Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

quarta-feira, março 30, 2011

Lojas instaladas no Unique Shopping começam a contratar


A preferência é pela mão de obra capacitada por meio de uma parceria entre o Unique, CDL, EquiproIn e Senac


Com inauguração marcada para o próximo mês, o Unique Shopping, em Parauapebas, está gerando emprego e renda para o mercado e uma competitividade saudável no comércio local com a abertura de lojas de marcas nacionais que não existiam na região e com a instalação de lojas que funcionam na rua e que passarão a integrar o mix do Shopping, funcionando simultaneamente.

O centro de compras tem trazido desenvolvimento e geração de renda desde o início de sua instalação com a contratação de mais de 80% da mão de obra local resultando na criação de mais de 600 empregos diretos e indiretos, somente na fase de implantação, além de investimentos em infraestrutura na região, o que beneficia a toda população. Ainda dentro do conceito de comprometimento com o desenvolvimento da região, mais de 60% dos insumos necessários à construção do empreendimento foram negociados nos comércios do município, o que também aqueceu a economia local.

Segundo Telmo Mendes, superintendente do Unique Shopping, até o momento, aproximadamente 650 pessoas foram contratadas durante a fase de obra, e esse número está aumentando à medida que os lojistas realizam suas obras. “Como eles precisam de mão de obra, vão ao mercado contratar gente”, conclui Telmo, afirmando que ainda há mais de mil vagas de empregos diretos e mais ou menos duas mil indiretas.

PARCERIAS - E para capacitar os trabalhadores local, o Unique Shopping firmou convênio com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), CDL e EquiproIn, criando o Programa de Qualificação de Mão de Obra, ), com objetivo de preparar profissionais da região com a possibilidade de que futuramente sejam absorvidos pelo centro de compras.

A capacitação, que acontece desde novembro de 2010, é voltada para as áreas de vendas, manipulação de alimentos e atendimento ao público. “Essa parceria nos permitiu promover um programa de treinamento capaz de preparar mão de obra específica para as funções que disponibilizaremos, mas salientamos que o Programa de Treinamento não foi para qualificar profissionais especificamente para o shopping, mas para formar pessoas capazes de atuar em todos os segmentos do comércio de Parauapebas”, explica o superintendente, acrescentando que após a inauguração, o shopping investirá continuamente na manutenção da qualificação, gerando ferramentas cada vez mais competitivas para o comércio de modo geral.

BANCO DE DADOS – De acordo com Simone Scherer, coordenadora pedagógica do Senac, também foi criado um Banco de Oportunidades, um espaço de interação dos alunos e ex-alunos da entidade com o mercado de trabalho. O objetivo é proporcionar a este público a chance de encontrar vagas de estágio e/ou emprego, de acordo com sua área de formação, além de oferecer aos empresários o contato com profissionais qualificados para participarem de seus processos seletivos.

CONTRATAÇÕES – Ainda segundo a coordenadora, muitas empresas tem buscado no Senac auxílio para seus processos de recrutamento de mão de obra qualificada. Dentre as empresas estão as lojas Visão, Avenida e Marisa, tendo esta última contratado 49 pessoas no município até o momento. Um exemplo é Thalita Fleury, admitida para ser gerente da loja no Unique Shopping. De acordo com a assessoria de imprensa da loja, a profissional participou de específico durante 30 dias em lojas Marisa nas capitais Belém, Manaus e São Luis.

Ainda segundo a assessoria da loja toda a equipe de colaboradores Marisa participou de treinamento teórico em Parauapebas e 60% do quadro de participou de treinamento em Imperatriz (MA). Já os cargos de chefes de seção, administrativo e caixa geral estão em treinamento prático nas lojas de Belém, por aproximadamente 45 dias.

Sandra Bispo

Planet Comunicação

Assessoria Externa

Contatos

91792912/81426460

msn: sand_ana@hotmail.com

terça-feira, março 22, 2011

Produção brasileira de aço bruto cresce 11,4% em fevereiro

(Assessoria de Imprensa Instituto Aço Brasil, 18/03/2011)

A produção brasileira de aço bruto em fevereiro de 2011 foi de 2,7 milhões de toneladas, crescimento de 11,4% quando comparada com o mesmo mês em 2010. Em relação aos laminados, a produção de fevereiro, de 2,2 milhões de toneladas, representou aumento de 9,9% quando comparada com fevereiro do ano passado. Com esses resultados, a produção acumulada em 2010 totalizou 5,5 milhões de toneladas de aço bruto e 4,3 milhões de toneladas de laminados, o que significou aumento de 7,6% e 5,0% respectivamente, sobre o mesmo período de 2010.

Quanto às vendas internas, o resultado de fevereiro de 2011 foi de 1,8 milhões de toneladas de produtos. Quando comparado com igual período de 2010, registra-se um aumento de 14,2%. As vendas acumuladas em 2011, de 3,5 milhões de toneladas, mostram crescimento de 9,3% com relação ao mesmo período do ano anterior.

As exportações de produtos siderúrgicos em fevereiro de 2011 atingiram 870 mil toneladas no valor de 655 milhões de dólares. Com esse resultado, as exportações em 2011 totalizaram 2,0 milhões de toneladas e 1,4 bilhões de dólares, representando aumento de 46,8% em volume e aumento de 89,3% em valor quando comparado ao mesmo período do ano anterior.

No que se refere às importações, registrou-se em fevereiro volume de 257 mil toneladas (US$ 302 milhões) totalizando, desse modo, 601 mil toneladas de produtos siderúrgicos importados no ano, o que significou uma queda 19,3% comparado ao mesmo período do ano anterior.

O consumo aparente nacional de produtos siderúrgicos em fevereiro foi de 2,0 milhões de toneladas, totalizando 4,1 milhões de toneladas em 2011. Esses valores representaram elevação de 8,8% e 5,0%, respectivamente, em relação a igual período do ano anterior.

Perspectivas de consumo do aço no mercado interno é tema central do Congresso Brasileiro do Aço

ExpoAço 2011 e Vila do Aço são outras atrações do mais importante evento da indústria do aço no Brasil, organizado pelo IABr

(Assessoria de Imprensa Instituto Aço Brasil, 21/03/2011)

As principais implicações das mudanças no cenário econômico mundial e as perspectivas de consumo do aço no mercado interno serão os temas centrais dos debates do Congresso Brasileiro do Aço - 22ª Edição & ExpoAço 2011. O evento, promovido pelo Instituto Aço Brasil (IABr), será realizado de 01 a 03 de junho, no Transamérica Expo Center, em São Paulo. Representantes da cadeia siderometalúrgica terão a oportunidade de ampliar e fortalecer seus contatos com as empresas relacionadas ao setor.

A palestra inaugural do evento, com o tema Estratégia Empresarial / Nova Ordem Econômica, será proferida pelo professor de Práticas de Gestão Global da INSEAD, José Santos. O professor escreveu o livro "From Global to Metanational: How Companies Win in the Knowlegde Economy", em co-autoria com os colegas Yves Doz e Peter Williamson. A obra foi publicada pela Harvard Business School Press.

“Posicionamento do Brasil no novo cenário da economia mundial” é o tema da apresentação do professor da Yale University, Robert Shiller, que já confirmou sua presença. O chairman do American Iron and Steel Institute (AISI), Daniel DiMicco e o economista e ex-ministro da Fazenda, Delfim Neto são outros palestrantes que estarão no evento.

Os congressistas poderão ainda se juntar aos visitantes e conhecer a ExpoAço 2011 e a Vila do Aço. Com empresas siderúrgicas, mineradoras, fornecedoras de equipamentos, serviços e inovações tecnológicas para a cadeia produtiva do aço, a ExpoAço é uma feira de negócios com cerca de 3.700 m² de área construída. Na última edição, cerca de 3.500 executivos circularam pelos estandes. Já a Vila do Aço é uma minicidade orientada pelo CBCA e apresentada pelo Instituto Aço Brasil (IABr) em um espaço adicional de cerca de 1.400 m². A Vila apresentará aos visitantes nesta edição as aplicações do uso do aço na infraestrutura, em máquinas e equipamentos e no setor automotivo. Os participantes ainda terão contato com diferentes usos do aço no dia a dia e poderão entender como o aço pode ajudar a transformar cidades e colaborar com a melhoria dos espaços urbanos.

Executivos das empresas BHP Billiton Metais, Mitsubishi Corporation do Brasil, Marcegaglia do Brasil, Queiroz Galvão, Esab Indústria e Comércio, Medabil Sistemas Construtivos, Marcopolo S.A, Mangels Indústria e Comércio, SENAI e Banco Merrill Lynch já garantiram sua participação.

A entrada somente na ExpoAço e Vila do Aço é gratuita e os participantes inscritos para o Congresso já estão automaticamente credenciados.

Para participar somente da ExpoAço e da Vila do Aço basta fazer o credenciamento prévio como visitante no site do evento.

Inscrições para o Congresso até 04 de abril com 15% de desconto.

Para mais informações, www.acobrasil.org.br/congresso2011

ou (21) 2524-6917.

segunda-feira, março 21, 2011

Bom dia, prezado Valter.

Em primeiro lugar gostaria de parabenizá-lo, pelo seu belíssimo trabalho com os móveis realizados através do aproveitamento do caroço do açaí.

Sou estudante do 2° ano de engenharia ambiental do IESAM– Belém , estou fazendo um trabalho sobre “Estratégias de Minimização de Impactos Ambientais” isso é um tema central, porém tenho que definir um assunto em inclusão a esse tema.

Em fim, vir sua reportagem no é do Pará, e me encantei com seu trabalho. Daí veio a idéia , de fazer sobre Minimização/ aproveitamento do resíduo do caroço do açaí em Belém.

Gostaria de saber se teria interesse em me ajudar nisso, somente com uma entrevista de algumas perguntas sobre sua idéia dos móveis e objetos de decoração.

Por favor me envie seu contato para conversarmos melhor a respeito, se for do seu interesse. Desde já agradeço sua atenção. Mais uma vez parabéns pelo seu trabalho.

Atenciosamente,

Eliane Assunção.

Fone 8181-6011 à disposição

(91)4005-9918 em horário comercial

Água e floresta são destaques esta semana

Março é o mês da água e da floresta. E para comemorar as datas, a Vale está realizando uma programação especial em Parauapebas.

Por meio da Ação Verde e Amarela, 250 mudas de árvores nativas foram plantadas na APA do Gelado, hoje. E até o dia 27 o uso racional dos recursos hídricos serão discutidos em palestras, diálogos ambientais, exposições, cursos de capacitação e visitas técnicas.

O evento reunirá iniciativa privada, estudantes da rede pública, professores e universitários por meio da campanha “Cada gota conta”.


Além das ações que serão realizadas entre os empregados, na quinta-feira (24), alunos e professores farão uma visita ao Viveiro de Mudas para conhecer o sistema de aproveitamento de água da chuva na produção de mudas em Carajás, depois percorrerão a Trilha Lagoa da Mata e em seguida visitarão a Barragem do Gelado.

No sábado (26), antes da abertura dos jogos do SESI no Clube Docenorte a Ação Verde e Amarela promoverá, a partir das 14h, atividades recreativas e distribuirá 400 mudas de açaí e ingá. Os participantes que quiserem entrar no clima podem vestir verde e amarelo.


A programação será encerrada no domingo (27) no Parque Zoobotânico Vale, a partir das 9h, com o circuito das águas, jogos, apresentação do Grupo Kuarup, dinâmicas educativas, que serão ministradas pela equipe do Museu Emílio Goeldi.


Fonte: Assessoria de Imprensa Vale

Parauapebas, 21 de março de 2011

terça-feira, março 15, 2011

Salin Farad Abdala. deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Salin Farad Abdala deixou um novo comentário sobre...":

Bom dia amigos Valter e Gina!

Obrigado por terem postado meu comentário sobre o trabalho que voces fazem com caroços de açaí.

Só gostaria de esclarecer aos amigos que das 118 lojas que sito no meu comentário, só 08 são de minha propriedade, as demais são membros da cadeia de associados, entidade da qual sou seu presidente.

O nome que uso também no comentário é um pseudônimo por questão de segurança, já que neste nosso país, nós empresários como a maioria dos cidadãos brasileiros que vivem aqui em Sao Paulo e demais estados brasileiros,somos vítimas constantes dos marginais que agem impunemente e não temem as autoridades, precisamos nos resguardar. Mas estarei lhe enviando mensagem pelo seu e-mail passando-lhe meus dados pessoais.

Abraços.

Salin Farad Abdala.

sábado, março 12, 2011

Salin Farad Abdala deixou um novo comentário sobre a sua postagem "REPORTAGEM EXIBIDA PELA EMISSORA DE TELEVISÃO RBA ...":

Quero parabenizá-lo pela iniciativa de aproveitar caroços de açaí para produzir os objetos que aparecem na matéria do video deste blog, que também tive a satisfação de assistir no Globo News. Isso é mais uma prova da capacidade e a inteligência que o nosso povo brasileiro tem, de aproveitar esse tipo de matéria prima que é jogado no lixo ao longo dos anos no nosso país. Ainda bem que você e sua esposa está ajudando o nosso país sair da condição de campeão mundial em desperdício com essa sua criatividade.

Gostaria de apenas lhe fazer uma indagação por curiosidade: Quantos políticos brasileiros, governadores, prefeitos, Presidente da República e demais autoridades deste país já se manifestaram interessados em lhe dar apoio nesse seu trabalho inédito no mundo? Creio que nenhum. Se você residice em outros países de primeiro mundo, com certeza esses seus objetos já estariam nos grandes mercados internacionais.

Infelizmente essa é a realidade do nosso país. Gostaria que quando você já estiver produzindo esses produtos em escala comercial para vender no atacado, quero ter o privilégio de adquirir uma franquia dos seus produtos para vende-los na minha cadeia de lojas que tenho aqui em São Paulo em vários bairros da cidade no total de 118 lojas. Entrarei em contato em breve com você através de seu e-mail.

Mais uma vez lhe parabenizo juntamente com sua esposa pelos belos trabalhos que voces fazem com matéria reciclável.Vocês são uns gênios! Isso é que me dá orgulho de ser brasileiro.

Recebam meu cordial abraço e votos de muito sucesso nesse trabalho de voces.

Salin Farad Abdala.

sexta-feira, março 11, 2011

Antonio Vasconcelos de Sousa deixou um novo comentário sobre a sua postagem "EMPRESA DE MINERAÇÃO CANADENSE INVESTE NO SOCIAL E...":

Parabéns a empresa canadense Colossus pela iniciativa de investir na comunidade de Serra Pelada, principalmente promovendo cursos de capacitação a população que precisa de alternativas para garantir seu sustento diário. Sou morador de Curionópolis e com certeza aqui também existe muita gente a procura de oportunidade de trabalho, já que o mercado de trabalho aqui é muito precário e o município não oferece alternativas para empregos. Sugiro a empresa Colossus que está promovendo esse curso de capacitação de fabricação de objetos com caroço de açaí para as pessoas que moram em Serra Pelada também ajude as pessoas daqui do município de Curionópolis patrocinando esse curso para que elas também tenham condição de encontrar uma forma de trabalhar para conseguir sustento para ela e sua família já que aqui também tem muito açaí. Seria muito bom que a Vale do Rio Doce também que explora minérios de ferro e outros aqui na nossa região, seguisse esse exemplo dessa empresa estrangeira e patrocinasse também esse curso que prepara pessoas para trabalhar com caroços de açaí, já que ela ganha muito dinheiro vendendo seus minérios para fora do Brasil.
Espero que meu comentário seja publicado por esse blog.
Obrigado.
Antonio Vasconcelos de Sousa
morador de Curionópolis desde 1985.

terça-feira, março 01, 2011

UM PRESIDENTE DE SAIA




Literatura de Cordel
Autor: Valmir pereira dos Santos

Eu vou começar meus versos
Desejando boa sorte!
A conquista de uma mulher
Que mostrou seu lado forte...
Ela soube escolher!
O momento pra dar o bote...

Nada contra a mulher
Que do homem herdou a costela!
Para ser sua companheira
Na mais diferente esfera...
Levantando sua bandeira
Não foi em vão a sua espera...

São grandes os desafios
Nessa sua nova etapa
Governar esse Brasil
De corrupto e magnata
Disfarçado de gentil!
Sanguessuga e barata...

Não votei em você Dilma
Porque vi as suas falhas...
Criaste uma celeuma
Escondendo a verdade...
Só faltou botar algema!
Em quem provou honestidade...

Terá oportunidade
De mudar sua conduta!
Transformar em humildade
O que você fez de injusta...
Exercendo atividade
No Governo do petista...

Como um rolo compressor!
O Lula passou por cima...
Das leis impostas por doutor!
Para ajudar a Dilma...
Com multas não se importou!
E o valete se fez dama...

Ouvimos suas promessas!
De campanha “political”...
Como proteção as missas!
Na manha dominical “...
Tomara que suas conversas
Seja mesmo bem real...

A saúde e educação!
Está na pauta dos Governos...
Segurança e atenção!
Para idosos e enfermos...
As crianças proteção!
Contra pedofelos malfazejos...

É mais uma “Dama de Ferro”!
No cenário mundial...
Que promete leva a serio!
Seu compromisso verbal...
De formar um ministério!
Com pessoas de moral...

Acabar com a impunidade
É uma tarefa bem difícil...
Proteger a sociedade
Dos covardes imbecil...
Que com muita agilidade
Vai roubando o Brasil...

Passar a Mão pela cabeça
Dos seus “Apadrinhadinhos”
Nem pensar senhora Dilma
Não procure dar jeitinhos!
Por favor, não se esqueça
Que estamos de olhinhos...

Vejo que a continuidade
Do ex. Presidente Lula
Está na cara é verdade!
Porque a Dilma não anula
Essa imoralidade!
Que o sistema estrangula...

Mais uma vez decepcionou
O povo que te elegeu...
Até concurso anulou
Não cumpre o que prometeu...
E muita gente se enganou
Sua promessa “escafedeu”...

Estratégia de guerrilha!
Com cara de democracia...
Foi mais um tiro na virilha
Daqueles que lhe denuncia...
Por não entrar nessa quadrilha!
Está sujeito a uma anistia...

A síndrome da “Bolsa Tal”...
Compromete nosso futuro
E a mão de obra em geral
Resume-se atrás de um muro!
O preguiçoso radical
Vivem à-toa sem dar duro...

Tão perigosa quanto à máfia
Do narcotráfico e seu fuzil...
É a política partidária!
Que comanda esse Brasil...
De uma forma “ordinária”
Bem maldosa e sutil...

A Dilma está com a blindagem!
Dos mestres da corrupção...
Aprendeu a fazer chantagem!
Para enfrentar a oposição...
Só ela quer levar vantagem!
Com a tropa do “Mensalão”...

Já está mais que comprovado
Que Brasília é o berço
Da corrupção ativa
Onde o “esquema” tem seu preço...
Levam tudo na esportiva!
Trocam-se os “Ratos” e não endereço...

De lá que saem profissionais
Que saqueiam nossa Nação...
E deixam-nos com nossos ais!
Tira da boca o nosso pão...
Enchem o saco e querem mais!
Como um vulcão em erupção...

Se quiser mesmo conhecer
Um amigo de verdade!
Dê dinheiro e poder...
Espere uma oportunidade!
De um dia depender
Da sua generosidade..

Comentário:

Mais uma obra prima do renomade poeta de Literatura de Cordel do estado do Ceará, VALMIR PEREIRA DOS SANTOS, a grande referência da cultura do município de Cedro naquele estado. Desejamos ao Poeta, sucesso em mais esta sua obra.
Abraços. Seu irmão Valter.

FESTA DE PEÃO DE BARRETOS CADA VEZ MAIS ELITIZADA








A famosa “Festa de Peão” de Barretos que acontece todo ano no mês de agosto, cada vez mais vai perdendo sua originalidade, prestígio e público. Não fosse a ganância de seus organizadores e falta de senso do ridículo, a festa de peão de Barretos, teria tudo para ser uma das festas mais populares do Brasil. Para entender o que estamos dizendo aqui, vamos contar de forma reduzida como tudo começou.

“A história de Barretos se confunde com o rodeio brasileiro. Até 1955, Barretos era uma pacata cidade que tinha na pecuária sua principal atividade econômica. Passagem obrigatória dos “corredores boiadeiros”, como eram conhecidas as vias de transporte de gado entre um estado e outro Barretos, era sede também do frigorífico Anglo, instalado em 1913 e de propriedade da família real inglesa, suas instalações lembram uma autêntica vila inglesa. Era na época o maior da América Latina. Mas eram os peões das comitivas, que reunidos para descansarem, acabavam criando mil maneiras para se divertirem.

E como não podia deixar de ser, nestes encontros tentavam mostrar suas habilidades na lida com o gado. Nesta época era freqüente em Barretos a vinda de dançarinas de cabarés franceses para entreter fazendeiros e os peões de comitivas. Em um sábado de 1947, na quermesse realizada pela Prefeitura de Barretos, na praça central da cidade, acontece o primeiro rodeio do país, realizado dentro de um cercado com arquibancadas. E foi assim, que em 1955, nasceu numa mesa de bar, o lendário CLUBE OS INDEPENDENTES.

Um grupo de rapazes solteiros e auto-suficientes, como era a regra, ligados a agropecuária local, teve a idéia de promover festas inspiradas na lida das fazendas, com o objetivo de arrecadar fundos para as entidades assistenciais da região. Um ano depois, em 1956, foi lançada a 1ª Festa de Peão de Boiadeiros de Barretos. Sob a lona de um velho circo, surgiu o modelo do evento rural de maior sucesso do país.

Já na primeira festa, a primeira atração foi o rodeio. E os mesmos peões que passavam meses viajando pelos estados brasileiros, agora eram estrelas da festa do peão de Barretos. Ninguém poderia imaginar que a partir daquele ano a história dos peões de boiadeiro mudaria para sempre, e que o destino de Barretos seria o de se tornar a capital do rodeio brasileiro.

Tudo que ali era realizado servia como modelo para outras cidades que também começavam a promover suas festas. O resultado foi que na década de 60 o número de eventos ligados ao rodeio no Brasil havia crescido muito, principalmente no estado de São Paulo. Muitos peões acabaram se transformando em competidores e corriam de uma festa para outra atrás dos prêmios. Mas era em Barretos que todos tentavam a “sorte grande”.

A cada ano a Festa de Barretos crescia. Em 1960, já era conhecida em todo o país. O Festival do Folclore de Barretos contava com a participação de países da América do Sul como Argentina, Uruguai, Paraguai, assim como várias regiões do Brasil”.

A única herança boa que a Festa de Peão de Barretos herdou do seu passado, continua sendo a arrecadação de fundos de apenas um dos shows realizados por algum artista famoso, para a manutenção do hospital do câncer na cidade que recebe gente do Brasil inteiro para tratamento gratuito. Porque o de resto, não compensa mais ninguém sair de seus estados e de suas casas para essa festa que hoje só a elite da sociedade pode freqüentar. Até mesmo os moradores de Barretos não podem mais freqüentar esta festa que até para se fazer uma visita aos animais que ali são expostos, é pago. Na abertura da mesma (que não tem nenhuma atração), a entrada é franca, nos dias seguinte, tudo é pago.

Além do mais, o parque temático aonde acontece à festa, é distante do centro da cidade, quem tem carro, pega a estrada, quem não tem, a alternativa é o transporte coletivo cuja passagem para o poder aquisitivo da maioria da população é muito cara, sem contar com o risco de ser assaltado a noite pelos meliantes que andam a espreita de suas vítimas, já que a maioria das atrações especiais é à noite.

O metro quadrado de um espaço para comerciantes que vão ali para comercializar qualquer tipo de produto permitido pela direção do evento custa o olho da cara, a ponto da maioria só defender durante o período da festa, o dinheiro para pagar o aluguel do espaço adquirido.

Quem quiser saber se o que falamos aqui é verdade, é só ir lá este ano. Os próprios comerciantes da cidade de Barretos, não participam da festa, por não terem condições de alugarem espaço físico para negociarem seus produtos, privilégios este, facultado somente aos comerciantes não residentes em Barretos.

Após o término da festa, nota-se a quebradeira na cidade, porque todo o dinheiro que circula durante a semana de festa, é levado pra fora do município. Porque os comerciantes que ali fizeram a sua “feira”, leva o dinheiro pra sua cidade de origem, os artista que ali vão, leva o seu cachê no bolso para investir em sua cidade de origem também.

Como o nome dos responsáveis e organizadores desta festa ostentam o nome “OS INDEPENDENTES”, com certeza jamais DEPENDERÃO de nenhuma sugestão de quem quer seja, que REPENSEM em uma forma de permitir que os freqüentadores desta festa que já fez história em Barretos tenham o prazer de voltarem a freqüentá-la como antes, afinal de contas, Barretos não tem nenhuma opção de lazer para seus moradores.