora e faremos tudo para estar ao seu lado, agora..., durante..., e depois do seu filho nascer.

Creia: você não está só!...Nele, que ama você e seu filhinho, e que não o conta como filho de uma violência, mas sim de uma filhinha Dele cheia de amor e fé,

Caio 15 de setembro de 2009

Lago Norte

Brasília

DF contato@caiofabio.comComo agir segundo Jesus?

Amado Pastor! Paz seja contigo e toda sua casa!

Com muita alegria vi sua resposta. Confortou meu coração. Minha noite foi em claro, são 7:20h da manhã e não dormi um segundo.

A resposta a minha carta que foi postada em seu site, repercutiu muito. O pastor da denominação leu e identificou que a moça sou eu. Ele e o meu ex vieram aqui em minha casa ontem à noite e me fizeram ameaças. Disseram que eu jamais me sairia bem dessa... caso fosse à Polícia... e tivesse a sua ajuda. Disseram também que eu devia me preocupar com minha saúde e a do meu filho... porque acidentes podem matar a mãe e o filho que ela carrega no ventre. Disseram que o senhor só quer desmoralizar as igrejas evangélicas, e que eu daria a faca e o queijo em suas mãos caso levasse o fato à Polícia. Depois que eles foram embora, meu telefone não parava de tocar; minha amiga da denominação também veio a minha casa... Enfim a noite foi em claro e repleta de ameaças. Estou na casa da amiga que me socorreu no dia da violência. Ela é o meu "anjo da guarda"... Está me dando colo e atenção.

Estamos providenciando minha mudança. Vou viajar para casa de parentes dela no interior... Também tenho a opção de me mudar para dois outros lugares... Enquanto isso não acontece, não vou voltar mais sozinha para minha casa... Ficarei escondida... Só voltarei a minha casa acompanhada e para resolver tudo da mudança. Vou trancar minha faculdade, pedir demissão do meu emprego, vender o pouco que tenho aqui, entregar a casa à proprietária e mudar dessa cidade... Hoje vou saber como proceder... Quero saber como denunciá-lo e manter minha integridade física e a do meu filho. Temo sim pela minha segurança... Eles são de uma denominação rica e muito influente em todo o Brasil. Jamais jogaria meu filho fora... Nunca passou em minha mente cometer aborto. Mesmo no desespero de não ter como criá-lo (meu salário é R$625,00), nunca iria deixar de acolhê-lo e tentar criá-lo de acordo com o evangelho que o senhor me apresentou. O evangelho que me salvou da dor, dos medos, das culpas, do "deus" vingativo e malvado que os religiosos me apresentaram. Hoje estou convicta que Jesus me ama e também ama o fruto de meu ventre. Sei que esse fruto foi gerado por Ele com muito amor, e esse amor que quero transmitir ao meu filho desde agora que ele está em meu ventre, até o fim dos meus dias. Tenho fé que Jesus me ajudará, ou melhor, já esta me ajudando com seus conselhos amorosos e com essa minha vizinha, que é um canal de graça na minha vida. Ela me tomou como uma filha e está me ajudando como jamais eu poderia agradecer!

Apesar de toda dor que esse rapaz me fez e esta fazendo passar, ele está perdoado e sempre estará em minhas orações. Espero que Jesus tire a cegueira da religião e traga sobre ele a luz do evangelho que nos livra de todas as trevas. Ao senhor, amado pastor, meu muitíssimo obrigado, meu carinho, respeito e gratidão. Espero um dia vê-lo... E que nesse dia eu esteja com meu filho nos braços!...Que Jesus sempre seja com seu espírito

Um beijo muito carinhoso. Sua filha que muito te ama,

Resposta:

Minha filha querida: Graça e Paz!

Há várias pessoas se oferecendo para ajudar você, e, de modo muito especial, um casal de amigos de São Paulo.Vi, entretanto, que o amor de Deus a cercou de anjos...Louvado seja Deus por isto!

No entanto, relembro a você que seja em que direção for..., você tem meu compromisso de que não estará só em nenhum processo... no qual humanamente possamos estar ao seu lado.

Portanto, acione-nos conforme lhe seja melhor..., se for o caso.

Eles estão dizendo que quero desmoralizar a “igreja evangélica”... Meu Deus! O Sêmenarista estupra, o pastor esconde, as crentes aconselham a deixar pra lá..., ameaçam..., e, depois, eu é que quero desmoralizar a “igreja evangélica”!?...Essa “igreja” que eles defendem e apresentam a você não existe para Deus, posto que seja apenas uma confraria mafiosa...Não os tema!... Sim, não os tema nem por um momento...Pense nas alternativas que lhe dei na carta menor que lhe enviei hoje cedo... Todas estão à sua disposição...Fique em paz... Sua libertação em Jesus não tem volta...E mais: você está semeando grande fé, cheia de muita intrepidez e ousadia no Senhor!

Estou aqui. Você sabe.

Nele, com todo amor e respeito pela doçura de sua alma e pela firmeza de sua fé em Jesus,

Caio16 de setembro de 2009

Lago Norte

Brasília DF.

terça-feira, outubro 13, 2009

Vale abre 200 vagas em áreas de manutenção, em Minas Gerais


Cargos são de mecânico, borracheiro, soldador, lubrificador e eletricista.

Oportunidades são para Nova Lima, Itabirito e Congonhas.
A Vale abriu cerca de 200 vagas em áreas de manutenção, em Minas Gerais. As oportunidades são para os cargos de mecânico, mecânico borracheiro, soldador, lubrificador e eletricista. As inscrições podem ser feitas através do site www.vale.com, no link pessoas, até 20 de outubro.

Para se candidatar, o profissional deve residir em Minas Gerais, ter ensino médio completo, disponibilidade para trabalhar em turnos, experiência prévia e conhecimentos específicos da função. Para o cargo de eletricista, além das exigências anteriores, é desejável que o candidato tenha formação técnica completa.
As oportunidades são para os municípios de Nova Lima, Itabirito e Congonhas, em Minas Gerais. Os profissionais contratados receberão, além do salário, benefícios como transporte, alimentação, vale-refeição, assistência médica e odontológica e participação nos lucros da empresa.
O processo seletivo está dividido em quatro etapas: entrevista de triagem, entrevista técnica e/ou teste prático com gestores da Vale, avaliação psicológica e exames médicos.

segunda-feira, outubro 12, 2009

É preciso descobrir quem financia atos do MST


por Alexandre Garcia
Justiça, Ministério do Desenvolvimento Agrário e o Congresso cobram uma ação. Só que ela não aconteceu antes, porque o governo pressionou e tirou 42 assinaturas de governistas quando, na Câmara Federal, queriam investigar de onde vem o dinheiro para sustentar o MST.Por exemplo: está no orçamento do ano que vem R$ 1,5 bilhão para assentamentos, agricultura familiar, essas coisas. Esse é um problema sério, precisa ser investigado e agora o Senado está recolhendo assinaturas para abrir essa caixa-preta.
As outras acusações de crimes cometidos por movimentos sociais não vão adiante porque o governo tolera. Usa o eufemismo de movimento social para quem está agindo fora da lei ao saquear caminhões, bloquear estradas, invadir posto de pedágio e ocupar fazendas como a do interior paulista.
A primeira CPI que a oposição tentou instalar era justamente para investigar o financiamento público a um movimento que não tem uma figura jurídica estabelecida, apesar de ter mais de 1,5 mil processos.
Eu fico pensando como cumprir o que o juiz de Lençóis Paulistas determinou: uma multa de R$ 500 por dia de ocupação. O MST vai ser cobrado como, se não existe a figura jurídica? É bom lembrar que a manifestação do juiz foi pró-lei. Porque o Incra parece que fomentava isso. O Incra entrou no assunto, dizendo que a Justiça Federal ia empurrar com a barriga, mas o juiz estadual conseguiu mandar desocupar a fazenda.
Ainda bem que filmaram tudo e pudemos ver o que é a crueldade de derrubar sete mil laranjeiras com um trator.
Será que agora a CPI funciona? Não sei. Nós ficamos indignados com alguns atos que acontecem aqui no Brasil, vem aquela pressão e depois tudo esfria.

MST não é responsabilizado por crimes

por Alexandre Garcia
Outra invasão e dessa vez com uma imagem bastante forte. É chocante ver o trator derrubando milhares de laranjeiras.

A laranja é riqueza do país. Pesam na balança comercial. Ajudam na estabilidade da moeda e beneficiam, em ultima análise, o bolso do povo. O crime que se vê não é contra o proprietário, é contra o país. É de se perguntar se quem comete um crime desses não conta com a omissão, com o crime de responsabilidade, de quem insiste em classificar esses crimes como manifestações sociais e não age para coibir e punir quem ataca um dos setores que o país mais pode se orgulhar: o que produz alimentos e gera riqueza para todos.
O fato é que cinco mil pés de laranja foram destruídos e a figura jurídica do MST não pode ser responsabilidade. Não existe figura jurídica e ninguém exige isso. Mesmo que a área seja pública, não são eles que vão fazer a reforma agrária.
A lei não age. Se eu entrar lá e fizer a mesma coisa com um trator vou ser preso e colocado em uma camisa de força. Se, em lugar dessa camisa de força, eu estiver vestido com uma camisa vermelha do MST, não vai me acontecer nada, porque sou movimento social, sem responsabilidade, sem personalidade jurídica.
Todo esse movimento depende de dinheiro, de verba para se organizar. Isso vem de caixa-preta. Ninguém sabe, ninguém viu. É um dinheiro que vem de algum lugar e não é pouco.
Ainda outro dia eu conversava com um político do Paraná e ele disse que foi visitar um acampamento do MST e todos os fogões estavam frios. A comida chegava de quentinha de um restaurante. Alguém comprava a comida do restaurante. Alguém paga o combustível dos veículos. É uma senhora caixa-preta. Invejável.

domingo, outubro 11, 2009

Cristovam: no ritmo atual, Brasil levará 56 anos para erradicar o analfabetismo

Agência Senado
Ao comentar a piora da posição do Brasil no ranking do IDH de 2009, divulgado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o senador Cristovam Buarque (PDT-DF) alertou para os grandes problemas sociais do país. Ele considerou uma tragédia o fato de ter crescido em 111 mil o número de analfabetos adultos no país, entre 2007 e 2008. Mantidas as mesmas condições atuais do sistema educacional, o Brasil levaria, na avaliação do senador, 56 anos para eliminar o analfabetismo.

- Nós temos uma 'marolona' no social, mesmo que na economia tenha sido uma marolinha. E todos os indicadores e estudos mostram que o problema brasileiro está, sobretudo, no que se refere à educação de base, no que se refere à educação de nossas crianças - disse, referindo-se ao diagnóstico do presidente Luiz Inácio da Silva em relação à crise econômica mundial, classificada de "marolinha".

Cristovam atribuiu a piora da classificação do IDH do país à qualidade ruim da educação básica oferecida às crianças e também no aumento da taxa de analfabetismo.

Em aparte, Osvaldo Sobrinho (PTB-MT) concordou com Cristovam sobre a necessidade de se melhorar o sistema educacional do país como condição para o desenvolvimento. Segundo ele, quando se fecha a via da educação, "abrem-se outras", como as da prostituição, miséria, analfabetismo e outras desgraças sociais.

sábado, outubro 10, 2009

Fórum Belém: Pará gastou menos de 10% em segurança

AOS integrantes e simpatizantes do FÓRUM BELÉM,

em mensagem de dois meses atrás expressei minha visão de que o FÓRUM BELÉM não morreu, mas hiberna. Enquanto uma célula estiver viva ele poderá acordar com viço.

Relembrando: nos meses de janeiro até maio conseguimos manter certa mobilização em volta da causa SEGURANÇA, porque a memória de alguns ainda continha os fatos de dezembro e início de janeiro, quando pessoas da classe média e com prestígio foram perdidas via assassinato em Belém. Depois, no decorrer de 2009, parece que a maioria esmagadora de assassinatos ocorreu com pessoas de menor posição social, o que fez com que poucos ainda demonstrem interesse pela causa. São aqueles que ainda pensam em projetos e interesses coletivos.

Duas notícias me provocaram, a ponto de eu produzir essa mensagem. A primeira foi o assassinato de uma pessoa, sem prestígio ou renome em Belém, que veio passar o Círio com familiares e foi assassinada na quinta-feira, na Pedreira, dentro (ou ao lado) de seu carro. E a segunda, essa que recebi da Rede Pró Pará 2010, de que o Pará está perdendo recursos federais para a segurança.

Chegamos a fazer uma visita a uma pessoa membro do Conselho de Segurança do Estado. E depois não conseguimos dar continuidade ao trabalho. Essa notícia, abaixo, mostra como é importante monitorarmos o Conselho e, quiçá, conseguirmos participação nele.

Termino solicitando aos destinatários dessa mensagem, que me respondam se ainda tem interesse em se ocupar com a questão segurança pública em Belém, se ainda querem participar de discussões e ações no âmbito do FÓRUM BELÉM. A razão da criação do F.B. continua existindo. Se tivermos coerência, devemos continuar trabalhando essa questão.

Saudações,
José Francisco da F. Ramos

Pará

Pará gastou menos de 10% em segurança
O Pará corre o risco de não ter mais recursos do Programa Nacional de Segurança Pública e Cidadania – Pronasci, para investimentos em programas de combate à violência como o apoio das comunidades, ações preventivas, reestruturação penitenciária e valorização das instituições de segurança. É que o governo estadual deixou de prestar contas de um total de R$ 21.486.276,83, repassados pelo Ministério da Justiça em 2008.
Deste montante, apenas R$ 1,9 milhão foi empenhado com o carimbo do programa (quando é justificado no sistema de controle do Governo Federal em que programa é utilizado o recurso). Apesar de estar especificado como aplicado no Pronasci, o governo do Pará não justificou em qual ação foi utilizado, a despeito das inúmeras correspondências encaminhadas pelo Ministério da Justiça, solicitando a justificativa.
Em agosto, o próprio ministro Tarso Genro encaminhou carta oficial aos gestores dos 27 estados e 70 municípios que receberam dinheiro do Programa em 2008, alertando que o Sistema de Monitoramento e Avaliação do Pronasci (SIMAP) deveria ser alimentado. Até o fim de agosto, 21 estados e 49 municípios não prestaram contas sobre a execução dos recursos.
Apenas o DF, cinco estados e 21 municípios estão com os recursos de 2009 garantidos. O Ministério da Justiça não repassará verba aos estados que não apresentaram, até o fim de outubro, a comprovação de que pelo menos 30% dos investimentos do ano passado foram executados. No caso dos municípios, o percentual exigido é de 25%.
Considerando a importância do Programa - que é modelo mundial de política pública de segurança contra a criminalidade, o Ministério da Justiça decidiu dar mais 30 dias de prazo para que os governos estaduais e municipais apresentem as informações solicitadas e garantam o recebimento dos investimentos de 2009.
“Não podemos transferir dinheiro para uma área tão sensível como a da segurança pública se não tivermos garantia de que o estado vai fazer algo para melhorar a vida da população”, afirma o secretário-executivo do Ministério da Justiça, Luiz Paulo Barreto. “Aqueles que não prestarem contas não vão receber”.
A Secretaria de Estado de Segurança Pública do Pará (Segup) afirma desconhecer a suspensão do repasse de verbas do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci). De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, foram utilizados mais de 9% do valor destinado ao Estado e a prestação de contas ainda não foi realizada porque isto só pode acontecer após a conclusão dos investimentos realizados. Ainda de acordo com a assessoria, o governo já explicou esta situação ao Ministério da Justiça.
>> Gestão de recursos é principal dificuldade
O Pronasci foi criado há dois anos pelo Ministério da Justiça com o objetivo de reduzir a criminalidade das regiões metropolitanas que apresentam os mais altos índices de homicídio. Para o secretário executivo do ministério, o problema dos municípios é de ordem técnica.
Segundo Luiz Paulo Barreto, alguns fatores podem explicar a dificuldade que os gestores municipais encontram em executar os recursos. Um deles é a relação federativa proposta pelo Pronasci, que trata todos os entes como co-responsáveis pela questão da segurança pública, antes vista apenas como prerrogativa dos estados.
O Governo Federal deixa de ser mero financiador de projetos e passa a induzir as políticas públicas, enquanto os municípios são reconhecidos como atores fundamentais na execução de projetos preventivos.
“Era um jogo de empurra. O Estado jogava pra União, que jogava para o estado. E a população cobrava do município, que é onde existem as ocorrências”, explica Luiz Paulo Barreto.
Por outro lado, a criação do Sistema de Monitoramento e Avaliação do Pronasci (SIMAP) pela Fundação Getúlio Vargas, evidencia, segundo análise do professor da FGV, Marco Aurélio Ruediger, a falta da capacidade de gestão de Estados e municípios.
“Há muito tempo eu venho denunciando a falta de capacidade de gestão do governo do Pará. Não justificar como aplicou recursos para uma área tão sensível como a segurança evidencia a incapacidade de gerenciamento da equipe de governo”, considerou o senador Flexa Ribeiro (PSDB) ao saber da gravidade do problema.
Com a chegada do Pronasci, os recursos destinados à segurança duplicaram. Em 2007, todo o orçamento do Ministério da Justiça (incluindo polícias Federal e Rodoviária Federal, fundos Penitenciário e de Segurança) foi de R$ 1,7 bilhão.
No primeiro ano do Pronasci, em 2008, R$ 1,026 bilhão foi investido somente nas ações do Programa. Neste ano, está previsto o repasse de mais R$ 1,1 bilhão aos estados e municípios integrantes.

Rede Pró Pará 2010
"Aprendi no berço, com minha mãe, que não há homem meio honesto ou meio desonesto. Ou são inteiramente honestos ou não o são."
(Jânio Quadros)

sexta-feira, outubro 09, 2009

Voluntários Vale alegram o Dia das Crianças em Parauapebas

A Rede de Voluntários Vale estará presente com a empresa Integral no projeto Festa das Crianças, que acontece no dia 11, a partir das 7 horas, no Ginásio Poliesportivo de Parauapebas, no Bairro Beira Rio. Será um dia totalmente dedicado às crianças carentes do município, com distribuição de brinquedos, brindes, lanche e almoço. Também serão realizados corte de cabelo, consultas médicas e odontológicas, entre outras ações sociais, além de muitas brincadeiras para alegrar as cerca de 10 mil crianças aguardadas no evento.
Parauapebas, 9 de outubro de 2009.

quinta-feira, outubro 08, 2009

Vale transfere tecnologia de monitoramento de incêndios florestais para Governo do Pará

Sistema usado pela empresa na Floresta Nacional de Carajás aumentou em 90% a identificação de incêndios na região
A Vale entrega oficialmente ao Governo do Pará amanhã (09/10), às 10h30, o Sistema de Monitoramento de Incêndio (SMI), em cerimônia no Palácio dos Despachos. Resultado de um convênio assinado ano passado, o sistema possibilitará ao Governo priorizar suas ações de combate a queimadas ilegais, melhorando a fiscalização do desmatamento no Estado, a principal causa dos focos de incêndios. O sistema foi desenvolvido pela Vale para controle e combate a incêndios na Floresta Nacional de Carajás (Flona), um área de 400 mil hectares de mata conservada no Sudeste paraense. Desde que foi implantada, em 2007, a ferramenta ajudou a empresa a reduzir significativamente a degradação ambiental na região. O SMI é uma ferramenta de informação geográfica e oferece recursos automáticos para a geração de níveis de alerta, em tempo quase real, a partir das informações de focos de calor disponibilizadas pelo Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (Inpe). A diferença para outros sistemas de monitoramento de focos de incêndio é que o SMI cruza as imagens do Inpe com uma base cartográfica que considera o uso e a ocupação do solo, a cobertura vegetal, o relevo e os dados climáticos. Com essas informações sobrepostas, o sistema produz o Mapa Dinâmico de Suscetibilidade de Incêndios - um mapa de riscos -, que indica se o foco de incêndio está em uma área de baixa, média ou alta sensibilidade ambiental, como uma unidade de conservação. “O sistema permitirá que o Governo priorize suas ações de combate e controle de incêndio, mandando equipes para combater focos nas áreas mais vulneráveis”, afirma o gerente-geral de Tecnologia e Engenharia Ambiental da Vale, Cícero Lima. O SMI permite ainda produzir, de maneira rápida, mapas de apoio à logística das operações de campo, já que também é capaz de localizar vias de acesso, como rodovias e estradas vicinais, próximas ao foco de incêndio identificado. Para implantar o sistema de monitoramento, a Vale disponibilizou para a Secretaria de Estado de Meio Ambiente do Pará (Sema) softwares e hardwares completos, imagens de satélite recentes com cobertura de todo o estado, bem como as bases espaciais necessárias à operacionalização da nova ferramenta. Além disso, a Vale treinou, no Rio de Janeiro e em Belém, técnicos da Sema que vão operar a ferramenta. O SMI foi desenvolvido pela Vale com a colaboração da empresa Hiparc Geotecnologias e do Centro de Climatologia da PUC de Minas Gerais. Entrega do Sistema de Monitoramento de Incêndio (SMI)

Dia:

sexta-feira, 9/10/2009 Local: Palácio dos Despachos

Horário: 10h30 Endereço:

Rodovia Augusto Montenegro, Km 9, Belém-PA

terça-feira, outubro 06, 2009

Festa Canga-Gay gera polêmica entre moradores de Sertão de Pernambuco


É raro quando programas de TV dão espaço à diversidade sem se agarrar aos estereótipos ou ridicularizar a homossexualidade com piadas homofobicas. Ontem, no Fantástico, o quadro "Me Leva Brasil" mostrou que isso é possível.

O repórter Maurício Kubrusly foi até Pernambuco, na Serra Talhada, onde o famoso Lampião - conhecido por ser um cangaceiro "cabra macho"- é o orgulho da cidade, para conhecer o movimento que vem crescendo por lá: o canga-gay.

Canga-gay é a Parada Gay a caráter do sertão. Os participantes trocam a cor do cangaço, marrom, por um rosa bem alegre. Ao som de um trio elétrico, eles tomam conta da Avenida e transformam a terra de Lampião, na terra da diversidade.

Porém, como nem tudo é perfeito, os moradores da região não deixam de expressar o preconceito contra a festa. "Se isso fosse acontecer em Juazeiro do Norte, ia colocar o Padre Cícero vestido em uma batina cor de rosa, se isso fosse no exu, ia se colocar Luiz Gonzaga também numa roupa cor de rosa com bolinhas azuis? Eu não vou participar da festa de forma alguma, eu sou cabra-macho até a medula", disse um morador.

Durante a matéria, a surpresa de Maurício Kubrusly foi encontrar Elton, que se diz ser um "ex-gay". "Eu sou contra essa festa, pois a palavra do senhor nos diz que o homossexualismo é pecado. Mas também nos diz que Deus ama o homossexual. Eu fui homossexual assumido, fui o primeiro homossexual em 1999 a manter um relacionamento com uma pessoa do mesmo sexo abertamente, mas hoje estou de posse deste milagre: sou um ex-homossexual".

Como era de se esperar, nas ruas de Serra Talhada, ninguém acredita muito na história de Elton, principalmente os Cangagays, que com sua alegria coloriam a cidade e levaram cerca de 5 mil a primeira Parada Gay do Sertão.

COMENTÁRIO:

A Globo está fazendo uma cruzada anti-gay mesmo. Tem feito questão de mostrar ex-gays em suas novelas e seus noticiários. Além de mostrar gays super-esteriotipados. - Thiago - 5/10/2009 14:57:07.

Vale assina novo contrato de longo prazo com Saudi Basic Industries Corporation


A Vale S.A informa que assinou novo contrato de longo prazo com a Saudi Basic Industries Corporation para fornecimento de pelotas de redução direta para sua planta na Arabia Saudita. Neste novo contrato de longo prazo a Vale fornecerá aproximadamente 3,3 milhões de toneladas de pelotas de redução direta por ano durante 10 anos. O novo contrato de longo prazo foi assinado pelo Sr. Abdulaziz Sulaiman Al-Humaid, Vice Presidente de Metais da SABIC e Presidente do Conselho da Hadeed e pelo Sr. José Carlos Martins, Diretor Executivo de Ferrosos da Vale. Este contrato está alinhado com o desejo da Vale e Saudi Basic Industries Corporation de fortalecer ainda mais seu relacionamento. Também ressalta a capacidade única da Vale de fornecer, com confiabilidade, minerio de ferro e pelotas de qualidade superior, em função de sua larga escala de produção e excelência operacional.

segunda-feira, outubro 05, 2009

Temporal deixa Parauapebas em pânico



Será que é o fim dos tempos? Uma pergunta curiosa. A Bíblia Sagrada fala que quando chegasse no fim dos tempos haveria guerras, fomes, misérias, temporais e muitos desastres em toda parte do mundo.
Quando ligamos a TV hoje em dia, podemos ver tudo isso acontecendo. No Brasil, não acontecem tanto essas situações, mas vêm ultimamente aumentando. Principalmente as chuvas que vêm alagando dezenas de cidades dos estados brasileiros.
Em Parauapebas, já houve alagamentos e fortes chuvas, mas, ventanias para chegar a arrancar telhados, foram pouquíssimas vezes. A população do município ficou bastante assustada no último domingo (4), quando um assustoso temporal surgiu por volta das 16 horas. Parecia ser apenas uma chuva, mas começou a ventar fortemente derrubando árvores, muros, fachadas de lojas e arrancando telhados de casas, além de deixar a cidade inteira sem energia no período das 17h30 às 22 horas.
Uma situação inesperada que pegou todos de surpresa. Fazia muito tempo que tinha acontecido um temporal desse tipo no município. Não se sabe o valor dos prejuízos, mas foram enormes, porque em cada canto da cidade pôde ver uma destruição causada pelos ventos de domingo.O vendaval também entupiu bueiros e sujou a cidade inteira. O comentário na manhã seguinte foi somente sobre esse temporal, que assustou a todos. Ninguém sabe se esse vendaval aconteceu somente no município de Parauapebas ou se também ocorreu em outras cidades vizinhas. O que todos não vão esquecer são os momentos de pânico que a cidade passou durante o temporal de vento e chuva que durou cerca de uma hora. (Bianca Gonçalves e Deicharles Damascena)