Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

quinta-feira, fevereiro 28, 2013

A Vale aprova e conclui contratos para vender parte dos fluxos de ouro produzido como subproduto


 
A Vale informa que após a aprovação do Conselho de Administração, concluímos os contratos definitivos com a Silver Wheaton Corp. (SLW), empresa canadense com ações negociadas na Toronto Stock Exchange e New York Stock Exchange, para vender 25% dos fluxos de ouro pagável produzido como subproduto da mina de cobre do Salobo durante a vida da mina e 70% dos fluxos de ouro pagável produzido como subproduto de certas minas de níquel de Sudbury por 20 anos.

O pagamento inicial de US$ 1,9 bilhão será recebido dentro dos próximos 10 dias úteis. 

Além do pagamento inicial em dinheiro, a Vale receberá 10 milhões de warrants da SLW com preço de exercício de US$ 65 e prazo de 10 anos. 

Adicionalmente, a Vale receberá pagamentos em dinheiro no futuro por cada onça (oz) de ouro entregue a SLW conforme o acordo, ao menor valor entre US$ 400 por onça (mais um ajuste anual para a inflação de 1% a partir de 2016 no caso do Salobo) e o preço de mercado.

Conforme explicado anteriormente, a transação libera considerável valor contido em nossos ativos de metais básicos de classe mundial, na medida em que atribui ao ouro pagável produzido como subproduto do Salobo o valor de US$ 5,32 bilhões, além dos pagamentos de US$ 400 por onça de ouro entregue, dado que não haverá custos adicionais para a extração do ouro contido no concentrado de cobre produzido pelo Salobo. 

A execução do nosso plano estratégico reforça nossa confiança no elevado potencial de nossos ativos de metais básicos de classe mundial criar valor significativo ao acionista através dos ciclos.
 
Mônica Ferreira
Gerente Geral de Relacionamento com a Imprensa
Tel: 55 21 3814-4360
http://saladeimprensa.vale.com

  www.facebook.com/valenobrasil
  www.twitter.com/valenobrasil
  www.youtube.com/vale

Aberta inscrições para a III Olimpíada da Mulher



 




 https://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/u/0/?ui=2&ik=9ad2b28fc2&view=att&th=13d22470ccbce8fc&attid=0.1&disp=inline&realattid=f_hdqb4bv31&safe=1&zw&saduie=AG9B_P8OUc_GsgW1gOFg7Nf_wanD&sadet=1362098648154&sads=XBB_XGppTHDSnnihYHhuGTZlSlc

Teve início nesta quinta-feira (28) as inscrições de equipes para os jogos da III Olimpíada da Mulher de Parauapebas. Nesta edição dos jogos poderão participar membros da sociedade em geral para competir em uma das quatro modalidades a ser disputadas: futsal, Voleibol, Handebol e Queimada.

Para confirmar a participação, as equipes deverão comparecer na sede da Secretaria Municipal da Mulher, no 2º piso do prédio da prefeitura com documentos de identificação, comprovante de residência e uma foto 3x4 de cada membro de equipe. O prazo final para efetuar a inscrição será até dia 5 de março às 14h.

A olimpíada faz parte das atividades do XXIII Encontro da Mulher de Parauapebas que terá a abertura oficial no dia 8 de março, às 18h, ao lado da nova câmara municipal. Palestras, campanhas, marcha das mulheres e shows também fazem parte do evento que se estenderá por uma semana.

Prefeitura Municipal de Parauapebas | Assessoria de Comunicação Social
Núcleo de Imprensa | imprensa@parauapebas.pa.gov.br
(94) 3356-0531 / 3346-1005 - Ramal 253 | (94) 8807-7734
www.parauapebas.pa.gov.br

Secretária de Assistência Social apresenta ao prefeito projetos de melhorias à população



https://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/u/0/?ui=2&ik=9ad2b28fc2&view=att&th=13d223f5bff9de3f&attid=0.2&disp=inline&realattid=f_hdqatogn2&safe=1&zw&saduie=AG9B_P8OUc_GsgW1gOFg7Nf_wanD&sadet=1362098105778&sads=fWxSpH8VlCQTBwaeucAmymAbCok
 https://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/u/0/?ui=2&ik=9ad2b28fc2&view=att&th=13d223f5bff9de3f&attid=0.1&disp=inline&realattid=f_hdqashpa2&safe=1&zw&saduie=AG9B_P8OUc_GsgW1gOFg7Nf_wanD&sadet=1362098114038&sads=yHpCU0VEVYNDpQcu1mgk144u19s


A secretária municipal de Assistência Social, Leudicy Leão, seu adjunto Josenilson Gomes e a equipe de gestão do Sistema Único de Assistência Social (Suas) estiveram em reunião no gabinete do prefeito Valmir Mariano, na manhã desta quarta-feira (27), para apresentar os trabalhos que vêm sendo realizados pela secretaria e mostrar o planejamento das atividades a serem desenvolvidas.



A equipe do Suas estava composta pela coordenadora de Proteção Social Básica, Suely Guilherme; da coordenadora de Proteção Social Especial, Cristiane Rezende; da coordenadora de Vigilância Socioassistencial, Lívia Almeida; da coordenadora de gestão do Trabalho e Educação Permanente Monick Veloso; e da coordenadora de Planejamento e Orçamento, Renata Almeida. 

Cada coordenadora teve a oportunidade de demonstrar como funciona seu departamento e sua importância, e de que maneira ele contribui para a população.



Foi demonstrada na reunião a importância de buscar e conhecer o cotidiano da vida das famílias, a partir das condições concretas do lugar onde elas vivem e não só as médias estatísticas ou números gerais, responsabilizando-se pela identificação dos “territórios de incidência” de riscos no âmbito do município, do estado e do país, para que a Assistência Social desenvolva política de prevenção e monitoramento de riscos.



O desenvolvimento de serviços, programas e projetos locais de acolhimento, convivência e socialização de famílias e de indivíduos, conforme identificação de vulnerabilidade apresentada, foi considerado como fator importante. 

Destacou-se também a realização de prevenção de situações de risco por meio do desenvolvimento de potencialidades e aquisições, e o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários.



Foram apresentados propostas para a melhoria da qualidade de vida da  população que vive em situação de fragilidade decorrente da pobreza, ausência de renda, acesso precário ou nulo aos serviços públicos ou fragilização de vínculos afetivos (discriminações etárias, étnicas, de gênero ou por deficiências, dentre outras), acolhendo estas famílias e indivíduos, desenvolvendo a eles serviços, programas e projetos locais de acolhimento, convivência e socialização. 

Esses serviços e programas deverão incluir as pessoas com deficiência e ser organizados em rede, de modo a inseri-las nas diversas ações ofertadas.



Ao final, o prefeito Valmir Mariano mostrou-se muito satisfeito com o que foi apresentado e prometeu estar lado a lado com a equipe, para garantir que cada programa exerça sua função, de maneira que possa garantir à população de Parauapebas uma qualidade de vida melhor.




Prefeitura Municipal de Parauapebas | Assessoria de Comunicação Social
Núcleo de Imprensa | imprensa@parauapebas.pa.gov.br
(94) 3356-0531 / 3346-1005 - Ramal 253 | (94) 8807-7734
www.parauapebas.pa.gov.br

Limpeza dá cara nova às paradas de vans







https://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/u/0/?ui=2&ik=9ad2b28fc2&view=att&th=13d223cc3753b0e8&attid=0.8&disp=inline&realattid=f_hdqap0d38&safe=1&zw&saduie=AG9B_P8OUc_GsgW1gOFg7Nf_wanD&sadet=1362097697169&sads=5bvyL6QhsiKXDe4rewWbO2L71jE
https://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/u/0/?ui=2&ik=9ad2b28fc2&view=att&th=13d223cc3753b0e8&attid=0.7&disp=inline&realattid=f_hdqap0co7&safe=1&zw&saduie=AG9B_P8OUc_GsgW1gOFg7Nf_wanD&sadet=1362097673897&sads=iJ1nuus0BceTlVkCwlhEZzfGGRQ
https://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/u/0/?ui=2&ik=9ad2b28fc2&view=att&th=13d223cc3753b0e8&attid=0.6&disp=inline&realattid=f_hdqap0co6&safe=1&zw&saduie=AG9B_P8OUc_GsgW1gOFg7Nf_wanD&sadet=1362097662188&sads=_SdxdkuNIWj6fAwjVbC7LM_iRwY
https://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/u/0/?ui=2&ik=9ad2b28fc2&view=att&th=13d223cc3753b0e8&attid=0.8&disp=inline&realattid=f_hdqap0d38&safe=1&zw&saduie=AG9B_P8OUc_GsgW1gOFg7Nf_wanD&sadet=1362097697169&sads=5bvyL6QhsiKXDe4rewWbO2L71jE
https://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/u/0/?ui=2&ik=9ad2b28fc2&view=att&th=13d223cc3753b0e8&attid=0.5&disp=inline&realattid=f_hdqap0co5&safe=1&zw&saduie=AG9B_P8OUc_GsgW1gOFg7Nf_wanD&sadet=1362097479394&sads=yTPMMZzDaNDIETqhVjgAtlvpRXc
https://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/u/0/?ui=2&ik=9ad2b28fc2&view=att&th=13d223cc3753b0e8&attid=0.4&disp=inline&realattid=f_hdqap0co4&safe=1&zw&saduie=AG9B_P8OUc_GsgW1gOFg7Nf_wanD&sadet=1362097470637&sads=7GUZ_vItFjXcbQK9poFbU5tBmck
https://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/u/0/?ui=2&ik=9ad2b28fc2&view=att&th=13d223cc3753b0e8&attid=0.3&disp=inline&realattid=f_hdqap0co3&safe=1&zw&saduie=AG9B_P8OUc_GsgW1gOFg7Nf_wanD&sadet=1362097461128&sads=jJYh1oBmLTBJBa2S5Dxy9WZo6XU
https://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/u/0/?ui=2&ik=9ad2b28fc2&view=att&th=13d223cc3753b0e8&attid=0.2&disp=inline&realattid=f_hdqap0co2&safe=1&zw&saduie=AG9B_P8OUc_GsgW1gOFg7Nf_wanD&sadet=1362097444994&sads=brjvtuXZY6SyhqWrehTbCDp4VJE
https://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/u/0/?ui=2&ik=9ad2b28fc2&view=att&th=13d223cc3753b0e8&attid=0.1&disp=inline&realattid=f_hdqap0c81&safe=1&zw&saduie=AG9B_P8OUc_GsgW1gOFg7Nf_wanD&sadet=1362097429442&sads=NZflDxiFB7ZqzfYu_LiG465Bt60

Anúncios, panfletos, cartazes e qualquer outro material que polua visualmente as paradas de vans estão sendo retirados pela equipe da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semurb), em cumprimento ao Código de Posturas do Município.

As retiradas dos materiais são acompanhadas de limpeza das cabines. De acordo com a Semurb, todos os 126 pontos de paradas de vans e de ônibus receberão esse tratamento.

O secretário da Semurb, Augusto Neto, enfatiza que é proibida a colocação de quaisquer tipos de anúncios nos pontos de paradas de vans e que os responsáveis serão identificados e autuados, para cumprimento do Código de Posturas. O secretário reforça ainda que a colaboração de cada cidadão é de extrema importância, para que seja mantida a ordem na cidade.

De acordo com o artigo 53 do Código de Posturas do Município, “a exploração dos meios de publicidade nas vias e logradouros públicos, bem como nos lugares de uso coletivo, depende de licença da prefeitura e sujeita o responsável ao pagamento da taxa respectiva”.

Prefeitura Municipal de Parauapebas | Assessoria de Comunicação Social
Núcleo de Imprensa | imprensa@parauapebas.pa.gov.br
(94) 3356-0531 / 3346-1005 - Ramal 253 | (94) 8807-7734
www.parauapebas.pa.gov.b

Funcionária do governo americano morta em hotel passava férias no Rio

Victoria Ticaciuv, de 38 anos, estava na cidade desde o dia 15 de fevereiro.
Suspeito do crime foi preso na Via Dutra, na madrugada desta quinta (28).

Renata Soares Do G1 Rio



349 comentários

A americana Victoria Ticaciuv, de 38 anos, que teria sido morta pelo carioca Alessandro Rufino Oliveira Carvalho, de 42 anos, estava de férias no Rio de Janeiro desde o dia 15 de fevereiro. 

A informação foi confirmada ao G1 pelo delegado Rivaldo Barbosa, da Divisão de Homicídios (DH), que investiga o caso.

O G1 teve acesso a imagens do circuito interno de câmeras do hotel. A gravação ao lado exibe a entrada do suspeito e da americana entrando no local juntos e depois a saída dele sozinho.


O crime ocorreu no dia 20 de fevereiro, no Hotel Casa Blanca, na Rua do Lavradio, na Lapa. Victoria era funcionária do governo americano e chegou à cidade no dia 15 deste mês. Ela estava hospedada em um hotel em Copacabana, na Zona Sul. À polícia, o suspeito disse que conheceu a estrangeira em uma feira e negou ter cometido o assassinato.

"Funcionários do hotel em Copacabana, onde Victoria estava hospedada, perceberam que ela não retornou da rua após dois dias e avisou à polícia do desaparecimento. 

Após investigação junto com a DEAT e com a embaixada americana, nós encontramos o autor do crime através de imagens da câmera de segurança do hotel", explicou o delegado Rivaldo Barbosa, que acrescentou ainda que a americana ainda iria visitar outras cidades brasileiras:


Alessandro Rufino é suspeiro do crime  (Foto: Renata Soares/G1) 
Alessandro Rufino é suspeiro do crime
(Foto: Renata Soares/G1)


"Ela ia fazer um tour pelo Brasil pela primeira vez. Victoria estava no Rio e ainda iria para Salvador, Cuiabá, Amazonas e São Paulo. No dia do crime, eles estavam em um bar. Ele teria embriagado a vítima e, de lá, conseguiu levá-la para o motel, onde a matou esganada", completou.

A americana era divorciada, morava e trabalhava em Washington. 

O corpo dela ainda permanece no Instituto Médico Legal (IML) do Rio. 

"A embaixada americana já tomou as providências para a liberação do corpo. Mas a polícia ainda aguarda para saber se será necessário algum exame a mais para esclarecer algum outro fato", disse Rivaldo.

Prisão

O suspeito foi preso na madrugada desta quinta-feira (28), na Rodovia Presidente Dutra, na altura de Resende.Alessandro  estava em um ônibus, voltando de São Paulo, para onde foi um dia após o crime. 


Ele é ex-bombeiro e foi expulso da corporação em 2005, quando foi preso por outro crime - o suspeito já havia sido condenado a onze anos de prisão por atentado ao pudor e constrangimento. Ele cumpriu oito anos e depois foi solto.

Alessandro Rufino vai responder por homicídio duplamente qualificado e roubo, porque também pegou pertences e documentos da vítima. 

Na delegacia, ele disse que é inocente. "Funcionários disseram também que para ele sair do hotel ele usou a desculpa de que queria comer cachorro-quente", concluiu o delegado Rivaldo Barbosa, da DH.

Pais de menino de 6 anos que se vê como menina denunciam escola

Coy Mathis foi proibido de usar o banheiro feminino em sua escolinha.
Pais entraram com queixa em agência de direitos civis do Colorado, EUA.

Do G1, em São Paulo
1662 comentários
 
Os pais de um menino de 6 anos de idade que se identifica como menina no Colorado, nos EUA, entraram com uma queixa na agência estadual de direitos civis depois que a escola onde a criança estuda proibiu que ela use o banheiro feminino.

Com a polêmica em torno do caso do jovem transgênero Coy Mathis, diagnosticado com desordem de identidade de gênero, sua família chegou a divulgar fotos que mostram sua aparência claramente feminina.

Segundo a família, Coy age como menina desde os 18 meses de idade. Enquanto o irmão Max só queria saber de dinossauros, Coy brincava com bonecas. Aos 4 anos, falou para sua mãe, Kathryn, que havia algo errado com seu corpo.

"Nós queremos que Coy tenha as mesmas oportunidades educacionais que tem qualquer outra criança no estado do Colorado", disse Kathryn em entrevista à ABC News. Além de Coy e Max, o casal tem outras três filhas.

Desde que entrou na Escola Eagle na cidade de Fountain, Colorado, Coy se apresentou como menina e foi tratado dessa forma por professores e colegas, inclusive usando o banheiro feminino. 

Em dezembro, no entanto, a administração da escola informou os pais de que Coy não poderia mais usar o banheiro das colegas, recomendando que a criança recorra ao banheiro masculino ou ao da enfermaria.

Coy brinca em sua casa em Fountain, Colorado, na segunda-feira (25) (Foto: Brennan Linsley/AP) 
Coy brinca em sua casa em Fountain, Colorado, na segunda-feira (25) (Foto: Brennan Linsley/AP)
O menino Coy Mathis, de 6 anos, se identifica como menina (Foto: Reuters/Kathryn Mathis) 
O menino Coy Mathis, de 6 anos, foi diagnosticado com desordem de identidade de gênero (Foto: Reuters/Kathryn Mathis)
O menino Coy Mathis, de 6 anos, se identifica como menina (Foto: Reuters/Kathryn Mathis)Família divulgou fotos de Coy Mathis, de 6 anos (Foto: Reuters/Kathryn Mathis)
O menino Coy Mathis, de 6 anos, se identifica como menina (Foto: Reuters/Kathryn Mathis)Família divulgou fotos de Coy Mathis, de 6 anos (Foto: Reuters/Kathryn Mathis)
Coy (esq.), posa para foto com seu irmão, Max (Foto: Reuters/Kathryn Mathis) 
 Coy (esq.), posa para foto com seu irmão, Max (Foto: Reuters/Kathryn Mathis)
 
 
 


1662 comentários no G1 da Globo.

 
Altamir
Depois dizem que a criação não influencia no comportamento, aposto que os pais dessa criança são dois drogados depravados!!! Os pais dessa criança deveriam receber cadeira elétrica, como podem afirmar que uma criança de 18 meses!!! Se comporta com menina, uma criança até os 18 meses mau sabe falar!!!



Hannah Julya
Ai de quem pensar por si e tiver ideias diferentes da maioria... Todos pedem respeito mas ninguém respeita a opinião diferente!! Cresçam pessoas!!!! As pessoas têm direito de achar o que quiserem!!

Daniel Martimiano
Isso é o cúmulo do absurdo! Eu penso que a escola está certa. Imagina quando esse menino tiver com 18 anos, se portando como mulher e querendo ter os mesmos direitos que mulher. Frequentar banheiro de mulher. Isso é coisa de certos retardados que quer ter um filha mulher e quando não tem, fica incentivando uma pobre criança a pagar um mico desse. Criança faz o que os pais ensinam. Tem que processar os pais dessa criança. Criança não tem vontade própria, faz o que ensinam. O pai deve ter vontade de ser gay, ou é gay, e quer o filho no mesmo caminho.

Cynthia Silva
Me assusta ver o tamanho da ignorancia das pessoas! Falam sem ter conhecimento do assunto! Pra comecar, transgenero nao e' o mesmo q homossexualidade! A pessoa nao precisa ser atraida por alguem do mesmo sexo para ser transgenero, e sim sentir q esta no corpo errado, como no caso desse menino q pensa e age como uma menina, apesar de ter nascido com os orgaos masculinos! Inclusive ha casos de pessoas q por exemplo nasceram homens, sentem-se mulhers, fazem a cirurgia de troca de sexo, e sao atraidas por mulhers, ou seja, tornam-se transgeneros lesbicas! Genero e homossexualidade sao diferentes!

Ana Lage
Eu acredito que a homossexualidade se dá não somente através de influências externas, mas também por influências biológicas mesmo. Por exemplo, a criança pode nascer do sexo masculino, mas produzir hormônio feminino em excesso e isso PODE levar ela a ser homossexual. Assim como uma criança que nasce do sexo masculino produzir muito hormônio masculino e optar ser homossexual por influência externa. Ou mesmo a combinação dos dois fatores. O fato é, que se trata de seres humanos e nós somos sempre imprevisíveis, é impossível definir exatamente o porquê da escolha sexual do garoto da reportagem.

Simone Pennafirme
é, mas quem quem comprou as bonecas foi a mamae, quem coloca as roupinhas de menina eh a mamae, quem compra e bota a presilha de cabelo é a mamae, quem ensina a se comportar como menina é a mamae... vai ver eh a mamae que tem um transtorno....

luciana zanini
Coitado desse menino, os pais são uns loucos ,criaram ele como menina, pois quem compra as roupas dele são os pais, quem afirmam que ele é menina são os pais ele é apenas uma criança indefesa, esses pais terão que prestar contas é com Deus.

Alexandre Tpm
desse jeito vai chegar nos 2000 coments,,vai pro guinness e a louça do almoço deve tá lá esperando !!!!!

Jose Jr
O ser humano está se tornando aberração. é triste ver esses casos.

Fabio Barbosa
Isso vai além da homossexualidade , é um transtorno de gênero , no qual o sexo cortical ( cérebro ) é feminino e induz todo um comportamento , como tem relatos de que já com quatro anos já se comportava como uma menina.Futuramente ainda vai dar muita dor de cabeça aos pais.

Bertrand Russell
Alguns comentaristas precisam urgentemente deixar de ser uma pessoa q lê um so livro! Joguem a bíblia no lixo e vao ler por exemplo artigos jornalístico/cientifico sobre sexualidade humana e certamente deixarão de postar comentários preconceituosos e ignorantes.


Carlos Vacaria
ALGUEM PODERIA ORIENTAR OS PAIS A PROCURAREM UM PSICÓLOGO QUE ELE IRÁ EXPLICAR DIREITINHO DE QUEM E A CULPA .

Wesley
Angelina Jolie e Brad Pitt também tem filho transgênero... Desde bem novinha ela não se aceitava como menina, e os outros são “normais”, ou seja, a pessoa nasce assim, já que todos recebem a mesma educação, os mesmos colégio, etc. É difícil falar sobre isso, já que pessoas preconceituosas se cobrem com aquela velha história: “Os pais são culpados” “É a educação” e blá blá blá... Eu jamais julgaria uma pessoa por sua sexualidade. Sou cristão e aprendi que devemos amar o próximo. O amor é a salvação de tudo.

Carlos Vacaria
COMO E QUE E EU ENTENDI MADOU JOGAR A BIBLIA NO LIXO CARO AMIGO PARECE QUE SO TU ESTA CERTO ORESTO DA HUMANIDADE ESTA ERRADO ESTA CRIANÇA ESTA CLARAMENTE DEMANTRANDO GUE OS PAIS ESTIMULARÃO PARA ELE O GURIZINHO AGIR COMO UMA MENINA POIS DESTA IDADE AS CRIANÇAS SÃO MODELADAS FISICA E MENTALMENTE CONFORME O CONVIVIO COM OS PAIZ POIS PARE DE FALAR BESTEIRA E LEIA AMIGO!!!!!!!!!.

Edson Gomes
Isso é natural , faz parte da natureza humana. O Preconceito e a falta de estudos sobre o tema, levam muitos acharem o fim do mundo. Após estudos da vida espiritual percebemos tudo isso com naturalidade. Pela antropologia percebemos ser algo tb natural. Pode ser raros, mas é normal. Que o pequeno seja feliz com sua família.

João Ambrosio
O MENINO LOBO VIVEU COM OS LOBOS E SE ACHAVA LOBO. É EVIDENTE QUE A CRIAÇÃO DETERMINA O ADULTO. ABSURDO.

Jesuan Andrade
Sei nem o que dizer

Joao Oliveira
desordem de identidade de gênero,? estamos entrando em colaps coitadada da humanidadeo.

Nilton Freitas
Tamires, acho que sou o único homen a concordar contigo. Bando de ignorantes! É um caso clássico de homossexualismo só que acharam um nome mais bonitinho. Para vcs machistas e ignorantes a sexualidade da pessoa é definida no ato da concepção com a misturas dos DNAs. É muito semelhante a uma planta. Diga a um a laranjeira que ela é um limoeiro e veja no que dá. Nada.

Marcos Paulo
Absurdo essa situação, culpa dos país, pois se uma criança (menino) que se sente menina, os pais deveriam orientar o filho como menino, a criança tem um problema de comportamento ela não nasceu como menina. Criança nessa idade ainda não tem como definir sexualidade, os país deveria orientar da maneira mais correta. E a escola está certa, proibir mesmo, pois a criança é menino, portanto banheiro dos meninos. Os pais dessa criança são 2 ignorantes.

Tamires Garcia São mesmo, acha que os pais não fizeram tratamento psicologico com a criança e querem o melhor para ela, aceitando que ela se sente uma menina, e linda por sinal, e deve ser tratada dessa forma? Ignorante é você que não esta enxergando o eral problema que é o contrangimento que ela esta passando por não ser tratada como uma garota. ela se enxerga como uma, sempre foi assim.



Jonas Filho
ignorante e alienado é vc... eu já tinha minha identidade sexual bem resolvida antes msm de saber o que era sexo. pra vc saber o que passa pela cabeça de um trans vc teria que ser um... então vá pregar sua religião na sua igrejinha... aqui tem pessoas que conseguem enxergar acima dos muros impostos por qualquer religião opressora... viva a liberdade e viva a sua vida... mal amado....

Marcos Paulo
Tamires Garcia, você está falando bobagem, a criança está sendo agredida moralmente por culpa dos pais, se eles querem deixar o seu filho ser homossexual, que faça isso numa idade onde ele possa escolher, pois isso é comportamental ele não nasceu como menina, cite algum livro que prove que o ser humano nasce homossexual.

Ana Lage
Marcos Paulo, a criança pode ter influência genética, uai. Ela pode produzir hormônios femininos em excesso, por exemplo. E isso pode levar a criança a se sentir 'diferente' dos meninos sim.

Marcos Paulo
Jonas Filho, você deve ter problemas mesmo, em 1º lugar não falei em religião e em segundo você é um intolerante Cristofóbico, pois quando comentei sobre essa matéria, eu estava me referindo que o menino é uma criança e está passando por isso pois os país são ignorantes por deixar uma criança ainda em formação com esse comportamento, esperassem a criança chegar a uma idade apropriada para deixar a criança escolher o que quer da vida.

Tamires Garcia
Marcos Paulo Ela foi diagnosticada por um médico especializado, ou talvez por uma equipe médica. Mas já que você é muito bom em conselhos o que esses pais devem fazer? Adredir a MENINA para que ela se comporte como a SOCIEDADE impõe? Eu não leio livros sobre homossexualismo, pois isso faz parte da sociedade em que vivo por que eu convivo com pessoas de todos os generos, e etnias, não preciso de um livro para aprender a ser gente e usar a minha inteligencia para entender a diferença entre homossexual e transgeneros.

Elton Max
Na berdade os pais dessa criança são sensacionais. A criança tem transtorno de gênero, é uma menina em um corpo de um menino. Não existe reeducação. Por mais que eles o obrigassem a se vestir como menino, um dia ele iria assumir sua verdade identidade. Marcos Paulo, varios estudos cientificos já comprovam que a homossexualidade tem base genética, mas isso não tem absolutamente nada a ver com homossexualidade. É Transgênero. Estude um pouco e não fale besteiras ! Seu preconceito dói nos olhos e mancha a sociedade, tal qual o preconceito contra negros.

Tamires Garcia 
Elton Max, concordo com o que você disse mas estudos também citam que mesmo ela se vestindo como menina pode sentir atração por meninas, mas hoje, ela só tem seis anos, e ela ainda vai conviver com muita coisa até chegar a puberdade que é quando vai começar a se interessar ou por homens ou por mulheres. Existem homens que se vestem como mulher, mas sentem atração por mulher. Como ela não tem uma maturidade sexual, ela quer apenas ser vista com menina e esse é o problema atual

Bel Lima Marcos Paulo, isso não é um caso de homossexualidade, e sim transsexualidade, é bem diferente. Você que está falando bobagem por ignorância ou por ter uma mente limitada, incapaz de entender que seus pensamentos egoístas só têm importãncia para você.


Rubens Souss
Esse menino teve uma certa influência na cabeça dele e os pais ao invés de cortar isso pela raiz aceitaram, deixando essa criança desse jeito. Sinceramente aonde a civilização humana vai chegar. Igreja Católica não abre mão do celibato, padres - não todos - abusam de crianças, políticos roubam mais do que nunca, pessoas continuam burras assistindo realitys, acéfalos tentam aprovar leis sem fundamento, coisas horríveis do cérebro do homem viram costumes, militantes imorais correm atrás de pseudos direitos e por fim vivo em um país onde o carnaval é mais importante do que a economia.

Aline
Ele pode se sentir uma menina,mas não é,assim como eu me sinto linda,mas não sou,tem mais é que usar banheiro de meninos pois tem pintinho e ponto final !

Jose Jr
Coloque ele na frente do espelho pelado e diga para ele: VOCE É HOMEM E NASCEU PARA SER PAI, PARA TER UMA MULHER. MANDE ELE REPETIR: EU SOU HOMEM.

Marcus Guimarães 
pra quem não leu a matéria o ''Garoto'' foi diagnosticado com desordem de identidade de gênero, DIAGNOSTICADO, DIAGNOSTICADO, especialistas no assunto DIAGNOSTICARAM, não foi o menino que escolheu, não foram os pais que escolheram, será que é difícil entender ? será que você vestiria seu filho de menina? sabendo todo o preconceito que ele iria sofrer e mesmo contra a vontade dele?? ahh para né gente ! nenhum pai faz isso, se eles o fazem é porque a criança se sente a vontade, se identifica, e como eu disse, ela foi DIAGNOSTICADA ! o melhor que os pais tem a fazer é aceitarem e dar muito amor.