Banners


Create your own banner at mybannermaker.com!

Aproveitamento do caroço de açaí

< / a >

domingo, julho 31, 2016

Oposição quer CPI para investigar prefeito de Parauapebas

Quinta-feira, 12 de maio de 2011


Fotos: Waldyr Silva
Vereador Antonio Massud (oposição)
Vereador Euzébio Rodrigues (situação)
Prefeito Darci José Lermen
A presidência da Câmara Municipal de Parauapebas minimiza as denúncias graves feitas esta semana pelo presidente da Vale, Roger Agnelli, quanto ao destino dos milhões de royalties pagos pela mineradora ao município. 
 
De outro lado, a oposição promete não deixar o caso acabar em pizza e vai propor uma CPI para investigar o contrato que a prefeitura mantém com escritório de advocacia, além de levar o caso ao Ministério Público do Estado.
O caso estourou no último final de semana, quando da circulação da revista Época, com detalhes da carta que Agnelli, às vésperas de ser substituído no comando da Vale, enviou à presidente da República, Dilma Rousseff, denunciando o prefeito de Parauapebas Darci Lermen (PT) por receber R$ 700 milhões da mineradora referentes a royalties e não reinvestir em infraestrutura urbana.

O executivo aponta, ainda, que a administração municipal manteria contrato com escritório de advocacia do Sul do País com percentuais definidos de ganho para este segundo em caso de ações contra a mineradora pelo não pagamento da compensação.

A reprodução da reportagem no CORREIO DO TOCANTINS e em outras mídias teve grande repercussão na cidade e deixou os moradores perplexos com a história. 
 
Na terça-feira (10), data do aniversário do município, muros amanheceram pichados com palavras de ordem contra o prefeito.
Ao tomar conhecimento das pichações, o gabinete do prefeito mandou uma equipe às ruas, ainda durante o feriado, para pintar novamente os muros e cercas com os dizeres, apagando imediatamente as frases contra Darci, algumas delas chamando-o de ladrão e outros adjetivos impublicáveis.

LONGE DOS HOLOFOTES
Tão quão preferiu silenciar sobre o caso, o prefeito Darci Lermen, como era de se imaginar, não participou dos eventos oficiais da comemoração dos 23 anos de emancipação político-administrativa do município. 
 
Ao microfone era perceptível que os mestres de cerimônias e apresentadores, principalmente no palco da Praça de Eventos, evitavam falar o nome do prefeito, referindo-se mais à administração. 
 
Quanto do lapso dos responsáveis, em citar nominalmente Darci, o ensaio da vaia era percebido entre a multidão. 
 
Alguns mais afoitos gritavam: “Cadê o prefeito que não aparece?”.
Além da falta de infraestrutura nos bairros periféricos da cidade, os habitantes sofrem com a falta de água potável nas torneiras das residências. 
 
A prefeitura conta com a segunda estação de captação, tratamento e distribuição de água pronta para ser inaugurada no Bairro Liberdade II, mas a Rede Celpa ainda não instalou no local uma subestação de rede elétrica para fazer funcionar a estação.
CPI

Procurado pela reportagem do CT, o vereador Antônio Massud (PTB), da bancada de oposição, disse que o caso é de extrema gravidade e que o Poder Legislativo deve uma satisfação à sociedade em pelo menos instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a denúncia feita por Roger Agnelli.

Massud diz que está articulando com os colegas José Adelson (PDT), Francisângela Resende (PMDB) e Faisal Salmen (PSDB) para apresentarem ainda esta semana a proposta de instauração de CPI, assim como enviando o caso para o Ministério Público Estadual, para que este proponha as implicações necessárias aos eventuais culpados por desvios.

Questionado se a Câmara Municipal vem acompanhando a aplicação dos royalties recebidos por Parauapebas como compensação pela exploração mineraria, Massud responde que não é de hoje que são feitos os pedidos de esclarecimento, mas a base aliada ao prefeito vem trabalhando no sentido contrário, lamenta.

MINIMIZADO

Pelo visto, a Presidência da Câmara Municipal tende a não levar a denúncia feita por Roger Agnelli à frente, uma vez que, procurado para falar sobre o caso, o presidente, vereador Euzébio Rodrigues, do partido de Darci Lermen, o PT, respondeu com postura de um líder do governo e minimizou a gravidade do caso. 
 
“O executivo da Vale apenas denunciou, mas não apresentou provas”, respondeu, de cara, o vereador.
Euzébio Rodrigues discorda também do valor de R$ 700 milhões que Roger diz ter repassado à Prefeitura de Parauapebas referentes aos royalties no período de 2005 a 2010. 
 
Este valor, segundo o presidente da Câmara, teria chegado a pouco mais de R$ 500 milhões.
Indagado se a Casa de Leis já havia recebido alguma manifestação da oposição referente a eventual pedido de instalação de CPI, Euzébio respondeu que até esta quarta-feira (11) a Mesa Diretora ainda não tinha recebido nada a respeito do assunto.

COLETIVA

O presidente da Câmara de Vereadores informou que, de acordo com o que fora informado pelo Gabinete do Prefeito, o gestor municipal estaria convidando a imprensa, ainda nesta semana, para uma entrevista coletiva onde esclareceria toda a situação.

O prefeito Darci Lermen foi novamente procurado pela reportagem da Sucursal do CORREIO DO TOCANTINS em Parauapebas, mas não foi localizado pela equipe do Jornal.

Depois de tentativas ligações inúteis via celular, a reportagem encaminhou mensagem “SMS” sugerindo a Darci Lermen uma entrevista. 
 
O gestor respondeu simplesmente “ok”. 
 
Noutra mensagem enviada, perguntando onde e quando seria a entrevista, o prefeito se calou.  
 
(Patrick Roberto/Waldyr Silva/CT)

 

3 comentários:

Carlos Alberto disse... 
 
Infelizmente a realidade do nosso município é nua e crua e vivemos em um cidade que tinha tudo para ser a melhor cidade do estado, com a melhor infraestrutura, educação de primeira qualidade, saúde disponível a todos. 

Alguns meses atrás víamos em nossos televisores que Parauapebas recebeu o prêmio pelo ensino de qualidade que é oferecido pelo município, mas a realidade não é a que vemos, escola péssimas, sem nenhuma estrutura para receber os alunos, tem escolas que para fazer a matricula do aluno exige uma resma de papel chamex esse é um dos critério para ser matriculado. 

Agora gente me digam o por onde anda o prefeito para se defender de tal fato, que deixou todos nós indignados.

ISSO É UMA VERGONHA! 


ONDE ESTÃO OS 700 MILHÕES? 

Anônimo disse... 
 
Lamentavel que isso esteja acontecendo em parauapebas. 

Kd as faculdades , kd as escola boas pra estudar? 

kd o dinheiro prefeito darci?, é uma vergonha, uma cidade que ganha tanto dinheiro viver jogada as traças." 

Se o povo ficar calado" Pararuapebas continuará do jeito que está..!!!

Anônimo disse... 
 
Eu pensava que só eu que estava contemplado a decadência que parauapebas se encontra,tem que denunciar mesmo não podemos nos calar. srs representantes desta futurista cidade,´eu gostaria de ter certeza que esse interesse de justiça fosse por causa do povo e de melhorias em pró da cíti e não por vingança política....

Parauapebas precizamos de seu desenvolvimento p/ continuarmos crescendo juntos........ 

Sonielson Sousa deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Templo Hare Krishna celebra primeiro casamento gay...":


Prezado Hudson, ao que parece um dos maiores líderes globais do Movimento deixa clara a intenção de receber os homossexuais com naturalidade... 


Ou seja, o Hare Krishna que você conhece há 30 anos certamente não é o mesmo de hoje em dia, para felicidade dos de coração aberto...

sexta-feira, julho 29, 2016

Surpreso por Lula ter virado réu, PT entra em alerta




Figuras de destaque no escândalo do mensalão: (De esq. para direita) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, José Dirceu, Valdemar Costa Neto, Roberto Jefferson, Marcos Valério Fernandes, Delubio Soares e José Genuino (Foto: Efe)




- Sexta-feira, 29/07/2016, às 17:57



A cúpula do PT entrou em alerta com a o fato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ter virado réu sob a acusação de obstruir a Operação Lava Jato. 

A decisão pegou de surpresa a cúpula do partido. 

E fez crescer o temor do grupo mais próximo do ex-presidente com a possibilidade de uma eventual prisão de Lula.

O que mais surpreendeu dirigentes petistas foi o fato dessa decisão não ter saído das mãos do juiz federal Sérgio Moro em Curitiba. 


Até então, a estratégia era fazer um enfrentamento direto com Moro para politizar a questão.

Até mesmo uma reação internacional foi arquitetada para criar um constrangimento na Lava Jato. 


A defesa de Lula chegou a contratar um advogado na Inglaterra para recorrer ao Comitê de Direitos Humanos da ONU contra o juiz Sergio Moro, acusando-o de violar direitos.

Mas, ao Blog, petistas afirmaram que não esperavam a decisão de hoje pelas mãos de outro magistrado. 


O juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara da Justiça Federal de Brasília, foi quem recebeu denúncia e transformou em réus o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-senador Delcídio do Amaral e mais cinco pessoas por tentativa de obstrução da Lava Jato.

A decisão de hoje esvaziou o discurso da defesa de Lula de perseguição política do juiz Sérgio Moro. 


Quando o ministro Teori Zavascki, do STF, decidiu desmembrar esse fato, transferido para a Justiça Federal em Brasília, petistas comemoraram.

“Mas com a velocidade que a decisão foi dada pelo juiz de Brasília, criou-se um clima de insegurança geral”, reconheceu ao Blog um dirigente petista.



COMENTÁRIO:


O Ali-Ba-Bá, Luiz Inácio Lula da Silva, não é melhor do que os seus comparsas que já foram presos, ele também precisa sentir a sensação de vê o "sol quadrado", assim como o "escroque" ladrão e corrupto ex-prefeito de Parauapebas DARCI JOSÉ LERMEN, que passou 08 anos saqueando àquele município paraense, e depois que terminou seu mandato se mudou para a Bahia, para investir o que roubou dos munícipes, e agora está de volta como candidato a prefeito nestas eleições municipais de 2016, para enganar a população parauapebense dizendo-se "Salvador da pátria". 

Valter Desiderio Barreto.  

Câmara convida para sessão solene de reabertura dos trabalhos


A presidência da Câmara Municipal de Parauapebas convida a imprensa, autoridades e a comunidade para prestigiar a sessão solene de reabertura dos trabalhos legislativos que ocorrerá a partir das 9 horas desta segunda-feira, dia 1º de agosto, no auditório João Prudêncio de Brito, prédio do Poder Legislativo, Bairro Beira Rio II.

Participe. 

Sua presença é importante.

Prefeito que contratou por apenas 1% perdeu a função pública, teve suspenso os direitos políticos por cinco anos, mas foi em São Paulo. Em Parauapebas DARCI quer pagar 20% para o PAZINATO

Domingo, 5 de agosto de 2012


Darci sob olhar do Candidato Coutinho, será que vão pagar o Pazinato, ou já pagaram? E o Ministério Público acha 20% proporcional, razoável, sério?
 
 
Em São Paulo considerou-se imoral e lesivo ao erário contrato que o prefeito de São Carlos pactuou com uma consultoria jurídica/tributária "tipo PAZINATO", mas lá era de apenas 1%, em Parauapebas DARCI quer pagar 20%, claro que DARCI depois dessa deve ir embora de Parauapebas, provavelmente para uma praia no nordeste brasileiro.

Pois bem, lá o contrato foi considerado nulo e sua cláusula de remuneração de apenas 1% foi reputada contrária ao princípio da moralidade administrativa e lesiva ao interesse público, isso em ação civil pública impetrada pelo Ministério Público, isso mesmo, Ministério Público de lá achou 1% lesivo e contrário ao interesse público, já em Parauapebas, bom, por aqui uma cláusula de 20% os promotores ainda tem dúvidas e o Tribunal de Contas do Jáder Barbalho não tem dúvida nenhuma e considera legal, enquanto isso Parauapebas não ver nenhum centavo da CFEM, crianças estudam em "casas alugadas", falta água todo dia e saneamento é luxo!
 
 
Lá em São Carlos-SP foi dito na sentença e no acórdão: "a) sobre a cláusula - Não há, pois, como subsistir o dispositivo em testilha, extremamente lesivo ao erário e claramente ofensivo não apenas ao escopo do ajuste como também aos princípios da proporcionalidade, da razoabilidade e da moralidade administrativa; e b) sobre o prefeito - Este violou dois deveres fundamentais aos agentes públicos: honestidade e eficiência funcional mínima. 
 
(...) A conduta do alcaide, nessa senda, se amolda como luva ao tipo constante do art. 10, XII, da Lei Federal nº 8.429/92, ao menos em termos materiais, vez que permitiu o enriquecimento ilícito da pessoa jurídica de direito privado, concorrendo para tanto ao estipular a cláusula contratual abusiva".


Lá o prefeito e o "tipo PAZINATO" terão que devolver aos cofres públicos o que receberam abusivamente, além de multa equivalente ao dobro do recebido. 
 
O "tipo PAZINATO" de lá ainda vai ficar um bom tempo sem poder contratar com a administração pública.

Lá era 1%, aqui 20%.
__________________________
Nota: o contrato que o prefeito DARCI pactuou com o PAZINATO de Camboriú-SC pode drenar dos cofres públicos de Parauapebas mais de R$ 160 milhões para o PAZINATO, apenas na conta da CFEM. O Ministério Público nada diz aos cidadãos de Parauapebas?

Rio Acre atinge nível mais baixo da história em Rio Branco

Nível do manancial chegou a 1,49 m nesta sexta (29), aponta Defesa Civil.
'Rio deve continuar baixando', diz major do Corpo de Bombeiros.

Caio Fulgêncio  Do G1 AC

Com a seca, o Rio Acre atingiu o nível mais baixo já registrado na história em Rio Branco, desde 1971, ano em que o manancial começou a ser monitorado. 

Conforme medição da Defesa Civil, as águas marcaram 1,49 m, nesta sexta-feira (29). 

A menor marca até então havia sido de 1,50 metro em setembro de 2011.


A extensão do rio que abrange a capital acreana entrou o mês de julho deste ano com 1,92 metro e, a partir disso, passou a sofrer um decréscimo recorrente, com poucos dias de estabilidade, segundo levantamento diário feito pelo órgão.

A situação é completamente diferente daquela vivida pelos rio-branquenses no início do ano passado, quando o rio quebrou o recorde oposto, ao chegar à marca também histórica de 18,40 metros

Naquela época, a cheia desabrigou milhares de pessoas e prejudicou o funcionamento das Estações de Tratamento (ETA), devido ao volume de água.

O major Cláudio Falcão, do Corpo de Bombeiros, disse que a previsão é que o nível do rio baixe ainda mais. 

"Devemos ficar com o nível mais baixo que 1,25 m. 

Estamos trabalhando com uma cota menor do que essa, já que esse período de seca deve durar mais tempo do que nos anos anteriores", fala.

Rio Acre atingiu a menor cota da história em Rio Branco (Foto: Caio Fulgêncio/G1)Rio Acre atingiu a menor cota da história em Rio Branco (Foto: Caio Fulgêncio/G1)
 
Atualmente, manter o abastecimento é a preocupação para o Departamento de Pavimentação e Saneamento do Acre (Depasa), apesar do órgão garantir que o sistema de captação deve funcionar sem problemas até o rio chegar a 1,25 metro, se for o caso. 

O diretor-presidente do Depasa, Edvaldo Magalhães, diz que o monitoramento está sendo feito.

“Nossos equipamentos tiveram uma convivência com o rio em até 1,50 metro. 

Até essa marca, já temos experiência. 

Abaixo disso, temos que ver como as águas vão se comportando.

Estamos tomando todas as medidas para garantir a captação”, explica o gestor.

O Depasa iniciou a instalação de uma terceira bomba de captação flutuante na Estação de Tratamento de Água (ETA II). 


Magalhães acrescenta que novos equipamentos já foram instalados e o Depasa aguarda a chegada de outros. 

“A partir do dia 1° de agosto, queremos instalar bombas flutuantes na ETA I, porque até agora ainda está captando na torre. 

Vamos tentar aumentar a potência para subir a captação”, ressalta.


 “Vamos levar a campanha nos próximos 60 dias.

É algo que depende da comunidade, estamos fazendo um trabalho de sensibilização”, acrescenta.

Nível do Rio Acre em Rio Branco chegou a 1,49 metro nesta sexta-feira (29) (Foto: Caio Fulgêncio/G1)Nível do Rio Acre em Rio Branco chegou a 1,49 metro nesta sexta-feira (29) (Foto: Caio Fulgêncio/G1)
 
Questões naturais e ação humana

O pesquisador Foster Brown afirma que, historicamente, o estado acreano já sofreu secas mais severas. 

No entanto, a situação torna-se mais problemática devido ao aquecimento global e também pela proporção do tamanho da cidade.

“Há uma cidade maior do que no passado, a demanda para a água é maior e na área rural é muito mais gente botando fogo do que há 50 ou 100 anos. 

 Temos historicamente secas piores, mas a preocupação é por causa de vulnerabilidade que temos hoje”, fala.

Neste ano, o baixo nível do rio foi agravado também pelos efeitos do El Niño, que resultou na pouca quantidade de chuvas nos meses de janeiro, fevereiro e março, segundo o pesquisador. 

O fenômeno também gerou uma elevação nas temperaturas.

Brown acrescenta que, devido ao aumento da emissão de gás carbônico, a estimativa é que, nos próximos anos, eventos parecidos aconteçam. 

“Esse é um gás que segura a energia na atmosfera, por isso, a tendência é fazer secas e chuvas mais fortes. 

Usando isso como base, podemos antecipar eventos mais extremos para o futuro”, acrescenta.

Seca do Rio Acre

O governador do Acre, Tião Viana, assinou um decreto de situação de emergência no último dia 7 deste mês por causa da seca do Rio Acre em Rio Branco. 

O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) e também dizia respeito a outras cidades acreanas, que também sofrem com a estiagem.

Rio Acre está com a cota de 1,49 m em Rio Branco (Foto: Caio Fulgêncio/G1)Rio Acre está com a cota de 1,49 m em Rio Branco (Foto: Caio Fulgêncio/G1)
 

quinta-feira, julho 28, 2016

UM DOS MAIORES CRIMES PRATICADOS NO GOVERNO DO ESCROQUE DARCI JOSÉ LERMEN FOI A MÁFIA DA MERENDA ESCOLAR.




























Doação de 18 t de frutas na Esplanada tem correria e empurra-empurra

NA promoveu evento para bater recorde de 'maior mostruário do mundo'.
Produtos foram recolhidos por população em menos de 20 minutos.

Alexandre Bastos Do G1 DF





Com o objetivo de bater o recorde do Guinness de “maior mostruário de frutas do mundo”, a Confederação Nacional da Agricultura (CNA) distribuiu 18,8 toneladas de alimentos na manhã desta quinta-feira (28) em Brasília.


Melancias, abacaxis, bananas e melões foram depositadas em uma mesa de 240 metros de comprimento no gramado central da Esplanada dos Ministérios.

O evento celebrou o Dia do Agricultor. 

Houve empurra-empurra e correria.
As frutas, doadas por produtores de todo o Brasil, foram pesadas às 2h e dispostas sobre a mesa cerca de três horas depois. 

Antes da liberação para o público, os alimentos foram inspecionados por agentes do Ministério da Agricultura.

A Polícia Militar esteve presente e estimou cerca de 6 mil pessoas, que retiraram todos os itens em 20 minutos. dre Bastos/G1)

Grupo aguarda liberação de mesas montadas pela Confederação Nacional da Agricultura, com frutas gratuitas, na Esplanada dos Ministérios nesta quinta-feira (28) (Foto: Alexandre Bastos/G1) Grupo aguarda liberação de mesas montadas pela Confederação Nacional da Agricultura, com frutas gratuitas, na Esplanada dos Ministérios nesta quinta-feira (28) (Foto: Alexandre Bastos/G1)

 

De acordo com a organização, cocos e melancias que encheram uma tenda não foram pesados porque a mesa já estava lotada. 

Segundo a CNA, além das frutas, também havia alimentos como feijão. 

O servidor público Álvaro Araujo ficou impressionado com a situação.

"Eu estou olhando e não estou acreditando. 

Peguei a bicicleta e vim da 206 norte para ver de perto. 

Se eu conseguir levar, vou tentar pôr alguma coisa na mochila. 

Ainda ontem fiz compra de frutas e já foi um absurdo. 

Essa é uma oportunidade que poderiam ser dadas mais vezes às pessoas, porque não está barato comer bem", disse.

Melancias, abacaxis, melões, bananas e laranjas distribuídos gratuitamente pela Confederação Nacional da Agricultura na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, na manhã desta quinta-feira (28) (Foto: Alexandre Bastos/G1)Melancias, abacaxis, melões, bananas e laranjas distribuídos gratuitamente pela Confederação Nacional da Agricultura na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, na manhã desta quinta-feira (28) (Foto: Alexandre Bastos/G1)

O recorde anterior é de maio de 2015 e contabilizou 9,3 toneladas de frutas em uma mesa disposta em um mosaico na Índia, informou o Guinness. 

A aposentada Inácia de Sá e a neta Leticia Sá, de 8 anos, chegaram antes das 9h e ficaram "incomodadas" com o excesso de público.

Saiba mais:

"Da próxima vez eu não venho, muita gente e foi muito desorganizado. 

 Eu, ela e o pai dela pegamos só três sacolinhas. 

A crise está difícil", declarou a aposentada.

Após a distribuição dos alimentos, o presidente da CNA, João Martins se dirigiu ao Palácio do Planalto para entregar ao presidente da República em exercício, Michel Temer, um documento com dez medidas para o desenvolvimento da agropecuária no Brasil.

A limpeza do local ficou sob responsabilidade do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), que retirou caixas, sacolas e outros despejos abandonados pela população.