Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

quinta-feira, janeiro 31, 2013

COMENTÁRIOS DO G1 DEMONSTRAM REVOLTA E REPÚDIO DA NAÇÃO BRASILEIRA CONTRA OS "VERMES" DO CONGRESSO NACIONAL CONDENADOS PELA JUSTIÇA FEDERAL

 Aldenir Melo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Dirceu critica 'campanha moralista' contra Renan C...":

LEVA O LULA CONTIGO PALHAÇO , PARA PUXA ESSA CADEIA TB ,CARA DE PAU





Rolando Coelho deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Dirceu critica 'campanha moralista' contra Renan C...":

Bem, eis ai um homem que nunca será acusado de ter moral.






Aldenir Melo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Dirceu critica 'campanha moralista' contra Renan C...":

VAI PUXA TUA CADEIA , LADRÃO SAFADO, ESSE DIRCEU É UM CARA DE PAU MESMO, MAIS SEM VERGOLHA SÃO ESSES DIRETORES DA GLOBO , QUE DÃO MORAL PARA UM LADRÃO SAFADO DESSE





Marcelo Silva deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Dirceu critica 'campanha moralista' contra Renan C...":

"PELO AMOR DE DEUS!!!!!!!................" Como a nossa mídia escrita, falada e principalmente a eletrônica dá destaque em página principal para as palavras que este CIDADÃO CORRUPTO E LADRÃO, que deveria ser banido do mundo político e já estar atrás das grades.... Por favor, a Globo deve estar devendo e muito para ESTE CARA DE PAU e para a turma dele... não pode... não acredito que até agora que ele tem mérito e vóz na principal empresa de comunicação do país...





Honneur Monção deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Dirceu critica 'campanha moralista' contra Renan C...":

Embora esse sujeito já seja carta fora do baralho, ele insiste em dar palpite. Vou corrigi-lo: não é "moralista", no sentido pejorativo, mas "moralizadora", no sentido de que já estamos de saco cheio dessa corja...




José Oliveira deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Dirceu critica 'campanha moralista' contra Renan C...":

Um gambá cheira o outro.




Maria Silva deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Dirceu critica 'campanha moralista' contra Renan C...":

Ô Seu Barbosa, dá um jeito nêsse Zé Dirceu!!!! Cara de Pau. Aquele negócio de condenação não terá Execuções????




Daniel deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Dirceu critica 'campanha moralista' contra Renan C...":

Amor bandido... Dirceu está "a mando" do Renan.





Jose Silva deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Dirceu critica 'campanha moralista' contra Renan C...":

Isso é um lixo de quinta categoria,tirando nossa sociedade,achando que o povo Brasileiro é Burro e ignorante,que não sabe da quadrilha que esse cidadão comanda,vai pra cadeia e deixa o nosso País em paz,ladrão.






Valtenio Neves deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Dirceu critica 'campanha moralista' contra Renan C...":

Esse Renan é aquele de Alagoas?? Do Collor?? Aquele que era um dos 400 ou mais picaretas que o "Ali-Babá de Garanhuns" demonizou antes chegar ao mais alto cargo da República, beijar a s mãos do Maluf, Sarney e criar/participar do mensalão, a maior e mais nefasta trama corrupta de toda a história Nação??? Que nojo. Por isso que esses ratos não permitem a educação do nosso pov





Maria Silva deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Dirceu critica 'campanha moralista' contra Renan C...":

Êsse Renan não vale a roupa que veste e agora tá nas bocas pra ser Presidente do Senado...Num acredito minha Gente!!!Morria de Inveja do Collor..traiu a Mulher dele, e outros babados sinistros e ainda vai "Dar as Cartas" no Senado????Cruzes, Socorro!!!




Roberto Mello deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Dirceu critica 'campanha moralista' contra Renan C...":

o chefe do bando agora culpa a midia! dá para imaginar esse quadrilheiro petista agora defendendo o renan calheiros? há bem pouco tempo eram inimigos mortais...PT partido dos trouxas!!




Maria Silva deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Dirceu critica 'campanha moralista' contra Renan C...":

Êsse Dirceu, ainda tá Vivo!!???? Deve estar encontrando ECO em suas palavras!!! É Amigão do Poder..não se esqueçam disso!!! Teve gente coroada, chorando por Ele, lembram?? Boa Noite gente lúcida,







Antonio Tozzi deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Dirceu critica 'campanha moralista' contra Renan C...":


COITADINHOS!!! TÃO BONZINHOS. SÃO TÃO PERSEGUIDOS PELA MÍDIA QUE DÁ DÓ!!!! CINISMO......


Francisco deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Dirceu critica 'campanha moralista' contra Renan C...":

Olha acho que a Globo deveria proibir matéria com pessoas tipo Zé Dirceu, a opinião dele não tem nenhum valor. Tenho comentado pouco neste espaço pois é cada notícia que o G1 veicula que dar nojo. Por onde anda o herói da Justiça que não se manifesta.




Marco Ferreira deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Dirceu critica 'campanha moralista' contra Renan C...":

Quem é Zé Dirceu pra defender alguém??? Principalmente Renan Calheiros... Dois "pau de galinheiro".

Roberto Nespolo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Dirceu critica 'campanha moralista' contra Renan C...":

O cara está para ser preso e quer ter moral para falar porque não queremos gente como ele lá



A CONTINUAÇÃO DESSES COMENTÁRIOS ESTÁ NO G1 DA GLOBO  NO TÍTULO DA MATÉRIA QUE DERAM ORÍGEM AOS MESMOS. 

ACESSEM LÁ E DIVULGUEM. 

É MUITO IMPORTANTE PARA A NAÇÃO BRASILEIRA E PARA O MUNDO. 

Dirceu critica 'campanha moralista' contra Renan Callheiros

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Objetivo, segundo Dirceu, seria 'dividir a base de apoio do governo'.
Na semana passada, Ministério Público apresentou denúncia contra Renan.

O ex-ministro José Dirceu publicou nesta quinta-feira (31) texto em que critica o que chama de "campanha moralista e udenista" contra o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), que deve disputar nesta sexta (1º) a presidência do Senado. O petista, condenado a 10 anos de prisão no julgamento do mensalão, também atacou um ato realizado em frente ao Congresso em protesto contra Renan.

"O que estamos assistindo em relação ao senador Renan Calheiros é, de novo, uma ofensiva midiática dando cobertura a denúncias contra ele concertadas com ações do Ministério Público Federal (MPF) e com intervenções de grupos organizados como aconteceu ontem frente ao Congresso Nacional", escreveu o ministro.

O objetivo da "campanha", segundo Dirceu, seria "dividir a base de apoio do governo". O petista introduz o texto dizendo que "tudo indica" que Renan será eleito presidente do Senado e o deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) presidente da Câmara, que realiza eleição da próxima segunda-feira (4).

Os dois peemedebistas contam com apoio da base governista, que controla Câmara e Senado. Dirceu diz que "é uma grande bobagem a continuidade dessa campanha da mídia dizendo que o Executivo é que os elege, ou que eles só se elegem por contar com o apoio do Planalto".


Nas últimas semanas, Renan Calheiros e Henrique Alves foram alvo de denúncias. Na semana passada, o procurador-geral da República apresentou denúncia acusando Renan Calheiros de usar notas frias de suposta venda de bois em 2007. O objetivo seria comprovar que tinha renda suficiente para pagar pensão de uma filha. Na época, ele deixou a presidência do Senado pela suspeita de que a despesa era paga por um lobista.


Dirceu também compara as suspeitas e protestos contra Renan Calheiros à "mesma campanha falso-moralista que  levou o presidente Jânio Quadros ao Planalto (1960) porque ia 'varrer a corrupção'; os militares ao poder porque eles 'combatiam a corrupção e a subversão'; e depois elegeu o presidente Fernando Collor, o caçador de marajás."

Dirceu finaliza defendendo a reforma política e administrativa, com financiamento público de campanha e voto em lista.

Audiência Pública discute modelo e ações de segurança pública para a região de Carajás

















O Governo do Estado do Pará, por intermédio da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social - SEGUP, realizou em Parauapebas uma audiência pública para tratar do Plano Estadual de Segurança Pública para a região de Carajás (modelos e ações). 
O evento, realizado na última quinta-feira, 31, no auditório da Câmara Municipal de Parauapebas contou com a presença de autoridades públicas e comunidade.

De acordo o Secretário adjunto operacional da SEGUP, Tenente Coronel Mário Alfredo de Sousa Solano, representante do estado na audiência, o objetivo principal do evento é conhecer e discutir as demandas de segurança da região do Carajás, para a partir daí criar medidas que possam atender essas demandas. 
“Não viemos justificar fatos e sim ouvir as reclamações e sugestões para então encontrar caminhos para transformar as gerações futuras e minimizar os danos causados pela criminalidade”.

O secretário adjunto lembrou ainda que a segurança pública tem relação com políticas públicas voltadas para a família, o menor núcleo que existe; muitos pais não sabem onde seus filhos estão. 
“A família está passando a função de educar para a escola que tem que somar com o dever de instruir. E o que estamos fazendo para reverter isso?”

Segundo o presidente da Câmara, Josineto Feitosa, a segurança pública é responsabilidade de todos e não apenas do sistema de segurança. 
“Por isso, a importância de juntos discutirmos alternativas preventivas de combate ao crime”.

Para o chefe de gabinete do prefeito Valmir Mariano, José Omar Arrais, esta audiência é um marco para a segurança pública da região. “Esse tema tem que ser tratado com todo respeito que a sociedade merece, uma vez que é dever do estado prover o município com segurança pública.”

Estiveram presentes na audiência:

Presidente da Câmara Municipal de Parauapebas - Josineto Feitosa;
Chefe de Gabinete, representando o prefeito municipal Valmir Queiroz - José Omar Arrais –;
Deputado Federal - Wander Cooker;
Juiz de Direito Titular da 3ª Vara Criminal - Líbio Araújo Moura;
Representante do Ministério Publico, promotor de justiça, Eduardo Falesi;
Presidente da OAB Parauapebas Jackson Souza;
Diretor de Polícia Civil do interior - Sílvio Maués;
Representante da policia militar, Tenente Coronel Mauro Sérgio Marques da Silva;
Representante da comunidade - Marcelo Catalão, presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Parauapebas Siproduz ;
Delegado de Polícia Civil - Nelson Alves Júnior;
Comandante do Corpo de Bombeiros - Sherdley Novaes;
Defensor Público - Alexandre Botelho;
Procuradora Geral da Câmara Jeanne Frateschi;
Secretario de Comunicação da Prefeitura Municipal - Jorge Vieira;
Coordenadora do Disque Denuncia - Márcia Guimarães;
Presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB - Gildásio Sobrinho;
Os vereadores: João Assi (João do Feijão); Bruno Soares; Israel Pereira (Miquinha); Odilon Rocha; Major da Mactra; Devanir Martins e José Francisco Amaral Pavão . 
(Rosiere Morais/Ascom/CMP)

Ativistas do Femen protestam em SP contra assassinatos de prostitutas

Protesto foi realizado no bairro da Liberdade, região central de SP.
Na terça-feira (29), homem foi preso por cinco mortes na Zona Leste.

Ativistas do grupo feminista Femen Brasil protestam no bairro da Liberdade, no centro da capital, nesta quinta-feira (31), contra os assassinatos em série ocorridos na zona leste de São Paulo. Eduardo Sebastião do Patrocínio, de 42 anos, foi detido no último dia 24, sob suspeita de ter matado pelo menos cinco mulheres. A polícia investiga um sexto caso. (Foto: Nilton Fukuda/Estadão Conteúdo) 
Integrantes do Femen levaram cartazes contra morte de 
prostitutas na Zona Leste de São Paulo. 
(Foto: Nilton Fukuda/Estadão Conteúdo)
 
Ativistas do grupo Femen Brasil protestaram no bairro da Liberdade, na região centro da capital paulista, nesta quinta-feira (31), contra os assassinatos ocorridos na zona leste de São Paulo.
A polícia prendeu, na terça-feira (29), Eduardo Sebastião do Patrocínio, de 42 anos, que confessou ter assassinado cinco mulheres que ele afirmou serem garotas de programa em São Paulo. Segundo o preso, os crimes foram cometidos "por raiva" de não ter conseguido manter relações sexuais.

Em um vídeo divulgado pela polícia, Eduardo confessa que cometeu os assassinatos entre 2010 e janeiro deste ano. A polícia chegou ao assassino investigando o caso de Senira Leite de Oliveira, de 25 anos. O corpo dela foi encontrado no começo do mês, dentro de uma mala, no Itaim Paulista, na Zona Leste.


Protesto com cartazes

Quatro ativistas participaram do protesto nesta manhã. Até por volta das 14h30, a Polícia Militar não tinha informações sobre incidentes. As mulheres do grupo pintaram os corpos e levaram cartazes com referência aos crimes.


Em um dos cartazes estava escrito: "se você broxar, não tente nos matar". De acordo com as investigações, o suspeito dos assassinatos alegou que esganou as mulheres após consumir droga e não conseguir ter ereção para relações com as vítimas.

Cartazes das ativistas do Femen faziam alusão à declarações do homem preso pelos crimes na Zona Leste (Foto: Ale Vianna/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo) 
Cartazes das ativistas do Femen faziam alusão à declarações 
do homem preso pelos crimes na Zona Leste 
(Foto: Ale Vianna/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo)

Casal mantém filho vivo bombeando saco ressuscitador 24 horas ao dia

Eles ficaram com as mãos deformadas após anos pressionando dispositivo.
"Nunca pensei em desistir", disse Fu Minzu, pai do jovem tetraplégico.

Casal mantem filho vivo bombeando saco ressuscitador (Foto: STR / AFP) 
Casal se revezava para bombear saco ressuscitador 24 
horas por dia.  (Foto: STR / AFP)
 
Após sua história ganhar a mídia e gerar polêmica na China, um casal vai finalmente receber ajuda depois de manter o filho vivo por anos bombeando um saco ressuscitador 24 horas por dia, sete dias por semana, na província de Zhejiang. Fu Xuepeng, que trabalhava como mecânico, ficou tetraplégico aos 23 anos em março de 2006, após sofrer um acidente de carro.

Desde então, sua mãe, Wang Lanqin, e pai, Fu Minzu, se revezam pressionando o dispositivo para ajudar o filho a respirar, já que o casal não pode arcar com os custos de uma internação hospitalar.

As mãos deles chegaram a ficar deformadas depois de dois anos bombeando, segundo informações da mídia estatal. O trabalho só foi aliviado depois que eles construíram um ventilador mecânico caseiro com a ajuda de parentes.

O problema é que a máquina consumia muita energia e acrescia à conta de luz cerca de 5 a 6 yuan por dia, caso permanecesse ligada 24 horas. Para minimizar os custos, o casal manteve a respiração do filho com o saco ressuscitador durante o dia e só ligava a máquina durante a noite.

Mãos do casal ficaram deformadas após dois anos bombeando saco ressuscitador (Foto: STR / AFP) 
Mãos do casal ficaram deformadas após dois anos 
bombeando saco ressuscitador (Foto: STR / AFP)
 
A história do casal acabou amplamente divulgada pela imprensa chinesa, o que provocou uma enxurrada de doações ao casal, fazendo também com que um hospital local anunciasse  ajuda.
Em entrevista ao jornal “China Daily”, o pai Fu Minzu afirmou que “nem por um segundo” pensou em desistir. "Nenhum pai desiste de seu filho, enquanto há uma pequena chance dele viver", disse o agricultor de 67 anos.

Embora o jovem esteja com os movimentos paralisados do pescoço para baixo, ele está consciente. "Muitas pessoas, incluindo funcionários do governo, ofereceram ajuda desde que um jornal publicou a nossa história. Médicos vêm realizando consultas, mas sem uma boa notícia", disse o jovem, que consegue falar com grande esforço, por um curto período de tempo.
Fu Xuepeng afirmou ainda que gostaria de passar por uma operação, mesmo que houvesse apenas 1% de chance de sucesso. "Não sei se terei uma chance nesta vida de pagar de volta aos meus pais o que eles fizeram por mim", afirmou.

Casal mantem filho vivo bombeando saco ressuscitador (Foto: STR / AFP) 
Casal mantem filho vivo bombeando saco 
ressuscitador (Foto: STR / AFP)

EDITAL DE CONVOCAÇÃO N.01/2013 Secretaria Municipal da Mulher


EDITAL DE CONVOCAÇÃO N.01/2013




A Secretaria Municipal da Mulher de Parauapebas/PA no uso de suas atribuições legais e de acordo com o dispositivo nos Artigos 5º, da Lei Municipal nº 4.413 de 17 de agosto de 2012, em vigor, e a presidente do Conselho Municipal da Mulher.


CONVOCAM


Todos os membros das Organizações da Sociedade Civil que contemplem as diversas expressões políticas, econômicas, sociais e culturais da s mulheres no âmbito do município de Parauapebas/PA, para participar de uma ASSEMBLÉIA GERAL específica para a realização da eleição das Organizações Civis que comporão o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Parauapebas, a realizar-se no dia 09 de Março de 2013, às 14 horas, no Auditório do Centro Universitário de Parauapebas – CEUP, situado à Rua A, Quadra Especial, Cidade Nova, nesta cidade, para tratar do cumprimento da seguinte pauta:

I – Apresentação dos sete Órgãos Públicos que terão representantes no Conselho Municipal dos Direito das Mulher;
II – Identificação das Organizações da Sociedade Civil presentes interessadas em concorrer a uma das vagas destinadas aos assentos no Conselho Municipal dos Direitos da Mulher;
III – Eleição de sete Organizações da Sociedade Civil que contemplam as diversas expressões políticas,econômicas,sociais e culturais das mulheres no âmbito do Município de Parauapebas/PA;
IV – Notificação de que as organizações eleitas deverão, impreterivelmente, no prazo de 5 (cinco) dias úteis indicar o nome de uma titular e um suplente para representá-las junto ao Conselho Municipal dos Direitos da Mulher.

Os representantes da Sociedade Civil Organizada interessadas em recorrer a uma das vagas destinadas aos assentos no Conselho Municipal dos Direitos da Mulher deverão comparecer na Secretaria Municipal da Mulher, situada no Bairro Beira Rio II, Morro dos Ventos, Quadra especial, situada no Centro Administrativo de Parauapebas, nos dias 14, 15, 16,18 e 19 de Fevereiro do corrente ano, das 8h às 13h, munidas de documentos que comprovem sua legitimidade e sua inscrição no CNPJ, a fim de se habilitarem ao processo eletivo a ser realizado por Assembléia Geral;



Prefeitura Municipal de Parauapebas | Assessoria de Comunicação Social
GT de Assessoria de Imprensa | imprensa@parauapebas.pa.gov.br
(94) 3356-0531 / 3346-1005 - Ramal 253 | (94) 8807-7734
www.parauapebas.pa.gov.br


 

'Foi premeditado', diz tia de jovem morta após ser queimada em Goiás

Estudante e namorado foram atacados; suspeita teria ciúmes do casal.
Com mais de 50% do corpo atingido, vítima morreu na quarta-feira (30).

 
Familiares de Mikaelly Moreira Nunes, de 23 anos, morta após ter o corpo queimado em Caldazinha, a 22 quilômetros de Goiânia, dizem que o atentado foi planejado. A suspeita do crime, uma jovem de 20 anos, teria interesse no namorado da vítima, que também foi atingido, e inveja do casal. "Ela [a suspeita] premeditou esse crime", disse a tia da garota, Fátima da Silva.

A polícia também vê indícios de premeditação no crime, que aconteceu no último sábado (26) em uma chácara da família da jovem. Mikaelly teve mais de 50% do corpo queimado, incluindo pescoço e face. A estudante não resistiu aos ferimentos e morreu na tarde de quarta-feira (30), no Hospital Geral de Goiânia (HGG).

O namorado, de 33 anos, está internado no Hospital de Queimaduras de Goiânia e o estado de saúde dele é estável.


Revoltada, a tia pede Justiça. "Ela foi lá com a intenção de matar essa menina, uma moça que só vivia sorrindo e não fazia mal nem a uma formiga", desabafa.

Cunhado de Mikaelly, Júnio Macedo Santos também acredita que a jovem tenha premeditado o ataque. Ele conta que ela chegou à chácara com uma mochila. Dentro, ela teria levado um litro de álcool, um fósforo e uma vasilha de sorvete vazia. "Ela foi até a sala e disse ao namorado da Mikaelly que ele tinha cinco minutos para tirar ela de lá. Em seguida, foi até o quarto, colocou o álcool na vasilha de sorvete e, em seguida, com o fósforo na mão, jogou o álcool e ateou fogo no casal", relatou o parente ao G1, por e-mail.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Senador Canedo, responsável pela região de Caldazinha. Em entrevista ao G1, o delegado Thiago de Castro Teixeira disse haver indícios de premeditação: "Ao que tudo indica, ela planejou esse crime em detalhes".


"Ela ligou para o namorado, filho do dono da chácara e primo da Mikaelly, perguntou quem estava no local e pediu para ele ir buscá-la", afirma Thiago. Segundo o delegado, o rapaz havia respondido que a vítima, de quem a suspeita não gostava, estava lá.

Mikaelly Moreira Nunes morre após ser queimada junto com namorado, em Caldazinha (Foto: Reproção/Facebook) 
Casal namorava há mais de uma ano, segundo a
polícia (Foto: Reproção/Facebook)
 
Segundo o delegado, baseado em relatos da família, além de chegar ao local com os objetos usados no crime, a suspeita cometeu o ataque por volta das 17h, horário em que o seu avô, dono de uma chácara ao lado, sempre vai ao local para alimentar animais. O avô teria, então, levado a jovem para Bonfinópolis, município vizinho a Caldazinha, onde ela mora.

Dono da chácara onde o crime aconteceu e tio de Mikaelly, Almir Moreira dos Santos contou, em entrevista ao G1, que ela sempre costumava passar os fins de semana no local. Muito abatido, ele diz que a suspeita, diferente do que informou a polícia, não era namorada de seu filho. "Ela se infiltrou no meio da gente para poder fazer esse crime. Espero que ela pague pelo que fez", desabafou.

O próprio Almir apagou as chamas que cobria o corpo da sobrinha. De acordo com o delegado, o namorado da vítima correu e pulou em uma represa. O casal foi levado para um hospital em Bonfinópolis e, posteriormente, transferido para Goiânia.

Por volta das 12h de quarta-feira, ela não resistiu aos ferimentos e morreu. A jovem era estudante do curso técnico em radiologia e se formaria no meio deste ano.

Ferida


Após a morte da vítima, o advogado da suspeita procurou a polícia e disse que ela também se queimou e teve de passar por cirurgia. De acordo com ele, a suspeita disse aos seus familiares que cometeu o crime para se defender.  “Ela contou que teria sido agredido por Mikaelly e revidou”, relatou o delegado.


Thiago de Castro espera ouvir a jovem para indiciá-la por homicídio e tentativa de homicídio. "O advogado falou que trará o atestado médico e, assim que ela tiver alta, vai se apresentar", adiantou.

Estresse pós-traumático tem reflexos em todo o organismo, diz especialista

Efeitos podem ser vistos em vários órgãos e levar tempo para se manifestar.
Se desânimo ultrapassar 15 dias, é indicado buscar psicólogo ou psiquiatra.


Episódios trágicos que envolvem emoções muito fortes, como o incêndio na boate Kiss de Santa Maria (RS), que deixou 235 mortos e 143 pessoas internadas, podem desencadear não apenas reações físicas imediatas, como risco de pneumonia e morte, mas também doenças psíquicas a médio e longo prazos, como depressão e estresse pós-traumático, que acabam tendo reflexo em todo o organismo.

Segundo o especialista em neurociências da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e membro da Associação Brasileira do Trauma (ABT) Carlos Alberto Franco, as pessoas que sobreviveram têm uma capacidade individual de absorção e recuperação do susto ou luto.

Homem ora durante homenagem em memorial na boate Kiss (Foto: Felipe Dana/AP) 
Forma como as pessoas lidam com perdas e luto é muito 
individual, diz especialista (Foto: Felipe Dana/AP)
 
"Os amigos e familiares também podem se culpar indevidamente por não terem salvado alguém. Mas o primeiro instinto que o cérebro tem é de sair do lugar, é instintivo. Depois que passa o perigo, de forma consciente, a pessoa quer saber onde está o outro", explica Franco.

A forma como as pessoas lidam com a perda varia com o perfil e a história de cada um, segundo o especialista. Mas o natural seria, em três meses, começar a perceber o fato como algo pertencente ao passado, embora o mal-estar ainda esteja presente. Em três a seis meses, a dor costuma se atenuar, mas pode levar até um ano para o indivíduo voltar a ter energia para desempenhar suas atividades normais.

"No caso de uma mãe que perde um filho, porém, um ano não significa nada. Pode levar até dez anos ou mais nesse processo de perda, pois fica um vazio, algo fora do lugar, e a vida perde o sentido e a referência", destaca.

Franco diz que uma tragédia como a da boate Kiss, em que há uma inversão natural do que se espera – jovens que morreram antes de seus pais –, pode causar uma falta de ligação com o mundo real e levar familiares e amigos a negar o ocorrido, entrar em depressão, ter crises de ansiedade e até pensar em morrer.

"O estresse pós-traumático pode se manifestar de várias maneiras: como batimentos cardíacos acelerados, problemas estomacais, intestinais, de pele ou em outros órgãos, febre, diminuição da capacidade de concentração e memória, choro por qualquer motivo ou impossibilidade de andar por algum local que lembre aquele acontecimento", afirma o especialista.

De acordo com ele, se dentro de 15 dias ou mais a pessoa continuar extremamente desanimada, deve procurar algum tipo de apoio, como psicólogo, psiquiatra, especialista em trauma, pelo menos para passar por uma avaliação. Quanto antes isso acontecer, melhor.

Além disso, existem "gatilhos" que podem disparar e remeter à tragédia, como fotografias, o quarto ou objetos pessoais da pessoa que morreu. Isso pode ocorrer até anos depois, e outros acontecimentos também são capazes de trazer à tona essas emoções negativas.

"Claro que de imediato é muito difícil evitar isso. Mas, com o tempo, pode funcionar mudar a casa, a posição dos móveis, os quadros. Pois cada vez que os pais entrarem no quarto do filho, vão reavivar a memória da perda, manter a memória traumática e a tendência à depressão. O ideal é que a família entenda que a lembrança de quem se foi é suficiente – não precisa manter o pijama do filho para sentir o cheiro dele", diz.

Segundo Franco, essas são as mesmas recomendações que os psiquiatras e psicólogos costumam dar para quem rompeu um relacionamento. E os sinais que aparecem após uma perda também podem ser semelhantes ao de um trauma de guerra.

"Quanto mais você é provocado no processo de sobrevivência, maior é a marca que fica", ressalta.

O especialista diz que, no caso de bombeiros, policiais, médicos e voluntários, espera-se que eles consigam manter um nível de equilíbrio que permita ser objetivo e ajudar ao mesmo tempo, sem ser frio.

Luto não é doença

O psiquiatra Daniel Barros explica que o luto não é uma doença, é um fenômeno da vida, então não tem cura nem tratamento específico.


"Não há algo que se possa fazer para não sentir aquela dor. Ter amparo, suporte, estar presente, falar, tudo ajuda. Mas tem gente que prefere não falar. O que preocupa e o que se deve estar atento é a evolução desse luto", afirma.

Isso porque, aos poucos, a perda vai sendo digerida, superada, e então a vida segue. Algumas pessoas, porém, não conseguem, travam, e a dor não passa nunca. Para os lutos patológicos, segundo o médico, é preciso medicação, tratamento e terapias específicas.

Tudo é Preconceito Agora ( Que Palhaçada )

Vídeos enviados (lista de reprodução)

Assassino de Henrica Poça é condenado a 42 Anos e 7 meses de Cadeia!!!!!


 
Assassino de Henrica Poça é condenado a 42 Anos e 7 meses de Cadeia!!!!!
* Como não temos PENA DE MORTE, este resultado foi Justo.


Na Condição de Amigo da Vítima, e de toda família e integrante da equipe de articulação antes, durante e após julgamento, quero agradecer primeiramente à Deus, e depois a todos que direta ou indiretamente deram sua colaboração moral ou financeira para esta mobilização.

Ao Ex-gestor da cidade, que através de sua esposa Srª Rosângela a época secretaria de Assistência Social deu sua importante colaboração inclusive para manutencao da Delegacia da Mulher. ( como acompanhei tudo de perto, não posso ser injusto e não mencionar esta grande colaboração da ex-gestão)

Aos Promotores de Justiça que por suas mãos passaram este caso e em especial (desculpe os demais) mas em especial à uma promotora pequena no tamanho físico,porém gigante em competência e compromisso com o trabalho, sem deixar de mencionar a atenção que tem com os que a procuram como Promotora de Justiça Dra. ANA MARIA MAGALHÃES ( Ana Maria Carvalho) MUITO OBRIGADO DE CORAÇÃO. SUA PARTICIPAÇÃO NESTE JULGAMENTO FOI NOTA 1.000 (ME CONTARAM AS PESSOAS QUE ESTIVERAM LÁ)

Drª Lucinery Helena, que não conheço pessoalmente, mas como promotora titular deste julgamento, mostrou sua experiencia em pedir a condenação de homens covardes que ceifam vidas femininas por qualquer motivo que seja. PARABÉNS PELA ATUAÇÃO, E POR PERMITIR QUE A DRª. ANA MARIA PUDESSE CONTRIBUIR PARA ESTE RESULTADO.

Ao Amigo e Prefeito de Barcarena Vilaça e a Secretária de Administração Leila Marques que atendendo nosso pedido deu todo apoio para este dia.

Dr. Flavio Bitencourt, obrigado amigo, sempre é bom ter amigos. peço que DEUS o ajude para resolver seu problema familiar que o impediu de participar deste tribunal do júri hoje, mas como soldado estava preparado para atuar e infelizmente por forças maiores não foi possível. OBRIGADO QUERO CONTAR SEMPRE COM O AMIGO!!

AGORA REPITO AQUI:

"QUE NOSSAS AUTORIDADES EVITEM QUE OUTRAS HENRICAS TENHAM O MESMO FIM... JÁ QUE ESTA PEDIU AJUDA VÁRIAS VEZES, DENUNCIOU VÁRIAS VEZES, E AS AUTORIDADES NÃO ACREDITARAM QUE AQUELE DENUNCIADO PUDESSE SER O SEU ASSASSINO"



(Carlos Baía Mendes)

Evolucao da Moeda Brasileira


1. CEDULAS DO BRASIL

2. (Padrão Real - 1833/1888) IMPÉRIO DO BRASIL


3. REPÚBLICA MIL-REIS - 1888/1942


4. O Cruzeiro foi criado dia 5 de Outubro de 1942, mas só passou a valer como unidade monetária a partir da meia-noite do dia 31 de Outubro de 1942. Ele substituiu o padrão Mil-Réis , que causava problemas por ter divisão milesimal. Outro objetivo dessa mudança foi unificar o meio circulante, já que na época existiam 56 tipos diferentes de cédulas, sendo 35 do tesouro nacional, 14 do Banco do Brasil e 7 da extinta Caixa de Estabilização. Foram usadas aproximadamente 8 notas do padrão Mil-Réis , carimbadas para o novo valor. 1$000 = Cr$ 1,00
5.
6.
7.
8. Cruzeiro Novo foi implantado no dia 13 de fevereiro de 1967. O Cruzeiro , padrão monetário desde 1942, perdia três zeros e se transformava em Cruzeiro Novo. O Cruzeiro Novo foi o único padrão monetário que não teve cédulas próprias. Banco Central reaproveitou cédulas do Cruzeiro , carimbando-as para o Cruzeiro Novo. O carimbo utilizado era formado por 2 círculos concêntricos, com o valor expresso no centro e as palavras BANCO CENTRAL e CENTAVOS ou CRUZEIROS NOVOS no espaço entre os círculos. Cr$ 1.000 = NCr$ 1,00
9.
10. O Cruzeiro substituiu o Cruzeiro Novo em 15 de Maio de 1970, sendo que um Cruzeiro valia um Cruzeiro Novo. Durou até 27 de fevereiro de 1986. NCr$ 1,00 = Cr$ 1,00 .
11.
12.
13.
14.
15. O Cruzado é proveniente do Plano Cruzado, implantado pelo governo Sarney. O Plano tinha como objetivo combater a inflação e aumentar o poder aquisitivo da população. A partir do dia 28 de Fevereiro de 1986, mil cruzeiros passaram a valer um cruzado. Para implantar o Cruzado o governo aproveitou as cédulas de 10 mil, 50 mil e 100 mil cruzeiros , carimbando-as para o novo padrão. O Carimbo era circular com as palavras "Banco Central do Brasil" e "Cruzado", com o valor no centro. Cr$ 1.000 = Cz$ 1,00
16.
17.
18.
19. Cruzado Novo entrou em circulação no dia 15 de janeiro de 1989, na segunda reforma monetária do presidente José Sarney. A nova moeda substituía o Cruzado , sendo que um Cruzado Novo valia 1000 Cruzados . Foram aproveitadas as cédulas de mil, 5 mil e 10 mil Cruzados , que receberam um carimbo para o novo padrão monetário. O carimbo adotado era um triangulo com as palavras "cruzado novo" em duas linhas próximas à base do triângulo. Cz$ 1.000,00 = NCz$ 1,00
20.
21.
22. O Cruzeiro foi reintroduzido como padrão monetário em substituição ao " Cruzado Novo ", como parte do "Plano Collor", sem ocorrer a perda de três zeros. NCz$ 1,00 = Cr$ 1,00
23.
24.
25.
26. O Cruzeiro Real foi implantado no 1 o de Agosto de 1993, substituindo o Cruzeiro , por excesso de zeros. Foram aproveitadas as notas de 50 mil, 100 mil e 500 mil Cruzeiros , devidamente carimbadas para o novo padrão. Cr$ 1.000,00 = CR$ 1,00
27.
28.
29. O Real foi lançado em 01/07/1994 pelo Plano Real no governo Itamar Franco, com o objetivo de criar uma moeda forte e acabar com a inflação. Primeiramente foi estabelecido um índice paralelo para efeito de transição, a Unidade Real de Valor (URV). A Conversão de Cruzeiros Reais para Reais foi feita mediante a divisão do valor em Cruzeiros Reais pelo valor da URV de CR$2.750,00. CR$ 2.750,00 = R$ 1,00
30.
31.
32. RESUMO 1993/1994 – CRUZEIROS REAIS R$ 1,00 = CR$ 2.750,00 1990/1993 – CRUZEIROS R$ 1,00 = Cr$ 2.750.000,00 1989/1990 – CRUZADOS NOVO R$ 1,00 = NCz$ 2.750.000,00 1986/1989 – CRUZADOS R$ 1,00 = Cz$ 2.750.000.000,00 1970/1986 – CRUZEIROS R$ 1,00 = Cr$ 2.750.000.000.000,00 1967/1970 – CRUZEIROS NOVO R$ 1,00 = NCr$ 2.750.000.000.000,00 1942/1967 – CRUZEIROS R$ 1,00 = Cr$ 2.750.000.000.000.000,00 ****/1942 – MIL-REIS R$ 1,00 = 2.750.000.000.000.000$000 


 33. PERGUNTE AO SEUS PAIS OU AO SEUS AVOS O QUE PODIA SER FEITO COM 2.750.000.000.000.000$000 PARA COMPARAR EM 1940 - 1$000 = US$ 0,06 PORTANTO R$ 1,00 = US$ 165.000.000.000.000,00

Homens que ajudam nas tarefas de casa fazem menos sexo, diz estudo

Quanto mais tempo homem dedica ao lar, menos relações tem com mulher.
Pesquisadores dos EUA e da Espanha entrevistaram 7002 pessoas.

Quanto mais tempo um homem casado dedica às tarefas domésticas, como cozinhar e lavar a louça, menos relações sexuais tem com sua mulher, segundo um estudo divulgado na edição de fevereiro da revista "American Sociological Review".

O contrário ocorre quando o marido se dedica ao jardim ou ao seu carro, segundo as conclusões dos pesquisadores do Instituto Juan March de Madri, na Espanha, e da Universidade de Washington, nos EUA.

Homem que ajuda nas tarefas domésticas faz menos sexo, diz estudo (Foto: Philip Lee Harvey/Cultura Creative/Arquivo AFP) 
Homem que ajuda nas tarefas de casa faz menos sexo 
(Foto: Philip Lee Harvey/Cultura Creative/Arquivo AFP)
 
Os autores se basearam nas respostas de 7002 entrevistados e buscaram destacar "a importância dos papéis tradicionalmente concedidos a cada um dos sexos" e sua influência na frequência das relações sexuais em um casamento heterossexual.

"Existe um tipo de cenário sexual bem definido para cada gênero, no qual a gestão segundo esse gênero é importante para o desenvolvimento do desejo sexual", afirma Sabino Kornrich, pesquisador do Instituto Juan March, que fez o estudo ao lado das sociólogas americanas Julie Brines e Katrina Leupp.

Mas as conclusões da pesquisa, segundo os cientistas, não deve levar os homens a deixar de ajudar na manutenção do lar.

"Recusar-se a participar das tarefas domésticas provoca conflitos no casal e insatisfação das esposas", diz Kornrich.

Polícia começa a entregar pertences de vítimas da tragédia a familiares

Incêndio em boate matou 235 pessoas em Santa Maria no domingo.
Pertences começaram a ser entregues aos familiares nesta quarta.

Polícia Civil começa a entregar pertences de vítimas da tragédia de Santa Maria (Foto: Tahiane Stochero/G1) 
Polícia Civil começa a entregar pertences de vítimas da 
tragédia de Santa Maria (Foto: Tahiane Stochero/G1)
 
Familiares das vítimas do incêndio na boate Kiss começaram a retirar na 1ª Delegacia de Polícia de Santa Maria nesta quarta-feira (29) os pertences deixados na casa noturna na noite da tragédia que matou 235 pessoas no último domingo (27). Pela manhã, policiais catalogaram o material, que foi identificado por nomes.

Segundo o delegado Sandro Meinerz, que participa da investigação, somente será entregue o que estava dentro de bolsas e o que pode ser identificado pelos policiais. Celulares que ficaram jogados no local não serão entregues. A Polícia Civil solicitou perícia da Polícia Federal nos aparelhos, já que os aparelhos podem reunir fotos ou vídeos do show da banda Gurizada Fandangueira que ajudariam a polícia a esclarecer como a boate pegou fogo.


Adherbal Alves Ferreira, pai de vítima do incêndio em Santa Maria (Foto: Tahiane Stochero/G1) 
Adherbal Alves Ferreira, pai de vítima do incêndio
em Santa Maria (Foto: Tahiane Stochero/G1)
 
Um dos que procuraram a câmera fotográfica da filha foi o empresário Adherbal Alves Ferreira, que perdeu Jennifer, de 22 anos. Ele veio acompanhado do filho, Jonhatan, que não estava na boate na noite e reconheceu o corpo da irmã. Ele estava sob efeito de medicação, mas mesmo assim, chorava e se emocionava ao lembrar da filha.

"Ela era apaixonada por animais. Uma menina doce, meiga, com um futuro pela frente. Inteligente, me ajudava na empresa. Ela que mandava em todos nós", diz ao G1 Ferreira. Jennefer estudava psicologia.


O celular da vítima foi encontrado pelos familiares ainda na madrugada da tragédia. No aparelho, havia uma mensagem da jovem para uma amiga por volta da 1h50 da manhã, avisando que ela estava em uma parte da boate e que precisava encontrar a amiga. O pai acredita que a mensagem tenha sido enviada momentos antes do incêndio.

Ferreira saiu do local sem a câmera, que será periciada pela PF antes de ser entregue aos familiares. O pai de uma garota, emocionado, chegou a gritar na delegacia, alegando que precisava ao menos ver o celular da filha e de etiquetar. Os delegados negaram acesso ao material, pois estava solto
.

Polícia Civil começa a entregar pertences de vítimas da tragédia de Santa Maria (Foto: Tahiane Stochero/G1) 
Itens foram catalogados pela polícia
(Foto: Tahiane Stochero/G1)
 
"Eu entendo a sua dor, mas o senhor quer que o caso seja esclarecido? Precisamos da máquina, tenha certeza de que tudo será devolvido aos familiares, garantimos isso", afirmou ao pai o delegado regional Marcelo Arigony, ao ver o pai desesperado. Em alguns casos, a polícia irá reter o material e só entregar na próxima semana, informaram policiais civis.

Elize responde perguntas de juiz sobre assassinato de Matsunaga

Assessoria do TJ diz que ré não respondeu questionamentos de promotor.
Nathalia Vila Real, amante do empresário, também foi ouvida nesta quarta.


A bacharel em direito Elize Matsunaga foi ouvida na tarde desta quarta-feira (30) pela Justiça no processo que responde pela morte do marido, o empresário Marcos Matsunaga, executivo da Yoki.
Segundo a assessoria do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), Elize respondeu apenas a perguntas feitas pelo juiz Adilson Paukoski Simoni e chorou em alguns momentos. O interrogatório terminou depois das 16h e durou duas horas e vinte minutos.

Elize optou por se manter em silêncio quando foi questionada pelo promotor José Carlos Cosenzo e também pelo advogado assistente de acusação. O defensor de Elize, Luciano Santoro, não fez perguntas.

A ré confessa está presa preventivamente no presídio de Tremembé, no interior de São Paulo. O crime foi cometido em 19 de maio de 2012 no apartamento onde o casal morava com a filha de um ano, na Zona Oeste da capital paulista.


Nathalia chegou para depor nesta quarta e não quis falar com a imprensa (Foto: Diogo Moreira/ Frame/ Estadão Conteúdo) 
Depoimento de Nathalia durou duas horas. Ela não
falou com a imprensa que aguardava no Fórum
(Foto: Diogo Moreira/ Frame/ Estadão Conteúdo)
 
Também nesta quarta-feira foi tomado o depoimento de Nathalia Vila Real Lima, amante de Marcos. Realizado no período da manhã, o interrogatório foi marcado pela divergência entre os advogados sobre a profissão da testemunha.

Anúncio em site

Os defensores de Elize afirmam que Nathalia trabalhava como garota de programa. Eles apresentaram fotos da amante de Marcos em um site de acompanhantes.


O advogado Roberto Parentoni, que representa Nathalia, diz que ela é modelo, não trabalhou como prostituta e tinha um relacionamento amoroso com o executivo da Yoki. Em seu primeiro depoimento, em junho de 2012, Nathalia chegou a afirmar para a Polícia Civil que trabalhava como acompanhante de executivos e que conheceu Marcos na internet. Depois, retificou a declaração.

Nathalia foi questionada pelo advogado de Elize, Luciano Santoro, sobre as supostas contradições em suas declarações. Santoro usou a reprodução do que ele afirma ser o anúncio de Nathalia no site MClass. Na época, ela utilizava o apelido "Lara", segundo o defensor.


Arte caso Elize Matsunaga (Foto: Arte G1)

Após a audiência, o advogado de Nathalia rebateu afirmando que a modelo chorou ao ser confrontada com o anúncio. "Ela chorou bastante, não só por relembrar tudo que ela passou, mas também pela forma que ela foi tratada pela defesa", disse.

Segundo ele, as fotos foram publicadas no site sem autorização. Ele disse ainda que, durante o interrogatório, a defesa tentou desqualificar sua cliente.

"A tentativa de prova foram fotos desse site (MClass), só que antes de apresentarem as fotos, nós já havíamos notificado o site para tirar", disse. "Elas foram colocadas sem a autorização da Nathalia", disse Roberto Parentoni. O advogado nega que ela tenha trabalhado como prostituta.

Para Parentoni, a defesa "deu um tiro no pé" ao tentar provar que Nathalia atuava como prostituta. "Em 22 anos de profissão, eu nunca vi isso", disse. "Infelizmente a gente  vê que a mulher às vezes é malvista, mal-interpretada por situações. Se é machismo, eu não sei", disse.

Em seu depoimento, de acordo com Parentoni, Nathalia confirmou que  estava com Marcos no dia anterior ao crime. Ela negou ter sido presenteada por Marcos com um carro e que somente recebeu apoio para blindar o veículo.

Para o advogado Luiz Flávio Borges D'Urso, contratado pela família de Marcos, o depoimento de Nathalia foi importante para comprovar que empresário era um homem "extremamente afável, incapaz de encostar a mão em uma mulher".

Avaliações dos depoimentos


Ainda para D'Urso, que também acompanhou o depoimento de Elize, o crime foi premeditado. "Estou convencido que o crime foi premeditado, triplamente qualificado. Acho que as provas são suficientes para levá-la ao júri popular", disse.


O defensor de Elize, Luciano Santoro, disse que a acusada não respondeu às perguntas para não comprovar uma tese que não é verdadeira.

"Desde o primeiro dia a acusação formou uma tese de que o crime foi premeditado, que ela teria praticado o crime com crueldade. Isso não ocorreu", disse Santoro.

Ainda segundo Santoro, sua estratégia durante o depoimento de Nathalia foi tentar provar que ela era amante e teve um relacionamento com Marcos por durante três meses. Para ele, esse foi o período da crise conjugal que levou à reação passional de Elize durante uma discussão e ameaça. "Elize não matou por ciúmes, mas porque não aguentou o momento de pressão", disse.
Ele explicou que Elize chorou no depoimento nesta tarde ao responder sobre seu relacionamento com o empresário e depois ao falar de sua filha.

Assim como já havia dito pela manhã, o  promotor José Carlos Cosenzo reafirmou que Elize não teria conseguido fazer o esquartejamento sozinha e que o crime foi premeditado.
"Após a exumação, encerra-se o período de instrução do processo. Se a defesa não recorrer, o júri pode ser marcado ainda este ano", disse o promotor. Ainda não foi marcada data pela Justiça para a exumação do corpo.

Audiência de instrução

A etapa do processo realizada nesta quarta, chamada de audiência de instrução, servirá para o magistrado determinar nos próximos dias se há indícios suficientes para a acusada ser submetida a julgamento popular pelo crime.


Para a promotoria, Elize tem de ser condenada a 30 anos de prisão por homicídio triplamente qualificado – motivo torpe (vingança movida por dinheiro), utilização de recurso que impossibilitou a defesa da vítima e meio cruel (esquartejamento).

Marcos tinha 41 anos quando foi morto. A filha do casal ainda não viu Elize desde que ela foi presa. Apesar de não ter perdido a guarda da criança, não pode ver a menina na cadeia. A Justiça concedeu aos avós paternos a guarda provisória.

Vendedor diz que banda comprou fogos impróprios para usar em boate

Reportagem do Jornal Nacional foi até loja onde sinalizador foi comprado.
Comerciante disse que produtor de banda comprou mais barato por opção.


O vendedor da loja que vendeu fogos de artifício à banda Gurizada Fandangueira, usados no dia do incêndio que deixou 235 mortos na boate Kiss, em Santa Maria (RS), afirmou que o produtor da banda optou por um tipo de fogos proibido para locais fechados, por serem mais baratos.

Segundo reportagem do Jornal Nacional, o funcionário afirma ter alertado ao produtor que não deveria usar os fogos. “Ele sempre levava só o sputnik. Nesse dia, ele decidiu levar chuva de prata para testar”, contou o vendedor. (Assista no vídeo ao lado)

O vendedor diz que estava na loja no dia em que o produtor foi comprar o material para ser usado na Kiss, no dia 25 de janeiro. “Várias vezes a gente dizia para ele, ‘bah, tu tá usando na parte interna’. Ele dizia: ‘mas eu sei como eu tô usando, tô usando com segurança, eu tenho o curso’. Disso de ele ter o curso é pior ainda. Se tem o curso, ele sabia que não podia usar, né?”
Questionado sobre se ofereceu fogos apropriados, o vendedor diz: “Sim. Esse custa R$ 75. Ofereceu um preço a R$ 50. Mais barato. Ele não quis porque era muito caro.”

Nesta terça (29), o delegado regional de Santa Maria, Marcelo Arigony, afirmou que a banda utilizou um sinalizador mais barato, próprio para ambientes abertos.
"Eles compraram um sinalizador de pirotecnia mais barato, que sabiam que era exclusivamente para ambientes abertos, porque falaram que era mais barato. 

O sinalizador para ambiente aberto custava R$ 2,50 a unidade e, para ambiente fechado, R$ 70. Eles sabiam disso, usaram este modelo para economizar. Usaram o equipamento para ambiente aberto porque era mais barato”, disse o delegado.

Marcelo Santos, que é vocalista da banda Gurizada Fandangueira, admitiu à polícia que segurou um sinalizador aceso durante o show na boate Kiss. O músico negou, no entanto, que as faíscas do artefato tenham provocado o incêndio e disse que já havia manipulado esse tipo de sinalizador por diversas vezes em outras apresentações.

Entenda

O incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, região central do Rio Grande do Sul, deixou 235 mortos na madrugada do último domingo (27). O fogo teve início durante a apresentação da banda Gurizada Fandangueira, que fez uso de artefatos pirotécnicos no palco. De acordo com relatos de sobreviventes e testemunhas, e das informações divulgadas até o momento por investigadores, é possível afirmar que:

- O vocalista  segurou um artefato pirotécnico aceso.
- Era comum a utilização de fogos pelo grupo.
- A banda comprou um sinalizador proibido.
- O extintor de incêndio não funcionou.
- Havia mais público do que a capacidade.
- A boate tinha apenas um acesso para a rua.
- O alvará fornecido pelos Bombeiros estava vencido.
- Mais de 180 corpos foram retirados dos banheiros.
-  90% das vítimas tiveram asfixia mecânica.
- Equipamentos de gravação estavam no conserto.

(Veja o que já se sabe e as perguntas a responder)

Prisões

Quatro pessoas foram presas na segunda por conta do incêndio: o dono da boate, Elissandro Calegaro Spohr; o sócio, Mauro Hofffmann; o vocalista da banda Gurizada Fandangueira, Marcelo Santos; e um funcionário do grupo, Luciano Augusto Bonilha Leão, responsável pela segurança e outros serviços.


Investigação

O delegado Marcos Vianna, responsável pelo inquérito do incêndio na boate Kiss, disse ao G1 na terça-feira (29) que uma soma de quatro fatores contribuiu para a tragédia ter acabado com tantos mortos: 1) o fato de a boate ter só uma saída e a porta ser de tamanho reduzido; 2) o uso de um artefato sinalizador em um local fechado; 3) o excesso de pessoas no local; e 4) a espuma usada no revestimento, que pode não ter sido a mais indicada e ter influenciado na formação de gás tóxico.


O delegado regional de Santa Maria, Marcelo Arigony, afirmou também na terça que a Polícia Civil tem "diversos indicativos" de que a boate estava irregular e não podia estar funcionando. "Se a boate estivesse regular, não teria havido quase 240 mortes", disse em entrevista. "Mas isso ainda é preliminar e precisa ser corroborado pelos depoimentos das testemunhas e os laudos periciais", completou.

Arigony disse ainda que a banda Gurizada Fandangueira utilizou um sinalizador mais barato, próprio para ambientes abertos e que não deveria ser usado durante show em local fechado. "O sinalizador para ambiente aberto custava R$ 2,50 a unidade e, para ambiente fechado, R$ 70. Eles sabiam disso, usaram este modelo para economizar. Usaram o equipamento para ambiente aberto porque era mais barato”, disse o delegado.

O vocalista da banda Gurizada Fandangueira, Marcelo Santos, admitiu em seu depoimento à Polícia Civil que segurou um sinalizador aceso durante o show, de acordo com o promotor criminal Joel Oliveira Dutra. O músico disse, no entanto, que não acredita que as faíscas do artefato tenham provocado o incêndio. Ele afirmou que já havia manipulado esse tipo de artefato por diversas vezes em outras apresentações.

Responsabilidades

A boate Kiss desrespeitou pelo menos dois artigos de leis estadual e municipal no que diz respeito ao plano de prevenção contra incêndio. Tanto a legislação do Rio Grande do Sul quanto a de Santa Maria listam exigências não cumpridas pela casa noturna, como a instalação de uma segunda porta, de emergência. A boate situada na Rua dos Andradas tinha apenas uma, por onde o público entrava e saía. Outra medida que não foi cumprida na estrutura da boate diz respeito ao tipo de revestimento utilizado como isolamento acústico.

A Brigada Militar informou nesta quarta que a boate não estava em desacordo com normas de prevenção contra incêndios em relação ao número de saídas. Segundo interpretação da lei, o local atendia as normas ao possuir duas saídas no salão principal. Mas as portas, no entanto, não davam para a rua, e sim para um hall. Este sim dava para a rua através de uma só porta. "Foi um ato possível que o engenheiro conseguiu colocar", disse o tenente coronel Adriano Krukoski, comandante do Corpo de Bombeiros de Porto Alegre.

Jader Marques, advogado de Elissandro Spohr, um dos sócios da boate, disse que a casa noturna estava em "plenas condições" de receber a festa. Ele falou sobre documentação da casa, segurança, lotação, e disse que a banda Gurizada Fandangueira não avisou que usaria sinalizadores naquela noite. O advogado ainda afirmou que o Ministério Público vistoriou o local "diversas vezes".

A Prefeitura de Santa Maria se eximiu de responsabilidade pelo incêndio e entregou alvará para a polícia que mostra data de validade de inspeção para prevenção de incêndio, feita pelo Corpo de Bombeiros. A prefeitura afirma que a sua responsabilidade era apenas sobre o alvará de localização, que é válido com a vistoria do ano corrente. O documento informa que a vistoria foi feita em 19 de abril de 2012.

O chefe do Estado Maior do 4º Comando Regional do Corpo de Bombeiros, major Gerson Pereira, disse na quarta que a casa noturna tinha todas as exigências estabelecidas pela lei vigente no Brasil. "Quem falhou, que assuma a sua responsabilidade. Nós fizemos tudo o que estava ao nosso alcance e não vou entrar em jogo de empurra-empurra", afirmou.
O Ministério Público do Rio Grande do Sul abriu um inquérito civil na terça para investigar a possibilidade de improbidade administrativa por parte de integrantes da Prefeitura de Santa Maria, do Corpo de Bombeiros e de outros órgãos públicos por terem permitido que a boate Kiss continuasse funcionando mesmo com as licenças de operação e sanitária vencidas.


Infográfico: tragédia de Santa Maria - 29/01 (Foto: Editoria de Arte/G1)
 

Obama alcança maior popularidade desde 2009, diz pesquisa

Seis em cada 10 americanos têm opinião favorável de seu presidente.
Em novembro de 2009, sua popularidade era de 79%.


O nível de popularidade de Barack Obama atingiu 60%, algo que o presidente dos Estados Unidos não alcançava desde o seu primeiro ano no poder, em 2009, de acordo com uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (30), 10 dias após o início do segundo mandato do chefe estado.

Seis em cada 10 americanos dizem que têm uma opinião favorável de seu presidente, contra 37% que dizem o contrário, segundo a pesquisa realizada pela rede de televisão "ABC".

O presidente dos EUA, Barack Obama, discursa sobre reforma migratória nesta terça-feira (29) em Las Vegas (Foto: AP) 
O presidente dos EUA, Barack Obama, discursa sobre 
reforma migratória nesta terça-feira 
(29) em Las Vegas (Foto: AP)

Apenas em novembro de 2009 Obama registrou um nível similar de popularidade, que chegou ao seu máximo (79% de opiniões favoráveis) alguns dias antes de tomar posse, em janeiro de 2009.

A "ABC" observa que Obama possui uma popularidade inferior a de outros dois presidentes em seu início de mandato: Ronald Reagan, que em janeiro de 1985 atingiu 72%, e Bill Clinton, que no mesmo mês em 1997 registrou 65% dos pareceres favoráveis . Já George W. Bush teve menos apoio do que Obama no início de seu segundo mandato: um apoio de 55% em janeiro de 2005.

Além disso, 51% dos entrevistados disseram aprovar o discurso de posse de Obama, proferido em 21 de janeiro para um milhão de pessoas em Washington, enquanto 24% desaprovaram e 25% não opinaram.

Grupo limpa espelho d'água do Congresso em protesto contra Renan

Ato questionou candidatura de Renan Calheiros à presidência do Senado.
Senador foi denunciado pela Procuradoria por suposto uso de notas frias.

Manifestantes fizeram uma limpeza na mureta do espelho d'água do Congresso Nacional, em Brasília, na tarde desta quarta-feira (30). Eles protestaram contra a candidatura do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) à presidência do Senado. Renan foi denunciado na semana passada pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, pelo suposto uso de notas fiscais frias, mas nega irregularidades.

Manifestantes fizeram uma limpeza na mureta do espelho d'água do Congresso Nacional, em Brasília, na tarde desta quarta-feira (30). Eles protestaram contra a candidatura do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) à presidência do Senado. (Foto: Pedro Ladeira/AFP) 
Manifestantes fizeram uma limpeza na mureta do espelho d'água do Congresso Nacional, em Brasília, na tarde desta quarta-feira (30). Eles protestaram contra a candidatura do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) à presidência do Senado. (Foto: Pedro Ladeira/AFP)
Cerca de 20 pessoas levaram baldes, vassouras e sabão para limpar a rampa do prédio, mas foram barradas pela Polícia do Senado. De acordo com a assessoria de imprensa do Senado, a entrada dos manifestantes foi barrada com base em norma que autoriza o impedimento de acesso ao prédio para assegurar a manutenção da ordem.

Grupo protesta em frente ao Congresso contra candidatura de Renan Calheiros à presidência do Senado (Foto: Felipe Néri / G1) 
Grupo protesta em frente ao Congresso contra 
candidatura de Renan Calheiros à 
presidência do Senado (Foto: Felipe Néri / G1)
A manifestação foi organizada pela internet por duas entidades do Rio de Janeiro e uma de Brasília. De acordo com o presidente da organização Rio de Paz, Antônio Carlos Costa, um documento que questiona uma possível vitória de Calheiros para a presidência do Senado contou com o apoio de 100 mil internautas.

"Nós esperamos que os senadores não tomem a decisão de conduzir Renan Calheiros à presidência. [...] Queremos um presidente ficha limpa", disse Costa. Mais cedo, os manifestantes haviam fincado vassouras verdes e amarelas no gramado da Esplanada dos Ministérios.

Vassouras fincadas em frente ao Congresso Nacional em protesto à candidatura de Renan Calheiros para a presidência do Senado (Foto: Felipe Néri / G1) 
Vassouras montam uma cruz em frente ao 
Congresso Nacional em protesto à candidatura de 
Renan Calheiros para a presidência do Senado 
(Foto: Felipe Néri / G1)

Após a denúncia da Procuradoria, o Supremo terá de decidir se aceita ou não a acusação. Se aceitar, Renan vai virar réu em processo criminal.

O senador é investigado em inquérito no STF pelo suposto uso de notas fiscais frias para justificar, em 2007, que tinha renda para pagar a pensão de uma filha.

Renan Calheiros apresentou as notas, referentes a suposta venda de bois, para se defender da suspeita de que a pensão era paga por um lobista de uma empreiteira. O escândalo levou à renúncia do peemedebista do comando do Senado em 2007.

Manifestantes limpam beira do espelho d´água após serem barrados de subir na rampa pela Polícia do Senado (Foto: Felipe Néri / G1) 
Manifestantes limpam beira do espelho d´água após serem 
barrados de subir na rampa pela Polícia do Senado 
(Foto: Felipe Néri / G1)