Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

segunda-feira, outubro 31, 2011

R$ 466 com bombons é dinheiro bem gasto, diz vereador de Vila Velha, ES

A Câmara Municipal de Vila Velha, na Grande Vitória, decidiu aumentar os próprios salários de R$ 7,4 mil para R$ 12 mil. O reajuste, aprovado na última quinta-feira (27), foi de 61,8% e os vereadores devem receber os R$ 4,6 mil a mais a partir de 2013.

"O aumento foi aprovado para os próximos vereadores, em 2013. Se esses vereadores que ganharem as eleições acharem o salário alto, é só abaixar", justifica o presidente da Câmara de Vila Velha, Ivan Carlini (PR).

Segundo Carilini, para um vereador poder representar bem o povo, o salário precisa ser digno e o valor de R$ 12 mil é compatível com os políticos do Espírito Santo.

Gastos com alimentação
Até março deste ano, os vereadores de Vila Velha tinham a verba de R$ 5 mil para despesas com o gabinete.

A auditoria do Tribunal de Contas do Estado apontou, em outubro, quase R$ 1,1 milhão de contratos suspeitos e diversas irregularidas.

Abastecimento de carros particulares, gastos com restaurantes em Domingos Martins e moqueca estão entre as despesas irregulares denunciadas pelo TC

Além disso, o Tribunal de Contas também aponta a utilização da verba pública para lanches, como biscoitos, salgados. R$ 466 foram gastos somente em bombons.

Segundo o presidente da Câmara, os doces são para atender à imprensa. "Eu comprei o bombom, claro.

Se você for lá, tem que ter um suco, um biscoito. O presidente tem que servir bem. É um dinheiro bem gasto",

Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "PEDRO ALCÂNTARA: EXEMPLO DE REFERÊNCIA DE MORAL EM...":

ola, Valter, estou muito feliz por esta homenagem ao homem mais importante da minha vida que é Pedro Alcântara, meu Pai, digo isso porque ele é a pessoa mais incrivel que conheço, humilde, honesto, amoroso, conselheiro e são tantas qualidades que não da pra colocar aqui, além de cidadão do bem, homem de Deus, é um pai excelente que admiro, e se tudo que conquistei ate hoje, como minha formação acadêmica meu emprego foi porque ele foi meu espelho, ele sempre estava pronto a me ajudar.

Valter foram lindas sua palavras inclusive o comentario do nosso amigo anonimo, a quem agradeço pelo carinho especial ao meu Pai, realmente percebo que vocês fazem parte do cotidiano desse homem maravilhoso.

Pedro Alcantara não é simplesmente um funcionario publico mas conselheiro publico, amigo publico, kkkkk, ele é assim amigo de fé irmão camarada....ele é Pai, meu heroi, hoje e mais muito mais que amigo.

Peço a Deus todos os dias que prologuem seus anos sobre a terra, porque a cada dia eu aprendo muito com ele, com sua generosidade, seus carinhos, seu respeito com o proximo ele é sem sombra de duvidas.

MEU ORGULHO.

te amo Pai.

quinta-feira, outubro 27, 2011

PARAUAPEBAS NA ADMINISTRAÇÃO DO PREFEITO DO PT DARCI LERMEN SE TORNOU A PIOR CIDADE DO BRASIL PARA SE VIVER

PROPAGANDA ENGANOSA DO PREFEITO DARCI

Trocando os broquetes que o ex-prefeito Chico das Cortinas...

...colocou no seu mandato da via principal da cidade...

...sem necessidade só para apagar o que o ex deixou...

Vejam o estado dos passeios intransitáveis de Parauapebas.
Todas as fotos tiradas aqui são recentes foram tiradas no
dia 26/10/2011.




Assim são as ruas da cidade de Parauapebas...

...na ruas principais da cidade esgotos a céu aberto...

...lixos e detritos nas calçadas e esgotos fétidos...

...passeios intransitáveis...

A cidade de Parauapebas, onde a Vale explora a maior jazida de minério do mundo, se tornou a pior cidade do Brasil para se viver.

As ruas da cidade não tem passeios adequados para a população transitar, principalmente os deficientes físicos, esgotos a céu aberto provocando mal cheiro na maioria das ruas da cidade, não existe transpore coletivo na cidade, o que existe são Vans que através de cooperativas disputam passageiros utilizando-se de ultrapassagens irresponsáveis colocando a vida dos mesmos em risco.

O deficit em moradia para a população que atualmente já gira em torno de 250 mil pessoas, é o maior do Brasil, apesar da placa mentirosa dizer:  

"AQUI TEM MORADIA EM QUANTIDADE E QUALIDADE" PARAUAPEBAS É MUITO BOM VIVER AQUI!"

É mais uma PROPAGANDA ENGANOSA do Prefeito do PT Darci José Lermen na tentativa de esconder sua incompetência em administrar o bem público do município mais rico em potencial do Brasil.

Na verdade Parauapebas na administração desse prefeito incompetente e mentiroso, se tornou a pior cidade do Brasil para se viver hoje.

Quem quiser confirmar o que estou dizendo, é só vir fazer uma visitinha aqui. 

Aluguel de casas são os mais caros do Brasil.

O custo de vida é o mais caro do Brasil. 

O desemprego é o maior do Brasil.

A Câmara de Vereadores é a mais cara do Brasil, o vereador aqui embolsa mensalmente mais de 100 mil reais por mês segundo denúncia do jornal Correio do Tocantins e a revista IN-Revista.

90% da população da cidade sobrevive de forma precária. 

Tudo isso depois dos 7 anos de mandato desse prefeito que foi denunciado pelo Ratinho no SBT que adquiriu uma fazenda por um preço astronômico logo no começo do seu primeiro mandato

Valter Desiderio Barreto - Jornalista.

Orlando Silva deixou Ministério do Esporte na quarta após denúncias.

MINISTRO ORLANDO SILVA

Rebelo, do PC do B de São Paulo, é um dos cotados para substituir Silva.

O deputado federal Aldo Rebelo (PC do B-SP) chegou ao Palácio da Alvorada por volta de 11h30 desta quinta-feira (27) para uma reunião com a presidente Dilma Rousseff. Segundo Cristiana Lôbo, Rebelo é um dos cotados para suceder Orlando Silva no Ministério do Esporte.

Cedo, o ex-ministro do Esporte Orlando Silva (PC do B-SP), que deixou o cargo na noite de quarta (26) doze dias após denúncias de suposta fraude na pasta, saudou, por meio de seu Twitter, Aldo Rebelo.

"Bom dia @aldorebelo! Deus ilumine teus caminhos. Bom trabalho", disse Orlando Silva no Twitter por volta das 8h30 desta quinta. No perfil de Orlando Silva, continuava na descrição "Baiano de Salvador, Ministro do Esporte".


Além de Rebelo, que já foi ministro do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, também participa da reunião com Dilma o presidente do PC do B, Renato Rabelo, que negocia a substituição no comando da pasta
A exoneração de Orlando Silva foi publicada nesta quinta no "Diário Oficial da União".


A publicação trouxe a confirmação da nomeação de Waldemar Manoel Silva de Souza, que é secretário-executivo do Ministério do Esporte, como interino da pasta. O último despacho de Orlando Silva tratou do cancelamento de autorização para que Souza se afastasse do país para acompanhar eventos esportivos dos XVI Jogos Pan-Americanos.

Histórico da crise
A saída de Orlando Silva é o resultado de quase duas semanas de desgaste político depois da divulgação da denúncia de que o ministro teria participação em um esquema de desvio de dinheiro público do Segundo Tempo, um programa do federal destinado a promover o esporte em comunidades carentes.


O próprio ministro fez o anúncio, em uma entrevista coletiva depois do encontro com a presidente. Silva, que tinha ao lado o presidente nacional do PC do B, Renato Rabelo, disse que examinou com Dilma a "crise" que, segundo afirmou, foi produzida com as denúncias sobre ele.


"Examinamos essa crise criada nos últimos dias, os ataques que sofri. Eu reafirmei para a presidenta que não há, não houve nem haverá quaisquer provas que me incriminem, diferentemente do que foi publicado em uma revista semanal. Fato nenhum houve que possa comprometer a minha honra, fato nenhum houve que possa comprometer a minha conduta ética", declarou.


Ao se dizer vítima de um "linchamento", reafirmou que a "verdade virá à tona". "Fui mais uma vez firme, indignado. Falei com a presidente da minha revolta com esse linchamento público que eu vivi, mas tranquilizei ela afirmando que em poucas semanas a verdade virá a tona e ficará claro para a sociedade brasileira que não há nada que possa me incriminar".


Sobre as denúncias de desvios do programa Segundo Tempo, Orlando Silva disse que as "ilações" "não têm comprovação prática e os erros identificados por nós no programa foram enfrentados". "Eu determinei a devolução do dinheiro público. Eu identifiquei o mal feito e eu agi para corrigir o mal feito", afirmou.


De acordo com o Palácio do Planalto, a exoneração, a pedido de Orlando Silva, será publicada no "Diário Oficial da União" nesta quinta-feira (27).
Na entrevista, ele explicou por que pediu a demissão.


"Essa é uma decisão consciente que tomei, que a presidente apoiou por entender que, primeiro, eu posso me defender com mais ênfase a minha honra, que foi ferida sem nenhuma prova cabal", afirmou. "Saio com o sentimento do dever cumprido. A injustiça está em calúnias ganharem ar de veracidade."
PC do B
O presidente do PC do B, Renato Rabelo, disse que a decisão sobre o substituto de Orlando Silva "cabe à presidenta da República". "O que posso adiantar é o seguinte: a presidenta vai resolver isso logo", disse ao lado de Orlando Silva.


Segundo ele, o partido mantém "relação de grande intimidade e grande identidade" com o governo da presidente Dilma Rousseff. "Contribuímos para o êxito e a vitória de Lula em 2002 e em 2006 e agora da presidente Dilma, em 2010", declarou.


Rabelo afirmou que Orlando Silva é "honesto, competente, sincero, um jovem com grande capacidade". "Nada do que o acusam foi provado", disse.
Sobre o suposto beneficiamento do PC do B em convênios com a pasta, Rabelo disse que o partido não pode ser comprometido por causa de filiados.


"O PCdoB gratuitamente é atingido sem nenhum prova porque, existindo um ou outro filiado do PCdoB em uma ONG ou outra querer caracterizar isso como benefício do PCdoB?", indagou.
A crise
A demissão do ministro se deu um dia depois do anúncio de que o Supremo Tribunal Federal autorizou a instauração de inquérito para investigar o ministro, a pedido da Procuradoria Geral da República.


No fim da tarde desta quarta, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, anunciou que Silva deixaria o comando da pasta e que a "tendência" é de que o ministério fique com o PC do B e de que haja uma solução de "interinidade", para que depois assuma um sucessor definitivo.


Silva foi acusado pelo policial militar João Dias Ferreira, em reportagem publicada pela revista "Veja" no domingo (16), de ter recebido um pacote com notas de R$ 50 e R$ 100 na garagem do ministério.


O ministro sempre negou participação no suposto esquema e afirmou que não há provas contra ele. Em audiência no Senado, disse que a denúncia era uma tentativa de tirá-lo à força do ministério. Também classificou a acusação como uma "reação" à cobrança de cerca de R$ 4 milhões de ONGs do policial por suspostas irregularidades em convênios.


João Dias foi preso no ano passado na Operação Shaolin, deflagrada pela Polícia Civil do DF para investigar fraudes no programa Segundo Tempo. As ONGs de João Dias, relacionadas ao kung-fu, são suspeitas de desviar verba de convênios assinados com o Ministério do Esporte.


A Controladoria-Geral da União pede a devolução de mais de R$ 4 milhões repassados pelo Ministério do Esporte a entidades de João Dias.
Outros ministros
Com a saída de Orlando Silva, são cinco os ministros que deixaram o governo sob denúncias de irregularidades após quase dez meses do mandato da presidente Dilma Rousseff.


Antes de Silva, pediram demissão Antonio Palocci (Casa Civil), por suposto enriquecimento ilícito; Alfredo Nascimento (Transportes), após suspeitas de superfaturamento em obras de rodovias; Wagner Rossi (Agricultura), que usou jatinho de uma empresa privada que tinha contratos com o ministério; e Pedro Novais (Turismo), após denúncias de irregularidades no uso de verbas oficiais quando exercia o mandato de deputado.

Nelson Jobim saiu da Defesa após a crise política motivada por declarações – que ele nega ter dado – de que as colegas de ministério Ideli Salvatti e Gleisi Hoffmann eram “fraquinhas”.
Perfil
Baiano de Salvador, Orlando Silva nasceu em 27 de maio de 1971 e chegou ao Ministério do Esporte em 2003. Por três anos, ocupou várias secretarias da pasta, então comandada por Agnelo Queiroz.


Foi secretário Nacional de Esporte, secretário Nacional de Esporte Educacional e secretário-executivo do Ministério do Esporte. Com a saída de Agnelo para tentar uma vaga no Senado em 2006, ele assumiu o comando do ministério.


Desde então, Silva teve desafios como a realização dos Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro, e a candidatura vitoriosa do país na Copa do Mundo. Acompanhou também a disputa do Rio de Janeiro com Madri, Tóquio e Chicago para sediar as Olimpíadas de 2016.


Polêmicas também fizeram parte do currículo do ministro, como o escândalo dos cartões corporativos, em 2008, que resultou na saída da então ministra da Igualdade Racial, Matilde Ribeiro. Ele teria usado o cartão de crédito corporativo para a compra de uma tapioca no valor de R$ 8,30.


Na época, ele alegou que realizou o gasto por engano porque o cartão pessoal seria parecido com o corporativo, e decidiu devolver ao Tesouro Nacional mais de R$ 30 mil em despesas feitas em 2006 e 2007 no cartão corporativo.


Orlando Silva também foi presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), entidade que atualmente tem ex-dirigentes na cúpula do Ministério do Esporte.

quarta-feira, outubro 26, 2011

Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "PEDRO ALCÂNTARA: EXEMPLO DE REFERÊNCIA DE MORAL EM...":

Olá meu amigo e colega Pedro! Sou seu colega de trabalho na Semob, e me senti lisonjeado com a matéria que o jornalista Valter publicou no seu blog sobre você, porque está falando sobre alguém que eu conheço de perto, do dia a dia.

Pena que não vou poder me identificar porque gostaria de acrecentar alguma coisa mais sobre você que pode me causar até demissão do meu trabalho do qual tiro o sustento meu e da minha família.

Quero me referir a sua integridade moral e profissional, que apesar de você já ter exercido o cargo de Secretário de Cultura do município, não subiu a sua cabeça como acontece com a maioria que assume esse cargo na prefeitura.

Inclusive praticam até o que não devem, como o Pastor Domires na Secretaria de Meio Ambiente que foi exonerado por suspeita de desvio do dinheiro da secretaria que ele comandava, e agora está rico.

O Secretário Raimundo Neto da Educação que se acha o máximo como secretário que chega até a comprar título de "melhor secretário de educação municipal do Brasil" em 2010, e não demorou muito, foi divulgado na imprensa nacional que uma das escolas do pará que teve seu índice abaixo da média no questão de aproveitamento dos alunos, foi a escola Carlos Henrique no município de Parauapebas.

E o cometário geral nas ruas da cidade é que se a pesquisa chegou a esse resultado, a culpa é do nível de educação do nível fundamental de responsabilidade do município. Ficou bonito prá cara dele! A maioria da população de Parauapebas reprova as atitudes e o comportamento dos secretários municipal, inclusive falam que quando eles assumem secretarias, logo começam exibir o poder aquisitivo que não tinha antes de assumir o novo cargo.

Você não amigo, você é completamente diferente desses secretários e secretárias também. Você sempre se comportou de forma humilde e simples. Lhe tiraram do cargo por questões políticas e não por falta de capacidade sua, porque o atual secretário o tal do Claudio Feitosa, que não tem nenhum compromisso com Parauapebas, só ganhou esse cargo porque trabalhou na campanha do Darci e infelizmente ele ganhou as eleições.

Ele é apenas mais um que inclusive está provocando um racha no seu partido porque a maioria dos filiados e principalmente os que desejam sair candidato a vereador não se conforma com a promessa que ele fez de sair da prefeitura e ainda continua mamando nas tetas gordas da secretaria que ele comanda. Se você sair candidato a vereador no próximo ano meu amigo e colega, vou votar prá você e ainda vou pedir votos prá você.

Receba meu sincero abraço. Seu colega. R.F.J.

PEDRO ALCÂNTARA: EXEMPLO DE REFERÊNCIA DE MORAL EM PARAUAPEBAS.

PEDRO ALCÂNTARA


Pedro Alcântara dos Santos Câmara, nasceu em Alcântara, Maranhão, em 1960, filho de Leonardo José Câmara e D. Joana Maria dos Santos Câmara.

Pedro é um dos oito filhos do casal. Aos dez anos de idade saiu de Alcântara com seus pais e irmãos com destino a cidade de Pinheiros, que depois de dez anos residindo naquela cidade, após o falecimento de seus pais, mudou-se para a capital do estado, já com 20 anos de idade e com a responsabilidade de criar seus quatro irmãos menores.

Em São Luis, trabalhou em algumas empresas até mudar-se para o Pará, escolhendo como destino para fixar residência, o mais novo município do estado, Parauapebas, onde conheceu a empresa de Indústria Mecânica Integral, sendo admitido na mesma como Supervisor de montagem, onde passou 18 anos desenvolvendo sua atividade.

Depois de sua experiência bem sucedida na Integral, transferiu-se para a empresa Usimig, ficando na mesma por um ano e três meses, até que em 2005, passou a integrar os quadros do funcionalismo público de Parauapebas no cargo de Secretário de Cultura, Esporte e Lazer.

Como titular da pasta, desenvolveu diversas atividades nas áreas de esporte e cultura e lazer como por exemplo: festival de músicas, escolinha de música, revitalização da palhinha no CDC.

Incentivou as atividades culturais e esportivas com sua peculiar habilidade. Após deixar a pasta que ocupava, foi transferido para o gabinete do Prefeito, sendo responsável pelos eventos ligado ao mesmo.

Posteriormente transferido para a Secretaria de Obras do município, onde no momento, desenvolve o trabalho de manutenção urbana, onde o mesmo é o responsável pela conservação das ruas de Parauapebas, garantindo a trafegabilidade dos veículos e pedestres que circulam nas vias públicas da cidade.
Pedro Alcântara tem se destacado no município como uma das pessoas mais prestativa como um servidor público.

Sempre atento as necessidades da população, se colocando a disposição para ajudar a solucionar os diversos problemas inerentes aos seres humanos.

Sempre tem uma palavra amiga para compartilhar com quem lhe procura. Com seu sorriso que é a marca da sua simpatia, cativa qualquer pessoa que lhe tem procurado, até mesmo para bater um papo informal. Ele não mede esforços para atender solicitações de amigos e até de quem não o conhece. Seu caráter e dignidade estão acima de qualquer suspeita.

Quisera que a maioria dos homens públicos e políticos, principalmente de Parauapebas, tivesse um terço das virtudes desse pequeno "grande homem". Com certeza nosso país teria outra imagem de decência além fronteira.

Foi o melhor Secretário de Cultura que Parauapebas já conheceu, os diversos segmentos culturais, artísticos e esportivos, têm saudades do seu tempo no comando desta Secretaria que infelizmente hoje é ocupada por uma pessoa que tem causado muitos transtornos para todos àqueles que fazem a arte, a cultura e o esporte em parauapebas.

Foi graças a sua iniciativa em apoiar o esporte do município, que hoje, temos diversos jovens enaltecendo o esporte de nossa cidade conquistando troféus e medalhas, contribuindo para que o município de Parauapebas faça parte do circuíto de competição de diversas modalidades esportivas a nível nacional e até internacional.

Continue sempre assim meu amigo, com essa sua simplicidade e humildade, porque o ser humano só se torna grande, quando ele reconhece a sua pequenês diante da grandeza do nosso Criador Todo Poderoso: Deus.

terça-feira, outubro 25, 2011

Amazonas pede desculpas aos japoneses por abusos na 2ª Guerra

Uma cerimônia realizada nesta terça-feira (25), em Manaus, serviu como uma reparação histórica: um pedido de desculpas por injustiças de 70 anos atrás contra imigrantes.

Tambores tradicionais japoneses na Assembleia Legislativa. É o resgate de parte de uma história quase esquecida. Em 1931, imigrantes do Japão fundaram, no meio da floresta, um lugar chamado Vila Amazônia. Eles conseguiram adaptar a juta ao solo da região. A fibra natural asiática era fundamental para a economia brasileira porque dela são feitos sacos para exportação do café. O projeto agrícola deu tão certo que, em poucos anos, o Brasil deixou de importar juta da Índia. Mas com a Segunda Guerra Mundial na década de 40, os imigrantes foram perseguidos.

"Eles abriram galerias para formar o esgoto da vila, e o pessoal começou a dizer que eles estavam cavando para guardar armas. Outros iam além: diziam que estavam cavando um buraco para chegar ao Japão”, conta o geógrafo Camilo Ramos.

Quando os japoneses foram declarados inimigos, as terras, indústrias de beneficiamento da juta, a companhia de exportação, tudo foi confiscado pelo governo. Os imigrantes que permaneceram na Vila Amazônia foram presos e depois levados ao estado do Pará, onde ficaram confinados em um lugar chamado "Acara". Para os japoneses e descendentes era um campo de concentração em plena Floresta Amazônica.

O engenheiro Yosiyuki Miyakei, com sete anos na época, diz que os pais tiveram que fazer trabalho forçado. “Meus pais foram forçados pela administração da época a construir estradas”.

Seu Shoji fugiu para a floresta para não ser preso. Quando voltou para a cidade, foi açoitado.
"O soldado disse: 'traz aquele japonesinho'. Eu fui lá e ele começou a me bater com couro de peixe-boi”, contou o aposentado Zennoshin Shoji.

Hoje com 96 anos, Seu Shoji recebeu titulo de Cidadão do Amazonas. Apenas 3 dos 249 imigrantes da Vila Amazônia ainda estão vivos. Viúvas e descendentes ouviram do governo do Amazonas o pedido formal de desculpas pelas agressões e calúnias durante a Segunda Guerra Mundial. “Para nós é como se tivéssemos conseguido lavar a honra de nossos pais. Agora a gente pode dizer: descansem em paz", diz Valdir Sató, da Associação Koutaku do Amazonas.

STJ autoriza casamento gay para casal de gaúchas

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) reconheceu, em julgamento concluído nesta terça-feira (25), o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. Quatro dos cinco ministros da quarta turma do tribunal decidiram autorizar o casamento de um casal de gaúchas que vivem juntas há cinco anos e desejam mudar o estado civil.

A decisão que beneficia o casal gaúcho não pode ser aplicada a outros casos, porém abre precedente para que tribunais de instâncias inferiores ou até mesmo cartórios adotem posição semelhante.

Foi a primeira vez que o STJ admitiu o casamento gay. Outros casais já haviam conseguido se casar em âmbito civil em instâncias inferiores da Justiça. Neste caso, porém, o pedido chegou ao STJ porque foi rejeitado por um cartório e pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.

O primeiro casamento civil no país ocorreu no final de junho, quando um casal de Jacareí (SP) obteve autorização de um juiz para converter a união estável em casamento civil.

O julgamento se iniciou na semana passada, com a maioria dos votos favoráveis à causa. A sessão, no entanto, foi interrompida por um pedido de vista do ministro Marco Aurélio Buzzi, o último a proferir seu voto. Em seu voto nesta terça, ele seguiu o relator do processo, em favor do casamento.

Buzzi destacou que o Código Civil, que disciplina o casamento entre heterossexuais, "em nenhum momento" proíbe "pessoas de mesmo sexo a contrair casamento".

"O núcleo de pessoas surgido de casais homossexuais se constitui, sim, em família. De outro lado, o casamento [...] constitui-se o instrumento jurídico principal a conferir segurança aos vínculos e deveres conjugais", declarou.

Apenas o ministro Raul Araújo Filho, que havia se manifestado a favor na primeira parte do julgamento, mudou seu voto, contra o casamento. Ele afirmou que não cabe ao STJ analisar o caso, mas sim ao STF. Argumentou ainda que o casamento civil não é um mero "acessório" da união civil.

"Não estamos meramente aplicando efeito vinculante da decisão do STF, mas sim dando a decisão um interpretação que não podemos fazer", alegou.

Pedido
O casal entrou com o pedido de casamento civil antes mesmo da decisão do Supremo Tribunal Federal, em maio deste ano, que equiparou a relação homoafetiva à união estável. A identidade de ambas não pode ser revelada porque o processo tramita em segredo de Justiça.

Elas pediram em cartório o registro do casamento e, diante da recusa, resolveram entrar na Justiça. Mas o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul julgou improcedente a ação, o que levou as gaúchas a recorrerem ao STJ.

Ao reconhecer a união estável entre pessoas do mesmo sexo, em maio deste ano, o STF deixou em aberto a possibilidade de casamento, o que provocou decisões desencontradas de juízes de primeira instância.

Há diferenças entre união estável e casamento civil. A primeira acontece sem formalidades, de forma natural, a partir da convivência do casal. O segundo é um contrato jurídico-formal estabelecido entre duas pessoas.

Julgamento
Na semana passada, o relator do processo, Luis Felipe Salomão, foi favorável ao pedido das gaúchas e reconheceu que o casamento civil é a forma mais segura, segundo ele, de se garantir os direitos de uma família.

"Se é verdade que o casamento civil melhor protege a família e sendo múltiplos os arranjos familiares, não há de se discriminar qualquer família que dele optar, uma vez que as famílias constituídas por casais homossexuais possuem o mesmo núcleo axiológico das famílias formadas por casais heterossexuais", disse em seu voto.

O advogado do casal, Paulo Roberto Iotti Vecchiatt, sustentou que, no direito privado, o que não é expressamente proibido, é permitido. Ou seja, o casamento estaria autorizado porque não é proibido por lei.

Para Vecchiatti, o essencial de qualquer relação amorosa é "formar uma família conjugal, cuja base é o amor familiar". "A condição de existência do casamento civil seria a família conjugal e não a variedade de sexos", argumentou.

Supremo abre inquérito para investigar Orlando Silva

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia determinou nesta terça-feira (25) a abertura de inquérito para investigar o envolvimento do ministro do Esporte, Orlando Silva, em suposto desvio de dinheiro público do programa Segundo Tempo, que visa incentivar a prática esportiva entre crianças e adolescentes.

Cármen Lúcia também requisitou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) a remessa em 48 horas ao Supremo do inquérito a respeito de possíveis irregularidades cometidas pelo atual governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), quando era ministro do Esporte.

Quando o inquérito do STJ chegar ao Supremo, será remetido ao procurador-geral da República, Roberto Gurgel, que vai verificar se há conexão entre os dois inquéritos antes de decidir se as investigações devem tramitar em conjunto.

"O fato de começar as investigações não significa que vão ter prosseguimento. Depende do que a Procuradoria Geral da República vai encontrar a partir de agora", disse Cármen Lúcia.

O advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, que defende Orlando Silva, disse que não há provas contra o cliente. "Nós ficamos tranquilos ao ver que não há prova contra o ministro. É importante que a imprensa saiba que não tem nada de concreto contra Orlando Silva. O inquérito foi aberto apenas com matérias da imprensa e representações de partidos", declarou o advogado.

Os pedidos de investigação sobre Orlando Silva e de remessa do inquérito sobre Agnelo Queiroz do STJ para o Supremo foram feitos pelo procurador-geral da República na última sexta (21).

Segundo o procurador-geral, existe uma "relação muito intensa entre os fatos". Agnelo, que trocou o PC do B pelo PT, foi ministro do Esporte entre 2003 e 2006. Ao pedir a abertura de inquérito, Gurgel disse que há indícios de crime e que o suposto esquema de desvio de dinheiro teria escala “nacional”.

Na semana passada, governador do DF disse que se trata de uma denúncia de um "mercenário que recebeu dinheiro"

"Eu saí do Ministério do Esporte há seis anos. Há seis anos que eu não sou mais ministro. Não tenho um processo, um questionamento. E qualquer coisa como esse inquérito que estava no STJ é fruto da denúncia que foi feita na época da campanha que eu desmascarei, do mercenário que recebeu dinheiro para receber denúncia contra mim."

Informações do TCU
A ministra Cármen Lúcia pediu ao Tribunal de Contas da União (TCU) que envie para o Supremo informações sobre eventuais processos de fiscalização de convênios suspeitos do Ministério do Esporte. O órgão tem dez dias para enviar as informações.

O procurador-geral da República havia feito pedidos de depoimento de diversas pessoas ligadas ao caso, como Orlando Silva, Agnelo Queiroz, o policial militar João Dias, que acusou Orlando Silva de envolvimento em desvio de verba, e o motorista Célio Soares Pereira, que afirmou ter visto o ministro receber dinheiro na garagem do ministério. Os pedidos de depoimento foram indeferidos pela ministra do Supremo.

Cármen Lúcia argumentou que é preciso primeiramente analisar o inquérito do STJ para depois definir os depoimentos.

Denúncias
Na edição do último final de semana da revista "Veja", o policial militar João Dias Ferreira afirmou que o atual ministro do Esporte, Orlando Silva, tinha envolvimento em um suposto esquema de desvio de verba pública, nos últimos oito anos, do programa Segundo Tempo. Ferreira disse que Silva recebeu um pacote de dinheiro na garagem do ministério. O ministro nega as acusações, afirma que não há provas contra ele e que o policial mente.

Inquérito no STJ
O governador do Distrito Federal é um dos investigados em inquérito que tramita no STJ. O processo tramitava na 12ª Vara da Justiça Federal e só foi para o tribunal por conta do foro de Agnelo - pela lei, governadores só podem ser investigados ou processados no STJ. O inquérito, de número 761, chegou ao gabinete do ministro Cesar Asfor Rocha, do STJ, na última terça (11).

Segundo o inquérito, o motivo pelo qual Agnelo aparece na investigação é o depoimento à Polícia Federal da testemunha Geraldo Nascimento Andrade, que afirmou ter entregue em 8 de agosto de 2007 a quantia de R$ 256 mil em dinheiro nas mãos do ex-ministro.

Na época, Agnelo já havia deixado o Ministério do Esporte. O ex-ministro e atual governador sempre negou a acusação, que chegou a ser explorada por adversários na campanha eleitoral do ano passado.

Por meio de nota divulgada pela assessoria de imprensa do governo do Distrito Federal, o governador Agnelo Queiroz afirma que o inquérito no STJ é "mero instrumento de apuração de fatos" e que "jamais foi considerado réu".

Ana Maria das Chagas deixou um novo comentário sobre a sua postagem "PRESIDENTE DO PRP FRANCISCO ALVES DE SOUSA CONVOCA...":

Chico das Cortinas foi o melhor prefeito de Parauapebas. Pelo menos quando ele foi prefeito a nossa cidade desfrutava de muita paz, porque o irmão Chico sempre apoiava os eventos evangélicos na nossa cidade.

Os outros prefeitos que passaram por aqui, nada fizeram nesse sentido, antes promovem festas que levam nossos jovens e nossas jovens ao mundo da promiscuidade e dos vícios do fumo e da beibida alcoólica.

O irmão Chico, sempre ajudou todas a denominações evangélicas e inclusive as outras religiões quendo era procurado para ajudar em alguma coisa, nunca comenteu discrimiação com nenhuma religião. Por isso eu e muitos irmãos que conhecem o irmão Chico deseja que ele volte de novo a ser nosso Prefeito.

Ana Maria das Chagas. Moradora no bairro Curtinão.

sábado, outubro 22, 2011

Daniel Aires. deixou um novo comentário sobre a sua postagem "PARAUAPEBAS A CIDADE DO PARÁ QUE CONDENOU A PRISÃO...":

Parabéns caro jornalista Valter pela matéria que fala sobre o crime que o prefeito Darci Lermen comete contra a população de Parauapebas e principalmente contra os deficientes físicos e idosos no que diz respeito a falta de espaço para caminharmos nas ruas de Parauapebas, nos obrigando a disputar espaço com os veículos nas ruas mal cheirosas de nossa cidade.

Só você mesmo é que tem essa coragem de expor para o mundo os bastidores desta que é considerada uma das mais ricas cidade do Brasil, mas quem vem aqui olhar de perto, passa muita vergonha com o que encontra aqui.

A começar pelo fedor das ruas dos bairros, porque não existe nenhum um tipo de tratamento para os esgotos que se encontram a céu aberto. Quem conhece seu livro "Máfia Religiosa" que está a venda na internet, já sabe que você não é homem de meias palavras e fala o que pensa e tem convicção do que diz.

Não é por acaso que você é uma celebridade mundial através de sua obra que é comercializada até pela Universidade do Ariznona nos Estados Unidos. Feito que poucos escritores brasileiros conseguem realizar.

Tenho o grande privilégio de ter em minha estante esse seu precioso trabalho que me abriu muito a minha mente para muitas coisas que acontecem ao nosso redor. Também já vi na televisão seus trabalhos com caroços de açaí juntamente com sua esposa que já lhe valeu destaque não só a nível estadual como nacional, sendo premiado pelo SEBRAE do Pará, como também mundial através da Globo News.

Tudo isso tem feito os políticos medíocres de Parauapebas não lhe dá apoio para seu projeto de implantação do núcleo de confecção de artefatos de caroços de açaí em escala comercial para favorecer a muita gente que se encontra fora do mercado de trabalho aqui na nossa cidade, conforme a imprensa local noticiou.

O desequilibrado vereador Faisal lhe agrediu no interior da Câmara de Vereadores não foi por acaso, é porque ele não consegue alcançar o destaque que você consegue com seus talentos a serviço da comunidade sem nenhum interesse e isso o incomoda. Continue sendo essa pessoa que você é meu amigo, não se intimide nunca com pessoas invejosas e sem escrúpulos. Um grande abraço.

Seu leitor e admirador.

Daniel Aires Mendonça, morador do bairro da Paz - Parauapebas.

VERDADES DE MEU CONTERRÂNEO RUI BARBOSA

RUI BARBOSA

"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha
de ser honesto".


(Rui Barbosa)

Francilene Marques deixou um novo comentário sobre a sua postagem "MARIA “CARAJÁS”: SÍMBOLO DE LUTA EM PROL DE SEU SE...":

Não conheço essa senhora apesar de morar em Parauapebas desde quando pertencia a Marabá, mas me emocionei muito com a história dessa mulher guerreira e dígna do reconhecimento de todos nós.

Seria bom que no mundo houvesse muitas "Marias Carajás", com certeza muita gente seria beneficiada com ações de pessoas tão dígna como a da D. Maria.

É o que o mundo está carente e precisando é de pessoas boas como essa senhora.

Que Deus continue abençoando sempre essa guerreira e que nosso políticos brasileiros se mirem no espelho dessa agricultora brasileira que tanto enaltece e dignifica o nosso Brasil.

Parabéns D. "Maria Carajás"! Você é uma grande heroína.

Francilene Marques da Silva. Bairro União - Parauapebas - Pará.

Welliton Pereira deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua post...":

Esta denúncia envolvendo secretários da Prefeitura de Parauapebas em contratos milionários como este de mais de um milhão de reais é mais um caso de policía que o Ministério Público Estadual deve investigar.

O que na verdade se percebe que tudo o que foi pregado na campanha do Darci sobre moralização na administração pública de Parauapebas só ficou mesmo na retórica para se eleger e dar continuidade as falcatruas e desvios de verbas públicas nos governos Bel Mesquita e Faisal Salmen.

Quem diria que aqueles discursos de palanque do pastor Fenelon Lima Sobrinha, líder maior da Assembléia de Deus de Parauapebas que quando seu aliado Darci assumisse a Prefeitura de Parauapebas eles colocariam aquela "quadrilha" referindo-se a então prefeita Bel Mesquita e seus aliados na cadeia, e que a empresa que recolhe o lixo na cidade de nome Clean teria seu contrato cancelado porque segundo os mesmos, Darci Lermen e seu gurú espiritual Fenelon Lima Sobrinha, o tal contrato teria sido feito de forma fraudulenta pela administração Bel Mesquita.

E o que aconteceu depois do Darci Lermen ser eleito? Fenelon assumiu a Secretaria de Obras, transformando em uma verdadeira extensão de sua igreja Assembléia de Deus, contratando assessores somente da sua igreja, usou as caçambas da prefeitura por mais de oito meses para aterrar o terreno que segundo denúncias é de sua propriedade no Bairro Altamira que hoje está sendo construído o tal do templo para congregar mais de trinta mil pessoas, foi alvo de várias denúncias de desvios de verbas da secretaria da qual era titular da pasta até que foi exonerado do cargo, a empresa Clean continua prestando serviços para a administração do governo petista do Darci Lermen.

Dando a entender que a quadrilha que segundo eles afirmavam ter sido implantada no governo Bel Mesquita, apenas se fortaleceu no governo do PT na pessoa do Darci, com o aval e conivência do Pastor da maior igreja de Parauapebas Fenelon Lima Sobrinho.

Todos na cidade já sabe que tudo não passou de jogada por causa da oposição, a exoneração do líder da Assembléia de Deus de Parauapebas, porque o mesmo continuaria usufruindo dos benefícios da administração petista de Parauapebas.

Tanto que o mesmo ganhou de mão beijada a emissora de televisão Band que era da administração municipal conseguida ainda no governo Chico das Cortinas, e agora utiliza a mesma para promover o tal do "pastor" Júnior Romão Batista, cunhado traidor do Chico das Cortinas que todos na cidade tem conhecimento da sua péssima atuação como Secretário de Finanças do governo do seu cunhado Chico das Cortinas e como Vereador, para negociar com candidatos a prefeitos que se destaque na preferência dos eleitores sua candidatura como Vice, caso o mesmo deslanche na preferência dos "irmãos" da sua igreja, caso contrário, colocará seu filho para compor a chapa do possível candidato que o mesmo achar que será eleito, não importando de qual partido político seja, pode ser até o partido do satanás, o que importa para esse pastor é o vínculo com o poder político de Parauapebas.

Em breve ancaminharemos a este blog uma série de documentos de denúncias dos atos lesivos aos cofres públicos praticados pelo prefeito Darci e seus secretários ao longo de sua administração.

Secretários que hoje estão podres de ricos de forma ilícita, assessores que ganham salários polpudos sem pisar os pés nos setores da adminitração e tantas outras ações ilícitas deste governo petista que não pode continuar na próxima eleição.

Espero que essa nossa denúncia seja postada.

Welliton Pereira da Costa. Membro da "Frente de Moralização dos Setores Públicos de Parauapebas". Bairro Guanabara. Parauapebas - Pará.

Novo governo da Líbia confirma morte de Kadhafi;



veja imagens
Rebeldes líbios também comemoram tomada de Sirte, último reduto do ex-ditador.

Que absurdo galera!!!


ISTO É UM INCENTIVO À CRIMINALIDADE ! ! !


. . . E AGORA O QUE PODEMOS FAZER? ? ?
A REFERIDA PORTARIA JÁ FOI REVOGADA PELA DE Nº 333, DE 1º/06/2010
NA QUAL O VALOR DO SALARIO FAMILIA PRESIDIARIO PASSOU A SER DE R$810,18 ! ! ! E TEM MAIS. . .


NO CASO DE MORTE DO “POBRE PRESIDIÁRIO”, A REFERIDA QUANTIA DO AUXÍLIO- RECLUSÃO PASSA A SER “PENSÃO POR MORTE”.


O GRANDE LANCE É ROUBAR OU MATAR PARA SER PRESO E ASSIM SUSTENTAR CONDIGNAMENTE A SUA PROLE.


ISTO É INADMISSÍVEL ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! !


VEJAM QUE ABUSO.

Repassando, pois entendo que é mais um dos muitos absurdos desse país e por isso a Previdência Social está sempre quebrada e não tem verbas para pagar decentemente quem trabalhou uma vida toda!
É REVOLTANTE !!!!!!!
Você sabe o que é o AUXÍLIO RECLUSÃO?


Todo presidiário com filhos tem direito a uma bolsa que, a partir de 1/1/2010 é de R$798,30 por filho para sustentar a família, já que o coitadinho não pode trabalhar para sustentar os filhos por estar preso. Mais que um salário mínimo que muita gente por aí rala pra conseguir e manter uma família inteira.

Ou seja, (falando agora no popular pra ser entendido)
Bandido com 5 filhos, além de comandar o crime de dentro das prisões, comer e beber nas costas de quem trabalha e/ou paga impostos, ainda tem direito a receber auxílio reclusão de R$3.991,50 da Previdência Social.
Qual pai de família com 5 filhos recebe um salário suado igual ou mesmo um aposentado que trabalhou e contribuiu a vida inteira e ainda tem que se submeter ao fator previdenciário?
Mesmo que seja um auxílio temporário, prisão não é colônia de férias.

Isto é um incentivo a criminalidade. Que politicos e que governo é esse?????
Não acredita?
Confira no site da Previdência Social.

Portaria nº 48, de 12/2/2009, do INSS
http://www.previdenciasocial.gov.br/conteudoDinamico.php?id=22

Pergunto-lhes:

1. Vale a pena estudar e ter uma profissão?
2. Trabalhar 30 dias para receber salário mínimo de R$510,00, fazer malabarismo com orçamento pra manter a família?
3. Viver endividado com prestações da TV, do celular ou do carro que você não pode ostentar pra não ser assaltado?
4. Viver recluso atrás das grades de sua casa?
5. Por acaso os filhos do sujeito que foi morto pelo coitadinho que está preso, recebe uma bolsa de R$798,30 para seu sustento?
6. Já viu algum defensor dos direitos humanos defendendo esta bolsa para os filhos das vítimas?

MOSTRE A TODOS O QUE OCORRE NESSE PAÍS!!!


Colaboração do Poeta Cordelista Valmir Pereira dos Santos - Cedro - Ceará

sexta-feira, outubro 21, 2011

Marivalda Santos deixou um novo comentário sobre a sua postagem "MARIA “CARAJÁS”: SÍMBOLO DE LUTA EM PROL DE SEU SE...":

Conheço a Maria Carajás a muitos anos, e parte da história que o jornalista publicou dela no blog sei que é a pura verdade, tem partes que ele relata que não é do meu conhecimento, mas acredito em tudo que está escrito sobre o que ela enfrentou.

Ela continua sendo uma pessoa boa e amiga de todo mundo que chega na sua propriedade conquistada com muita luta e muito suor na estrada que vai prá fazenda rio branco. Ninguém que chega na casa dela com fome sai sem comer, se precisar de dormida ela também dá sem medir nenhum esforço.

Ela vive para fazer o bem para o seu próximo sem nenhum interesse. Já estava no tempo de alguém como o jornalista Valter fazer essa merecida e justa homenagem a ela tornando público através do seu blog um pouco da sua história de vida, por tudo que ela representa não só para seus companheiros agricultores, como para seus familiares, mas também para a sociedade. Ela merece muito mais até do que essa homenagem.

Ela é uma verdadeira "Samaritana" que está sempre procurando dividir o seu pão com quem precisa. Fiquei muito feliz em ler essa sua história aqui nesse blog. Parebéns senhor jornalista por essa bela iniciativa!

Marivalda Santos Silva - Moradora no bairro Maranhão, Parauapebas.

Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "PARAUAPEBAS A CIDADE DO PARÁ QUE CONDENOU A PRISÃO...":

Boa noite Jornalista Valter! Tenho acessado seu blog sempre e tenho admirado a sua coragem de tocar em assuntos que a maioria do pessoal que trabalha na imprensa de Parauapebas evitam tocar.

E para a minha alegria e satisfação hoje quando acessei o seu blog me deparei com sua matéria que fala de um assunto bastante importante que os poderes executivos, legislativos e ministerio público de Parauapebas nunca se incomodaram, que é a situação das calçadas do nosso município como o senhor bem coloca. É uma vergonha nacional o que vemos aqui na nossa cidade considerada uma das mais ricas do Brasil.

Infelizmente trabalho na prefeitura e não posso nem assinar esse meu comentário porque sei que se fizer isso, serei perseguida pelo prefeito Darci que está no fim de seu mandato e agora quer a todo custo eleger seu sucessor fazendo obras de última hora para enganar a quem não o conhece. Ele e seus secretários e vereadores precisavam visitar Paragominas para aprenderem como é que se cuida dos deficientes físicos e os idosos e a população em geral.

Lá, praticamente todas as calçadas são padronizadas dando condições de todo mundo caminhar por elas, inclusive os cadeirantes. Na minha opinião foi o pior prefeito que já administrou o nosso município. Pior do que o Faisal que também foi outro incompetente e a Bel Mesquita que apenas fingia que administrava juntamente com seu secretário de finanças Welney Lopes.

O melhorzinho foi o Chico das Cortinas que com o pouco que o município arrecadava, conseguiu dar conta do recado sem contar que na sua época,o tamanho do município era bem maior do que o que seus antecessores encontraram. No tempo do Chico das Cortinas nós éramos felizes e não sabíamos.

Mas infelizmente ele ainda não poude voltar porque foi traído pelos seus cunhados que ele tanto ajudou e até mesmo o seu pastor Finelon que também foi secretário dessa administração perversa e depois também foi deposto do cargo por uma série de acusações que nunca foram apuradas e por último recebeu das mãos do prefeito Darci o canal de televisão Band que pertencia a prefeitura. Agradeço se o senhor postar esse meu comentário.

Anônima moradora do Bairro Curtinão.

quinta-feira, outubro 20, 2011

PARAUAPEBAS A CIDADE DO PARÁ QUE CONDENOU A PRISÃO PERPÉTUA EM SEUS PRÓPRIOS LARES DEFICIENTES FÍSICOS E IDOSOS

Confirmem aqui o contraste da péssima e desastrada admi-
nistração do Prefeito do PT de Parauapebas DARCI JOSÉ
LERMEN. Ruas com calçadas padronizadas...




Ruas com calçadas intransitáveis. Falta de dinheiro não é.







Queremos denunciar mais uma vez para o Brasil e para o mundo, a falta de respeito que a administração do atual Prefeito de Parauapebas DARCI JOSÉ LERMEN, do Partido dos Trabalhadores-PT, pratica contra os deficientes físicos, idosos e até mesmo com àqueles que não tem nenhuma dificuldade física para se locomeverem nas ruas da cidade, quando o mesmo não padroniza as calçadas da cidade para permitir o direito de "ir e vir" dos moradores que pagam seus impostos religiosamente, para terem um serviço de qualidade prestado pelo poder executivo municipal que só sabe colocar propaganda mentirosa nos veículos de comunicação da cidade afirmando que tudo está correndo as "mil maravilhas" na sua administração.

Assim como ele padronizou as calçadas da Av. do Comércio, no bairro Rio Verde e na Rua "14" no bairro união para satisfazer interesses econômicos e comerciais atendendo pressão dos comerciantes dessas ruas, ele também deveria padronizar as demais ruas da cidade como constataremos satisfazendo também interesses humanitários da população que lhe paga o seu salário imerecido, como também dos vareadores que se constituem nos verdadeiros PARASITAS do Poder Legislativo de Parauapebas, que não cumprem com o papel de FISCAIS DO EXECUTIVO e REPRESENTANTES LEGAIS DO POVO.


O cinismo desse alcaide de soqueira é tão grande que o mesmo chega a subestimar a inteligência da população quando garante para seus asseclas que irá fazer seu sucessor na próxima eleição.

Ele terá uma grande surpresa e decepção em sua pretensão. Ele está confiando no seu poder de persuasão até mesmo de seus adversários, quando aposta que irá "comprá-los" com dinheiro, cargos e favores.


Lógico que acreditamos que alguns medíocres e sem escrúpulos se venderão como já está acontecendo, principalmente nos meios de comunicação da nossa cidade, mas com certeza, ele não conseguirá "comprar" todos, inclusive a mim, Valter Desiderio Barreto, que estou me preparando para desmascará-lo no decorrer das campanhas, começando desde agora.

Pode me aguardar seu "dublê" de Prefeito que eu vou ficar na sua cola e de seu indicado a sua sucessão o tempo todo.

Será uma questão de honra a minha participação efetiva e implacável na DERROTA de seu sucessor nas eleições municipais do próximo ano.

Me aguarde!